História High School Hell! Ops! State. - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jisoo, Kim Taehyung (V)
Tags Bullying, Colégio, Depressão, Drama, Infernal, Jisoo, Taehyung, Taejisoo
Visualizações 6
Palavras 1.041
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - 02


Fanfic / Fanfiction High School Hell! Ops! State. - Capítulo 3 - 02

10:00h, de High School State. 

 

As aulas terminaram-se, agora é o intervalo. Graças a Deus, eu estava faminta e me levantei na cadeira que fiquei quase por duas horas. Que cansativo para primeiro dia das aulas. 

Vamos Jen! As meninas estão nos esperando. - Digo apressando a Jennie que estava arrumando a mochila enquanto chupava um pirulito azul que estava deixando a sua boca de cor azul. 

Enfim, ela terminou de arrumar e eu deixei a mochila na sala mesmo, não tenho nada de valor por lá mesmo. Celular, livros e dinheiro sempre está comigo. 

As meninas, Lisa e Rosé estavam na fila de cantina para comprar algo, e bufei ao ver a fila que estava enorme. 

— Aigoo. Vai demorar. - Reviro os olhos como sempre. 

— Reclamadora, isso nunca muda né? - Disse um voz que me pareceu familiar. Ao reconhecer a voz e também pelo o rosto da Lisa apaixonante me bufei e virei-me para frente do rosto de Jung Hoseok. Ele é legal quando não está com aqueles meninos e também não gosto dele, por causa que ele é "cúmplice" do bullying que tem por aqui no colégio. 

— Jung Hoseok. - Sorrio forçado, e ele retribuiu o mesmo sorriso. Por dentro a gente se odiava por nenhum motivo. 

Finalmente a fila andou, puxei o pulso da Lisa para afastar do menino. 

— Vamos. A fila está andando. - Lisa ia abrir a boca para reclamar, mas calou-se quando os meninos, quer dizer, os idiotas aproximaram do Jung Hoseok. Percebi pela a cara que ela fez.

Suspiro. 

— Amiga, o que foi ? - Pergunto para ela que só ficava encarando para as suas unhas lindas. 

— Aish! Jhope está me distanciando por causa desses meninos. - Disse por fim, dando de ombros. Eu apenas assentia, não tenho nada para dizer. Ela sabia muito bem os riscos de namorar com ele. O popular no grupo perigoso que o colégio treme por eles. 

Comprei um copo de suco e um salgado. As meninas pediram outra coisa, e fomos sentar no refeitório, os bancos eram vermelhos que deixou os meus olhos quase cegos. 

 Uai, mudou? - Digo confusa, por caso que me lembro eram azuis. 

— Sim. - Rosé deu de ombros, apontando pro grupo idiota, os mesmos estavam com uniforme vermelho. Colégio está mudando e eu nem percebi. 

— Por que ? - Pergunto curiosa, sem entender nada. 

As meninas ficaram sem me responder, pois, nem sabiam a resposta certa. O diretor que quis mudar a cor do colégio, e vão ficar com azul e vermelho. Não gostei desse tom vermelho, me lembra da outra coisa. Automutilação. 

A Rosé não parava de falar sobre o crush dele, já estava quase enjoativo. Pois nesse ano ela ficou na sala do Park Jimin. E a Jennie começou a gargalhar do nada. 

— É muito engraçado. "Park" Jimin e Roseanne "Park". Imaginem o nome do filho. - Começou a gargalhar mais ainda, me deixando a vontade de rir também. A Rosé começou a falar sobre futuros filhos, que azar. 

Enquanto as meninas ficavam tagarelando, eu ficava no olho naquele grupo de idiotas, lhe observando se os meninos continuavam no mesmo jeito ou mudou alguma coisa. Até ver o Min Yoongi empurrar uma menina que parece é mais jovem que nós, acho que é no nono ano. A menina começou a chorar, entregando o dinheiro pro Park Jimin. 

Bullying continua no mesmo jeito, mesmo tentativas de suicídios. O que me choca é o diretor que sabia o que está acontecendo nesse colégio e não aja. E obviamente ele não tem as "provas" por causa que o Kim Namjoon "desmente". 

É uma merda. 

A gente levantamos-se, as aulas retornaram. Que chato. Eu fui pro armário, pegar um livro de biologia. E eu ia fechar, mas outra pessoa fechou para mim com brutalmente. 

— Cadê a Lisa? - Ele perguntou por fim, nem importando com o susto que me levei. 

— Foi para a sala de aula. - Digo engolindo o seco. Ele assentiu, e curvou para mim. 

Reviro os meus olhos, respirando fundo. 

Eu ia seguir para outro corredor, o Jung Hoseok me parou novamente. 

— Que bom você estar de volta. - Piscou um dos olhos, sorrindo largo. Eu fiquei sem palavras. Quem me deseja disso? Apenas minhas melhores amigas e a minha mãe. 

Esse menino vai me confundir ainda. 

Fui para a sala de biologia, a Jennie não havia chegado ainda. As mesas da sala eram de duplas então eu deixei a mochila na cadeira vazia para cuidar a ocupação da Jennie. 

Kim Taehyung parou na porta e começou a encarar a sala. Engoli o seco, e comecei a observar o meu caderno fechado. Pude sentir pelo o cheiro dele aproximando. 

 Está ocupado? - A voz grossa, com seu dedo aprontando para a mochila. Levantei a cabeça, as minhas pernas estavam bombas, a suor começou a aparecer, estomago ficando frio e a voz começou a falhar. 

— Sim... - Olho pro seus olhos castanhos. 

— Mas não tem pessoa sentado ? -Ergueu uma das sobrancelhas, me fazendo engolir. Jennie que apareça, pelo amor de Deus. Não quero naquele dia que se repete. 

— Estou sentada aqui. - Jennie disse me salvando da pele, tirou a minha mochila e sentou na mesma cadeira. Sorrio forçado pro Kim Taehyung que apenas resmusgou algo que eu não entendi. Lhe encarei para a mesma, agradeci mentalmente e a mesma sorriu, piscando os olhos.  

As aulas se terminaram, dei maior graças a Deus. Parecia que o dia nunca ia acabar. 

— Tchau meninas, até amanhã. - Digo entregando o celular para a Lisa. Ela tinha pedido o meu número, pois, até nos redes sociais me estive afastada, acabei de perdendo o meu número e agora ganhei um celular novo e com número novo. 

Fui na esquina do colégio para esperar a minha mãe chegar de carro. Enquanto ficava aqui, vejo algum grupo que não sei muito bem aproximando e começou a murmurar algo que me doeu bastante, uma dor, um aperto no meu coração. 

— Como é usar a arma na sua cabeça ? - Algum aluno começou a gargalhar. 

Respirei fundo, baixei a minha cabeça, encarei o meu par de tênis e esperei a minha mãe chegar. 

Esse dia foi um pesadelo para mim, e estou grata por estar viva e maldição. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...