História High School - Capítulo 1


Escrita por: , Ferblack e Ladyaly

Postado
Categorias Supernatural, The Vampire Diaries
Personagens Castiel, Crowley, Damon Salvatore, Dean Winchester, John Winchester, Mary Winchester, Matt Donovan, Personagens Originais, Sam Winchester, Stefan Salvatore
Visualizações 79
Palavras 1.612
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ola meus amores.
Aqui estou com parceria das minha amigas/ irmãs e espero que gostem da fic que vai ser meia mistura de Supernatural e TVD.
Espero que gostem comentem se identifiquem com cada uma das personagens.
Minha personagem é a Melody, então todos os capítulos que ela está narrando sou eu Ussana que faço e é isso.
Boa leitura
Foto de Melody apelidada de Mel

Capítulo 1 - Melody (Mel)


Fanfic / Fanfiction High School - Capítulo 1 - Melody (Mel)

Eu estava na sala do zelador, estava escuro e eu sentia os ratos subindo pela minha pernas eu gritava batia na porta de metal, mas era inútil.

Eu só queria sair dali eu tenho pânico de lugares escuros e fechados.

Eu escutava risadas do outro lado.

Acordei gritando.

-Tudo bem aí?- perguntou meu padrasto do outro quarto.

-Esta- sussurro limpando o suor da minha testa.

“Foi só uma lembrança, já passou”.

Eu estava tentando acalmar minha respiração.

-Pequena, anda logo não se atrase para o primeiro dia de aula- disse meu padrasto.

Ótimo hoje começa o inferno.

Levantei arrumei meu quarto e fui direto para o banheiro.

A água morna fazia com que eu esquecesse do ocorrido ano passado.

O qual faz eu ter esses pesadelos todas as noites.

Não quero falar sobre isso.

Aliás ano novo, vida social nova.

Essas férias não foram uma das melhores, com as brigas daqui de casa não consegui falar direito com minhas irmãs de coração.

Briana (Bri) e Aly, comigo forma o trio.

O trio invisível estranho e o mais zoado do colégio Foxcroft School.

Não somos as populares, só somos aquelas que é humilhadas por todos.

Na minha casa não é muito diferente, não vejo a hora de fazer 18 anos atingir a maioridade e ir morar sozinha.

Porém enquanto isso não acontece, aqui estou tendo que limpar toda a casa e fazer o almoço antes de ir para a escola.

O engraçado é que mesmo vendo que eu estou atrasada para a escola meu padrasto está sentado no sofá assistindo televisão.

Bom que como o início das aulas só vou ficar em casa nos finais de semana.

O colégio é período integral, conclusão dormimos lá.

Dou Melody Quinn tenho dezesseis anos nesse ano faço dezessete , estou no segundo ano do ensino médio, meu objetivo é fazer o curso de Pedagogia.

Sou filha única de pais separados, meu pai não se importa comigo e eu não estou nem aí para isso, para falar a verdade a só sei o nome dele.

Fui criada pela a minha avó, mas atualmente estou morando com minha mãe e o namorado ficantes sei lá o que ele é dela.

Por sofrer bullying na escola eu tenho certos costumes de me sentir viva.

Comecei a me mutilar com doze anos de idade, era só brincadeira.

Quando percebi que toda vez que alguma coisa ruim acontece eu mereço sinto melhor quando me corto.

De um tempo para cá estou tendo mais controle sobre esse assunto

As únicas pessoas que sabem dos meus cortes são Aly e Bri.

São as únicas que confio.

Esse ano vai ser diferente eu sinto, não vou aceitar ser mais humilhada pelas quadro putas de luxo.

Com as economias de casa, mandamos embora a faxineira e o meu motorista.

Conclusão vou ter que ir de táxi para a escola.

Não reclamo, não gostava mesmo de tanto luxo.

Sabe fui criada com todos os brinquedos que possa imaginar, babás tudo.

Tudo mesmo minha mãe e meu pai.

Acho que quando eu tiver uma filha não importa se eu trabalho muito, ela sempre vai está comigo.

Não vou querer justificar minha ausência com brinquedos e roupas.

(....)

Paguei o taxista olhei pela a janela.

Entrada da escola lotada.

Respirei fundo desci do táxi peguei minha bolsa e caminhei até a entrada.

Ninguém falou comigo.

Eba invisível de novo!.

Fui até a listagem das salas

Procurei meu nome.

Sala 22.

Aly e Bri estão na mesma sala

“Graças a Deus”.

Os corredores estavam lotados.

Muitas pessoas novas e os mesmo populares de antes.

Fui o quarto, pelo jeito Bri e Aly não chegaram ainda.

Fui até meu armário no final do corredor, abri o mesmo e joguei a bolsa.

“Depois arrumo”.

Sai do corredor de armários e  fui à biblioteca pegar alguns livros que vou precisar neste ano.

Dona Rosy, a bibliotecária estava, estava atarefada.

Como sempre!.

-Oi tia Rosy.

-Mel, ajuda a tia por favor.

Dou uma risada.

-Está bem, vou fazer as fileiras separando os livros por cada turma.

-É por isso que te adoro- ela me deu um beijo na testa.

Coisa que nunca ganhei da minha mãe.

Dou um sorriso amarelo e volto a minha atenção para os livros.

Arrumo tudo rápido.

-Terminei, vai querer ajuda para distribuir?- perguntei.

-Se puder fazer esse favor para mim, daqui a pouco todos estarão aqui fazendo aquela bagunça.

-Eu ajudo então!.

Sempre ajudo na biblioteca, assim como na cantina nas horas vagas.

-Melhor separar seus livros, se não fica sem.

-Vou separar os das meninas também.

-Tudo bem.

Fiz o que falei peguei os meus livros e os das meninas coloquei debaixo do balcão.

Quando me levantei dou de cara com o trio, idiotas de sempre.

-Olha rapazes- Dean Winchester deu aquele sorriso maldoso e sarcástico- a ratinha está na biblioteca.

-Como foi as férias com seus amiguinhos ratos?- Samuel Winchester se aproximou do balcão rindo.

Respirei fundo tentando não me lembro do ano passado e dos pesadelos.

-Ah Sam com certeza foram comer queijo suíno de baixo de alguma escada- Castiel falou me encarando- Não foi?

Apenas separei os livros de cada um e os entreguei.

Um por um dos três.

-Cuidado para não ficar presa na sala do zelador de novo este ano.

-E você toma cuidado com o que faz- Uma voz masculina foi ouvida atrás dos garotos.

-Como é?-bom perguntou Dean sem virar para trás.

-O jornal da escola falou que foi um acidente que aconteceu com a garota, mas tenho minhas fonte e ela falaram que foi um certo capitão idiota do time de futebol- Falou novamente o outro garoto.

Dean sorriu e saiu da minha frente olhou para o garoto loiro que estavam atrás de Dean.

-Você sabe com quem você está falando?.

-Com Dean Winchester o capitão idiota do time de futebol- falou o garoto.

-Não brinca com a sorte Moleque, você é novo aqui e não queira a minha inimizade.

-Defender uma garota das suas maldades é querer sua inimizade?.

-Ela e as amiguinhas dela são as estranhas e sim gosto de fazer algumas brincadeiras com elas, principalmente com a ruiva- Dean apontou para mim.

O garoto não falou nada só negava com a cabeça.

Samuel  com os livros nas mãos foi até o garoto.

-Escolha o grupo que você vai fazer parte, os populares e ou os estranhos.

-Vocês não sabem ser populares muito, me dão nojo- falou o garoto.

-Pelo o jeito ele já escolheu o lado dele- falou Castiel- vamos logo as meninas já devem está chegando.

O trio saiu da biblioteca, o loiro se aproximou do balcão.

-É aqui que pega os livros?.

Só concordei com a cabeça.

-Sou Jack Kline, vi sua reportagem no jornal da escola.

Não falei nada só desviei o olhar.

-Qual é a sua turma?- perguntei em um sussurro.

-Terceiro, você é a Melody não é?

Peguei os livros e o entreguei.

-Sou e acho melhor você não conversar comigo.

-Por que?.

-Você escutou, existem dois grupos, e para o seu bem é melhor escolher os populares se não sua vida vira um inferno.

-Não tenho medo.

-Você não sabe o que está falando.

-Eu vi no jornal da escola o seu acidente na sala do zelador- entrou Jack nesse assunto de novo- eu sei que não foi acidente e estou querendo ajudar você.

-Eu só quero que este ano termine logo.

-Está bem- ele forçou um sorriso- você pode me levar para fazer um tour pela a escola?.

-Eu?!.

Esse garoto é surdo ou o que?.

Ficar perto de mim só vai dar mais problemas para ele.

-É você.

-Estou ajudando a tia Rosy com os livros.

-MEL PODE IR EU DOU CONTA- gritou Rosy da sala do fundo.

Ótimo!.

-Então vamos?.

-Tenho escolha?.

-Não- ele riu.

Dou uma risada tímida e pego meus livros.

-Só preciso passar no meu armário primeiro.

-Está bem.

Caminhamos em silêncio até o corredor de armários.

Ruby, Vicky, Jess e Elisa.

“Vacas”

Vicky estava nos braços de Castiel, abraçados.

Sam abraçada Jess pela a cintura.

E Dean pressionava o corpo de Eliza  em um dos armários a beijando.

Nojo!.

Ruby me olhou sorrindo.

Lá vem!

Ela veio até Jack  e passou o braço pelo o pescoço dele.

-Oi garotão, você é novo não é? Vem vou te apresentar a escola e as pessoas que presta.

Jack com um sorriso sarcástico no rosto, pegou os dois braços dela e afastou.

-Muito obrigado, mas eu consigo ver quem presta e quem não.

Olhei para Ruby segurei a risada.

A cara dela foi a mais.

Olhei para Jack do meu lado.

-É melhor você ir com eles.

-Não, eu pedi para você me apresentar a escola não uma..

“Vadia?”.

-... Outra garota.

-Gato presta atenção com quem você anda- falou Ruby.

-Eu sei quem é ou não é digno da minha amizade.

Castiel Dean e Sam o encarava com raiva.

-Vamos Mel?.

Fui até meu armário coloquei os livros lá dentro e o tranco volto para perto de Jack.

-Tem certeza?.

Ele com um sorriso no rosto concorda.

Ruby voltou para perto da gangue.

Comecei a andar junto de Jack o mesmo tentava fazer com que eu desse um sorriso.

Mostrei a escola inteira, lanchonete quadra, piscinas, o campo de futebol, salas de aula e a minha favorita, sala de música.

-Terminamos- falei chegando na porta de entrada do colégio.

-A escola é grande.

-É sim.

-Obrigado, se você ou uma das suas amigas tiverem algum problema com aqueles garotos pode me chamar.

-Jack não quero que você arrumei problema, você é novo aqui.

-Eu já fui como eles Mel, posso te chamar de Mel?

-Pode.

-Então, eu já já fui como eles, por minha culpa uma garota se matou e desde então não vou deixar ninguém fazer uma outra pessoa sofrer com brincadeiras idiotas.

Eu só o olhava.

Um garoto como Jack  sendo ruim?.

Não dá para imaginar.

-Não se preocupe comigo nem com as meninas- falei.

Ele não fez nada só me olhou.

-Está bem Mel.

-Melzinha sua galinha- Bri falou atrás de mim- te liguei as férias toda e nada da mel.

-Calma Bri é que fui viajar- falei.

-Mesmo assim desse notícias- falou Aly me abraçando.

Olhei para Jack

-Essa são minhas irmãs Bri e Aly- falei segurando a mão das duas- esse é o Jack aluno novo.

Jack  cumprimentou cada uma com um beijo na bochecha.

-Prazer meninas.

-Prazer é nosso- falou Aly.

-Todinho nosso- sorriu Bri maliciosa.

-Vou para a aula.

-Tabom Tchau- falei.

-Guarda três lugares na hora do almoço- falou ele.

-Tres?

-Para mim é mais dois amigos.

Concordo.

Ele deu as costas e entrou em uma sala.

Bri e Aly me olharam.

-Não começam!

As duas deram risada e fizeram mil perguntas.





Notas Finais


Bjs até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...