História História esquecida - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood
Tags Amor, História Esquecida, Luz, Magia, Once Upon A Time, Outlaw Queen, Outlawqueen, Paixão, Regina Mills, Robin Hood, Trevas, Vida
Visualizações 191
Palavras 1.338
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei ♥

Estou postando agora porque não sei quando vou ter tempo para postar novamente antes do dia 30, sem mais delongas.

Boa leitura!!!

Capítulo 4 - Apenas um baile!


Fanfic / Fanfiction História esquecida - Capítulo 4 - Apenas um baile!

Robin fez uma carícia em seu cavalo e deu um sorriso sincero. Ele observou quando suas alunas chegaram e ele deu um sorriso debochado. 

— Achei que fosse boa demais para aprender com um ladrão. — Fala Robin indo ajudar Marian descer do cavalo. — Estás linda, Marian. 

Marian sorriu maliciosamente e fez um carinho no rosto de Robin. 

— Cada dia mais fica mais bonito, Hood. — Fala Marian e a  dain'd se afastar um pouco e encara Regina. 

Regina dá um longo suspiro  cansada daquele baboseira. 

— Que pena que não posso dizer o mesmo sobre você, alteza. A cada dia fica mais azeda. — Fala Robin entre os dentes.

— Pelo menos eu não preciso fingir que estou feliz, apenas sou eu sempre. — Fala Regina enquanto ergui sua mão perto de Robin e sente as suas emoções. — Sinto falsidade, mentira e infelicidade. 

Os mais velhos ficaram em silêncio enquanto Regina os encara esperando que diga algo. 

— Ótimo, vamos começar! — Regina dá um sorriso vitorioso. 

Robin e Marian se encaram e Marian apenas mover os lábios silênciosamente "Paciência, por favor". Robin respira fundo e sussurra um Ok. 

*

Regina observou Marian com o arco e fez uma careta confusa. 

— Pegue o arco e eu te ensinarei. — Fala Robin, a mills faz uma careta e Robin da de ombros. 

 Regina pegou no arco e a flecha um pouco desajeitada e Robin deu uma risada debochada e se aproximou de Regina por trás, ele percebeu quando os músculos de Regina ficaram em alerta. 

— Você tem cheiro de floresta! — Fala Regina dando uma longa respirada e depois faz uma careta. 

Robin revirou os olhos e ignorou Regina. 

— Estique a corda... Desse modo. — Fala Robin e ele ajudar Regina com os seus movimentos. — Se concentre e foco na mira, prenda a respiração e solte a flecha. 

Regina seguiu a instrução de Robin e atirou a flecha, a flecha passou longe do alvo. Regina bufou e revirou os olhos. Robin se afastou de Regina e deu um sorriso irônico. 

— Você é péssima, fique com a magia mesmo. — Fala Robin e Marian da uma risadinha. 

Regina se virou e encarou os mais velhos e colocou a mão na cintura. 

— Não se atreva zombar, posso atirar uma bola de fogo nos dois e eu sou boa nisso! — Fala Regina e a mills lança um olhar ameaçador. 

— Tudo bem, sem nervosismo. — Fala Robin enquanto pegar o seu próprio arco e fica em posição para atirar. — Preparar, puxar, mirar, soltar!!!

A flecha se acertou certamente no alvo, Marian bateu palmas e Regina apenas revirou os olhos. 

— Comece a treinar, Evil princess, talvez você fique boa nisso. — Fala Robin pegando outra flecha e atirando. 

Regina observou Robin com um olhar desafiador e deixou um pequeno sorriso escapar de seus lábios. 

*

Regina entrou no seu quarto e percebeu a mudança das emoções que estava sentindo. Ela revirou os olhos e acendeu com magia as velas do quarto. 

— O que faz aqui, Rumpelstiltskin? — Pergunta Regina se virando e encarando o senhor das trevas. 

— Apenas vir visitar a minha abelhinha e vê se ela estar no caminho certo. — Fala Rumpelstiltskin e ele da um passo para frente e da uma longa respirada. — Sinto cheiro de esperança. 

Regina dá um empurrão em Rumpelstiltskin e ele da dois passos para trás. 

— Esperança? Estranho, porque eu sinto trevas chegando. — Responder Regina e Rumpelstiltskin da uma risadinha. 

— É assim que eu gosto, abelhinha. Aliás, vir aqui para te avisar. — Fala Rumpelstiltskin e ele da uma observada em Regina. — Está quase tudo pronto, apenas falta tirar o bracelete de Cora. 

Regina encarou Rumpelstiltskin e a mills faz um biquinho. 

— Talvez,  apenas talvez com um pouco de sangue de Caim nos consiga liberta-la. — Fala Regina tendo uma ideia. — Amanhã, esteja aqui amanhã. Eu tenho um plano para liberta-la. Avise a minha mãe que logo logo ela estará livre. 

Rumpelstiltskin lançou um olhar sugestivo a Regina e depois desapareceu em uma nuvem cinza. 

Regina caminhou até o espelho e se encarou, ela deu um sorriso diabólico.  

*

Robin ouvia atentamente as palavras de sua noiva. Robin assentiu quando sua noiva sugeriu que seu pai fizesse um baile. 

— Não gosto muito dessa ideia, querida. — Fala Leon, pai de Adele. 

— Por que não, papai? Todos estão tão tensos com a chegada da Evil princess, eles estão com medo dela, seria bom ter alguma distração. — Fala Adele com sua voz doce e seus olhos que conquistar todos. 

— Mesmo assim, Evil princess viria junto com Cai, estão dizendo que ela será a futura rainha da floresta encantada, então, obrigatóriamente ela iria também. — Fala Leon pensativo. — O que você acha, Robin? 

— Acho uma boa ideia, majestade. E eu acho que Regina mills não é um perigo, passei a manhã com ela e Marian, ela é esquenta, mas não um perigo. — Fala Robin com a voz firme. 

Leon e Adele encararam Robin surpresos.

— Tudo bem, um baile!! Convide todos, querida. — Fala Leon. — licença! 

Leon sair da sala deixando o casal sozinhos. 

—" Ela não é um perigo", sinto cheiro de amizade? — Pergunta Adele e Robin negar.

— Não, Adele, não vai começar com suas paranoias, vai? — Pergunta Robin e Adele negar desconfiada. 

*

Floresta encantada, noite!! 

Regina bateu na porta do quarto e uma criada abriu e fez uma breve reverência. Regina passou por ela e foi logo entrando no banheiro. 

Ela encontrou Caim sendo barbeador por uma criada. 

— Ficaria com ciúmes se fosse Anne. — Fala Regina e Caim se assusta e faz um movimento violento que faz a criada machuca-lo. — Ai!! 

Regina fez um biquinho e se aproximou, ela pegou um pano e limpou a ferida e depois guardou o pano.

— Tudo bem, eu estou indo! — Fala Regina e antes que Caim fala-se alguma coisa ela saiu. 

*

Dia seguinte. 

Regina entregou o sangue de Caim a Rumpelstiltskin antes do amanhecer. Regina não sabia o certo o que sua mãe planejava, mas ela não estava ligado muito para isso. 

Marian entrou no quarto de Regina pulando de felicidade.

— Hoje tem baile na floresta de Sherwood. — Fala Marian com um sorriso animado. 

— E o que eu tenho haver com isso? — Pergunta Regina com a cara de tédio. 

— Nos vamos, nossa família sempre vamos aos bailes. — Fala Marian enquanto abre a porta do armário de Regina. — Só tem vestidos pretos, Regina. 

Regina revira os olhos e tampa o rosto com o travesseiro e da um grito. Marian a observa e da uma risada. 

— Regina! Regina! Regina. 

*

Os dain'ds chegou no castelo do rei Leon. Regina se afastou deles e foi em direção ao buffet. 

— Além de insuportável, também é fomiada? — Pergunta Robin perto de Regina e a mills se afastar. 

— Cheiro de floresta. — Fala Regina e ela revira os olhos. 

Robin sorrir e estende a mão para a mills.

— Me dê a honra de uma dança? — Pergunta Robin e Regina o encara. 

— Tudo bem. 

Os dois caminham até a pista e começam a dançar. 

— O que você sente agora? — Pergunta Robin guiando Regina na dança. — Minhas emoções. 

Regina dá um meio sorriso. 

— Não sinto nada. — Fala Regina e a mills arquia a sobrancelha. — Isso é estranho, é como se algo bloqueasse meus poderes. 

Robin dá uma risada e Regina levanta a cabeça o encarando, deixando suas bocas perto uma da outra. 

— Eu fiz uma tatuagem contra bruxas, seus feitiços e de nenhuma outra bruxa podem me machucar. — Fala Robin e ele girar Regina pelo salão. — Ah um reino que odeia sua espécie... Um reino congelante, Arendelle.

Regina balançou a cabeça negando. 

— Nunca ouvir falar. — Pergunta Regina e ela se afastar. — Chegar de dançar. É, foi uma boa estratégia, mas eu ainda me lembro da suas emoções.



Notas Finais


Então???



Até em breve!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...