História Hidromel - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias O Incrível Hulk, Thor
Tags Bar, Bebidas, Bromance, Bruce Banner, Comedia, Hulk, Valquiria
Visualizações 48
Palavras 1.352
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Fantasia, Sci-Fi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


eu assisti Thor Ragnarok e demorou semanas para que eu escrevesse alguma coisa, não estou nem surpresa

AVISOS:
- não é romance ( seus safados ), aqui é relacionamentos platônicos, hell yeah.
- notícia: a atriz da Valquíria declarou que a personagem é bi, ENTÃO ELA É BI LUTEM COMIGO SE NÃO CONCORDAREM.
- a arte da capa é de Alston Wiggles, o tumblr deles estará nas notas finais.
- chamarei o Banner de, bem, Banner, porque Bruce é reservado para o homem morcego de meu coração ( sou chamada de @BatAnn por um motivo ); e também porque eu iria confundir muito. Minha culpa, sorry.
- não durmo faz três dias, minha vida está funcionando em cafeína apenas, então se tiver algum erro, me perdoem.

Aproveitem~

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Hidromel - Capítulo 1 - Capítulo Único

Ele a encontrou em uma bancada; enchendo a cara. Banner não estava surpreso que havia um bar na nave do Grão-Mestre - mesmo que o único contato que teve com o dito cujo havia sido em uma forma bem mais diferente, e nada bem-vinda -, e muito menos surpreso que Valquíria já estivesse lá, poucos minutos depois de pôr os pés na nave.

Dos poucos momentos que esteve perto da nórdica - isso é, quando ele estava "normal" - o cheiro de bebida sempre esteve lá; como um acompanhante eterno. Ele imaginou que não fosse de tanta importância ou preocupação - ela era de Asgard, afinal -, mas não deixou de se lembrar de um velho amigo, que também afogava todas suas preocupações em álcool.

( Uma memória amarga para sua garganta - mas ele imaginou que todas suas memórias seriam assim, de agora em diante. Veio junto do pacote de "salvar o mundo". )

Valquíria o notou de imediato - não que fosse surpresa. Ela era uma valquíria afinal, estava no nome, Banner.

"Banner," ela se virou minimamente, levantando sua garrafa de - o quê diabos era aquilo? - álcool. "Sente-se; beba algo." sorriu, dando tapinhas no balcão a que se debruçava.

O cientista negou, acenando sua cabeça. "Não, obrigado", respondeu, pondo suas mãos no bolsos de sua calça, sem qualquer ideia do que fazer com elas. Valquíria arqueou sua sobrancelha - bebendo a garrafa de todo modo - e fez um movimento com sua cabeça, de "venha de todo jeito".

Banner pensou em recusar mais uma vez - mas ele não tinha nada para fazer, então, que se ferre. Quando ele se sentou ao lado de Valquíria, ela pareceu sorrir por trás da garrafa - mas era impossível de se saber por certo. 

Quando terminou de bebericar sua bebida, ela pôs o frasco no balcão, arqueando sua sobrancelha mais uma vez. "Tem um voto de sobriedade, ou algo assim?" perguntou, com olhos curiosos.

Banner sorriu nervosamente, coçando sua barba rala "Não", ele respondeu. "Não quero deixar o grandão sair", admitiu. Mais uma vez, sem a mínima ideia do que fazer com suas mãos, ele as pôs no balcão, coçando uma a outra.

Valquíria o olhou de canto e bebeu mais um pouco. "Por quê isso?" ela perguntou mais uma vez, quando terminou de beber.

Foi a vez de Banner arquear a sobrancelha. Precisa de uma explicação?, pensou. "Não sou realmente...afeiçoado dele", respondeu. Valquíria o olhou estranhamente, e foi a vez do cientista fazer uma pergunta. "Por quê? Você gosta dele?".

Ela terminou de beber seu drink um pouco mais rápido.

"Sim", respondeu, sem pensar duas vezes. "Mais do que você, para falar a verdade".

Ouch. Direta, mais algo em comum com Tony. "Você fala tudo o que vêm em sua cabeça?" Banner arqueou sua sobrancelha, em um dor cômica. Para sua resposta, Valquíria lhe deu um sorriso engraçado e bebeu mais uma vez; um último gole para que, o que quer que fosse aquela bebida, acabasse.

Não terminada, ela jogou a garrafa para trás sem qualquer delicadeza, não demorando para furtar outra do balcão. "Eu conheço ele há mais tempo que você", ela argumentou, retirando a tampa do frasco sem qualquer dificuldade. "E 2 anos é muito tempo".

Com esta ele teve que concordar, dando de ombros nervosamente.

Bebendo mais do que um ser humano deveria conseguir em um gole, Valquíria voltou à falar. "Eu não sei nada sobre você", comentou, "E aquele deus de meia-tigela", ( ignorar toda a influência de Thor. Mais algo em comum entre Tony; esses dois deveriam se conhecer, teriam muito sobre o quê falar ) ela olhou de relance para trás; o corredor para a "sala do trono". Entre aspas porque de jeito nenhum aquilo pode ser considerado uma sala do trono, principalmente para princípios Asgardianos.

"Hulk é perigoso.", Banner a contou, insistente de convencê-la de suas afirmações.

Valquíria deu de ombros e bebeu mais. "Perigo é bom", ela disse, com um rosto demais para estar brincando. Nórdicos, Banner pensou, com uma estranha vontade de revirar os olhos. "Além que, ele não é tão perigoso assim", ela o defendeu, pondo a garrafa sobre o balcão, mas não a soltando-a. Seus olhos quase se tornarem doces; e talvez só ali Banner percebeu o quanto o grandão significava para a valquíria. "Nunca machucou quando não devia", argumentou; provavelmente errada, mas de forma alguma um cientista nervoso iria negar de uma guerreira celestial.

Seus olhos devem ter continuado céticos de toda forma, pois Valquíria semicerrou os seus de uma forma não exatamente amigável.

"Ele gosta de mim", ela afirmou. "E tenho certeza que ele gosta de outras pessoas."

Tony, Thor, Steve, praticamente todos os Vingadores, Natasha...

Banner teve que concordar outra vez, dando de ombros levemente. Tentou ignorar a figura de uma assassina de cabelos ruivos; a única opção que o restou. "Provavelmente", concordou, mesmo que não fosse tanto assim.

Valquíria notou seu olhar; e franziu suas sobrancelhas em curiosidade. "Alguém?" ela perguntou, com um sorriso de canto e uma garrafa milímetros de seus lábios. "Homem, mulher? Nenhum dos dois?"

Com o arrependimento de ter ido até ai, Banner respirou fundo. Já cheguei até aqui. "Teve alguém; uma mulher." ele admitiu, coçando a barba rala mais uma vez, "Alguém da terra", explicou. "Acho que ele-- o Hulk - gostou dela." Mesmo que pouco. "Acho que eu gostei dela".

Valquíria bebeu mais um pouco, terminando com uma arfada refrescada. "Ela não está aqui, então não deve ter dado muito certo", pensou em voz alta, segurando a garrafa sem muito cuidado.

Banner assentiu e ela bebeu mais um pouco.

"Garotas" ela começou, quando pôs a garrafa - agora vazia - mais uma vez no balcão, "são interessantes." comentou, com experiência própria. Banner assim notou e debruçou-se sobre o balcão, curioso com o que Valquíria viria a falar. "Eu tive minhas experiências - e lhe garanto, só porque tenho o mesmo gênero que elas, não significa que as coisas ficam mais fáceis", pausou, suspirando pesadamente. "Na verdade, acho que fica o dobro da dificuldade."

Banner piscou em interesse. "Eu não sabia que você..."

"O quê?", Valquíria arqueou as sobrancelhas, debruçando-se sobre o balcão com um sorriso brincalhão em seus lábios. "Garotas? Honestamente, todas as valquírias se interessam por dois lados; é meio que nossa marca.", brincou, procurando outra garrafa para bebericar.

Banner também sorriu. "Acho que vai gostar da terra, então".

Ela riu, balançando a cabeça negativamente. "Não concordo com você nessa, parceiro", puxou fios de seu cabelo para trás, com a outra mão puxando uma garrafa dos confins do balcão, abrindo-a em seguida. "Bom saber que o grandalhão gosta de mais pessoas, de todo jeito.", comentou.

Quando Valquíria começou a beber mais uma vez, sem qualquer indício de planejar em pausas, Banner decidiu apenas apreciar o silêncio e encarar seu arredores, admirando este lugar novo.

Quando a guerreira terminou a garrafa em pouco tempo - nenhuma surpresa novamente -, ela se juntou em sua admiração.

"Esse lugar é arrumado demais", comentou, jogando a garrafa vazia em qualquer lugar. "Dá nos nervos".

"Todos os Asgardianos odeiam arrumação?" Banner perguntou, se sentindo sociável. "Ou só as valquírias? É outra coisa de vocês?", perguntou, com um bom humor.

Valquíria inclinou-se sobre o bar, descansando suas costas no balcão, com um sorriso brincalhão em seus lábios. "Não", respondeu, olhando-o humorosamente, "Apenas meu".

Acho que não é surpresa que o grandão gosta dela, ele pensou, voltando a encarar seus arredores. Tem seu charme.

"Quer esmagar tudo?", ela perguntou, ainda de olhos nas paredes e do teto. Para dizer algo assim, tão tranquilamente, deveria ser definitivamente algo de Asgard.

"Nada do Hulk-" ele se preparou para dizer, para ser interrompido por a mão de Valquíria, em um gesticulo vago.

"Não precisamos do grandalhão para esmagar as coisas", ela retrucou, com um rosto incrivelmente lúcido para quem bebeu três garrafas - provavelmente mais - de um líquido desconhecido em poucos minutos. "Infelizmente", acrescentou.

Banner decidiu ignorar a segunda parte.

"Tudo é arrumado demais.", ela comentou, cruzando seus braços. "Então? Quer esmagar?"

Definitivamente algo de Asgard.

Para a felicidade de todos, Banner não resistiu por muito mais.


Notas Finais


( eu sou a pior pessoal para escrever sobre Banner e Natasha - apesar de não ser 100% contra eles, como outras pessoas -, mas ai você vê o quão determinada eu tava para fazer a Valquíria falar sobre namoradinhas )

críticas aceitas e amadas;
se acharem algum erro, por obséquio, avisem para moi

-Batann desligando-

( tumblr de Alston Wiggles: http://alstonwiggles.tumblr.com/post/167169653464/image-description-fanart-of-valkyrie-lifting )


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...