1. Spirit Fanfics >
  2. Hey Vizinhos! >
  3. -Decora seu buraco

História Hey Vizinhos! - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Gente não me aguentei, me senti culpada pela demora e como eu amo esse capítulo já vim postar logo hahahahah é isto, venho deixar o agradecimento pelos comentários do capítulo anterior aqui depois, é isto.
Capítulo todo do nosso Bambam, ele é maravilhoso ♥️
Gente tô emotiva, amo vocês e se cuidem pelo amor ♥️

Esse capítulo é louco que nem eu com o povo que mora comigo, é bem assim gente, já fiz essa pegadinha hahaha sou universitária fudida.

Eu acho importante os diálogos entre Mark, Bam e Jae, eles tem uma forte amizade e terá capítulos dedicados a lembrar disso, como esse.

Enfim boa leitura e beijos na bunda o próximo agr vai demorar uns quatro dias ? Numzei

Capítulo 11 - -Decora seu buraco


BamBam

_BAMBAM SUA QUENGA
COM ATROFIA MENTAL!_ Jae grita do seu quarto, parece que fui descoberto. Agora só falta o leite azedo.

_BAMBAM EU TE MATO!_ Agora sim missão completa.

Tranquei minha porta devidamente pra não receber nenhuma visita indesejada dos meus fiéis irmãos já que eu acidentalmente enchi o quarto de ambos de papel higiênico e bilhetes amorosos, pregar uma peça de vez em quando não faz mal a ninguém não é mesmo?

_ Você vai limpar aquela bagunça seu vagabundo._Ouvi Mark reclamar do outro lado da porta e continuei acessando minhas redes sociais deitado na cama. 
_Ahãm Mark, pode deixar. _Falei irônico e pude ouvir ele bufar.

Hoje não tive aula então aproveitei a manhã pra fazer a pegadinha enquanto Jae e Mark só chegavam no horário do almoço. Alguns minutos se passaram até eu perceber que fui traído por mim mesmo ao ir de novo no perfil de Yugyeom, ver suas fotos, não era possível que eu não me cansava de ver as mesmas fotos várias vezes.
Mas fazer oque quando o diabo é tão atraente? Se lembre Bambam vocês agora são amigos! Mas isso não significa que eu não possa tirar uma casquinha... não é?
Aí meu deus eu sou uma confusão.
Me levantei e abri a porta do quarto devagar me certificado que nenhum daqueles sequelados sem noção estivesse no corredor me esperando com alguma vassoura na mão e desci encontrando os dois jogados na sala. Jae dormia e Mark assistia Enrolados. 

_Oi meus amores. _Digo dando o sorriso mais falso da minha existência.

_Pode deixar que teu dia tá marcado resto de estrume. _Mark me lança uma almofada. 

_Eu não fiz nada. Não pode sem decorar a casa mais, que saco. 

_Decora seu cu. _Jae desperta do nada.

_Ele já é lindo, 0 defeitos. _ Me jogo no sofá junto com minhas vacas ordenhadas. _Oque acham da gente sair? 

_Pra onde?_Jae pergunta. 

_Sei lá. 

_Então cala a boca.  

_Sai leite azedo.

_Vamos no cinema?_ Jae sugere cutucando minha perna com o pé.

_Pode ser.

_Com uma condição Bambam. _O leite azedo fala.

_Ai senhor, oque?

_Você vai pagar nossas entradas ou vamos fazer bem pior do que papel higiênico no quarto!

_Seus chantagistas isso não é justo! _Digo indignado vendo o gnomo balançar a cabeça concordando com o outro traira.

_Idai?

_Ta legal sangue sugas. _Emburro acertando um tapa em ambos.

_Se eu quiser milkshake também vai pagar. _Jae diz todo atrevido.

_Meu cu. 

_Não, milkshake.

Reviro os olhos e mostro o dedo até prestarmos a atenção na parte maravilhosa do filme, quando Rapunzel e Flynn cantam a música mais perfeita da história na cena das luzes flutuantes.

_ Vou me arrumar. _Digo quando o filme acaba e subo as escadas.

Meu quarto estava só o chiqueiro, mas nada fora do normal pessoal, pego meus quatro cremes de cabelo e vou tomar banho enquanto uma série de pensamentos me rondava. Hoje era sexta e se eu chamasse Yug pra ir comigo? Não, esquece.

Vesti uma calça preta e uma  camisa de botões colorida junto de um tênis. Simplicidade ai meu estilo. Desço e encontro os meninos já arrumado e lá vamos nos ao cinema no fusquinha estiloso que já estava novinho em folha. 

XxxxxxX

 

_ Eu achei que ela podia ter se valorizado mais né. _Jae comenta sobre o filme de romance que escolhemos, já estávamos voltando pra casa.

A noite foi bem divertida, jantamos no shopping e colocamos vários assuntos em dia, incluindo nossos vizinhos que resolveram fazer par combinando com a gente e resolveu tirar o resto de neurônio que tínhamos nesses últimos dias. Eu estava feliz, muito feliz na verdade, esses encontros com meus irmãos sempre foram especiais. Na nossa infância era na sorveteria da esquina, no ensino médio era boliche e agora na faculdade o enorme shopping da cidade tinha de tudo um pouco. Vários momentos sentimentais e especiais acontecem nessas nossas saídas, elas são a solução pra quando um de nós ou todos os três precisa desabafar.
Não existia segredos entre eu, Mark e Youngjae. Nunca vai precisar ter e por isso contei a eles sobre a nova amizade com o Yugyeom junto da vontade de atacar aquele corpo gostoso.


_Eu também achei, mas sabe de uma coisa, o filme me fez perceber ainda mais que eu preciso me valorizar. Tipo, eu me abri com vocês sobre o Yugostoso, e não é errado eu querer que ele me queira não é? Dá mesma forma que eu quero ele. _Perguntei jogado no banco de trás, ficou registrado em algum momento da história que aquele era meu canto particular.

_Não Bam, não é errado, você só não pode brincar com ele. Yug é uma boa pessoa e até mesmo as piores não merecem isso. _Jae aconselha, eu amo essa mistura de orc com gnomo meio elfo egípcio?

_Jae é tão humanitário e bondoso que é por isso que sua cabeça não se convence que Jaebum é só mais um idiota. _O loiro que dirigia comentou. Mark sempre foi muito sincero com suas palavras. _O mundo é cheio deles, não podemos fingir que eles não existem.

_Nao sei não gente, ele tem algo que me irrita muito, de uma forma que nem vocês conseguiram._ Ele apontou para o leite azedo e eu, e rimos. _ Mas também me deixa confuso, eu não consigo mesmo me conformar que ele não tem motivo pra ser idiota, e mesmo que não seja da minha conta é como se Jaebum quisesse que eu tentasse ne aproximar pela forma que me olha. Eu só estou dizendo, que ele não parecer querer ser assim, vocês ouviram Jackson falando que ele só precisa do tempo dele. 

_ Ele passar por dificuldades não lhe da permissão pra ser idiota Youngjae. _Nisso eu concordava com Mark, sempre tivemos que segurar a mão do Youngjae quando ele so via bondade nas pessoas. 

_Eu sei, mas a algo...no olhar, em suas respostas...

_Você observa muito Jae, eu não consigo nem definir oque Yugyeom pode pensar quando me vê.

_Talvez em te comer, isso é óbvio.

_Credo Mark.

_Oque? Ele quis ficar com você. _Ele ri.

_Não seria uma má ideia... _Penso suspirando, não sou de ferro minha gente!

_ É uma quenga mesmo.

_Acho que Jackson também te quer. _Cutuco a onça com vara curta e Jae solta um sonoro "sim" junto comigo.

_Oque? Não, vocês piraram? A gente vive trocando farpa, ele adora encher minha paciência. Ele é só idiota.


_Um idiota gostoso._ Jae e eu dissemos juntos e rimos batendo as mãos.

_Como todo o resto deles seus babacas, e é isso que eles tem ao favor deles, droga de hormônios adolescentes._ Ele bate no volante e tenho que concordar com o loiro azedo, a beleza dos vizinhos aumentava consideravelmente a vontade de pular a cerca.

_Isso ninguém pode negar. Mas você Mark, foi o único aqui a tomar a iniciativa com o moreno._Gnomo fala. 

_Podem parar com isso antes que eu solte o volante e acerte a cabeça de vocês antes de morrer.

_Ta bom tá bom. _Digo e Jae ri alto, alguns segundos se passaram e eu não resisti. _Pensa pelo lado bom, você ja viu ele pelado e até beijou ele, isso oque? Em uma semana?

_Cala a boca projeto de gente.


Me calei depois dessa antes que Mark resolvesse mesmo matar todos nós.

_Vocês ligaram para nossos pais esses dias? _Gnomo questiona. 

_Conversei com a mãe, mas não tenho muito costume já que a gente tem aquele grupo com todo mundo no celular. _Respondi indo olhar as novas mensagens no grupo.
Onde uma discussão sobre puberdade rolava, parei de ler quando minha mãe começou a contar sobre ela e meu pai na adolescência. O nível de intimidade tanto nossa quanto dos nossos pais era surreal, chegava até a ser desnecessário as vezes. Eca. Tudo ali era compartilhado, desde os primeiros pelos no saco do Mark (dia terrível devo constar) ao  dia em que inocentemente, enquanto minha sexualidade aflorava fui pego pesquisando porno gay, dois minutos depois minha mãe contava no grupo o ocorrido e fui zuado o resto da vida pelos mesmos patetas dentro do carro. 

  Porém, por mais certo que essa família se dava muitas coisas ficavam por debaixo do tapete, ainda inacabadas, como meus pais detestarem o fato de não seguir a carreira da família e tentarem, junto com os pais dos meus irmãos, persuadirem nossas vidas. Mas é como dizem, não se pode controlar pra onde o passarinho vai voar. 

_Também conversei com minha irmã esses dias, mas o grupo foi a melhor ideia sua. _Mark diz trocando a música para uma do Twice.

_Eu sei, acho que quando acabar o semestre devíamos ir visitar eles. _Consigo ver a careta de Jae as mensagens do celular e começo a rir. _Ou não...

_É, quem sabe. Do que estão rindo?

_Depois olha as mensagens no grupo, me faz lembrar do dia em que sua mãe falou sobre seus pelos do suvaco Jae. 

_Não vamos lembrar dessas vergonhas por favor. _Todo mundo ri perdidos nas lembranças daquele dia.

_Que porra é essa?_Mark para o carro duas casas antes da nossa arregalando os olhos.

_Acho que os vizinhos resolveram estender a festa além da cerca._Comento abismado vendo um bando de homens sem camisa pularem um no outro bem na porta da minha humilde residência.

_Se tiver alguém dentro de casa eu mato eles. _Jae diz. _De qual deles foi essa ideia estúpida?


_Eu não sei mas vamos descobrir e acabar com essa palhaçada.

 

 

 


Notas Finais


É isso KKKKKK enfim gente, para o meu TCC
VERMELHO OU MEIO ROXO, para o cabelo de Mark Tuan?
Aguardo a resposta!

Mais uma vez, se cuidem!
Amo vocês e estou respondendo a todos os comentários!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...