História Hétero de Taubaté - Capítulo 6


Escrita por: e getcool

Postado
Categorias Stray Kids
Personagens Bang Chan, Han Ji-sung, Hwang Hyun-jin, Kim Seung-min, Kim Woo-jin, Lee Felix, Lee Min-ho, Seo Chang-bin, Yang Jeong-in
Tags Changbin, Changlix, Chanlix, Comedia, Comedia Romantica, Falso Hétero, Felix, Hetero De Taubate, Misung, Non!au
Visualizações 660
Palavras 1.599
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


@getcool: Bom dia, quero agradeçer a todo o carinho que vocês tem nos dado, os comentários fofos e pela quantidade de favoritos, sério, estamos muito felizes com isso. Obrigada mesmo.

E também sentimos muito pela demora, mas tem muita coisa complicada que nos impede de atualizar mais rápido, espero que nos entenda. Sempre tentamos ao máximo trazer os capítulos mais rápido, porém infelizmente não dá muito certo.

Enfim, boa leitura e bons surtos! Encontro vocês lá embaixo. 😚

Capítulo 6 - 005. Massagens e armadilhas.


Fanfic / Fanfiction Hétero de Taubaté - Capítulo 6 - 005. Massagens e armadilhas.

 

Por ter a manhã livre, alguns dos garotos acordaram bem tarde. Han Jisung era um ótimo exemplo disso, já que havia levantado quase no horário de almoço.

Infelizmente, isso não significava que eles ficariam o dia sem fazer absolutamente nada. Tinham algumas gravações marcadas para a tarde mas, estavam aliviados por terem ao menos o resto da noite para relaxarem.

— Então, Changbin. Você parece está meio… abatido, o que foi? 

Minho não perderia a oportunidade de caçoar da cara fechada do rapper, não mesmo.Todos ali já tinham certa noção do que ocorria em relação à Felix e Changbin, mas Lee Know era cruel, queria ouvir o próprio amigo dizer e, mesmo se não ouvisse, ao menos faria ele ter mais um motivo para ficar irritado. 

Uma verdadeira cobrinha, isso sim.

— Nada, só estou com fome. — Respondeu, mau humorado. — Quando o almoço vai ficar pronto? — a última frase foi dita em um tom de voz mais alto, para que os encarregados da comida pudessem escutar sua reclamação.

Cinco dos meninos encontravam-se sentados à mesa, esperando ansiosamente o almoço que, no caso, estava sendo preparado, desta vez, por Woojin, Chris e Seungmin. Tinham um esquema rotacional quanto a tarefa de cozinhar as refeições: a cada dia eram designados três dos meninos para exercer aquela tarefinha de alimentar o resto das bocas famintas.

Felix ainda não havia saído do quarto, cujo este pertencia a Bang Chan, o que já deixou claro para todos ali que os mesmos teriam passado a noite juntos — de novo.

"Não dormindo, claro." Eles completariam.

A mente fértil dos meninos parecia sempre trabalhar para imaginar este tipo coisa mas, ninguém comentou nada desde o momento que o líder acordou. Muito bem humorado, só para constar.

Diferente de Changbin (por que será, não é?), este que parecia captar toda aquela situação da mesma forma que o resto dos membros e não estava nem um pouquinho contente com isto.

O Seo havia pensado sobre o que Felix havia lhe dito noite passada, pensado muito. Tanto que nem mesmo conseguiu dormir devidamente. 

Ele se questionou sobre o assunto várias vezes e, antes de se levantar, se questionou novamente por ter passado a noite em claro se questionando. No final, acabou ficando nervoso por não encontrar nenhuma outra resposta que lhe desse uma solução viável sem constatar o óbvio: estava com ciúmes de Felix e, por alguma razão, lhe doía pensar que, talvez, o Lee estivesse junto com Chan de forma amorosa.

O pior de tudo era: Por que isso seria ruim? Por Deus, ambos eram seus amigos! Por que Changbin não ficaria feliz pelos dois?

E então, como se para deixá-lo mais confuso ainda, o moreno cogitou a ideia de ser ele ao lado de Felix, e não Chris.

Espera, o quê? Não!

Não podia olhar para Felix de um jeito diferente, não mesmo.

Mas...

Por que não podia?

Oras, porque era hétero, claro.

Logo tratou de dispersar aqueles pensamentos "insanos".

Puff! Ele e Felix juntos, abraçadinhos no quarto que o ruivo quase não usava mais, trocando beijinhos enquanto Changbin acariciava aquele cabelinho ruivo era loucura, 'né?

Puff…

Claro, totalmente.

Precisava de uma folga de pensamentos envolvendo Lee Felix, já estava começando a imaginar coisas completamente malucas, surreais.

Era isso, ia pensar em outra coisa. Não era nada difícil fazer isso, certo?

E, como uma obra do destino, Felix entrou na cozinha assim que o Seo concluiu sua linha de raciocínio — muito bem humorado, por sinal —,  se juntando a todos na mesa, sorridente.

Qual o motivo de toda aquela felicidade logo de manhã?

Chris, é claro.

E Changbin jura que não foi por nenhum sentimento homoafetivo dentro dele, mas essa constatação o fez bufar.

— E então? O que é o almoço hoje? — questionou o australiano, bem disposto.

— Eles não quiseram dizer. — Jeongin, que também se encontrava na mesa, apontou com a cabeça para os garotos que preparavam a comida na cozinha, logo voltando a mexer em seu celular, como fazia antes.

— Você pode tentar perguntar. Do jeito que vocês estão, não duvido nada que o Chris te diga ou, ao menos, responda com um "É surpresa, amor". — Provocou Hyunjin, que afinou a voz ao especular a possível fala de Bang Chan.

— Eu duvido muito. — Changbin resmungou, antipático. Na realidade, aquela frase era pra ser só um pensamento, mas acabou sendo dita em voz alta.

Felix sentiu-se completamente motivado a mostrar que Changbin estava muito errado.

— Hm, é mesmo, é? — sorriu abertamente, fazendo o outro exibir uma careta. — Vamos ver. — Sorriu falsamente. — Ô, Channie-hyung! 

O citado saiu rapidamente da cozinha, com seu sorriso radiante, acompanhado de suas covinhas nitidamente marcadas em seu rosto, prontissímo para destilar seu veneno contra um certo baixinho invocado. Félix virou-se em sua direção, ainda sentado na cadeira.

A atenção de todos os presentes ali estava presa naquela situação épica.

— Me chamaram? 

— Sim, hyung. Queria saber o que vai ser 'pro almoço. — Yongbok questionou, na maior (falsa) inocência e com seu sorriso angelical. Como se não tivesse um Changbin bastante incomodado ao seu lado.

It's a surprise, baby. — Piscou ousado para o mais novo,  transbordando seu charme australiano com um inglês perfeito.

Felix sorriu debochado para o incrédulo do cômodo enquanto um minuto de silêncio foi feito na sala, como se algo tivesse morrido ali. E havia mesmo: A dignidade de Changbin.

Chris voltou para a cozinha e Felix virou-se novamente para seus companheiros, vendo alguns rindo da situação.

— Parece que o almoço hoje vai ser muito bom. — comentou o Lee diretamente para Changbin, que o olhou desacreditado por sua fala e também pelo acontecimento anterior.

Se Félix pudesse ler pensamentos, com certeza estaria ouvindo uma série de xingamentos vindo da cabecinha orgulhosa do Seo.

 

 

Após uma tarde muito atarefada, todos os nove rapazes chegaram ao dormitório muito tarde, exaustos. 

Tiveram dois ensaios fotográficos e ensaio das novas coreografias. Ou seja: pura exaustão.

A maioria, assim que colocou os pés dentro do local familiar  foram comer e, alguns, tomar um belo banho.

Também havia os que estavam tão cansados que não conseguiram sequer levantar do sofá desde que deitaram no mesmo, sendo eles Lee Felix, Han Jisung e Kim Seungmin.

— Caramba… eu 'to tão acabado, que acho que vou dormir sem tomar banho. — Jisung resmungou, esticado em cima dos travesseiros no sofá.

Seungmin o olhou, esboçando uma careta.

— Não acredito nisso, seu porco! Vai tomar banho! — jogou um travesseiro no garoto, este que nem ao menos se mexeu, de tão cansado. — 'Nem chega perto de mim.

Felix riu brevemente daquela cena, abraçando o travesseiro, adorando o fato do tecido estar geladinho. 

— Sabe do que estou precisando? De uma massagem. — o australiano confessou, soltando um suspiro cansado. 

— Todos nós estamos. — SeungmIn disse, choramingando.

Por uma grande coincidência, Hyunjin e Chris passaram pela sala de estar, vendo os três garotos largados no sofá. 

Os dois haviam acabado de sair do banho, o que era algo notável, visto que o Hwang ainda enxugava os cabelos molhados com a toalha.

— Já estou indo dormir, vai vir comigo? — Chris perguntou, olhando diretamente para a figura relaxada de Félix. 

— Preciso de uma motivação primeiro. 

Sim, ele decidiu fazer graça.

Era perceptível o que supostamente estaria rolando entre Chan e Félix, mas mesmo assim, os outros não conseguiam evitar a surpresa com as frases de duplo sentido, proferidas de um modo totalmente natural. 

— Ele quer uma massagem. — Jisung, que até então todos achavam que estava dormindo profundamente, comentou malicioso. 

— Uma massagem, é? — o líder aproximou-se do sofá, sentando ao lado do corpo de Yongbok. — Vem cá, vou fazer em você. 

Félix se levantou, sentando entre as pernas de Chris no sofá, para que o mesmo pudesse fazer o que pretendia.

Os meninos conversavam e, vez ou outra, sorriam maliciosos observando a seguinte cena: Bang Chan atrás do Lee, massageando os ombros do mesmo, que estava todo molinho e  soltava sons de satisfação pelo alívio transmitido no ato. Tudo ok, se esses sons não parecessem um tanto... pornográficos.

Enquanto isso acontecia, Changbin, coincidentemente, passava pela sala de estar e estacou no lugar ao ouvir gemidos roucos, que reconheceu ser de Felix.

Quase, quase que o garoto entra em pânico e morre de ataque cardíaco.

Graças a CL, ele tem olhos que rapidamente focaram na real situação e evitaram sua morte prematura.

Após ADP totalmente hétero, se aproximou, parando ao lado de Hyunjin, que levou um susto com a sua repentina aparição e acabou chamando a atenção dos outros.

— Oi, Binnie. O Chan virou massoterapeuta, quer experimentar? — Seungmin perguntou, inocentemente.

— Não, não estou afim. — respondeu seco, comprimindo os lábios ao ver que Félix parecia estar gostando muito dos movimentos que Chris executava nele. — Massoterapeuta? Eu posso fazer uma massagem muito melhor que essa. — retrucou.

Estava irritado, por isso não pensou no que iria dizer e acabou deixando a afirmação carregada de ciúmes sair.

Félix escondeu um sorriso ao escutar aquilo.

— Então, você pode fazer uma massagem nele mais tarde e aí o Linnie decide qual é melhor. — Chan rebateu, dando um sorriso de lado. Se o rapper aceitasse, iria tirar proveito daquilo.

Feito. — Respondeu curto e grosso, no calor do momento.

Ah… O Seo ia se martirizar muito mais tarde, por ser tão cabeça quente e fazer as coisas no impulso.

— Acho graça que fazer massagem em mim, ninguém quer, né?— HyunJin cruza os braços, fazendo bico.

Como sempre, muito dramático.

— Quem mandou não ser o Felix? — Seungmin brincou, fazendo todos ali rirem.

Menos um certo hétero aí, que todos sabemos quem é e não precisamos citar.

Um certo hétero que caiu direitinho na armadilha de Christopher Bang e sequer fazia ideia disso.

 

 

 


Notas Finais


Então pessoal lindo de mãe, foi isso. Como estou de férias, suponho que será mais fácil trazer as atts, então só pensamentos positivos!

Logo, logo Também termino de responder os comentarios do capítulo anterior, agradeçemos todo o carinho!

my profile: @getcool
profile da Jhen nene: @youngbok

Obs: o que vocês acham que o Chris e o Felix vão aprontar? Comentem suas teorias!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...