História História no multiverso - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 4
Palavras 1.223
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Os 7 pecados capitais


Fanfic / Fanfiction História no multiverso - Capítulo 7 - Os 7 pecados capitais

XXX POV

Enquanto Dark atacava dimensão atrás de dimensão, as entidades se reuniram para decidir o que fariam com ele, sabendo que não podiam cuidar da situação pessoalmente para evitar um desequilíbrio no multiverso. A entidade luminosa estava abalada. Havia perdido a representante da justiça em menos de um dia, sabendo dessa forma que Dark não era uma ameaça simples de se lidar.

Escuridão: então. O que sabemos sobre ele?

Luz: é conhecido como Dark, aparentemente fica mais e mais forte quando mata, o que significa que é um manipulador de energia. Possui com pele e trajes purpuras e cabelos negros. Sua arma principal é uma faca.

Criador: sabem algo sobre sua origem?

Escuridão: não sabemos ainda.

O destruidor parecia pensativo, chamando assim a atenção dos demais.

Equilíbrio: algo errado, destruidor?

Destruidor: é que, quando vi uma vez uma imagem que desenharam dele no restante de um vilarejo destruído, lembro de já ter visto um rosto parecido.

Luz: onde?

Destruidor: um dos erros dimensional que o Ancião está mantendo consigo.

Equilíbrio: acha que ele pode estar envolvido?

Destruidor: nenhuma certeza, só suponho que sim.

Equilíbrio: nesse caso, falarei com o Guardião.

Em outro lugar do multiverso, a notícia de Dark também percorria, porém dessa vez, agradou quem a ouviu.

Lucifer: Ah, então ele está indo para lá?

Servo: s-sim senhor.

Lucifer: ótimo. Um aliado poderoso como ele seria bom para os meus planos de dominação.

Servo: M-mas senhor. Como sabe que ele não vai mata-lo?

Lucifer: não existe um ser tolo o suficiente para me enfrentar. Além disso, não planejo ir sozinho. Vou levar comigo minha elite.

Sete figuras com mantos pretos se apresentam.

Lucifer: isso será divertido.

E-1 POV

Por algum motivo me sinto mais forte nos últimos dias. Isso era notável até pelo Guardião.

Guardião: você progride bem rápido. É impressionante.

E-1: obrigado. Mas sinto que tem algo errado. Minha energia cresce até quando estou dormindo.

Guardião: admito. Isso é realmente estranho. Talvez seja um dom ou algo do tip-

Um cara sem rosto que variava em cores entre branco e preto apareceu por ali. Ele me lembrava daquele cara que apareceu na minha fenda aquela vez. Ele já focou sua atenção em mim.

Equilibrio: então esse é o tal erro que me falaram.

Guardião: entidade do equilíbrio. A que devo a honra?- ele fala num tom brincalhão

Equilíbrio: vim checar uma informação que recebi. Me disseram que aqui havia um erro dimensional aqui bem parecido com uma ameaça que temos.

Guardião: ameaça? Como assim?

Equilíbrio: achei que havia sido informado da situação.

Guardião: havia sim. Só não sei o que ele tem haver com isso.

Equilíbrio: a tal ameaça é bem parecida com ele.

Guardião: me diga como é a tal ameaça.

Equilíbrio: bem, ele possui olhos vermelhos, cabelos negros, pele e trajes purpuras e sua principal arma é uma faca.

Essa descrição me parecia familiar. Porem não consigo acreditar que minha hipótese esteja correta.

E-1: sabem o nome dele?

Equilíbrio: ele é conhecido como Dark.

Dark POV

Mais uma dimensão se foi. Quando me preparava para ir para a próxima, alguns caras apareceram de um circulo em chamas.

Lucifer: então você é quem anda dando dor de cabeça às entidades?

Dark: e se for?

Lucifer: bem, tenho uma proposta para você.

Dark: estou ouvindo.

Lucifer: sabe, tenho um plano para poder dominar todo o multiverso. Porem, vários podem se opor a mim. Quero que você os elimine.

Dark: e o que eu ganho em troca?

Lucifer: lhe darei todo o poder e toda a carnificina que desejar.

Dark: a oferta é tentadora, mas não sou muito de trabalhar em equipe.

Lucifer: pois é. Uma pena. Mas também não posso permitir que você saia com vida. Pode acabar sendo um incomodo no futuro.

Ele estala os dedos e os 7 cobertos pelos mantos tomam a frente, retirando os mantos.

Lucifer: esses são Avaritia, Invidia, Avi, Libido, supervia, tepo e furorem.

Superbia se aproxima com um tom arrogante e aponta para mim.

Superbia: é esse nanico que temos que matar? Há! Não vai dar nem graça. Lhe darei uma pequena vantagem. Deixarei que me dê o primeiro ataque.

Dark: como preferir. Já estava sendo um verme irritante de qualquer forma.

Em menos de 1 segundo, decapitei supervia.

Dark: e ele parecia ser um bom desafio.

Furorem: Maldito! Não vou lhe perdoar!

Furorem puxa um revolver e dispara todas as 6 balas em mim, fazendo 6 buracos.

Dark: é só isso?

Os buracos se fecham e eu ataco diretamente libido, que escapa do ataque por pouco.

Libido: como ele resistiu à tentação? Nenhum ser vivo deveria ser capaz de resistir à sedução do pecado da luxuria.

Dark: é impossível me seduzir. Nem mesmo tenho coração.

Sinto meu corpo pesar e vejo Tepo me apontanto um cajado. Ele deve ser o causador disso.

Dark: entendo.

Quando Furorem ia me atacar, avancei contra Tepo, acertando-lhe um golpe na testa.

Dark: menos dois.

Avaritia: bela faca. Gostaria de te-la para mim.

A faca desaparece da minha mão e reaparece na dele.

Avaritia: ótimo.

Quando ele retorna a visão para mim, estou próximo à ele. Ele pega um chicote e laça ele na minha perna. Eu puxo ele para perto e o seguro pelo pescoço.

Dark: menos três.

Quebro o pescoço dele. Então vejo invidia se transformando em alguém bem parecido comigo.

Invidia: seu corpo parecia ser bem melhor que o meu, então decidi te imitar.

Invidia me ataca, esquivo do ataque dela. Sinto minha energia se esvaindo e vejo Avi “comendo” minha energia. Arremesso minha faca na cabeça dela e a faca crava em sua testa.

Dark: quatro.

Invidia me ataca novamente, mas eu esquivo e ela acerta Libido, matando-a.

Invidia:minha nossa. Mil perdõ-

Enquanto ela se desculpava, eu cravei minha faca nas costas dela.

Dark: seis.

Me viro e fico de frente para Furorem. Ele esta claramente furioso.

Lucifer: não devia te-lo deixado por ultimo. Quanto mais furioso, mais forte ele fica.

Ele puxa o seu revolver e dispara. Avancei para cima dele recebendo as balas, quando ele vai guardar o revolver, eu decepo o braço dele e pego o revolver, e descarrego 5 das 6 balas.

Dark: o que acha de jogarmos roleta-russa?

Furorem ataca e eu esquivo por debaixo do braço dele virando o revolve na cabeça dele, quando fui disparar a capsula estava vazia e passou para a próxima, acertei a perna dele com minha faca, depois puxei o gatilho de novo e estava vazio, repeti a ação com a outra perna.  Tentei disparar novamente, e de novo estava vazia. Esfaqueei o braço dele, disparei de novo e, novamente, a capsula estava vazia. Cravei a faca no que restou do outro braço dele. Tentei disparar de novo e, adivinhem. Estava vazia. Cravei a faca na barriga dele e derrubei ele no chão. Enquanto ele tentava se levantar mirei o revolver na cabeça dele e, finalmente, consegui disparar e ele morreu. Lucifer se aproximou aplaudindo.

Lucifer: ótimo espetáculo. Pena que morrerá aqui.

Lucifer puxa um tridente e avança para cima de mim. E eu faço o mesmo com minha faca.

XXX POV

Depois de um tempo, Dark sai de lá e invoca uma chama negra em sua mão.

Dark: parece que aprendi um novo truque.

Dark deixa aquela dimensão com um cheiro de enxofre no ar e um tridente cravado no chão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...