1. Spirit Fanfics >
  2. Heróis >
  3. Fruta estranha

História Heróis - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem

Capítulo 1 - Fruta estranha


Fanfic / Fanfiction Heróis - Capítulo 1 - Fruta estranha

Asta on.


Termino de escovar meus dentes e desço para tomar café da manhã "Bom dia mãe" dou um abraço na mesma.


– Asta, daqui a pouco pode pegar a decoração de Natal pra mim, por favor? - Diz a grisalha mais velha.

– Tá bom, mãe.

Abro a porta e começo a descer as escadas para o porão, tento acender a luz, mas ela está queimada, então ligo a lanterna e começo a procurar pelas decorações, olhando nas caixas e bagunçando tudo. Abro uma das caixas e encontro algumas fotos de quando eu era pequeno, nada de importante.

Volto a procurar nas outras caixas até que por algum motivo um pequeno baú cai na minha cabeça ", isso doeu!". O baú cai no chão e abre, saindo de dentro uma fruta estranha com a cor Lilás pálida e com o formato de uma cabaça, ela tinha desenhos de redemoinhos por toda parte. ( Típico de todas as Akuma no Mi's ) Ela vinha junto com um livro escrito "Ito Ito no Mi". 


Nela estava escrito "Se, você, estiver lendo isso é porque futuramente você se tornará uma pessoa ruim e cruel. No futuro você matará milhares de pessoas, isso conta também como as pessoas que você ama, o sangue que será derramado, o desespero das pessoas implorando por suas vidas, tudo isso será como uma melodia para os seus ouvidos. Então coma essa fruta que você irá receber os poderes de um demônio".

Ass: Donquixote Doflamingo.


Me assusto um pouco com o que estava escrito, porém não ligo muito. Coloco a fruta e o livro de volta no baú, encontro a caixa de decorações e coloco o baú dentro da caixa, e subo as escadas.


– Tá aqui - digo colocando a caixa na mesa.

– Obrigada, Asta. - ela me lança um sorriso.

– Mãe, que fruta estranha é essa que estava no porão? - digo abrindo o baú.

– Ah, isso é um tipo de fruta bem difícil de se achar, porém elas ficam à venda no submundo ou mercado negro, como você preferir chamar. Dizem que muitas delas existem pelo mundo, porém a maioria delas estão escondidas pelo mundo.

– Mais porque?

– Dizem que elas dão poderes às pessoas. Essa daí eu sei como veio parar na nossa família.

– Me conte, fiquei muito curioso - meus olhos começam a brilhar.

– Ela está à gerações na nossa família, é como se fosse uma herança que é passada de geração em geração. Não podemos vender ela, por mais que custe muito hoje em dia.

– Quanto ela vale?

– 100 milhões.

– Nossa, é muito cara!

– Bom se você quiser pode comer, mas você deve sempre levar uma fruta comum com você, pois caso você morra ela poderá voltar.

– Entendi.

Após nossa conversa eu como a fruta "Que gosto horrível" digo quase vomitando, era uma mistura de Azedo e Amargo. Comecei a ajudar a minha mãe com a decoração, afinal faltava pouco menos de 1 mês até o Natal.

Asta off.

Noelle on.

Acordo, entro no banheiro do meu quarto e começo a me banhar. Saio da banheira e me visto, começo a andar até a cozinha.

– Bom dia, Noelle.

– Bom dia, Sólid-nii sama.

– Vai treinar hoje?

– Vou sim, porque?

– Gostaria de te ver treinando hoje.

– Ok.


Começamos a andar até a área de treinamento. "Mágia de Água: Bola D'água do Dragão do Mar" Começo a atirar, mas como sempre eu erro todas "Você deve se concentrar mais Noelle, se continuar assim não conseguirá entrar na U.A.". Fico tentando e tentando, mas não consigo, ele então se levanta e vem até mim e segura meus braços.

– Se concentre!

– Eu tô tentando, mas não consigo.

– Acredite em si mesma que você consegue - ele segura novamente os meus braços mirando no boneco de treino - agora atire.

– Certo.

Começo a atirar novamente, dessa vez acertando o alvo "Continue assim". Ele solta os meus braços e volta a me assistir atirando nos alvos.

– Tenho que ir agora, Noelle, mas continue assim que você terá um controle melhor sobre seus poderes.

– Ok.

Passam-se meia hora e volto para a Mansão, mas um pouco antes disso eu acabo encontrando um baú, nele contém uma fruta estranha, ela é Rosa tem formato de coração e com desenhos de círculos encaracolados por toda parte. Junto dela tem um livro escrito "Mero Mero no Mi". Acabei me interessando, então pego a fruta, o livro e as guardo no baú levando junto comigo para a Mansão.

Chegando lá eu subo para o meu quarto e começo a ler.

" Se você estiver lendo isso é porque você foi a escolhida para herdar os meus poderes. Força e beleza faz de você a mulher mais bonita que existe nessa terra, você é a nova Hebi-Hime. Neste livro estão todas as habilidades que eu aprendi no tempo em que eu fui a "Imperatriz Pirata, Boa Hancock". Aprenda a usar esses poderes com sabedoria. Mas tem um preço, ao Ingerir a fruta você não será mais bem vinda no mar, ou em piscinas fundas. Caso entre vocês afundará como chumbo"

Como presente eu lhe dou Salome. Minha cobra guardiã, ele te ajudará em suas futuras batalhas.

Ass: Boa Hancock.

Estranho, mas ok "Será que eu devo comer a fruta? Afinal, se eu comer eu não conseguirei mais nadar". Olho as habilidades da fruta, então acabo mudando de idéia e acabo comendo a fruta. Ela tem um gosto horrível, uma mistura de Azedo e Amargo. Uma cobra branca com manchas vermelhas espalhadas pelo corpo aparece do meu lado, de início eu levo um susto, mas logo me lembro que na carta estava escrito sobre uma cobra "Você deve ser Salome, né?" Faço carinho na cobra.


Noelle off.


Yuno on.

No caminho para a escola eu encontro Asta e Noelle indo juntos, eles parecem muito alegres.

– O que tá rolando?

– Nada demais - diz o grisalho.

– Não é o que eu estava vendo.

– Nós comemos uma fruta estranha - diz a prateada - ela tinha um gosto horrível.

– E o mais legal é que elas concedem poderes. Essas frutas são chamadas de Akuma no Mi, minha mãe disse que essas frutas são difíceis de encontrar.

– E quais poderes vocês ganharam?

– É segredo! - os dois dizem ao mesmo tempo.

– Ok então.

Continuamos conversando até chegar na escola, um dia normal como sempre. Os meninos atrás da Noelle, Asta tentando brigar com eles. As meninas dando em cima de mim, nada fora do comum.

Chegando em casa eu abro a caixa de correio e me deparo com uma carta da U.A dizendo a data dos exames de admissão. Na hora eu entrei dentro de casa, e entrei em ligação com Asta e Noelle.

– Vocês dois também receberam a carta? - dizia prateada.

– Sim, eu recebi - diz o anão.

– Também recebi.

– Isso é ótimo! Nós três vamos para a mesma universidade!!!!

– Para de gritar, Astupido.

– Crianças, vocês tem 10 meses até o dia, acho melhor vocês começarem o treinamento não acham? - dizia a mãe do grisalho.

– Isso é verdade!!!!! - Nós três desligamos na hora.

Hora do treinamento.


Notas Finais


Espero que tenham gostado ( Bocejo😮 )

Comentem se gostarem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...