História Hero's High School - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Tags Bangtan Boys (BTS), Colegial, Escola, Lemon, Sobrenatural, Taekook, Vkook
Visualizações 7
Palavras 989
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Slash, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi! tudo bom?
twitter: anayazw

Capítulo 3 - El Inicio


Fanfic / Fanfiction Hero's High School - Capítulo 3 - El Inicio

3 de Fevereiro2034
Hero's High School, ArithonDo 
4 p.m.

- Já que se "conheceram"... - falou Namjoon, dando ênfase no verbo. - Então, agora, necessitam de uma explicação mais clara, certo?

- Sim, senhor Kim. Posso perguntar-lhe uma coisa? - questionou Jimin, levantando sua pequena mão.

- Para quê essa formalidade toda, Jimin? Tenho quase sua idade. - respondeu, surpreendendo todos, exceto um.

- E-er, era isso que eu iria perguntar.

- Bom, por isso, vamos para as explicações. - sentou, Namjoon, preparando-se psicologicamente para começar. - Como vocês sabem, tudo começou anos atrás, quando a nossa espécie, os paranormais, começou a ser ameaçada por outra espécie, os humanos. Sendo assim, decidimos criar a nossa única realidade, um novo mundo, vamos dizer. 
Escolas, casas, prédios e comércios foram construídos. O nosso, finalmente, lar apareceu. Porém não significava que nesse novo mundo, só prevalecia a paz e alegria. 
Anos depois, ArithonDo, nosso lar, sofreu uma grande guerra. Humanos e Paranormais. Fácil adivinhar quem ganhou, não é? Duvidavam do nosso poder e, mesmo perdendo na sangrenta luta, não pararam. 
Ameaças, ameaças e mais ameaças são recebidas por nós, atualmente, mas não só por meio dos humanos, outros paranormais também. - falou, recendo caretas em resposta. - É, eu esperava isso. Vocês achavam mesmo que todos os paranormais eram unidos, felizes e fofinhos para sempre?

- Não assim, né? - retrucou, Taehyung, de um jeito irônico.

- Mas, não, os paranormais também são problemáticos. Por isso existe vocês. Na verdade, estamos tentando fazer existir. - apontou para si mesmo e Janet. - Vocês tem uma missão que visa a Terra, ArithonDo e todo universo.

- Todo o Universo? - falou Lia. - Uau, não esperava isso. 

- Vocês estão designados, na verdade, somente a proteger nossa população, todavia é sempre bom quebrar barreiras, hum? Por que acham que nasceram com essas habilidades incríveis, fascinantes? Vocês estão destinados a serem heróis, sempre estiveram.

Assim, todos ficaram em silêncio, submersos em seus próprios pensamentos.

- Namjoon, desculpe a intromissão, mas por quê? - perguntou cabisbaixo, depois de um tempo, Jungkook, surpreendendo a todos. - Por que agora? Somente agora?

- Por que você acha que passou por tudo isso? Qual é a sua explicação? - foi a vez de Hoseok responder. - Jungkook, tudo está ligado, só falta você entender.

- Obrigado, Hoseok. - proferiu Namjoon. - Então, pessoal, vocês acham que estão preparados?

Um certo silêncio ali prevaleceu, ninguém sabia o que responder. Muitas informações para um único dia, não é sempre que se é convidado para fazer parte de um real grupo de heróis.

Muitas cabeças presentes se achavam insuficientes para tal trabalho, pois, simplesmente, não sabiam o que fazer para o bem de todos, mas isso não iria os impedir. A união e o trabalho em equipe existia ali, mesmo que bem escondida.

- Eu estou preparada. - exclamou, estendendo sua mão até o centro da roda, Lia.

- Eu também. - colocou, Jimin, sua palma em cima da mão da menina.

- Estou também. - falou Hoseok.

- Eu acho que estou. - sussurrou, Jungkook, hesitante de sua escolha.

Ao escutarem a resposta de Jeon, todos olharam esperançosos para Taehyung, que estava imerso em sua própria mente.

Inicialmente, não queria fazer parte de nenhum grupo. Nunca foi seu lema proteger pessoas, sem ser sua própria família, além de que já sofreu muito em outras mãos. Não estava preparado para recomeçar, mas nunca deixaria sua única esperança de viver sozinha.

- Estou preparado. - estendeu sua mão, recebendo gritos de alegria em resposta. 

Sorriu verdadeiramente, porque estava feliz.

Pela primeira vez, depois de anos, sentiu-se acolhido. Parecia que tinha achado, finalmente, sua verdadeira família.

Taehyung, quando mais novo, fora abandonado pelo seus pais. A desculpa que sempre escutava era a mesma: "Abandonaram-te, porque não tinham dinheiro suficiente. Criar uma criança é difícil, sabia?", mas sabia que nunca foi verdade. Seus pais abandonaram-o por conta de ser paranormal, diferente das outras crianças na época. Aonde já se viu uma criança soltar fogo pela boca ao chorar? Isso é completamente estranho.

Assim, passou anos como um rato de laboratório, sempre fazendo testes e mais testes. Já não sabia mais como agir, sentir e pensar. Não aguentava mais aquela vida, até conhecer Lia, sua companheira de "quarto". Ela foi sua única companhia há anos.

Juntos, um dia, decidiram fugir. Como ainda eram pequenos, o mundo lá fora era totalmente desconhecido e perigoso, mas isso não os impedia. A coragem sempre foi cúmplice da dupla, além de que foi ela que os ajudou a estarem aonde estão atualmente.

- - - 

Enquanto uma aura leve rondava pela sala, onde todos conversavam animadamente, verdadeiramente e por vontade própria, Taehyung aproveitou e foi buscar respostas.

"Hoseok, eu sei que está ouvindo", pensou, esperando uma resposta.

"Por que pensa desse jeito? Você é complicado, tente se organizar", respondeu Hoseok, recebendo um revirar de olhos.

"Como sabe de mim? Como sabe que eu tenho outras habilidades?"

"O que você está falando?"

"Eu sei que foi você, Jung. Não se faça de tolo"

"Eu leio mentes, Taehyung. É meio óbvio, não?"

"Não. Eu tenho o Escudo. Vai me dizer que não sabe?", pensou Taehyung, já ficando bravo.

"Se acalme, eu não quero brigar e sei que você também não"

"E como fez com que o Jungkook escutasse a minha voz? Eu não falei nada!"

"Como você sabe?"

"Ele mencionou, enquanto discutíamos"

"Isso não te interessa", escutou a voz de Hoseok, por fim, tentando encerrar a conversar.

"Interessa, sim, Hoseok. Você precisa me dar explicações", pensou em um tom autoritário, olhando diretamente para Hoseok, que sentiu tremores por todo o seu corpo.

"Não fui eu, Taehyung, em todas as situações. Eu juro. Estou tentando descobrir isso, mas, simplesmente, não consigo. Depois conversaremos sobre isso, Jungkook percebeu que está rolando alguma coisa entre nós", respondeu, olhando disfarçadamente para Jeon, que observava curiosamente os dois.

Hero's High School, capítulo El Inicio.
 

 


Notas Finais


•a imagem lá de cima é uma representação de Hero's High School
entao, esse foi um capítulo de explicações. vocês gostaram? foi legalzinho, né? e entenderam?
arithondo é segura... não é? hoseok e nem taehyung são os autores das vozes na cabeça do jeon, então, quem é? será que eles estão preparados mesmo para o que virá pela frente?
respostas nos próximos capítulos!
beijinhos e até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...