História I'll be watching you-Bughead - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Riverdale
Personagens Alice Cooper, Antoinette "Toni" Topaz, Archibald "Archie" Andrews, Cheryl Blossom, Elizabeth "Betty" Cooper, Forsythe Pendleton "Jughead" Jones III, Kevin Keller, Personagens Originais, Veronica "Ronnie" Lodge
Visualizações 106
Palavras 1.402
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Heeey galerinha!
Obrigada pelos comentários e favoritos💘
Boa leitura!

Capítulo 16 - "Em coma"


19:24 Pm 

O fim da tarde havia chegado. Teria que dormir novamente no hospital, e sinceramente, sentia falta das aulas. Eu sei,faço as aulas virtualmente. Mas não vejo meus amigos faz tempo, e estou com saudades. Poxa,tenho apenas dezoito dias de vida,e a única coisa que vejo é meu namorado e os médicos. Paro com meus pensamentos quando vejo Ronnie entrar em meu quarto. 

-Betty,finalmente! - Sorrio pra ela,que me abraça com cuidado em cima da minha cama. Os soros doem um pouco, fazendo gemidos saírem de minha boca. 

- Ai,Desculpe Be. Esqueci que sua força não é mais a mesma-  Retira seus braços de meu ombro,e segura minha mão junto de um brilhante e branco sorriso. Parecia feliz e nervosa. - O que veio fazer? -pergunto,ainda com dores. 

-pegue sua melhor roupa, e vista! Vamos ao shopping e logo depois,vamos a minha casa. E adivinha? vai ir na escola comigo amanhã! - Aquela notícia me deixou animadíssima. Finalmente uma rotina diferente. Levanto minha cabeça e minhas costas, sentando na cama de frente a Ronnie. - Te amo!- Digo,dando lhe um beijo na bochecha, logo,indo me arrumar. 

Peguei da mala,um vestido branco liso,junto de um sapato alto preto. Vesti,lavei meu rosto, passando um rímel fraco e um batom vermelho, não muito forte. Fui até o banheiro, me olhando no espelho sujo e húmido que ali havia. -Estou linda! - Falei pra mim mesma,meio alto. -Está mesmo!- Ronnie aparece atrás de mim,dando-me um mini infarto de susto. Logo,sorrio para ela no espelho. 

-Vamos?Archie está esperando no carro. - a mesma me faz voltar a realidade. Corro para a mesinha do lado da cama,pegando documentos e colocando na minha bolsa. Saímos do quarto, passando de corredor a corredor. Até pegar o elevador aberto. Entramos. 

-Você me persegue ein? - Vejo Ana atrás de mim,com seus braços abertos. Lhe abraço dando um beijo em sua bochecha. Ronnie nos olha estranho. Mas ignoro. 

 O barulho irritante da porta toca ,fazendo Veronica puxa meu braço com toda sua força. Meu peito dói, e minha respiração falha. Paro por uns segundos, recuperando o fôlego. Ronnie revira os olhos, fazendo eu me irritar. - Desculpa, mas eu sou apenas uma doente! - Grito,chamando atenção dos demais pacientes. Dou de ombros olhando no fundo de seus olhos. - "Sorry" Betty,estou de Tpm. - Responde baixinho, caminhando em direção a saída. Vou atrás dela. 

O vento bate em meu rosto, trazendo um pequeno sorriso fechado em minha face. Olho para Archie no carro,que logo, puxa a porta para mim entrar. 

[...]

Fomos ao shopping mais famoso da cidade. Descemos do carro e observamos o ruivinho ir embora. Ronnie segura nas minhas mãos me levando até dentro. 

Entramos em várias lojas e cada vez,levando mais sacolas. Comemos na área de alimentação. Dois hambúrgueres e refrigerante. Até sentarmos em um banco ,pra observar todos que passavam ali. Minhas pernas doíam, junto do meu peito. Especificamente no tórax. Tinha medo de desmaiar ali mesmo. Ou ter um enfarto. 

-Betty!Precisamos entrar naquela loja! - Ronnie aponta para um sexshop que chamava muita atenção. Fico meio envergonhada ao entrar nesse tipo dê coisa, ainda mais,quando eu não compro nada. Reviro os olhos,seguindo a mesma que andava para dentro da loja.

Ali havia camisinhas, calcinhas de renda, Cremes e mais algumas coisas obscenas demais. Sinto minhas bochechas arderem quando olho um homem me olhando maliciosamente. Que nojo,penso. 

-Deu,vamos pra casa! - Saímos da loja,indo direto pra fora. Ronnie pega o celular,ligando para o namorado. Fico quieta o tempo todo,apenas pensando em Jughead. 

-Archie já esta vindo. Porque não comprou nada na loja? Você e jug..é..não transam? - Me pergunta sem nenhuma vergonha. Coloco a mão em meu rosto, tapando meus olhos. - Bem, a gente transava, mas eu não posso mais. - Sinto a típica vergonha. Porque as pessoas gostam tanto de saber sobre minha virgindade? 

-vamos,Archie chegou.- Me puxa pelo braço, novamente ,abrindo a porta ,meio agressiva. 

[...]

A casa de Ronnie estava do mesmo jeito que dá última vez que vim aqui. Fiquei meio triste ,iria dormir sozinha, sem o Jughead. Nem percebo que um sorriso triste brota em meu rosto. Archie me olha confuso. 

-Está tudo bem,Betty? -Me pergunta, abraçado em Ronnie. - Estou sim,obrigada. 

-Não mente! Estás com saudade dê Jughead. -Reviro os olhos em meio de um sim. Eles sorriem em sincronia, me alcançando um telefone.-Liga pra ele- Ronnie responde. - Obrigada gente. 

Me afasto um pouco deles,procurando ter privacidade. 

-Alô? 

-Oi Jug 

-Betty!Tudo bem?

-Tudo ,apenas queria ouvir sua voz. E te convidar pra casa da Ronnie. - Uma risada sem jeito sai de minhas cordas vocais. 

-Ronnie?Tá, tudo bem. -Desliga antes de eu falar qualquer coisa. Levanto uma sobrancelha confusa,cujo grosso ele foi. Suspiro alto,devolvendo o celular a Archie. 

-Ele vai vir?- O mesmo pergunta. Assenti com a cabeça,logo,subindo as escadas. Iria preparar meu quarto, e a cama. Estendi o pano fino de seda,acima do áspero colchão. Dobrei cobertas vermelhas. E arrumei os travesseiros, que sinceramente, não eram confortáveis. 

Ouço a campanhia tocar sua música irritante. Meu pulso aumenta a velocidade, junto de meu coração frágil que anda em sincronia. Bato minhas palmas,descendo rapidamente as escadas. A porta já havia sido aberta. E lá estava ele,Meu namorado. Com seu sorriso no rosto. 

-Jughead!Bem-vindo! - Veronica segura a mão de Jug. Logo soltando,ao ver meu olhar a ela. Vou até ele,o abraçando. - Estava com saudades! - Ele diz, dando-me um selinho. 

-Vocês são tão fofos,que chega a me dar vontade de vomitar- Ronnie interrompe nosso momento. Reviro os olhos sarcasticamente. -Quem falando,né?

Vamos a cozinha. Sento-me na cadeira junto da mesa, pegando uma maçã em cima de uma vasilha transparente. Vêronica faz o mesmo. Archie e Jughead ficam escorados no balcão alto, bebendo, e conversando. Decido não se juntar a eles. Queria apenas ter uma conversa boa,de amiga e amiga. 

-Ei Ronnie,Como é a vida de casado? - Pergunto, largando no lixo orgânico o resto da maçã. Seus olhos arregalam e sua boca fica boquiaberta. - É,B...A gente não é casado. Apenas mora junto. -Dou risada por causa de sua reação-  Mas praticamente são casados. Eu e Jughead namoramos,mas não moramos juntos!- respondo num tom razoável e alto. Os meninos olham para mim,mas dou de ombros. 

-Bem,é verdade. Mas não séria ruim você e Jughead morarem juntos. - Fico em choque por um segundo. Seria realmente bom. Mas impossível. Meus dias eram contados. Deixaria Jug morando sozinho, com apenas a angústia do luto. Meu pensamento trás lágrimas. - Desculpa Betty,falei por impulso. - Ronnie coloca sua mão em cima da minha. Retiro ,pedindo licença da mesa. Subo a escada e entro no quarto, ainda, chorando. 

Fecho a porta e me coloco de costas na madeira. A tristeza me domina, fazendo eu deslizar até o chão. Coloco as mãos em meus olhos. Posso estar sendo dramática, mas a agonia de morte,me possui por completo. 

-Amor? Está ai? - Ouço a voz de Jughead. Suspiro trancando o choro. Abro a porta. - Oi. - Falo num tom seco. 

-O que aconteceu? -O mesmo me pergunta. Lágrimas teimosas caem,mas limpo. Dou um beijo em seu rosto, logo,saindo do ambiente. - Aonde vai? - Sinto suas mãos segurarem meu ante braço. Me viro a ele,com meu rosto torcido. - Irei ao pop's,sozinha!- Caminho até a saída, ignorando o casal meloso que estava se beijando. Não sei como podem ser tão grudentos. 

[...]

Entro no pop's,pegando uma mesa solteira. Sento-me olhando o cardápio. Havia muitas coisas boas,mas podia comer pouco. Ser uma doente ,é uma merda.

-O que vai querer? - Pop Tate se aproxima, com seu rosto negro e bonito. Sorrio para ele,apontando para o desenho de um Milkshake de morango. Assente com a cabeça, se afastando da mesa. 

Minutos se passaram. E as memórias de Alice,Kevin e eu na mesa perto da banheiro, me tomou. Lágrimas escorrem, junto do meu peito que queimava, numa dor imensa. A tontura me atinge, fazendo eu cair dura no chão. Logo,senti minha pressão cair. 

Narrador 

Betty havia desmaiado. As pessoas dentro do pop's socorreram-a ,levando até o hospital. Seu caso era de emergência. Então, foi direto a cirurgia. 

-O que aconteceu com ela? -Um médico bonito, aparece na sala, em desespero. - Não sabemos direito. Mas provavelmente os hematomas de sua morte estão começando a aparecer. - Outro responde, mostrando exames que tinham feito em última hora. - Isso é terrível!Ela ira sofrer muito.

-Sabemos disso. Por isso vamos deixar ela em estado de Coma. 


Notas Finais


Desculpa o sumiço! Espero que gostem!
Favoritem,pra me ajudar.
Até o próximo capitulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...