História Hidden Truths - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ansatsu Kyoshitsu (Assassination Classroom)
Personagens Karma Akabane, Nagisa Shiota
Tags Assassinato, Karma X Nagisa, Karmagisa, Nagisa Vs Hiromi, Romance
Visualizações 182
Palavras 765
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Eu escolho...


Fanfic / Fanfiction Hidden Truths - Capítulo 10 - Eu escolho...

Karma's POV

Quando chego ao quarto onde o azulado estava me deparo com o mesmo segurando uma faca. Um desespero nasce em mim, o que diabos ele estava pensando em fazer?!

-Nagisa! -O chamo, o mesmo parece se assustar pois esconde rapidamente o objeto debaixo do travesseiro.

-K-karma! E-eu posso explicar! É-é que... E-eu me sinto mais seguro quando olho para objetos assim... -Sussurra baixo a última parte, tão baixo que tive de me aproximar para poder ouvir.

-Okay... Só não faça besteiras... De novo... Não sei o que seria de mim sem você...-Digo corando, já que o que eu disse foi quase uma declaração.

O garotinho a minha frente parece perceber minha vergonha "alheia", pois fica cutucando minha bochecha, me deixando mais vermelho.

Alguns segundos depois o médico entra no quarto, pedindo com educação para que eu saísse do local, já que o mesmo faria alguns exames no Nagisa.

Como não queria criar suspeitas sobre o que eu descobri agora a pouco, saio sem insistir.

Espero que terminem logo, quero voltar a ficar com o azulado.

Nagisa's POV

O homem de jaleco branco -Imagino ser o médico responsável por mim -Começa a fazer alguns exames simples.

-Você se machucou muito, fico surpreso que tenha se recuperado tão rápido -O homem diz enquanto checava meus batimentos.

Nem mesmo eu acreditava, afinal, havia sido atropelado por um caminhão mil vezes maior que eu e, em menos de dois dias já receberia alta!

-Eu tive muita sorte... -Comento sem muito interesse.

-Não... Isso não foi sorte... -Me responde, acabo ficando meio curioso pelo motivo que o levou a esta conclusão.

-Hum? -Pergunto.

-Você teve muito azar! -Exclama. O olho confuso.

-Tive? -Indago, sem me preocupar em disfarçar minha curiosidade.

-Sim, teve! Aquele caminhão, deveria ter conseguido parar, se não fosse pelo freio ter quebrado minutos antes do acidente -Revela. Se isso não for azar, não sei o que é.

Depois dessa revelação, continuamos os exames em silêncio, não demorou muito para que acabasse e, quando o homem deixou o quarto, o ruivo apareceu.

Pensei em comentar com ele sobre a causa do acidente, mas resolvi esquecer este assunto, já que não passava de um pouco de azar... Ou muito azar...

Mas enfim... Ainda preciso resolver o problema que mais me aflinge, a questão de preferir morrer ou viver.

Como não sabia qual escolher resolvi perguntar ao Karma.

-Karma... -O chamo, trazendo sua atenção para mim. Recebo um "Hm" como resposta.

-Se você tivesse que escolher entre viver e morrer... Qual você escolheria? -Pergunto.

-Viver -Responde de imediato, parecendo que a resposta já estivesse na ponta de sua língua.

Decido não perguntar o porque, pois dependendo de sua resposta eu poderia ficar mais confuso.

-Então... Por que minha mãe não veio me visitar? -Tento mudar de assunto, eu realmente não queria perguntar isso, mas a curiosidade estava grande.

-Disse a ela que iriamos fazer um trabalho e, para isso você precisaria dormir na minha casa -O ruivo me responde calmamente, eu deveria estar me descabelando, com a possibilidade de minha mãe estar furiosa, porém, por algum motivo, eu estava tranquilo.

Depois disso conversamos de assuntos diversos até a noite cair, Karma teve que ir embora e eu, continuei a pensar em uma resposta para minha cruel dúvida.

Pensava nas pessoas que se importavam comigo, mas também pensava nas pessoas que me odiavam e me maltratavam... E então vinha a minha mente novamente a imagem de amigos queridos. E finalmente Karma... É, eu acho que já sei o que escolher!

Durmo satisfeito, e mais uma vez, sonho com aquele garoto.

Sonho on:

-E então? Já decidires? -Pergunta o menino, cujo eu desconheço seu nome.

-Sim, eu já escolhi -Respondo confiante.

-Imagino que sua resposta seja óbvia -O garoto retruca.

-Escolho viver! -Declaro, de início ele pareceu perplexo e surpreso.

-P-porque? Sua vida é a pior! Deveria escolher morrer! Então porque? -Questiona.

-É verdade que minha vida não é das melhores, mas não quer dizer que não aconteçam coisas boas! -Respondo sorrindo.

-Você é realmente o Nagisa... -Sussurra, mas mesmo assim consigo ouvir. Aquela frase me deixou confuso, como ele me conhecia?

-O qu- Sou interrompido.

-Se é assim que desejas, assim serás! -O garoto fecha as duas mãos e das mesmas saem um intenso brilho.

-E-espera! Você poderia visitar meus sonhos mais vezes! É mais divertido com um amigo aqui! -Falo empolgado, realmente era mais divertido assim.

Ele me olha espantado, fazendo-me repensar para ver se disse algo ofensivo.

-Disse algo errado? -Pergunto.

-Huh? A-ah! Não! Você não disse nada de errado... É só que... Você é a primeira pessoa a me chamar de amigo -Diz corando, eu sorrio por extinto.

-Entao... Até logo! -Me despeço percebendo que a luz havia ficado mais forte.

Após isso só o que me vem a mente é uma tela em branco em seguida preenchida por preto.

Sonho off:


Notas Finais


Sinto muitíssimo por não ter postado o cap ontem!
É que assim... Eu escrevo de noite sabe? E eu estava muito cansada então acabei dormindo!
Mais aí está!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...