1. Spirit Fanfics >
  2. High School Tupiniquim >
  3. 5inco

História High School Tupiniquim - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


I've got a burning desire for you, baby

Capítulo 5 - 5inco


O filme estava bom, até começar a ficar muito assustador para mim. Eu levava os sustos mais bobos a cada cinco minutos e sentia Carol rindo de mim ao meu lado. Eu realmente não gosto de filmes de terror, e posso ter deixado de gostar um pouco de Carolina nesse dia. 

Bem no meio do filme Carol se levanta do sofá, automaticamente eu olho para o lado e meu olhar se encontra com o de Diego, tento disfarçar mas minhas bochechas coradas me entregam. 

Vou ao banheiro, não esperem por mim.

Carol sai me deixando desconfortável na companhia de Diego. Ele logo chega um pouco mais perto de mim, meu estômago vê mil borboletas nesse momento. Sinto seu braço descansando no encosto do sofá e dou um leve sorriso.

Está gostando do filme?
Confesso que estou bem assustada, então não.
Eu ainda estou aqui, para atacar qualquer fantasma que tente te atropelar ou te molhar com um copo d'água.

Eu o olho analisando suas piadas.

Esses dois episódios não foram legais ok?
Desculpe se eu te pareci grosseiro, não foi a intenção.
Tudo bem.

Um silêncio constrangedor invade o ambiente e percebo que Carol está demorando muito.

Você é amiga de Helena?
Não sei dizer ao certo, acho que não mais. Por que?
Atoa. Ela cismou comigo por um tempo, não sei o que vou em mim. Parece que me esqueceu ainda bem, ela era meio incompatível comigo.
Um tempo você se refere a semana passada? 

Ele sorri da minha observação e eu continuo a frase.

Incompatível, porém você beijou ela não é?
Na verdade eu fui agarrado de surpresa, e foi uma vez.
Mas não parou não é?
Achei que seria deseducado.
Entendi.

Arqueio uma sombrancelha e volto a prestar atenção no filme novamente. Carolina não volta do banheiro, começo a ficar preocupada, será que estaria ela com dor de barriga? Eu estava absorta no filme, mas não contive meu pulo em um Jump Scare e dei um pulo no sofá, caindo no braço de Diego, este por sua vez olhou para mim e sorriu, um sorriso tão celestial. Não consegui pensar em nada, somente senti meu corpo inteiro se arrepiar com o toque dele. 

Diego pôs sua mão em meu ombro e tive certeza que ele me puxou para mais perto, minha mão apertava sua blusa a altura de seu peito, o susto fora grande demais para mim. Sinto sua respiração ofegante juntamente com a minha, seus olhos não largavam os meus e sua aproximação era cada vez mais visível. 

Diego tinha os lábios mais macios que eu já havia provado, seu beijo se encaixava perfeitamente no meu, eu estava nas nuvens sentindo cada parte de sua boca, até o triste momento que ouvimos um barulho vindo dos fundos da casa e logo nos separamos, ouvimos os passos e logo pensamos em ser Carolina. Diego estava sorrindo de orelha a orelha de um modo tímido, e eu estava radiante, com a cabeça nas nuvens ainda.

Vocês acreditam que a dona Mariana, a vizinha do lado me pediu ajuda com o celular de novo?

Carolina nos encara por um momento desconfiada e se senta.

O que eu perdi?
Só um susto no filme.

Eu digo isso rindo e olhando para Diego que ri de volta. 

O final do filme eu não sei, nem vi o caminho de casa passando, só conseguia pensar nos meus dois minutos no céu. Eu mau o conhecia, e já gostava tanto dele, oh destino, por quê faz isso comigo?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...