História Hey! Don't touch in my hybrid! - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Visualizações 46
Palavras 1.332
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey guys!

Capítulo 26 - Namjin part 1


Nam-joon*

Eu estou com vontade de jogar Jin hyung do 15° andar, ou me jogar do mesmo…Jin tem me ignorado Durandé duas semanas; o porquê? Ele me viu beijar uma garota, na verdade eu não a beijei, ela era uma das nossas funcionárias de trabalho eu encontrei ela na rua perfeitamente embriagada dizendo que tinha terminado com o namorado dela então ela me beijou, a questão era que eu estava esperando Jin e ele apareceu justo na hora.

Depois disso ele me bloqueou de todas as formas que eu tinha que falar com ele, no começo eu queria ligar e me explicar mas depois eu comecei a me irritar e então decidi deixar ele para lá.

Me convenci que eu estaria melhor sem ele, mas não vou negar que tenho sentido a sua falta…ele é meu hyung sabe…ele é um hyung idiota mas é Mari hyung.

Yoon-gi entrou na minha sala batendo a porta.

_ EITA! minha porta de vidro!

_ Nam-joon eu preciso da sua ajudar!

_ diga hyung…

_ preciso que cá busca Jimin na clínica, eu tenho uma merda de reunião para fazer, Jimin tem a chave então só o leve para casa, eu já liguei para ele avisando que você iria…_ eu o olhei desacreditado , é sério que eu vou ter que ir lá, o universo me odeia por um acaso?

_ certo Hyung_ eu falei me levantando_ mas está me devendo uma._ eu falei piscando para ele que revirou os olhos.

(…)

Quando eu cheguei na clínica, Jimin estava me esperando na sala de espera, ele balançava as pernas para lá e para cá enquanto segurava um envelope, mas então Jin apareceu e me olhou incrédulo…"ah hyung eu não estou aqui por sua causa, agora é minha vez de te fazer sofrer", eu passei direto por ele que me seguiu com o olhar, eu fui em direção ao Jimin e não comprimentei Jin nem com um aceno, fiz de conta que éramos estranhos.

_ Jimin…_ ele olhou para mim e sorriu

_ Nam hyung! Que bom ver você _ ele falou me abraçando e eu retribuir o seu abraço

_ nossa você cresceu por um acaso? _ eu falei brincando com ele, que riu e negou com a cabeça

_ Yoon-gi não pode vim?

_ ele está putaso por não poder ter vindo lhe busca, mas vamos vou lhe levar para casa.

_ hyung podemos tomar um sorvete antes.

_ Claro! De baunilha?_ele riu, Quando nos viramos Jin Ainda estava lá olhando para mim.

JM: Jin! Eu já estou indo, Nam hyung vai me levar._ eu olhei para Jin

_ eu preciso assinar alguma coisa para levá-lo já que não sou o dono dele?

J: é…hum... não, eu sei que você é próximo do Yoon-gi._ Jin gaguejava mais do que falava, eu afirmei com a cabeça.

_ certo obrigada doutor.

Jin sabia que eu odiava o chamar assim, seu olhos se arregalaram e eu fui embora.

(...)

Como eu estava puto com Jin eu decidir ir para um boate esvazia a minha mente, eu estava bebendo no bar qua do imagens do dia em que eu conheci Jin apareciam na minha frente.

Memórias on~

Jin Havia batido o carro na minha moto enquanto estávamos no tráfego, então ele me levou para a sua clínica para cuidar de mim

N: ashi! Isso dói!

J: me desculpe… e me desculpe por atropelar você

Memórias off~

Foi tudo por causa daquilo, nós ligamos por causa de um acidente e agora estamos afastando e eu nem sei o porquê, mas aquilo estava me magoado.

Eu decidir deixar tudo aquilo de lado e ir aproveita a noite, já que eu não iria trabalhar no outro dia, apenas iria para a festa de negócios de noite

Eu estava aproveitado a noite até que alguém toca no meu braço e eu me assusto.

_ Jin! O que está fazendo aqui?

_ eu liguei para o Yoon-gi e ele disse que se você não estivesse em casa provavelmente estaria aqui…

Eu olhei para ele, olhava em volta, ele parecia desconfortável ali,mas eu não ia pedir para irmos para outro lugar

_ já me achou Diga o que quer e vá embora_ eu falei seco e chamei a sua atenção.

_ eu queria...chamar você para tomar um café_ eu comecei a rir.

_ desculpe hyung mas eu não estou com vontade de tomar café….

_ nos poderíamos fazer outra coisa então, só vamos sair daqui Nam por favor…

Eu me aproximei dele chegando perto do seu ouvido, _ o que eu quero você não vai me dá!

Fodasse Jin eu não que mais isso, se afaste de mim você já me magoou de mais, ele me olhou incrédulo, eu voltei a dançar sem ligar para a sua presença, puxei uma garota que rebolava na minha frente e ela já colou a sua bunda no meu pau rebolando.

Eu não me importo mais hyung em ser um bom menino para você.

A garota se virou e jogou os braços no meu pescoço, ela estava visivelmente alterada.

Xxx: eu quero que você me foda no banheiro_ ela falava gritando por causa da música, mas eu sabia que Jin também tinha ouvido.

_ como você quiser_ ela sorriu indo em direção ao banheiro e eu a segui, eu ia dar um tchau par Jin mais quando eu olhei vi lágrimas escorrendo do seus olhos e ele sair empurrando todo mundo.

Eu até podia ignorar aquela sena, mas eu sou um completo idiota e fui atrás dele, o ver chorar era meu ponto fraco; quando eu sair da boate Jin estava do outro lado da calçada sentado no meio fio escondendo o rosto .

_ Jin _eu chamei sentando do lado dele_ porque está chorando

_ é tudo culpa sua Idiota! _ ele fungou, eu olhei para frente vendo as pessoas saírem e entrarem na boate, eu respirei fundo e toquei no seu braço e o fazendo olhar para mim, seu nariz e bochechas estavam vermelhas e lágrimas escorriam do seu rosto, me dei por vencido.

_ me desculpa hyung…

Ele olhou para mim e então se inclinou colocando a cabeça no meu peito, eu não sabia porque eu estava me desculpando se ele era o errado da história, mas eu não suportaria o ver chorar mais. Eu o abracei de leve. E ficamos naquela posição sentados no meio fio comigo o abraçando e ele com a cabeça no meu ombro, ficamos em silêncio, nenhum de nós ousou falar nada…

Eu comecei a afagar os seus cabelos que Agora tinha um Ton loiro, eu sentir quando Jin seus braços em volta da minha cintura eu o abracei mais forte e deixei um selar no topo da sua cabeça.

_ Nam…você realmente transou com aquela garota no banheiro? _ ele quebrou o silêncio da pior forma possível.

_ não, eu vim pra cá ver você_ ele se soltou do abraço e se endireitou

_ desculpe…desculpe por ter te ignorado por uma semana, desculpe por ter lhe bloqueado. Eu.eu. só…desculpe.

Eu olhei nos seus olhos, e merda! Eu não consigo me deparar dele, _ está tudo bem hyung_ eu fiz um carinho na sua bochecha.

No fim eu sempre caiu na sua teia, ele me puxou para um abraço apertado.

_ hyung, porque me ignorou?_ as bochechas dele coraram.

_ eu não gostei de ver você beijando aquela menina naquele dia… eu fiquei com raiva_ ele desviou o olhar…ESPERA AÍ! JIN ESTA COM CIÚMES? Eu não sei se choro ou saio correndo gritando " ele sente ciúmes de mim!"

_ você estava com ciúmes hyung?

_ o quê?! Não! Eu. Eu.eu.. não é.ciumes _ ele estava tão vermelho e olhava pra qualquer canto menos para mim.

Eu sorrir segurando as suas bochechas e fazendo ele olhar para mim eu sorrir, e beijei a sua testa _ hyung não se preocupe, eu gosto mais de você…

Jin sorri envergonhado, e eu beijei novamente a sua testa, e depois a pontinha do seu nariz e voltei a abraca-lo até que começou a chover.Eu levei Jin para a sua casa, estávamos molhados por ter corrido até o meu carro.

_ você quer entra para de secar?

_ pode ser…

Eu entrei na casa e as luzes se apagaram, puta merda! Faltou energia


Notas Finais


Não revisado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...