1. Spirit Fanfics >
  2. Hey litter Boy! - Sarry (HIATUS!) >
  3. "..?Não é você que queria ir devagar..?"

História Hey litter Boy! - Sarry (HIATUS!) - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Tô cm muita energia pra escrever, aproveitem!
!! NÃO REVISADO !! (novidade k)

Capítulo 6 - "..?Não é você que queria ir devagar..?"


Fanfic / Fanfiction Hey litter Boy! - Sarry (HIATUS!) - Capítulo 6 - "..?Não é você que queria ir devagar..?"

Sally p.o.v

01:00 AM

Trouxe Larry para casa. Lisa ficou preocupado por ele ter sumido sem avisar, já que, ela não sabia que ele ia dormir em casa.

Decidi passar a noite por lá, por mais que Larry ainda esteja com raiva de mim, é bom ter companhia. Bom, pelo menos, eu gostaria que ele ficasse comigo...

— Sal, querido, que aconteceu..? Não entendi nada quando você chegou, e fiquei preocupada demais pra perguntar, haha... — Lisa pergunta. — Ah... O Gizmo tinha sumido, e a Ash achou ele na casa dela e veio me entregar. Aí' eu vi o Larry na casa da árvore fazendo eu sei lá o que e disse pra ele subir, já que, cê' sabe, tá chovendo. Mas ele dormiu, então trouxe ele pra cá. — Invento na hora. — Ah sim, obrigada, querido. Você é uma das únicas pessoas que o Larry escuta! Vai ficar por aqui essa noite? — Diz Lisa. — Vou sim, tem algum problema? — Não, pode ficar tranquilo, vou pegar uma coberta pra você. —

...

Inventei alguma coisa aleatória para convencer Lisa a me deixar dormir no sofá. Já que, ia ser... Estranho, dormir com o Larry, pelo menos, hoje.

Quebra de Tempo

03:00 AM

Larry p.o.v

Acordo no meio da noite. Olho para o lado e vejo o horário: "03:02". — Hm... — Resmungo, com sono. 

A única coisa que eu me lembro, é de brigar com Sal, e também, adormecer nos braços dele. Uau, broxante, Larry.

Normalmente, quando acordo no meio da noite, não consigo voltar a dormir. Então fui comer alguma coisa, já que, eu não ia dormir de novo mesmo.

Chegando na cozinha, tomo um susto ao ver uma figura de cabelos azuis devorando minha geladeira. — AI — Dou um pulo para trás. — AI CARALHO — Sal grita, fechando a porta — O que você tá fazendo aqui??? Seu pai vai te matar se não te ver em casa amanhã. — Digo, preocupado. — Eu... Fiquei com medo de você ficar doente. Você tava' literalmente fumando e bebendo de regata na chuva. — Sal diz, corando. — Você... Se preocupou comigo? Tipo, mesmo? — Pergunto, esboçando um sorriso. — Vai se foder, Larry. — Sal diz, cruzando os braços. — Haha, você se preocupa comigo, que bonitinho! — Digo, bagunçando seu cabelo. — É lógico que eu me preocupo, idiota! Você é meu melhor amigo, você é especial. — Diz, Sal, olhando para baixo. — Sinceramente não sei se fico feliz ou triste com essa frase — Digo olhando com um sorriso bobo para Sal. — Achei que estivesse bravo comigo... — Sally diz, me olhando do mesmo jeito. — Nah, passou... — Digo pegando em sua cintura e trazendo-o para perto, devagar. — ... — O garoto não diz nada, só coloca seus braços ao redor do meu pescoço. — Você tá de acordo com "isso"? — Pergunto, preocupado. — Sinceramente, Larry, eu confio em você. 

Dou um sorriso antes de selar nossos lábios com um selinho calmo e demorado, cheio de amor, e dessa vez, só de amor.

— Vem, vamos dormir, tá tarde, amanhã tem aula... — Sal diz, passando sua mão em meu rosto. — Hum, tá bom... — Digo rindo, pela preocupação do menor.

...

— Ei, pra onde você pensa que tá indo?? — pergunto. — Ahn... Dormir? — Sal responde. — No sofá? Não. Vem, vai dormir comigo. — Ah, tá bom... — Sally responde, rindo.

Quebra de Tempo

6:00 AM

Sally p.o.v

— Larry.. a...corda — Digo entre bocejos. — A gente vai se atrasar... — Hm... Não vou hoje. — Diz Larry, ficando de bruços. — Ah... Tá... — Digo também voltando a dormir. — Mas você vai. — Larry diz, me empurrando da cama. — Quê? Por que? — Pergunto, bravo. — O seu futuro tem importância, o meu não. — Larry diz simplista, logo voltando a dormir de novo. — Vai se foder, levanta logo... — Respondo puxando o moreno da cama. — Não — Larry diz rindo, vendo meu esforço para simplesmente puxar ele da cama. — Qualé, Sal, não vai me convencer a sair da cama tão cedo. — Diz, Larry, voltando a dormir. — Hm... E se... — Fico por cima de Larry, dando um selinho no mesmo. — Hm... Eu não sou barato assim. — Larry responde, com um sorriso no rosto. Aquele sorriso. — Você nem é gay pra caralho, né, Larry? — Volto a beijar o moreno, mas dessa vez, com um beijo de língua. — Uh... Ok, eu não esperava isso. — Larry afirma, corado. — Há, você tá vermelho, que fofo. — Digo acariciando seus cabelos. — Se você continuar assim, eu vou voltar a dormir... — O mais alto diz, fechando os olhos. — Nem pensar! Eu te dei um beijo, poh! — Nossa, é algo tão ruim assim? — Larry diz, rindo da sua própria desgraça. — LARRY PORRA — Digo rindo junto. — Tá bom, tá bom, — vai se arrumar, eu vou pra escola... — Larry responde, se levantando da cama.

...

— Sal, tá pronto? — Digo, esperando o garoto. — Ah, Larry, eu posso usar aquele seu moletom amarelo?? Eu... Gostei dele. — Sal pergunta, corando um pouco. — Ah, pode, se quiser, pode ficar pra você, não uso muito ele. — Tem certeza? Não quero tirar ele de você. — Sally pergunta, pegando o moletom que eu o entreguei. — Não, pode ficar, você fica lindo nele... E de qualquer forma, fica melhor em você. — Valeu, Larry.

Quebra de Tempo

09:00 AM

— Fome, fome, fome, fom— Cala boca Ashley Caralho. — Todd interrompe Ash, bravo. — Calma, Ash,  o intervalo é daqui 30 minutos... Já passa — AINDA?? — Ashley grita, fazendo com que todos olhem para nós. — Parabéns mocréia'. — Diz Todd, olhando com uma cara de tédio para Ash. — Hehe, desculpa. —

...

— ATÉ QUE ENFIM, LIVRE! — Grita Ash, correndo em direção a cantina. — Todd, você viu o Larry? — Não. Agora vai procurar teu macho, porque eu já achei o meu. — Todd responde, indo em direção a Neil. — Mas qu— BU! — aAh — Grito assutado.

Ah não.

— Que gritinho, em, Sally Face. — Diz Travis. — ... — Não vai falar nada? — ... — Fala alguma coisa, caralho! — Travis grita, chutando meu rosto, fazendo minha máscara se quebrar. — E-EI! — Grito escondendo meu rosto. — HAHA! A MÁSCARA QUEBROU, GALERA, VENHAM VER!! — Travis grita, atraindo um amontoado. — DEIXA A GEN— Fica quieto, Travis. — Escuto uma voz familiar. — Ah, seu namoradinho veio te ajudar, monstrinho? Pateti– Soco. – Mandei calar a boca, porra. – Larry olha para o lado, vendo a máscara no chão. — Sal... — Larry fala, se abaixando. — H-hm... — Ei não chora, tá legal? Vem, eu te ajudo... — o moreno diz, levantando o capuz do moletom, dando um sorriso de canto de boca.

...

— Calma aí, vai doer um pouco. — H-hm... Aí! — Haha, eu avisei! — Afirma Larry, jogando o algodão no lixo. — Larry — Chamo-o — Hm? — E minha máscara..? — Pergunto, preocupado. — Ah, cara, ela quebrou bastante... Não sei se vai dar para arrumar agora... — Larry responde, se sentando ao meu lado. — Ah... — Digo com um semblante triste. — Me beija..? — Pergunto receoso. — Hum, nossa, assim, do nada? Tá bom... — Larry se levanta z ficando de frente para mim. O mesmo pega no meu queixo e levanta minha cabeça, selando nossos lábios. — Caralho, se esse beijo fosse água, eu ficaria sedentário. — Digo puxando-o para um beijo "de verdade". Coloco minha mão em sua nuca puxando o moreno para mais perto, se é que isso é possível. Larry apoia suas mãos na mesa, se inclinando para ficar na mesma altura. — ... Não era você que queria ir devagar..? — Larry diz com a respiração falha após o demorado beijo. — Eu abro exceções...

.

.

.

.

— La-Larry ~

.

.

.

.

.

.

Cabo :D


Notas Finais


Boiola, gostaro? Tentei recompensar pelo cap anterior... Se não funcionou, eu tento de novo depois. Mas po, esse cap tá bem chocolate ao leite, né não??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...