História Híbridos -- Interativa - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Tags Interativa
Visualizações 60
Palavras 489
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bom gente esse é apenas um teaser, como se fosse um prólogo, para vocês verem como é mais ou menos a minha escrita e conhecer um pouco da minha primeira personagem. Eu tenho uma outra que irei apresentar em breve.

Espero que gostem
Desculpem os erros.


∞∞∞∞

Capítulo 2 - 1) Quarto Escuro (teaser)


Fanfic / Fanfiction Híbridos -- Interativa - Capítulo 2 - 1) Quarto Escuro (teaser)

Capítulo 1 → Quarto Escuro (teaser)


O que você prefere? Matar lentamente e dolorosamente a pessoa da qual você mais ama em todo o universo ou ser torturado sexualmente e machucado todos os dias até o dia de sua morte? Qual você escolheria? Essas palavras dançavam pela cabeça de Melanie, a mesma sentia um vazio em seu corpo. Em sua alma. Melanie se perguntava se a decisão que ela havia tomado era a melhor. A mesma escolheu se machucar do que machucar os outros. Ela preferiu ser espancada, estuprada, machucada de todas as maneiras possíveis. Para salvar alguém que ela amava, alguém do qual a mesma nem ao menos se lembra. Todos os dias a mesma se pergunta se ela fez a decisão correta. Salvei alguém do qual eu nem ao menos sinto falta. De quem eu não sei nem o próprio nome. As palavras de ódio dançaram entre a mente de Melanie.


A porta de metal pesado se abriu e Melanie já sabia o que estava por vir. A mesma se encolheu e sentiu seus machucados recentes sangrarem por entre as suas costas e suas pernas. A mesma já não aguentava mais, preferia morrer do que ficar naquele inferno. Seu estômago revirou, Melanie sentiu o líquido passar por sua garganta o empurrando para fora de sua boca. O Sangue escorria de sua boca, caiu ao chão sujo do qual Melanie conhecia como cama. Melanie continuava a vomitar sangue sem parar.


_ Meu Deus! - Uma voz grossa ecoou pela sala pequena e fria. O vômito parou. Melanie ergueu sua cabeça e limpou sua boca com dificuldade. Melanie tentava ficar apoiada em seus braços trêmulos. O som de passos invadiu a sala toda. Melanie tentou se virar, mas foi impedida por alguém que a abraçou por trás. Seu corpo estremeceu. Com medo. Com dor. A mão pesada e pálida passou pelos cabelos bagunçados de tom castanho alaranjado. A mão virou seu rosto e a garota finalmente pode ver o rosto. Um rosto pálido e velho, com uma grande barba grisalha.


_ Meu Deus, Mel, o que aconteceu com você? - A voz rouca se pronunciou enquanto alisava os seus grandes cabelos. Sua face emitia tristeza e dor, mais ao mesmo tempo o homem velho de barba grande parecia aliviado. Quem é ele? Como sabe meu verdadeiro nome? Ele é algo meu? Ou me conhece? Eram tantas perguntas que passavam tão rapidamente pela mente de Melanie. Perguntas sem respostas. - Chamem os outros! - O homem alterou a voz e se pronunciou enquanto fala com algo ou alguém. O mesmo tirou sua capa vermelha e a enrolou no corpo de Melanie que antes se encontrava nu. Melanie sentiu seu corpo ser levantado do chão. O homem pegou Melanie no colo e a levou para fora do quarto escuro. E então ela pode ouvir a primeira frase de alguém ao sair do quarto, mas logo depois desmaiou.


“A princesa perdida foi encontrada!” 


Notas Finais


O que acharam?

Comentem para que eu possa saber ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...