História Heróis do amanhã - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Magia, Super Herois
Visualizações 4
Palavras 1.017
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem s2

Capítulo 2 - Barulhentos e extrovertidos


Blacke estava parado na frente do portão da E.T.I Já faz algum tempo, o garoto não acreditava que tinha conseguido passar, ele ainda lembrava da expressão feliz de seus pais quando receberam a ligação de que deveriam ir para a escola fazer a matrícula de Blacke.

O menino decidiu entrar logo de uma vez, ele sabia que deveria ir até a secretária da escola buscar seus livros e seu horário das aulas.

Ao chegar lá ele avista o mesmo homem que estava guiando os inscritos no teste de aptidão.

- Francamente, eu tenho que fazer tudo nessa escola, onde estão os outros funcionários? 

- Bom dia! - Disse Blacke um pouco tímido.

- B-bom dia, E-eu sou o secretário d-do diretor, Peter é meu nome, a-acho que você se l-lembra de mim... Err... Precisa de alguma coisa?

- Meus livros e meu horário.

- Q-qual é seu nome m-mesmo?

- Blacke.

- A sim c-claro, o f-filho do Presa de Fogo e da incineradora, como pude e-esquecer - Peter entrega um papel para o menino e mais alguns livros - Aí está.

- Valeu.

Blacke prosseguiu pelo corredor de sua nova escola. Ele deu uma olhada nas matéria que ele teria:

Matérias 1º Ano do curso de Super-heróis

- Línguas;

- Geografia;

- História;

- Matemática;

- Biologia;

- Química;

- Física;

- Sociologia;

- Filosofia;

- História do heroísmo ;

- Treinamento de batalha;

- Fusão;

- Princípios de um herói (básico);

Blacke estava com a cara tão colada no papel, que nem reparou que tinha chegado nas escadarias, na qual tropeçou, ele fechou seus olhos, se preparando para a queda, porém, ele recuperou seu equilíbrio e por pouco não foi de cara no chão, mas, ele soltou seus livros "droga" ele pensou. Quando abriu seus olhos ele viu que seus livros estavam flutuando diante dele e em seu lado estava uma menina.

- Você deveria tomar mais cuidado - Disse a menina.

- Você que está fazendo isso?

- Sim.

Os livros de Blacke flutuaram para a sua mão.

- Você é Blacke né?

- Todo mundo nesse lugar sabe quem sou eu porcaria! - Blacke Shiran. Individualidade: pirocinese, pode gerar, manipular e controlar o elemento fogo como desejar. Aparência: cabelos loiros e espetados; Olhos laranja e pele em um tom de salmão. Comportamento: "cabeça Quente" . - A propósito, Qual é o seu nome?

- Meu nome é Quinn Quill - Quinn Quill. Individualidade: telecinesia, pode controlar objetos com o poder da mente, se ela usar seu poder continuamente, ela fica com dor de cabeça. Aparência: Cabelos castanhos, médios e ondulados; Olhos verdes e pele bege. Comportamento: Calma.  - Você viu que temos matérias normais aqui? 

- Sim, não sou cego.

Quinn ignorou o comentário do menino.

- Bom vamos para a aula? 

Os dois foram até sua sala, a primeira aula era de matemática. Blacke se sentou no meio da sala, Quinn sentou à sua direita. Um aluno apareceu e sentou à esquerda do loiro. O menino logo o reconheceu, era aquele do teste de aptidão. O de cabelos Azuis.

- Amigo, que surpresa, vou sentar do seu lado. - Disse o azulado.

- Amigo? Eu nem sei seu nome.

- Meu nome é William, mas, pode me chamar apenas de Will - William Godor (Will). Individualidade: hidrocinese, pode gerar, manipular e controlar o elemento água. Aparência: cabelos azuis e encaracolados; Olhos azuis e pele morena. Comportamento: ele é bipolar, às vezes ele está um "doce" e às vezes "salgado" como a água.

Eu me lembro que você me chamou de bobão, ISSO ME DEIXOU IRRITADO.

- Tá não precisa gritar foguinho.

- FOGUINHO?

Blacke estava quase levantando e indo para cima de Will, mas, um menino na sua frente o interrompeu.

- CALA A BOCA, VOCÊS DO... Blacke?

- Ótimo, MAIS UM QUE SABE O MEU... Dipper é você?

- Gente o que está acontecendo? - Perguntou Quinn. - Quem é Dipper?

- Quinn, Will esse é Dipper, ele é meu amigo e meu vizinho.

- Olá - Dipper Karten. Individualidade: Explosão, consegue criar, manipular e controlar explosões. Aparência: cabelos ruivos e lisos; Olhos castanhos; Pele pálida e possui sardas. Comportamento: ele é quieto, mas, "explode" facilmente.

- Vocês estudavam juntos? - Perguntou Will.

- Não, eu e Blacke estudávamos em escolas diferentes.

- Não sabia que você faria as provas para estudar aqui Dipper.

- É que eu decidi em cima da hora, daí não deu tempo de...

- QUINN!

- AZURA!

Os meninos viram uma menina com orelhas de gato entrando e dando um grande abraço em Quinn.

- Que saudades.

- Eu também estava.

Os meninos estavam curiosos.

- Azura estes são meus novos amigos.

- Pera aí - Disse Blacke - Não somos amigos, estamos apenas... AI! - Will deu um chute no loiro.

- Sim somos amigos. - Disse Will.

- Eu irei te carbonizar Will, e eu não estou brincando!

- Enfim! Essa é minha amiga Azura, nós estudávamos juntas na mesma escola e decidimos fazer o teste pra estudar aqui. 

- OIEEE - Azura Coffil. Individualidade: gato, pode fazer tudo o que um gato faz, entre suas habilidades estão: sempre cai de pé, olfato extraordinário, equilíbrio  extremo, visão noturna, ser fofa e etc... Não, ela não possui sete vidas. Aparência: cabelos pretos, longos e lisos; Olhos castanhos; Pele pálida; No topo de sua cabeça há duas orelhas de gato e ela possui um rabo. Comportamento: preguiçosa e alegre.

Um homem entra na classe de aula e diz:

- Pessoal sentem-se vamos começar a aula.

Blacke se sentou em sua cadeira. Ele viu que Azura sentou-se na frente de Quinn. O menino estava confuso, logo no primeiro dia ele fez três novos "amigos" e um outro que ele já conhecia. Ele ficou irritado, como aqueles desocupados poderiam ser tão insuportáveis, loucos, idiotas e... legais? Apesar de tudo ele estava gostando, mas não queria admitir. Ele olhou para trás. Havia uma menina sentada na mesa atrás da dele, ela estava lendo um livro. Ele disse:

- Quer se juntar ao clube também?

A menina não respondeu.

 


Notas Finais


Obrigado por terem lido s2
Me perdoem por qualquer erro de ortografia.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...