História Híbrida - 'Imagine BTS' - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 12
Palavras 1.312
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


🍑Cá estou eu, com mais uma fanfic sobre híbridos... Espero que gostem!!

Capítulo 1 - "Capítulo um"


Fanfic / Fanfiction Híbrida - 'Imagine BTS' - Capítulo 1 - "Capítulo um"


Corra! Corra o mais rápido que conseguir Sn, você consegue!

A pequena híbrida dizia a si mesma


Sn corria o mais rápido que podia, para o mais lugar mais longe que conseguia. A híbrida, já com as pernas cansadas por ter corrido mais do que apenas alguns quarteirões, procurava algum lugar para se abrigar. Sua ideia inicial era achar a pequena e humilde petshop para híbridos onde foi comprada, para voltar á morar lá, mas decidiu partir para o plano B: achar uma lojinha para pelo menos passar a noite, já que a tarde havia passado rápido


-Com licença senhor, você poderia deixar a Sn, quer dizer... Me deixaria passar a noite aqui? - a híbrida pedia gentilmente ao que parecia o gerente da pequena loja

-O que você é? Uma híbrida? Ei! Saia já daqui, não quero animais estranhos na minha loja! Ande logo! - o homem com uma espressão incrédula expusava a baixinha para fora de seu estabelecimento


A gatinha, que agora se encontrava triste, se prendeu as palavras do velho rabugento: "não quero animais estranhos na minha loja!"


Então quer dizer que... A Sn é um animal estranho?

EU sou um animal estranho?


Por mais que a híbrida tivesse seus 17 anos, ainda era como uma criança, é claro que conhecia todo aquele mundo de "adolescentes normais cheios de hormônio". Agora, além de assustada, Sn estava triste, com uma vontade inesplicável de não existir


Por que a Sn tinha que ser uma híbrida? Nem sei como a Sn foi criada? A Sn saiu de alguém ou de alguma coisa?

Por que ainda estou aqui?


A híbrida havia ficado mais depressiva do que o normal. Por mais simples que as palavras sejam para quem falou, as pessoas que ouve coisas assim, sempre sentem um peso nas costas


Tudo bem Sn, você está bem, não precisa ser amada por todo mundo para ser feliz. Mas pelo menos uma pessoa...


Sn continuou andando, agora em uma velocidade três vezes mais dispersa, sua pernas latejavam de tanto andar. Andava desde que acordou, ainda de madrugada, para conseguir sair sem ser vista. Andou até encontrar mais uma lojinha, um pouco menor do que a outra


A Sn deveria perguntar alguma coisa para o dono? Será que eu posso?


-Com licença moça, a Sn queria um lugar para dormir, porque ela não quer dormir no frio da rua... - a híbrida dizia em um tom fofo, com um bico nos lábios

-Olá pequena! Claro que pode ficar aqui, não tem problema. Você precisa de algo? - a moça que aguardava no caixa pergunta simpática


A baixinha estava se sentindo abrigada, e muito quentinha. A moça lhe trouxe um pouco de chocolate quente e um cobertor. Assim que a bondosa mulher a levou para a dispença, adormeceu em um estalar de dedos


~~//~~


Acordada em um pulo, a híbrida ainda confusa olhava para a feição afobada da moça

-Ei! Vamos lá Sn, levante. O gerente está chegando, e bom... Ele não gosta muito de híbridos - a mulher dizia a balançando

-Ele não gosta da Sn? - a híbrida coçava seus olhos inchados

-Não é só você, ele não tem boas memórias com híbridos, só isso - a moça explica, fazendo-a levantar - Nós precisamos esconder essa calda... - a mais alta pensava, até simplesmente colocar a calda da híbrida dentro de sua calça

-A-ai! Isso d-dói! - a gatinha reclamava - Minha calda é sensível, n-não faça i-isso...

-Me desculpe, mas ele não pode ver você... Bom, agora temos que esconder essas orelhinhas - a moça logo pega um boné lilás o colocando na cabeça da pequena - Pronto!

-Senhorita Jina? - as duas ouvem uma voz masculina, e a mais velha disse um vamos bem baixo, apenas para elas ouvirem

-Estou aqui senhor Bang, estava procurando o boné que a garota queria - a moça alternou seu olhar para a híbrida disfarçada - Essa menina estava querendo um boné, mas não encontrei nenhum aqui, então levei ela para ver os que estavam no estoque

-Ah sim, que bom. Vejo que já encontrou o boné que queria, você gostou? - a híbrida apenas concordou com a cabeça - Que bom! Volte sempre que puder!


A moça dirigiu a garota para a entrada da loja, e fazendo um tchau para a mesma

A jornada da menor continuou. Ela andava agora como uma garota normal, uma não híbrida


-Olha aqui... Que garota bonita! - um rapaz aparece ao lado da menina

-O-oi - a mesma dizia tímida, meio preocupada

-Eae gatinha, está aqui sozinha? - outro rapaz aparece, um provável amigo do primeiro

A menina apenas confirma com a cabeça. Um dos garotos passa o braço pelo corpo da menor, a fazendo encolher


-Que tal irmos para nossa casa, passar um tempo entre amigos? - o mesmo sussurra ao ouvido da garota, a assustando e fazendo-a se virar rapidamente, dando um tapa no rosto do rapaz - Ei! Você está louca? Quer morrer?

A híbrida agora corria frenéticamente pelas ruas, estava muito assustada. Já não bastava seu antigo dono, agora os rapazes iriam querer alguma coisa com ela?

Olhando para trás, os garotos ainda estavam correndo


Por que a Sn só arruma problemas? Ela tem tanto azar assim?


Tentando despistá-los, a híbrida vira a rua, mas logo cai e machuca sua calda, que estava escondida dentro da calça

-A-ai! - Sn grita e choraminga. Seu boné caiu de sua cabeça, mostrando suas orelhas. A sua calda é a coisa mais sensível de seu corpo, e agora ela estava latejando como nunca

-Ah! Me desculpe, foi sem querer! Você veio correndo e eu não te vi - o garoto que Sn esbarrou a ajuda a levantar

Os dois rapazes que corriam atrás dela pararam, assim que viram o garoto ajudá-la


-Esquece, vamos esbora - um sussurrou ao outro

-Você está bem? - o garoto pergunta, fazendo a menor ficar quieta - Você é uma híbrida? Aqueles eram seus amigos? - Sn nega - Por que estavam atrás de você?

-Sn pede desculpas, mas agora ela precisa ir embora... - a híbrida reverencia o garoto, saindo de perto dele

-Você machucou sua calda? - o mesmo pergunta, vendo a híbrida choramingar a cada passo que dava - Aish! Me desculpe mesmo, não foi de propósito. Eu estava indo para casa, se quiser eu te levo para um petshop e aviso ao seu dono. Aliás, meu nome é Taehyung - o garoto dizia simpático

-Sn está bem, ela não precisa de ajuda! - a híbrida se afastava devagar

-Então você acha melhor ficar sozinha na rua? - o garoto pergunta, fazendo Sn parar onde estava - Vamos lá, não vou te machucar

O garoto chamava Sn, que cedeu e o seguiu. Eles andavam devagar pela dor da calda da mesma


-Sua calda está doendo muito? - Taehyung a pergunta, fazendo Sn concordar - Quer que eu te leve?

-An? Não, não! De jeito algum! Sn consegue andar sozinha! - a garota o responde, um pouco nervosa

-Tudo bem então, podemos andar um pouco mais devagar se quiser - ele fala simples - Por que aqueles garotos estavam correndo atrás de você? São seus amigos?

-Não. Sn não tem amigos aqui. Não sei porque eles estavam correndo atrás da Sn, mas eu sei que Sn estava assustada - dizia em um tom baixo

-Ah sim, entendo. Mas por que você está falando em terceira pessoa? - Taehyung pergunta rindo

-Me desculpe! A Sn... Quer dizer, eu ainda estou tentando dar um jeito nisso - a híbrida dizia toda sem jeito

-Tudo bem, não tem problema. O Tae só achou engraçado - o garoto diz em terceira pessoa, imitando a híbrida e rindo com o feito


~~//~~


Taehyung é um bom garoto. Ele tem um coração enorme e cheio de amor. Ele mora com seus amigos, que ele adora perturbar. Tae tem 17 anos, mas tem a mentalidade de uma crianca de 8

Logo chegando em seu apartamento compartilhado, Taehyung foi cercado de perguntas

-Tae, onde estava? - Seokjin, o mais velho entre eles, perguntava preocupado

-Pensei que tinha sido abiduzido de volta! - Jimin brincava com o mesmo

-Você foi comprar o doce ou foi fazê-lo? - Yoongi pergunta sarcástico





🐈🐾



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...