História Hey, Daddy! - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Got7, TWICE
Personagens Dahyun, JB
Tags Daddy Kink, Dahyun, Got7, Jaebum, Kpop, Romance, Sadomasoquismo, Twice
Visualizações 177
Palavras 415
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 28 - I'm Sick


Fanfic / Fanfiction Hey, Daddy! - Capítulo 28 - I'm Sick

— Jaebum? – Perguntei dando leves batidas na porta de sua casa. – Sou eu! – Gritei tentando abrir a porta, que foi aberta pelo moreno em seguida. Sorri fraco vendo o moreno sorrir e abraçar minha cintura, puxando-me pra dentro.

— Oi princesa... – Selou minha testa. Ri fraco e apoiei minhas mãos em seu peito.

Sua voz estava rouca e falhada, e ele em si, estava só o pó da rabiola. Usava uma calça de moletom toda "cagada" e uma blusa - também de moletom – grande, seus cabelos levemente bagunçados como quem acaba de acordar e seu nariz avermelhado. Ele estava MUITO fofo!

— Ah... tadinho do meu bebêzinho! Tá só o pó da rabiola... – Selei um beijo em seu pescoço e o empurrei para o sofá de sua sala. – Era pra estar na cama bebê, vem, vou te levar pra cama pra você descansar, sim? – Segurou sua mão e puxei-o escada acima.

— Isso é estranho... – Comentou baixo assim que entramos em seu quarto.

— O que é estranho? – Perguntei enquanto ele sentava-se na cama, pegueo um cobertor, cobrindo-o em seguida.

— Eu. – Respondeu, fazendo-me parar de arrumar o que arrumava. Encarei-o séria, ele retribuiu aquele olhar sério. – Eu nunca havia ficado desse jeito... – Ri fraco e voltei a arrumar algumas roupas de Jaebum jogadas pelo chão.

— É normal ficarmos resfriados daddy. – Falei por reflexo, vendo Jaebum sorrir orgulhoso.

— Não é do resfriado que falo. – Comentou olhando pra frente. – Falo de minha personalidade, nunca foi dessa forma, não por causa de uma garota. – Suspirou, coloquei as roupas que acabará de dobrar sobre a cômoda do quarto de Jaebum. Sorri fraco com a ideia que tivera.

— Quero conhecer seus pais Jaebum. – Falei virando-me para Jaebum que arregalou os olhos. – E depois vai conhecer os meus. – Falei indo até a cama, seus olhos estavam arregalados, parecia surpreso.

— Não acha que está meio cedo pra isso baby? – Perguntou posicionando as duas mãos na curvatura da minha cintura. Neguei com a cabeça, ele mordeu o lábio com incerteza.

— Você não está pronto daddy? – Perguntei sentando-me em seu colo, esticando-se para me beijar, porém, impedi-o colocando meu dedo indicador por entre nossos lábios. – Sem beijos, vou acabar ficando resfriada também se ficar te beijando! – Falei me afastando dele.

— Yah, então fiquei resfriada também! – Resmungou cruzando os braços e fazendo um bico infantil.

Não pude me conter em dar um apertão em suas bochechas. Jaebum fuzilou-me com o olhar.

— Também te amo daddy! – Selei sua testa dando uma risada fraca de sua cara de tacho, achando que iria beijar-lhe.


Notas Finais


Ficou curtinho esse, né?
O próximo vai ser maior, é que eu preciso dormir :')

Triste realidade ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...