História Portals - História Interativa - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Coreano, Interativo, Luta, Romance
Visualizações 23
Palavras 571
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Drogas, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 10 - Portal


 

Tati *ON*

Pego a chave de casa e abro a porta:

- Alguém em casa? – Ninguém respondeu.

Vou em direção à cozinha: estava faminta. Notei que na porta da geladeira havia um bilhete:
“Olá, querida. Eu e seu pai fomos ao shopping, e já que você não havia chegado em casa ainda, fomos sem você. Não fique chateada, voltaremos logo”.

Quando foi que eles saíram? A essa altura, deveria ser umas oito horas agora. Espero que não tenha acontecido alguma coisa. Percebi que no final do bilhete havia outra frase escrita:

“Ah, tem pizza no congelador. Não deixe o fogão pegar fogo, por favor” – A última parte da mensagem me deixou irritada. Eu não era tão ruim em cozinhar! Quer dizer, mais ou menos.

Abri o congelador, peguei a pizza: frango com catupiry. Meus olhos brilharam. Pré-aqueci o fogo e esperei um pouco. Em seguida, pus a pizza para assar e fui para o quarto, marcando o tempo de 15 minutos.

Me joguei na cama, estava exausta. Peguei meu celular e fui olhar as mensagens. Nenhuma. Que estranho. Ah, espera, estou sem internet.

Fui reiniciar o modem, e notei um pouco de uma gosma roxa no aparelho. Estranho... Já vi essa gosma antes. Na escola! Ela apareceu quanto aconteceu aquela abdução. E também quando fui sequestrada para algum lugar... Deve ser coisa de um outro mundo.

Tentei repará-lo, mas nada o fazia voltar a funcionar. O que é essa gosma, afinal?

Fui para a sala assistir um pouco de TV, quando o meu celular tocou lá no quarto.

- Alô? – Fui lá atender.

“Alô. Oi, Tati. É o Tomoe”.

- Como conseguiu o meu número?

“Isso não importa agora. Vem cá, rápido. É urgente”.

Fiquei preocupada.

- O que houve? Onde você está?

“Vem aqui na escola. Tem uma gosma roxa enorme aqui. Você precisa detê-la. O pessoal está desesperado”

- Mas está de noite! Quem está aí?

“O quê? Está de dia, aqui. Onde você está?!”

- Hã? Na minha casa, oras.

“Mas... Como isso é possível?”

- Que estranho! Estou indo aí!

Desliguei o telefone, peguei minha bolsa, coloquei a primeira roupa que vi no guarda-roupa e corri até a escola.

Ao chegar lá, a escola estava fechada, estava tudo completamente normal.

Liguei para Tomoe, furiosa:

- Isso é alguma piada?! A escola está fechada!

“Hã? Não! Ela não está fechada! Tem certeza de que está na escola?”

- Claro que sim!

De repente, ouço ruídos de passos até mim.

Era aquele jacaré que me salvara anteriormente.

- Ah! Oi!

“Quem está aí?” – Tomoe pergunta, curioso.

- É aquele jacaré. A propósito, qual o seu nome?

- Jack. Olá, senhorita! – O jacaré se aproxima com seu violino em mãos, coberto por uma capa.

- Espera um minuto, Tomoe – Peço a ele – Ei, o Tomoe disse que a escola está em perigo. Mas, como pode ver, ela está normal. Além do mais, aqui está de noite e lá está de dia! Como isso é possível?

- Ele está em outro mundo. Uma outra versão desse, mas é mais... ilimitada.

- Como eu vou para lá?!

- Que coragem, hein. Vem, me siga.

“Rápido, Tatiane” – Tomoe pediu, e desligou o telefone.

Eu e Jack fomos até uma caverna bem assustadora. Cada vez que nos aproximávamos, uma luz distante ficava mais perto. Logo, avistamos uma espécie de portal. Ele emitia uma luz forte e parecia radioativa.

- Vamos? – Jack indagou.

- O-Ok! 


Notas Finais


Como não houve nenhuma sugestão apta para a continuação da história, eu resolvi inventar. Mas eu vou aderir o comentário de uma sugestão do capítulo passado, só que não agora. Por favor, sugiram mais >.<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...