História Highschool: Eren e Mikasa - Capítulo 34


Escrita por:

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Eren Jaeger, Mikasa Ackerman
Tags Eremika, Eren X Mikasa, Erenmika, Mikaere, Mikasa X Eren
Visualizações 24
Palavras 1.415
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tô meio fumado das ideias, então vou fazer isso

Capítulo 34 - Manipulating the timeline Pt. 1


Fanfic / Fanfiction Highschool: Eren e Mikasa - Capítulo 34 - Manipulating the timeline Pt. 1

Pov. Eren

-Mikasa... Mikasa?! -eu dizia, estranhando suas vestimentas, ainda mais o “nosso” quarto. Além de ser de casal, a cama e tudo mais, mesmo que ainda mantivesse meu visual, Mikasa estava com o cabelo curto e uma pequena cicatriz perto do olho direito...

-Eren, já acordou ainda tá bem cedo, meu amor -ela dizia se espreguiçando e me beijando, abraçando-me na sequência

-Oh, Mikasa, me refresca a memória, onde estamos? -eu perguntava imitando um jeito grogue

-Nós iríamos conversar com o Armin sobre a Annie, Eren, como pôde se esquecer se era você o mais interessado -ela dizia com o mesmo ciúmes de sempre, e uma cara de bico enorme

-É verdade, vamos logo, o Armin não pode ficar esperando, meu amor -eu dizia beijando-a

-Vai assumir nosso noivado, Eren? -ela perguntava com uma cara fofa

-Noivado? Estamos bem diretos, não? Quer um filho também? -eu dizia acariciando seus cabelos

-Sim; você que propôs e, tô doida pra você me engravidar -ela dizia super envergonhada, enquanto eu beijava-a

-Certo, certo; se quiser ficar aqui, eu te deixo com quem pensar... -eu dizia, incitando, o que resultou...

-Não provoca, me conter é tão difícil, Eren -ela dizia

-Então irei aliviá-la, Mika -eu dizia, retirando meu membro

-Puta que pariu... vai transar comigo? -ela dizia maravilhada e surpresa

-Como já disse, irei aliviar-te, você anseia por isso -eu dizia me deitando por cima dela e, na sequência, adentrando-a com força, muita; MUITA força...

-AHHAHAHAHA, CARALHO! CARALHO!!! Mais, mais, por favooor, me fode, me devora, Eren! -ela dizia em êxtase, enquanto flashes pipocavam em minha mente; tanto do meu primeiro encontro com Mikasa, passando pela morte da minha mãe, minha transformação, o esquadrão, as batalhas, a infiltração e o ESTRONDO; paralelamente, o tempo corria e Mikasa delirava, se eu achava a minha garota pervertida, esta humilha sem nenhuma dó... tantas vezes que ela já me abusou, tantas que ela se jogava em cima de mim e inúmeras outras na qual minhas colegas eram atormentadas só por causa dessa obsessão...

-Mikasa, o que eu sou para você? –eu perguntava olhando-a e isso parecia assustá-la

-Como assim, Eren? Eu amo você, amo demais... faria qualquer coisa por você -ela falava envergonhada

-Seria capaz de trair a mim? -eu perguntava

-NÃO, NUNCA, EU... eu não consigo sequer imaginar outra pessoa comigo depois que você se for... -ela dizia, começando a lacrimejar

-Então... se você sente isso, pode me responder uma pergunta -eu dizia e ela assentia, já eu voltava a estocar

-SIIIM, qual seria? -ela falava

-Quanto tempo faz que você queria ESTE momento? – eu perguntava

-Desde que eu te conheci, ansiei de todas as formas possíveis, Eren! -ela dizia, parecia verdadeiro

Talvez, talvez eu devesse sentir raiva disso... ela quer ser submissa a essa relação...mas... eu quero ela, então, talvez eu devesse achar o Titã e dar um jeito nisso, manter um pouquinho essa vida...

...

...

...

Ok, acho que agora já dá. Titã? Você ainda está aí? -eu pensava e perguntava...

-Opa! Qual a nova? -ele dizia de boas

-Preciso dos poderes de velocidade e de algumas memórias suas -eu dizia observando-o

-Ok, então, quanto tempo vou ter no controle? -ele perguntava em sátira

-Umm, 3 meses, mas os poderes ficarão comigo até que eu devolva de LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE, ficou claro? -eu dizia

-Certo, certo. Tudo bem, então -ele dizia passando-me a super velocidade

...

-Eren! -ouvia a voz do Levi

-O que foi, capitão? -eu perguntava

-Te achei meio diferente hoje, qual a razão? -ele perguntava com seu típico tom

-Ah, sabe capitão, é que eu e a Mikasa, estamos... Bem... Você sabe -eu dizia um pouco vermelho

-Sério, finalmente deu uma chance pra ela? -ele perguntava parecia aliviado

-Algum motivo especial pra isso? -eu rebatia

-Sabe, só pra você não surtar, precisava mesmo de uma válvula -ele dizia

-Certo. “Sem mais ‘Estrondos’, Eren. Não dá pra salvar o mundo sempre, garoto”. Entendi o recado, estou ciente disso, cabo -eu dizia um pouco sem graça

-Ok, a Mikasa tá querendo lhe ver no seu quarto -ele dizia

-Quê? -eu perguntava

-Eu a vi passando por aqui, sabe como estava... -ele dizia

...

-Eren! -Mikasa dizia pulando em cima de mim

-Mikasa, ai, não pula assim. Vamos ser rápidos tenho assuntos para resolver com o Armin -eu dizia, enquanto a mesma me despia -quer ver um truque novo, Mika -eu dizia com um sorriso safado

-O que seria? -ela perguntava

-Isso -eu dizia, vibrando um pouco Mikasa e a mesma parecia deleitar-se com meu toque -vamos relaxar seus músculos, amor -eu dizia deitando-a de costas e massageando-a

-AHH, Eren, um pouco mais pro lado esquerdo... -ela dizia jeitosa e dengosa, eu ficava muito mais próximo dela a cada segundo, satisfazendo-a -isso, ahh, Eren, pra cima -ela dizia, logo eu fazia até -Ok, já deu, Eren -ela dizia muito ofegante, mas relaxada, logo, a virei, enquanto a mesma escondia o tanquinho e a intimidade, além dos seios

-Não precisa ter vergonha, você é linda, Mikasa, a mais linda de todas -eu dizia ajeitando seus braços e alisando sua barriga

-Achei que não gostasse disso, Eren, que seria pouco “feminino” -ela dizia

-Era pouco “feminino” sua obsessão desenfreada, era pouco “normal” sendo sincero, este é um resultado visual do seu esforço, o de querer me proteger, talvez? -eu dizia acariciando-a e circundando seu rosto

-Eu ainda quero te proteger, quero-o no meu colo, quero-o. -ela dizia segurando minhas mãos e colocando-as em seu ventre

-Irá me proteger contendo meus impulsos, sendo a minha âncora, impedindo que eu faça aquilo de novo -eu dizia deitando sobre ela

-Ok -ela dizia, logo, começo a beijá-la e penetrar, enquanto a mesma gemia com um explícito tesão, até ela gozar -AHH, quero chupar o seu pau, Eren... a mulher mais forte da humanidade, quer te chupar -ela dizia comigo sentado na cama, vindo de quatro até mim

-Quer chupar o pau do maior inimigo da humanidade, Mikasa? -eu dizia em deboche, mas ela agarrava o meu membro com uma cara muito sedenta

-Não, eu quero chupar o pau do amor da minha vida, de quem eu sempre desejei agradar -ela dizia lambendo-o e começando a chupar, pela sua expressão parecia que há milênios ela ansiava por esta situação, ficamos assim por alguns minutos, até que

-Mikasa, posso testar uma coisa? -eu dizia com um sorriso confiante, enquanto a mesma olhava curiosa

-Pode -ela dizia

-Ok então -eu dizia, logo, coloco minha roupa (Flash Reverse suit)

-Pra quê essa roupa, Eren? -ela perguntava admirando-a

-Você verá -eu dizia colocando a máscara e começando a vibrar, o que deixava meus olhos vermelhos, abrindo um portal do lado direito da cama e correndo em direção a ele, voltando de outro portal, dessa vez do lado esquerdo com outro de mim, assustando Mikasa -então, o que achou? -eu dizia tirando a máscara e com um sorriso convencido

-Isso é uma ilusão ou você fez mesmo? -ela dizia encostando no outro eu

-Chama-se resquício do tempo, aprendi enquanto estava no outro plano -eu dizia

-E como fica, não serão dois de você, certo? -ela perguntava

-Não, logo, deixará de existir, mas... -eu dizia, empurrando-a para a cama, paralelamente o outro deitava antes dela e... -poderei fazer isso -eu dizia, enquanto “nós” fazíamos uma dupla penetração nela, parecendo que a mesma gostou bastante e orgasmando várias vezes, até desmaiar... -Ok, já está na hora -eu dizia, enquanto o outro vesti-a e eu a mim, atravessei seu coração fazendo-o deixar de existir -Isso é bem bizarro, mas, é melhor que deixar acontecer do outro jeito -divagava trancando a porta do quarto e deixando-a do lado de dentro, afinal, Mikasa ainda estava lá, paralelamente, vou de encontro ao cristal da Annie...

...

...

Cheguei, nossa, isso me dá uma estranha nostalgia -pensava aproximando-me do cristal e retirando minha máscara -Bem, vamos lá -dizia começando a vibrar a rocha cristalina, no entanto, memórias retornam

/////////////

Eu vou destruir esse mundo!!! -pensava em minha forma Titã após destroçar a cabeça da Titã Fêmea do corpo -Eu sou LIVRE!! -pensava expondo a forma humana dela, observando as lágrimas em seus olhos...

//////////////

Ahrhraharahrr, droga! Anda, termina logo com isso! -pensava segurando minha cabeça, vibrando minha outra mão com máxima velocidade...

-Eren, o que tá fazendo?! -ouvia a voz de Armin ecoar, enquanto o cristal se destruía e Annie caía nos meus braços -Você conseguiu tirá-la do cristal!!! -ele gritava

-Calma! Temos de ver se ela está bem -eu dizia, enquanto a mesma começava a acordar...

Fim do Pov.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...