1. Spirit Fanfics >
  2. Hey girl - dahmo. >
  3. 0.3

História Hey girl - dahmo. - Capítulo 3


Escrita por: chwesara

Capítulo 3 - 0.3


♥︎


  Dahyun estava muito curiosa e confusa sobre a "ex amizade" de Momo e as meninas.


ㅡ Nay! - Dahyun chamou por Nayeon, já que ela era a melhor para explicar as coisas do jeito que Dahyun entendesse.


ㅡ Que foi, neném?


Dahyun pegou a mão da mais velha e olhou para os lados, verificando se tinha mais alguém por perto.


ㅡ Unnie, você pode me dizer sobre a Momo? Hirai Momo?


ㅡ Momo? O que quer saber?


ㅡ Eu soube que vocês eram amigas... - disse e viu a mais velha suspirar


ㅡ Ah, isso foi no primeiro ano do ensino médio. Foi antes de Mina e Chae chegar. Era só eu, Sana e Momo, nós três eramos melhores amigas, viviamos juntas, mas Momo começou a focar na sua carreira de dançarina e começou a ganhar destaque e com o tempo ela se afastou da gente, hoje ela é praticamente a princesa da escola, ela que comanda o time de torcida, ela também trabalha de coreógrafa em uma empresa de entretenimento. 


ㅡ Nossa! 


ㅡ Só que ano retrasado, ela conheceu um garoto que era do terceiro ano, ele jogava no time de futebol da escola e ele era super gato e famoso por aqui e como ela já era bem famosinha, eles dois começaram a namorar e tipo, ela gostava muito dele, mas parece que ela pegou ele ficando com uma prima da Sana. Eles terminaram e Momo passou quase um ano fora da escola, ela voltou no meio do ano passado e conseguiu recuperar o ano.


ㅡ Nossa, que cara idiota, ela é tão bonita - cochichou a última parte.


ㅡ O que disse?


ㅡ A Momo, eu acho ela muito bonita! Ontem eu sem querer esbarrei nela.


ㅡ Me diz uma coisa, Dahyun.


ㅡ Sim?


ㅡ Você é hétero?


ㅡ Hétero?


ㅡ Sim, hétero, gostar do sexo oposto. Por exemplo, Mina e Chae não são hetero, elas namoram, portanto, são lésbicas. Sana é bi e eu sou hetero. E você?


ㅡ E-eu acho que não sei..


ㅡ Você é virgem?


ㅡ Sim, eu nunca namorei ninguém...- Dahyun disse com um tom tímido


ㅡ Ah, não desanime, um dia você vai conseguir alguém que te ame muito, neném. - disse sorrindo e agarrou a mão da menor. 

— Agora vamos procurar as outras.. - disse puxando a loira pelos corredores


♥︎




As aulas já haviam acabado, agora Dahyun estava em frente a escola esperando sua omma chegar.


ㅡ Aish omma, cadê você? - falou para si mesma e logo pensou em ligar para a mais velha.


Pegou o celular e digitou o número de sua omma, mas assim que colocou o objeto na orelha ele foi puxado bruscamente


ㅡ Eai, novata - era um menino alto, de cabelos platinados e usava um grande moletom com o brasão e cores do time, branco e roxo.


Dahyun pensou em correr, como Kyungsoo avisou antes, mas não poderia ficar sem seu celular, o que diria para sua omma?


ㅡ Moço, p-por favor, pode me devolver?


ㅡ Oowwnt! Que foi, branquinha? Quer ligar pra mamãe? - o garoto riu, como se aquilo fosse a coisa mais engraçada do mundo


Logo Dahyun sentiu seu braço ser puxado com força e ser levada para o lado da escola onde havia um beco sujo e pouco iluminado.




Dahyun foi jogada no chão, ela se encolheu e abraçou sua mochila, chorando baixinho enquanto os garotos lhe diziam coisas maldosas


ㅡ Não precisa chorar, por que não abre as pernas pro daddy aqui hein? Foder você com vontade!


Dahyun sentiu um tapa forte no rosto, o que fez ela soltar um gemido de dor baixinho. Logo depois o garoto arremessou o celular dela no chão, obviamente quebrando o objeto por inteiro.


ㅡ Que porra é essa? Sehun! Será mesmo que vou ter que te expulsar do time pra você tomar vergonha na cara? Saí daqui seu idiota, amanhã vou ter uma conversa bem séria sobre você com o diretor!


Dahyun abriu os olhos lacrimejosos, com medo, e viu Momo olhando furiosa pro garoto a sua frente


ㅡ Chanyeol! - Hirai chamou por alguém e logo depois apareceu um cara super alto com cara de bravo.


ㅡ Já estamos indo, depois falamos com você novata! - Sehun disse dando uma última olhada em Dahyun e saiu sorrindo.


Momo tratou de se aproximar de Dahyun, que fez a mesma tremer um pouco com a aproximação repentina, ainda estava com medo.




Momo levantou o queixo de Dahyun delicadamente com as mãos e viu alí a menina que esbarrou em si no dia anterior, mais não lembrava o nome dela.


Dahyun estava com uma mancha vermelha na bochecha, com os olhinhos cheios de lágrimas e um bico super fofo, seria adorável se não fosse trágico. 


Dahyun apenas abraçou Momo e a apertou forte enquanto chorava, sentia um medo enorme e parecia que toda sua segurança havia voltado para a estaca zero.


E Momo fez questão de acalmar a menor.


...


Assim que chegou em casa, Dahyun agradeceu a Hirai milhares de vezes e correu pro quarto.


ㅡ Obrigada por defender a minha filha, Momo, Certo?


ㅡ Sim senhora - sorriu pequeno — Sinto muito por isso, espero que Dahyun fique bem.


ㅡ Obrigada pela preocupação.


Depois do ocorrido, Momo levou Dahyun para casa e explicou o que havia ocorrido, mas não disse o nome do agressor e nem que era um aluno, pois ela mesma resolveria isso com ele. Então apenas disse que era um ladrão..





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...