História High School - Imagine do Jungkook BTS - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Amor, Bangtan Boys, Bts, Clichê, Colégio, Coréia Do Sul, Drama, Ensino Medio, Escola, Ficção Adolescentes, High School, Imagine, Imagine Do Jungkook, Jungkook, Kookie, Novela, Romance, Romance Colegial, Seu Nome, Sexo, Shoujo Romântico, Suga, Você, Yoongi
Visualizações 65
Palavras 740
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Famí­lia, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


(repostei o capítulo)

Capítulo 2 - Capítulo I- Primeiro dia de aula.


[06:00 da manhã. Casa/Quarto]

Acordei com os raios do sol entrando pela janela, e batendo em meu rosto sonolento. Com preguiça, acabei me cobrindo novamente mas uma pessoa entrou no quarto para minha infelicidade. Era minha mãe — Ela sempre acordava no mesmo horário, nunca uma hora há mais ou uma hora há menos.

Ela me sacudia, me chamava ou até mesmo me ameaçava a jogar um balde de água. Porém, como sou uma pessoa que não gosta de ser perturbada, tratei de levanta.

—Hoje, foi difícil te acordar —Resmungava minha mãe, abrindo as cortinas no qual franzi os olhos na hora.

— Impressão sua...— Digo de mal humor, pois acordar cedo me deixava muito irritada.

— Vou preparar o café da manhã!— avisou — Não demore muito !— Alertou saindo do meu quarto, me deixando sozinha.

Bocejei, e fui para o banheiro tomar um banho.

(...)

[08:00 da manhã - Escola/entrada da escola]

Parei em frente a escola. Muitos alunos coreano ainda estava me olhando com um olhar desconfiado. Pois, é raro uma estudante sem traços asiático estudar o ensino médio aqui.

Suspirei fundo e soltei.

— Tentarei dar meu melhor, pai...— digo apertando a alça da mochila, e olha do fixamente para a entrada da escola.

Quando iria dar o primeiro passo, um garoto esbarrou em mim, me derrubando no chão.

Olhei para ele fixamente porém o próprio me ignorou.

— Espero que nesta escola, não seja todos os alunos ignorante!— Digo me levantando.

Passou-se dez minutos.

[08:10- Corredor / Sala da escola]

Andando para um lado e para o outro, acabei encontrando minha sala. Foi difícil, pois ninguém queria me ajudar, pareciam está com medo de mim.

Entrei na sala, e o professor ainda não tinha chegado. Eu dei uma boa olhada na sala, tinha muitos alunos conversando em pé, isto é, dificultava minha busca por um lugar vago.

Por sorte, acabei encontrando um lugar vago perto de uma menina que estava de cabeça baixa, aparentava está dormindo. Ao me aproximar da mesa, vi a mochila, supostamente, dela em cima da cadeira.

Respirei fundo e a cotuquei.

A loira, acordou assustada e aparentava está babando. Ela passou a mão na boca e me olhou assunta e disse :

???: Que susto, pensei que fosse o professor!— Disse se limpando e me olhando.

— M-me desculpa te acordado você mas, acho que essa é sua mochila!— Digo apontando para sua cadeira.

Ela fez uma cara de surpresa e retirou a mochila, pedindo desculpas.

(Acho que vou me dar bem com essa menina... Ela me parece tão simpática, diferente do outro garoto...)

Pensando nele, o próprio entrou na sala acompanhado do professor. Ele me encarou e eu acabei dando a língua involuntariamente. Ao deixar seus livros na mesa, o professor começou a dar aula após a apresentação pessoal breve.

(...)

[19:00 da noite - entrada da escola]

Estava na porta da escola, esperando minha mãe chegar de carro. Enquanto esperava, recebi uma mensagem da própria.

(Mãe)

- Minha filha, eu não vou poder lhe ajudar hoje. Pegue um táxi e vá para casa.

— Obrigada por ter feito esperar uma eternidade pela sua chegada ...- mando de volta e guardo o telefone.

Olhei em volta e não havia nem um ponto de ônibus perto.

— droga! Como é que vou ir para casa agora ?

???: está perdida ?— Olhei para trás e era a mesma menina de antes — Posso ajudá-la?

Me aproximei dela e concordei.

— Obrigada !— Digo acompanhando ela, em seus passos lentos.

???: Eu sabia que iria se perder. É estrangeira, aparenta...— Diz.

— Nem tanto, eu moro aqui desde os meus dez anos de idade.

???: Deu para notar o sotaque de busan em algumas vezes.— Disse rindo — Que falta de educação à minha, meu nome é Sonjin. Nice to meet you!— Esticou a mão em minha direção.

Rir.

— Nice to meet you too, Sonjin. Me chamo S/n Jung— Digo apertando uma mão.

Sonjin: Acho que seremos ótimas amigas. Em que mês você nasceu ?

— [O mês em que você nasceu, dia e o ano]— Quando digo, a própria abre um sorriso.

Sonjin: Acho que é o destino, pois nasci no mesmo dia que você !— Disse parando em frente ao ponto de ônibus.

Sorrir para ela.

— Então, acho que seremos BFF— Digo.

Sonjin: Bom, eu tenho que ir agora, mas, adorei conhecê-la um pouco — Ela se aproximou do meu ouvido — Os alunos estava achando você muito antipática— Se afastou e sorriu.

— Eu?— Falo ofendida— Sou um doce de pessoa !— Digo e a própria rir.

Sonjin: Bom, doce de pessoa, tenho que ir !— Disse acenando para mim e indo embora.

(Acho que seremos boas amigas...)



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...