História Hey Hyung! - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bibofanfics, Bts, Jikook, Loveyourselfproject
Visualizações 381
Palavras 865
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse projeto (Love Yourself Project) é simplesmente incrível, foi impossível não escrever algo para essa ideia maravilhosa da @Hobi_Hobi.
Não tenho muito o que falar porque estou com certa pressa dkfnsidbd

Desculpem qualquer erro e levem as falas fofas do pequeno Jungkook para a vida!

Capítulo 1 - Marquinhas


— Hey Hyung! Por que você está chorando? — Jungkook fala tirando a chupeta dos lábios e puxando as pernas de Jimin que enxuga algumas lágrimas e vira de costas para o espelho.

— Eu não estou chorando pequeno. — Jimin se abaixou até a altura do pequeno Jungkook que fica nos cuidados da sua mãe, sua mãe é babá do pequeno Jungkook de, apenas, 6 anos. O menor vai até uma mesinha ficando na ponta dos pés e soltando sua chupeta no mesmo lugar, ele volta para frente do seu Hyung e olha no fundo dos seus olhos que agora estavam avermelhados por tantas lágrimas que saíram dalí.

— Não precisa mentir para mim Jimin-ah, sempre que você tira a camisa e se olha no espelho sai água dos seus olhos, e quando sai água dos nossos olhos nós estamos tristes ou muito felizes, mas você não está feliz Hyung! — Jungkook tombou a cabeça para o lado e fez bico, Jimin deixou um riso escapar com tanto amor que Kook consegue transpassar e com tanta inocência de sua parte.

— O Jimin chora quando se olha no espelho porque não gosta do que vê. — O mais velho usa seu próprio nome em terceira pessoa e passa os dedos entre os cabelos do menor que arqueia as sobrancelhas.

— Você não gosta de você mesmo Hyung? — Pergunta um pouco confuso e vê o mais velho assentir o confundido mais ainda. — Você é tão bobinho Hyung! — Agora foi a vez do mais velho ficar confuso. — Olhe isso! — Jungkook aponta para uma das estrias que Jimin tem na cintura. — Ela faz parte de você Hyung, ela faz parte da tua história Jimin-ah! Os outros não tem isso, mas quem seria o Jimin-ah no meio deles se fosse igual?

— Não adianta Kook, se fossem só as estrias estaria tudo bem mas… eu também tenho as marcas das facadas que nunca vão sumir. — Jimin fala de cabeça baixa e faz Jungkook ficar ainda mais desapontado com ele.

— Elas foram feitas pelos ladrões que queriam brigar com a sua omma, você a protegeu e hoje ela está lá na cozinha fazendo docinhos, se você não tivesse as marquinhas você não teria omma. — Jungkook sorriu bobo ao lembrar dos doces mas voltou ao assunto assim que seu Hyung o olhou. — Você deveria ter orgulho de cada marquinha dessas, elas são tão bonitas Hyung. E cada uma das suas estrias mostram que você conseguiu superar a fase em que você era uma bolinha muito fofa Hyung. Você tem vergonha do que deveria ter orgulho Jimin-ah! — Jungkook falou e abraçou Jimin, o mais velho estava chorando e agora ele se sentia uma criança perto de Kook.

— Obrigada Jungkookie, você sempre ajuda tanto o seu Hyung. — Sorri bobo e acaricia os cabelos macios e cheirosos do pequeno.

— Suas estrias mostram que você superou uma fase difícil, elas são listrinhas muito bonitas Hyung. — O pequeno Jeon fala assim que se separa do outro e acaricia algumas de suas muitas estrias. — E as marcas de faca são delicadas como você Hyung, são para se orgulhar de ter salvado a vida da sua omma! — Sorriu e enxugou delicadamente as lágrimas da bochecha do seu Hyung que se sentia tão frágil próximo a ele, se sentia bobo próximo a Jungkook.

— O Hyung te ama muito Kookie-ah, muito mesmo! — Jungkook ouviu e sorriu largo deixando ainda mais amostra seus dentes de coelho.

— Quando eu crescer quero ser igual a você Jimin Hyung. Quero ser assim… lindo! — Riu baixinho e escondeu o rosto entre as mãos sabendo que suas bochechas estavam vermelhinhas. Jimin o pegou no colo, se levantou olhando no espelho e sorriu largo para cada uma de suas marcas. Agora sim, ele sente que sem elas não é ninguém, sente que elas mostram sua história. — Espero que agora o Jimin sorria porque gosta do que vê! — Jungkook falou usando o contrário de uma das frases que o mais velho usará a algum tempo. — Você promete amar todas as suas marquinhas Hyung? — O mais velho assentiu e beijou a bochecha do menor que sentiu elas ficando vermelhas novamente.

— Vou amar elas igual eu amo a você Kook-ah! — O pequeno Jeon sorriu ao ouvir aquela frase. A voz do seu Hyung misturada com ele e amor em apenas uma frase soava como pura perfeição para seus pequenos ouvidos.

— Eu quero beijinho Hyung! — Jungkook fez bico olhando para Jimin que assentiu.

— A mamãe já deve estar terminando, vamos lá comer. — Soltou o pequeno no chão mas continuo na sua altura.

— Eu não quero o beijinho que é  o docinho, eu quero outro, eu quero o beijinho do Hyung! — Sorriu envergonhado e fez um biquinho lindo encostando seus lábios tão pequenos no do mais velho que arregalou os olhos com tamanha esperteza da parte do seu dongsaeng. — Agora sim eu quero o docinho! — Sorriu vitorioso e foi para a cozinha deixando Jimim com cara de bobo no meio do quarto.

Jimin se levantou e olhou no espelho.

— Sim Kook-ah, o Jimin agora sorri porque gosta do que vê!


Notas Finais


Eu estou vomitando arco-íris com esse Jungkook todo fofo!

Espero que vocês tenham gostado, favoritem, comentem e me sigam porque sim; @BiBo

Participem desse projeto incrível! #LoveYourselfProject


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...