1. Spirit Fanfics >
  2. Hey Vizinhos! >
  3. HV- Olha a queda

História Hey Vizinhos! - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Gente, muitíssimo obrigada pelo carinho, aí caramba, eu tô tão feliz ❤️ vocês são incríveis e é isto!
Para os seguintes seres maravilhosos, obrigada por comentarem e dividirem comigo suas opiniões no capítulo anterior:

-maisa-chan
-Miin_yoonseokk
-Jackson_Wang_-
-kpop3r_iludida
-marys_kyung_666
-armyvminkooka10
-talyajuliana
-mahgase_Forever
-Ahgasse-exol19



Esse capítulo é só pra introduzir o próximo hehehe mas mesmo assim, espero que gostem, me perdoem pelos erros e pelo tamanho, eles logo seram mais compridos.
E gente a maioria acessa na mesma hora que eu hehehe nas notas finais tem mais enquete, eu gosto de saber a opinião de vocês, até lá ;)

Beijos na bunda e boa leitura.

Capítulo 4 - HV- Olha a queda


Youngjae 


Segunda sete da manhã eu já estava de pé, as aulas começariam hoje às oito, Mark e Bam tiveram a sorte de assim como eu começar o Primeiro período apenas com aulas na parte da manhã, nossos cursos eram quase todo matutino e mesmo assim os dois sequelados ainda dormiam, eu já estava arrumado então fui acordar às donzelas. E olha que a fama de dorminhoco é minha.

_Bambam se você não levantar vai se atrasar, levanta caralho! _Abri a porta do Bam falando alto, o quarto dele era imenso pois acabei perdendo na escolha e ficando com o menor, no fim eu já estava amando meu cafofo.

_Se não for dez pras oito eu não vou me atrasar gnomo!_Resmugou debaixo da coberta, eu mereço santo Odin!


_É oito horas Bam._Minto.


_Que?!_ Bam levantou num pulo pegando o celular na cabeceira olhando as horas enquanto eu ria._Muito bom gnomo, muito bom!_Ele até tentou jogar o travesseiro  mas fechei a porta antes do processo indo ao quarto do loiro.

_Mark acorda!_o quarto do loiro estava todo escuro, acendi a luz vendo o bonito fazer uma careta.

_Que horas são?


_Sete e dez, vai se arrumar pra não atrasar._Apesar de Mark não fazer birra sua cara não era nada boa, ele apenas balançou a cabeça se levantando e indo ao banheiro.

Pelo amor, que quarto escuro! Fui até a janela e abri as cortinas apreciando o dia bonito, me virei e fui preparar mais dois cafés aos idiotas.


Mark

 

 

Tomei um banho de cinco minutos e escovei meus dentes, eu não era de ficar com sono por muito tempo mas meus olhos estavam querendo se fechar de novo, deve ser por que fiquei até tarde lendo um livro em inglês, pra ir praticando.

Enrolei a toalha na minha cintura enquanto ia secando o cabelo com o secador, era de pilha, então sai do banheiro pra ir escolher qualquer roupa.
Sabe aquele momento em que você pensa que a claridade do quarto se deve porque a luz estava ligada e não porque a janela estava arregaçada? Pois é, eu não olhei a maldita quando vesti minha cueca, e ao me virar e andar encontrei o vizinho me encarando, com o mesmo sorriso safado na boca. 
Dessa vez ele já estava vestido, mas não reparei tanto.
Pelo menos, no ângulo onde meu armário ficava não deu pra ele me ver pelado.

Mostrei o dedo e fechei as cortinas.

_Hunf, abusado._ Resmunguei indo terminar de me vestir.

Coloquei uma calça preta, uma blusa branca com alguma estampa e um tênis cinza, não podia esquecer meus óculos de leitura mesmo só usando nas aulas.

Me olhei no espelho e sorri, de uma coisa eu já tinha certeza que tinha que fazer.

Trocar a cor do meu cabelo.


    Bambam  


_Vamos indo._Mark disse se levantando, Jae e ele pegaram a mochila e eu a bolsa masculina de um ombro só.

_A gente vai ter mesmo que ir nesse fusquinha?_ Perguntei recebendo um olhar mortal do loiro aguado.

_Algum problema blindex?!

_Não, imagina._Eu disse fingindo um sorriso, não queria meu cabelo sujo de terra quando Mark pisasse na minha cabeça.

Entramos no lindo fusquinha e fomos pra tão sonhada faculdade, ajeitei as pulseiras que eu usava e observei meu cabelo platinado no caminho, que era bem rápido aliás.

_Deixa de coisa Bambam, você tá lindo._Jae disse, dessa vez ele que foi para o banco de trás.

_Eu sei que sim._Concordei todo metido, mas eu tava mesmo, usando uma calça de veludo vermelha, blusa preta com mangas dobradas e conturno preto.

Quando chegamos não consegui  não soltar o grito histérico dentro do carro, já que quando eu saísse ia me camuflar na camada "sou lindo e sai da frente".

_Gente, o prédio de Letras é pra lá._Mark disse dando um pequeno abraço em cada um, acenamos e ele foi embora. 

_ O de música e arte ficam no mesmo Bam, vamos? _Jae parou ao meu lado, concordei e passamos a caminhar, faculdade não era como colegial, que novatos chamam atenção, ninguém ligou pra gente na verdade.

A faculdade era enorme e a uns bons passos do prédio do Mark, e linda, incrivelmente linda, ouvi Jae suspirar e ri.

_Que comece o caos. _Comentei e ele acenou indo pra sua sala, peguei o papel impresso com as informações enviadas pra mim por e-mail e fui atrás da minha sala.


Xxx"x

 

Loiro azedo: Vamos lanchar juntos?

Gnomo: Por mim tudo bem, Bam?

Olhei as mensagens no grupo dos puntanheiros, sim, fui eu que criei e respondi que iria com eles, Jae pediu pra o encontrar na porta do prédio. A primeira aula tinha sido super tranquila, só apresentações, no ramo da Artes você encontrava o mais variado tipo de pessoas e idades, tinha até uma velhinha na minha sala. 

Quando fui descer as escadas encontrei, adivinhem, quem acertar ganha ganha um doce!
Isso mesmo, Yugostoso.

Puta merda eu tinha que parar de apelidar os cara lindos na minha vida.

_Hey Bambam._Ele sorriu, engoli em seco tentando sorrir tão bem quanto ele, porque eu sinto que falhei na missão?

_Oi Yugyeom, oque faz por aqui?_Gente, alguém me mata. 

_ Faço dança aqui Bam, posso te chamar assim não é? _Ele disse, Yug estava muito bonito em uma blusa vem colada junto a uma calça de moletom, tudo preto, deveria ser o uniforme de dança.

_Pode me chamar do que quiser._Suspirei, me batendo mentalmente._ Digo, de Bam está ótimo.

Porra Bambam!

Yug deu um sorrisinho como se divertisse com minha falta de jeito ao seu lado. 

_E você, oque faz?

_Artes. _Respondi envergonhado, um silêncio vergonhoso se instalou, até eu inventar de descer mais um degrau da escada.

Minhas pernas de certo tem problema ou de repente o cérebro perdeu controle, pois acabei pisando em falso, quase caindo e quebrando a coluna se não fosse Yugyeom me segurar. Fechei meus olhos por alguns segundos esperando a queda vim, mas nada apareceu, quando os abri eu estava terrivelmente próximo ao rosto bem esculpido do deus grego a minha frente e suas mãos coladas a minha cintura. Meu coração bateu forte no peito quando entreabri os lábios em busca de ar. 

Quando a realidade caiu me soltei mais bruto do que deveria dos braços longos do boy magia, pois ele deveria ser uns 10 centímetros mais alto,  sussurrei um desculpe sem graça e sai correndo logo em seguida pra bem longe dali sem nem esperar uma resposta do coitado. Muito bem Bam, você se supera!

_Ei ei não tá se esquecendo de algo não? _Jae puxou meu braço quando passei pela porta.

_A é, tem você. _Eu disse avoado recebendo um peteleco na testa.

_O Yugyeom passou por aqui agora a pouco.

_Não me diga._Ironizei lembrando do vexame de minutos atrás, eu estava fazendo tudo errado do Bambam original.
O Bambam original ao menos já teria entrado no jogo de sedução do Yugyeom, não caído nele tão facilmente assim, eu realmente não estava me reconhecendo.

_E aquele Júnior está na minha sala, mas ele já é do terceiro período, só está pegando essa aula, inclusive você vai adorar a novidade. _Jae disse ao meu lado enquanto conversamos como foram nossas aulas.

_Desembucha.


_Ele convidou a gente pra festa dos veteranos na casa dele hoje._Jae disse como se não fosse algo realmente importante. _Disse alguma coisa mais informações mais tarde, no refeitório, não entendi.

_E você respondeu que a gente vai não é?

_Não, disse que não sabia, mas a vontade era dizer não, só que é difícil falar não pra alguém tão bonito. 

_A gente vai sim!_Eu disse berrando mesmo, vendo Mark acenando do outro lado do campo que atravessavamos.

_Eai seus projetos de gente, vamos  lanchar no refeitório? _Concordamos com o loiro e fomos para o espaço. 

Era enorme, grande mesmo e estava lotado de gente da faculdade, foi impossível não rir quando, apesar das diferenças era fácil adivinhar certos cursos apenas pelo jeito das pessoas, como uma mesa cheia de adolescentes vestidos com xadrez e calça jeans clara, agrônomos, ou os filósofos discursando alguma reflexão séria. Cada qual com sua loucura.

_Leite azedo, mais tarde vamos em uma festa, e o melhor de tudo é que é do lado da nossa casa, então sem gasto com gasosa. _Disse sentando com meus queridos amigos em uma mesa redonda do refeitório.

_Oque? Ah não Bambam, sem festa.

_Eu disse pra ele Mark.

_Festa sim senhor, vocês vão querer mesmo fazer a desfeita de não ir a festa que o vizinho convidou? Que horror!_Fiz drama enquanto comia meu bolinho.

_É claro que eu faço a desfeita, nessa taco eu não pego. _Disse comendo um sanduíche natural.

_Mais do Jackson bem que queria.

_Vai se lascar  resto de esterco. _Mark tacou uma alface em mim enquanto eu ria alto.

_Gente, eles vivem fazendo festa em._Jae comentou bebendo da caixinha de suco de uva e olhando ao redor mais perdido que agulha no palheiro.

Estavamos na casa a uma semana e pelo menos três festas foram feitas na ilustre casa do vizinho.

_E a gente não participou de nenhuma. _Fiz birra.

_E ainda bem._ O loiro aguado tinha que comentar.

_Você é um velho de 80 anos. _Eu disse fazendo uma careta, o maldito mostrou língua enquanto Jae sussurrava algo como "idiotas".


O tempo pra próxima aula era só meia hora, parecia que toda faculdade estava ali, tanto que havia algumas irmandades anunciado as festas costumeiras do começo das aulas com, calourada tóxica, da irmandade de química, coito sem rumo das áreas de biológicas, enfim, uma melhor que a outra.

_Não acredito. _Jae disse olhando pra porta, com uma caixa de som um bando de homens sem camisa entraram gritando, nas bochechas uma linha vermelha de tinta e nas mãos uma bandeira vermelha com um leão no centro.

O melhor de tudo, era que os quatros do centro, eram nossos vizinhos. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Eai, oque acharam?

PARA O MEU TCC, ALERTA!
Vocês costumam preferir fanfics com finais trágicos ou com muito drama, ou uma comédia divertida e bem clichê? Eu gosto de ambos mas prefiro a comédia clichê com muito romance e tico de drama, é oque eu vou tentar fazer nessa fanfic.

Até o próximo gente, que já já vem ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...