1. Spirit Fanfics >
  2. High School Love >
  3. E fudeu

História High School Love - Capítulo 23


Escrita por:


Capítulo 23 - E fudeu


                   Saiko On

- Como assim? Eu não vou... - Droga de velho! Desligou na minha cara! 

Se ele acha que vai me obrigar a casar por causa de negócios, ele está muito enganado. Eu fiz 19 anos tem uns 2 meses só, não consegui aproveitar nada da vida ainda e agora vou me casar em 6 meses?! E o problema é que a garota é lésbica então nenhum de nós quer esse casamento, segundo ele, nos dois vamos nos ajudar a curar essa "doença".

Sai da sala o mais rápido que pude e fui em direção ao jardim, preciso respirar ar puro se não vou ter um treco! 

- Rodrigo! Espera! - a que ótimo, a última pessoa que eu queria ver agora era ele.

- O que você quer Ycaro? -perguntei de maneira rude tentando fazê-lo ir embora

- Cara, o que aconteceu? Você saiu do nada deixou tudo mundo preocupado! - perguntou colocando a mão no meu ombro.

- Desde quando isso te importa? Pelo o que eu saiba a pouco tempo atrás você estava tentando me matar. - Tudo bem que ele queria só me ajudar, porém eu ainda não me dava bem com ele. 

- Eu sei, mas agora deixa isso de lado. O que aconteceu? Você tá bem? - ele perguntou de forma atenciosa.

- Aconteceu que aquele velho maldito quer me fazer casar a força! - Não sei o porque de ter contado aquilo, porém foi como se eu tivesse me livrado de um peso enorme nas minhas costas. Já fazia uns dias que meu velho vinha com essa ideia de casamento, porém jamais achei que ele realmente fosse arranjar um pra mim.

- Como assim?! Explica essa história direito! Esse negócio de casamento arranjado é da idade das pedras, não acredito que exista até hoje. - Falou com um tom de reprovação 

- Eu sei! Eu também penso assim, porém ele não tira essa ideia da cabeça já não basta o preconceito dele

- E você conhece ela pelo menos? - perguntou meio receioso 

- Não.. Ele me falou que ela é lésbica, por isso da nossa uniao. Por eu ser bi e ela lesbica ele achou que nos juntando poderja nós mudar, por que segundo ele, ser LGBTQ é uma doenca... - Falei enquanto passava a mão na nuca, eu e meu pai nunca nos demos bem, porém isso foi o fim da picada 

- Seu pai está completamente errado. Gostar do mesmo gênero não é errado e muito menos é algum tipo de pecado. A gente não escolhe quem devemos amar, e seja quem for, a decisão é sua. Se ele tivesse o menor senso saberia respeitar a opinião do filho. - Falou olhando em meus olhos, nunca tinha parado para observar o quão bonito o rosto dele é de perto, esses cabelos bagunçados, esses olhos tão lindos e essa boca tão irresistíveis... É, acho que estou me apaixonando pelo meu inimigo... Será que é errado? Por mais que ele tenha dito que não, eu ainda tenho minhas dúvidas, e também, ele nunca iria gostar de mim da mesma forma que eu gosto dele... Desde aquele maldito beijo, seu gosto não sai da minha boca, aquele corpo que eu tanto desejo, o que será que aconteceria seu eu experimentasse novamente o gosto de teus lábios? 

- Ei Rodrigo, para de me olhar assim doido. - Ele comentou virando o rosto para o lado 

Fui me aproximando aos pouco sem ele perceber, quando cheguei perto o suficiente sussurei

- desculpa 

- Desculpa pelo o- o interimpi com um beijo, um beijo esperado por tanto tempo. Minhas mãos foram para sua cintura, enquanto ele tentava resistir ao beijo. Depois de uns segundos, ele cedi, e coloca os braços em meu pescoço enquanto peço passagem com a língua e ele rapidamente abre um pouco a boca. Tudo estava indo bem até

- Rodrigo?!



Notas Finais


Obrigada por ler e até a próxima ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...