História High School DxD: The Apocalypse Dragon Returns - Capítulo 45


Escrita por:

Postado
Categorias High School DxD, Mitologia Chinesa, Mitologia Egípcia, Mitologia Grega, Mitologia Hindu, Mitologia Japonesa, Mitologia Nórdica
Personagens 666 (Trihexa), Akeno Himejima, Albion, Asia Argento, Azazel, Baraqiel, Cao Cao, Cleria Belial, Ddraig, Diehauser Belial, Fafinir, Gabriel, Genshirou Saji, Grayfia Lucifuge, Irina Shidou, Issei Hyoudou, Koneko Toujou, Kuroka, Masaomi Yaegaki, Michael, Millicas Gremory, Ophis, Personagens Originais, Rias Gremory, Rizevim Livan Lucifer, Rossweisse, Sairaorg Bael, Serafall Leviathan, Shemhazai, Shuri Himejima, Sirzechs Lucifer, Sona Sitri, Tiamat, Valerie Tepes, Vali Lucifer, Vritra, Xenovia Quarta, Yuuto Kiba
Tags Angiologia, Anime, Aventura, Demonologia, Ecchi, Hentai, High School Dxd, Interativa, Mitologia Judaico-cristã, Mitologia Nórdica, Monarquia, Submundo
Visualizações 27
Palavras 2.719
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Orange, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 45 - Arco III. - O verdadeiro projeto tem início


Fanfic / Fanfiction High School DxD: The Apocalypse Dragon Returns - Capítulo 45 - Arco III. - O verdadeiro projeto tem início

Pois é, Cao Cao. Você e Hórus não estão dando conta. Eram tantos oponentes super poderosos com capacidades cósmicas; que mesmo uma Cursed Relic poderia suportar. Vanylla e Hórus dividiam os céus entre socos e chutes, em uma feroz trocação de soco sem intervenções; enquanto Cao Cao massacrava deuses e pelotões com muita perspicácia e habilidade, possuindo a consciência interligada com as mesmas runas que portava, que lhe davam uma previsão de ataques de até 10 segundos no futuro a cada 60 segundos após o uso contínuo da atividade. Assim, era fácil se manter de pé com a True Longinus, que poderia encarar qualquer desafio. Sem falar de Kudo, que estava literalmente colecionando crânios dos inimigos que passavam a linha de trás de Cao Cao. A direita de Kudo, havia uma verdadeira pilha de cabeças. Desde que chegou até Summerland, realizou mortes certeiras com um único manejar de mãos; moldando uma lâmina roxa que mesmo o escudo de Atena não pôde suportar; o que a forçou a recuar para a linha de frente contra-atacar enquanto a linha de defesa disparava flechas acima para lesionar o inimigo; mas sem sucesso, com Kudo repelindo todas as flechas, juntando suas mãos em forma de kongo gassho, realizando uma repulsão roxa. A este ponto, Cao Cao estava usufruindo da árvore divina de Summerland para controlar as tropas da natureza, assim combatendo a aliança contra suas forças. 

— Me parece fácil demais... ~ Indagou Kudo, logo até receber um ataque de lança de luz de um anjo pelas costas, onde lhe fez cair no chão. — Arfh! Maldito...

Quando levantou, saltou na direção do mesmo anjo e lhe arrancou as asas com as próprias mãos, além de chutar seu corpo sob 3 demônios que vinham em sua direção, atordoando os 3. Este olhou acima, vendo as ondas de energia altamente destrutivas geradas por Vanylla e Hórus; logo este executou sua repulsão sob os 4 oponentes, mandando anjos e demônios aos ares, recebendo a onda de choque da energia dos Deuses acima; fazendo com que seus corpos fossem incinerados pela carga de poder absurda que interagia com a realidade ali presente.

— Cao Cao! A este ponto vamos ser aniquilados! Eles são muitos! Suas tropas possuídas já estão sendo domadas!... ~ Exclamou, sendo segurado de vários ângulos diferentes por diversos soldados de mitologias diferentes. Estava sendo contido e golpeado.

Cao Cao observou Kudo, observando que o que ele dizia era totalmente verdade. Além disso, ele notou os pelotões que enfrentou no Submundo ali presente. Jin e Akira tomaram a frente, executando um círculo mágico na frente de Cao, para dispersar energia esmagadora na direção de seu corpo mortal frágil. Pearl e Kagami formaram barreiras de magia a frente dos soldados para proteção; enquanto Kevin incinerava quem podia, passando voando sob a cabeça de vários oponentes. Nathanel estava executando guerreiros no corpo a corpo, ao lado de Jason e Michael. Um cobria a retaguarda do outro, assim, formando impasses o suficiente para aniquilar o inimigo presente.

Cao saltou, esquivando do ataque dos Gremory Akira e Jin; jogando um par de adagas de arremesso na direção de cada um. Akira rebateu com um chute e a mandou para o alto, enquanto Jin repeliu voltando a mesma na direção de Cao, que a quebrou com o impacto da lança sob lâmina. Ele rangeu os dentes perante aqueles insolentes que o desafiavam; realizando uma onda de magia a frente, apenas manuseando a Longinus. A onda foi forte o suficiente para os dois erguerem uma barreira com o círculo mágico.

Kudo repeliu novamente todos os que estavam o cercando; mas já estava quase sem energias. Este caiu com um joelho no chão, respirando de forma ofegante, com suas vestes rasgadas e alguns cortes sobre a epiderme. Estava sem muitas condições de continuar um combate... Bom, o Vanishing Dragon que estava como Juggernaut Drive na linha de trás, voltou ao Balance Breaker e se apresentou perante Kudo, caindo de pé a sua frente, removendo o elmo da armadura e encarando ele, com os punhos fechados.

— Kudo Lúcifer... ~ Indagou, olhando para ele com seriedade. Eu tenho umas perguntas a lhe fazer, não complique as coisas. Eu refletir e cheguei a conclusão: sendo meu irmão ou não, se atrapalhar meu objetivo, eu irei te matar. 

Os olhos de Kudo assumiram uma cor roxa muito intensa e este estendeu a mão direita na direção de Vali, disparando um feixe de energia na direção do mesmo, que iria explodir.

— Não brinque!! ~ Respondeu, Kudo.

Divine Diving que ajudou novamente, e Kudo já estava sem energias para manter um combate sadio com Vali em seu auge.  

— Divide, divide! ~ vocal de Albion, ao utilizar a habilidade. — Você já está quase sem poder, vai insistir nisso? ~ Vali debochava.

Kudo não respondeu, pois querendo ou não ele estava certo. Kudo manteve um combate longo de mais de quatro horas; onde tiveram que primeiro dominar Summerland para depois executar a Deusa e o Deus. Ele olhou Cao Cao cego no ódio, trocando um potente combate corpo a corpo com Jin e Akira. Observou Hórus lutando incansavelmente com Vanylla, estes de fato tinha durabilidade imensa. Este olhou para Vali, depois ao redor se vendo cercado; e então olhou para o chão e raciocinou; e neste mesmo momento Cao Cao o olhou, adivinhando o que ele faria em seus olhos; quando o círculo mágico abaixo de Kudo se abriu e este fugiu, Cao Cao exclamou com toda a fúria e ódio: COVARDE!!

E neste mesmo momento de distração, ele foi golpeado fortemente no queixo por um chute de Akira.

— Engula, maldito! ~ Disse o belo Akira, rindo baixo.

Logo, Jin contribuiu o ataque e antes que Cao pudesse reagir, recebeu uma palma de rotação na boca de seu estômago, que o fez cuspir sangue e urrar de dor, voando a distância pela efetividade do ataque.

— Vamos vingar tudo o que tem feito, humano miserável. ~ Ressaltou Jin, caminhando ao lado de Akira na direção de Cao, que estava caído no chão, segurando a Longinus e com uma dor intensa sob seu maxilar e seu abdômen, levantou sorrateiramente, encarando todos ali; vendo que a batalha estava longe de ser vencida.

— Malditos... Eu ainda não posso deixar Summerland enquanto esta maldita árvore não for totalmente drenada pelas runas. ~ Disse Cao, olhando as runas, vendo que a magia estava quase completa para realizar a pergunta suprema e definir seu destino. 

Ele não teve escolhas se não ativar o Projeto Fusão.

Em caso de traição, abandono, como Kudo acabara de executar e quando o mesmo estivesse prestes a ir a ruína; ele jnvocaria Stolthed e iria drenar sua vida, se tornando o novo imortal Pecado do Orgulho, assim, seu poder seria ilimitado. O amuleto brilhou e Stolthed fora invocado, ele já sabia os motivos de Cao e estava com um sorriso de canto malicioso perante os oponentes. Todos tomaram a distância neste exato momento, enquanto os olhavam.

— ....? ~ Jin analisava, logo olhou para o céu.

Hórus tinha Vanylla pelo pescoço, enquanto ria de seu fracasso. Ele estava acabado, mas ela também, ambos estavam debilitados agora.

— Você foi uma boa oponente... Mas este universo, nunca foi para iniciantes!!... ~ Começou a apertar o pescoço de Vanylla, Hórus.

Vanylla, gemendo de dor, começou a rir, enquanto cospia sangue pelo efeito de sua garganta sendo esmagada. Hórus ficou intrigado e furioso pela risada, então, Vanylla respondeu:

— Eu sabia e trouxe isso!!

Logo, um círculo mágico abriu a frente da boca da mesma, ativado por audição; o círculo abriu e liberou uma espada de prata que atravessou o olho de Hórus, fazendo-o gritar de dor e a soltar neste mesmo instante. Ela abriu um portal e caiu sobre o solo do Egito, esgotada e fraca, onde foi acolhida rapidamente nos portões do palácio, desmaiando antes que pudesse avisar a Osíris o que se passava. Hórus caiu no chão, quase desmaiado e atordoado com a dor; removendo a espada de seu olho e a quebrando ao meu logo a seguir.

— MALDITAAAA!!! ~ Exclamou, liberando uma rajada de poder afastando todos de perto de si.

 Agora, eram apenas ele e Cao. Kudo desapareceu sem deixar rastros. Logo, Anúbis se perguntava o Cao e Stolthed estavam planejando. Ele ordenou e os arqueiros disparavam múltiplas flechas na direção dos dois; mas Stolthed repelia todas sem o uso das mãos. 

— Projeto Fusão: Protocolo Ascenção, Cao Cao-sama?~ Riu baixo, logo Cao chegou atrás desse rindo também, pegando o amuleto em sua mão, levando este até a nuca de Stolthed, para absorver sua vida e então inserir ela em si.

— Não é nada pessoal, Stolthed... ~ Ele riu de volta. — Os planos mudaram. 

— É, mudaram mesmo... ~ Disse Stolthed, ao perceber/sentir as runas totalmente carregadas, na bolsa na cintura de Cao, antes mesmo deste perceber. A árvore divina já havia morrido por conta disso.

Stolthed, num piscar de olhos, dominou a mão de Cao com o amuleto, e decepou ela com sua espada, o que fez este por sua vez urrar de dor e cair de joelhos, deixando todos ali muito surpresos. Mesmo o próprio Horus e Cao. Anúbis ordenou que todos cessassem.

— O-o-oque significa isso!???? ~ Berrava Cao.

— Calado! ~ Exclamou Stolthed para Cao. Ele se aproximou do mesmo e ergueu seu queixo, agachando perante Cao de joelhos, não suportando a dor. — Você não sabe um terço do que este amuleto é capaz de fazer. ~ Pegou ele do chão, da mão de Cao decepada; e mostrou a ele que na mão de um dos próprios Guardiões, brilhava naturalmente sem necessidade de ativação. — Eu precisava de sua ajuda até esta jornada. Então, manipulei tudo das sombras com a colaboração de um companheiro seu; Kudo. 

Cao não pôde pensar nada além de "malditos". Ele estava perplexo com o que ocorreu, havia planejado todo um plano para se exexutar, e de repente seus sonhos se tornaram ruína. Stolthed mencionou que o verdadeiro objetivo dos Guardiões do Amuleto já foi dado, eles não foram criados para servir ao portador do Amuleto...

— ... Fomos criados para novamente a vida o Deus Dragão Imperador Negro. E é algo que vai muito além de sua compreensão. ~ Realizou uma explosão telecinética no corpo de Cao, reduzindo este a pedaços. A True Longinus emitiu um brilho vermelho, e passou a ser portada pelo assassino do portador anterior.

 Todos estavam ainda muito surpresos com tudo o que ocorreu, em um simples impasse; Cao Cao deixou de existir. Vali caiu de joelhos e socou o chão, além de lamentar a fuga de Kudo. Cao deveria ter estudado mais a história dos maldito guardiões; que, de fato não faziam parte de Asgard como dizem as escrituras sagradas. Na verdade, estas foram manipuladas a muito tempo... Por alguém que ninguém poderia se quer imaginar. Stolthed olhou todos ali, dando um breve sorriso de canto.

— É, os planos mudaram. Enquanto a vocês...! ~ Olhou os soldados, que já haviam entrado em posição. Hórus fugiu...

Stolthed, sozinho; segurou o amuleto, relembrando de sua maior capacidade; mímica de habilidades. E este se recordou da habilidade de congelamento temporal de Gaspar Vladi; onde o amuleto executou sua vontade, por ser de fato a Sacred Gear de Stolthed. A verdadeira história ainda está para ser contada...

Bom, ele ergueu o amuleto e, por um tris, não foi assassinado por um ataque múltiplo de muitas tropas. Conseguiu a tempo congelar não só os soldados e deuses, mas toda a dimensão. Ela ficou paralisada, só seria desfeito caso Stolthed desejasse, ou caso o amuleto fosse quebrado.  Ele sorriu de canto, pegando a True Longinus e embainhando ela nas costas. Colocou sua espada numa bainha suporte na cintura e pegou as Runas, abrindo um círculo mágico e deixando aquela dimensão. Vali não foi afetado pela paralisação pela influência de Albion, então este rangeu os dentes e tentou se livrar dali, mas estava preso pois Stolthed selou a dimensão. Tudo o que poderia fazer era... Esperar.

— Droga... Tempos muito, mas muito incertos pela frente!

Enquanto isso, no Submundo. 

— Maldição! ~ Exclamou Ajuka, estava sozinho e sem tropas, pretendia ir ao Egito para ver como as coisas estavam, mas Stolthed havia selado teletransportes para aquela dimensão também. 

Já na Dimensão do Amuleto, Kudo se encontrara com os guardiões, de braços cruzados e já curado. Estes se olhavam de forma fixa, e quando Stolthed chegou; eles iniciaram seu diálogo e organizaram sua estratégia para colocar seus desejos em prática.

— Hórus irá atrás do Cetro novamente, isto é fato. Mas ele não é alguém em quem devamos confiar. Você irá emboscá-lo, Kudo, e então, tomar o seu lugar de direito. Assuma o Cetro de Fênix e conclua seu destino, o qual te orientei desde que habitava sua mente, desde que te guiei até o exato momento... Seu único propósito aqui é: libertar o Kuroyūtei(Dragão Imperador Negro). ~ Indagou Stolthed.

Kudo concordou, de cabeça baixa. Ele sabia sobre tudo isso, sobre o destino e sobre Stolthed e os guardiões muito antes de Cao Cao. Estes visitavam seus sonhos com constância, por precisarem de alguém tão forte quanto o primeiro filho de descendência Lúcifer; para manejar o Cetro e um dia executar o plano final.

— Hai. Mas e enquanto a vocês sete? ~ Perguntou o Lúcifer.

Stolthed abriu um portal na direção do Egito, onde todos os guardiões saltaram para lá. Antes de entrar no portal com Kudo, ele respondeu:

— Vou eliminar de uma vez este maldito Sekiryūtei que tanto diz ser capaz de colocar um ponto final em meus planos! E tenha ciência de que para mim, falhar nunca foi uma opção...

Rindo baixo, este adentrou no portal, carregando consigo a Longinus e os demais artefatos. O Egito estava em um dia de festa; era um aniversário de guerra, onde celebravam o dia e que Apophis junto dos demais Dragões Malignos fora destruída. Luzes para todos os lados e fogos de artifício mágicos. Porém, o time de Rias se encontrava em pouca festividade, estavam ansiosos e preocupados esperando Vanylla acordar para ter notícias. Neste mesmo momento, Issei-kun estava a uns 8km de distância do reino, treinando a arte de espadas com Kiba, Xenovia e Irina. Bennia observava de cima eles, rindo baixo com o entretenimento.

— Você melhorou muito, Issei-kun! ~ Elogiou, Kiba.

— Tá ligado né, bonitão? ~ Riu baixo Issei, já restaurado de seu último treino, ou quem sabe um pouco... 

Logo, Issei e Kiba colidiram as espadas, formando uma onda de choque que os afastou rapidamente. Xenovia e Irina observavam, com um sorriso, enquanto também treinavam entre si. Mas de repente, Issei parou no meio do combate e foi atingido por um ataque de Kiba, um pontapé no peito que o jogou no chão.

— hum? A-arfh! ~ Caiu o moreno, rolando no chão.

Foi acudido por Kiba, logo em seguida.

— Issei-kun, você está bem!? ~ Ajudou-o a levantar.

— Ha-hai, é só tive uma má impressão... ou minha intuição está aguçada mesmo. ~ Coçou a nuca, rindo baixo.

— Cuidado para não se distrair demais e acabar perdendo a cabeça. ~ Indagou Irina, brincando e rindo baixo.

— É, Issei-kun. ~ Respondeu Xenovia.

Todos riram bastante, mas Issei não estava tão feliz assim por dentro... De fato ele sentia algo ruim, e olhou o horizonte, rapidamente se lembrando dos cabelos de Rias ao ar, dando um breve suspiro. 

— Huff... Certo, vamos continuar ou já querem voltar? ~ Perguntou Issei.

— Mais um round, por favor! Quero analisar mais o Issei-dono! ~ Disse Bennia, voando acima da cabeça destes.

Bom, os treinos continuaram entre diálogos e risos, e um coração de dragão amargurado e preocupado... Ciente do perigo. No interior deste, Ddraig já poderia pressentir algo vindo.

Ddraig: — O dia que eu temia tem chegado, parceiro. Finalmente vamos ver a provação, se é você quem faz o seu próprio destino. Ou se está fadado a ruína... ~ Pensava, Ddraig, enquanto sentia o próprio e poderoso dragão um calafrio.

Armas em mãos, armaduras restauradas, magia carregada e poder em auge; todos os Guardiões estavam prontos para o abate. Kudo em posição, já aguardava as ordens de cima. 

— Este ato entrará para a história. O dia em que o Egito caiu e com ele... o próprio Sekiryūtei Oppai Dragon!!!

Continua...



Notas Finais


Grato por ler. :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...