História Historia United School Academy - Capítulo 12


Escrita por:

Visualizações 21
Palavras 2.244
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


!!!!!! Novo capítulo !!!!!!

Capítulo 12 - Capítulo 12 - Cap. 12 - Primeira Vez Traumática...


Fanfic / Fanfiction Historia United School Academy - Capítulo 12 - Capítulo 12 - Cap. 12 - Primeira Vez Traumática...

Josh

Faz dias que Sofya não fala comigo, sinto falta de conversas com ela, de ficar com ela, de tudo, mas nossa amizade ficou estranha depois que eu fui no quarto dela e ela estava chorando, até me mandou sair, mas acho que ela não sabia quem era.

Estou com saudades daquela menina fofa, alegre, engraçada, divertida e carinhosa que conheço, talvez eu devesse falar com ela sobre tudo o que está acontecendo, para mim ela é como uma irmã, nada mais.

Vou no quarto dela para conversar, entro sem bater na porta, mas me arrependo na hora, fico chocada com o que vejo, Sofya está beijando algum menino, ela vira para mim e fica branca, depois vermelha e finalmente volta a cor normal.

Saio do quarto e fico pensando no que acabei de ver, sinto alguém atrás de mim, me viro e lá está ela, uma pessoa que pensei que nunca mais veria, uma das pessoas que amei conhecer depois da Sofya ao decorrer da minha vida, Taylor Hatala.

: Taylor ? 

Taylor: Oi Beauchamp.

: O-o que você tá fazendo aqui menina ? Você não estava em Londres ? 

Taylor: Eu vim estudar aqui bobinho, e sobe Londres, então... Meus pais se separaram e vim morar com minha mãe.

: Nossa! Eu não sabia, sinto muito. - abraço a mesma e ficamos assim por um tempo. 

Taylor: Senti sua falta Beauchamp.

: Também senti a sua Hatala. - ela ri, pois nunca chamei ela assim.

Taylor: Então... E sua paixão pelo Noah? 

: Nem me fale sobre ele... Ele tá namorando agora, uma amiga nossa.

Taylor: Não fica triste, você vai arranjar alguém querido.

: Já estou superando isso.

Taylor: Agora me mostra a escola, porque não conheço nada aqui.

: Claro!!

Mostrei toda escola para ela, ficamos conversando sobre tudo o que aconteceu na nossas vidas durante os 6 anos que não nós vimos.

Any

Depois de ficar quase 2 semanas nessa casa decido ficar mais um pouco, até ter notícias de que Gustavo foi realmente embora do país.

Estou sozinha em casa, Stacy e Katie foram no mercado fazer compras, Emma foi no salão, Jimmy, Luke e Jake foram fazer alguma coisa. 

Vou ao McDonald's que é do lado de casa, coloco uma roupa confortável e vou, chego lá e peço um big Mac e uma Pepsi. 

Vou indo para casa, estou chegando e do nada tudo fica preto... Sinto um gosto estranho em minha boca e durmo.

Acordo em um lugar estranho, parecia um porão, tento sair mas estou presa, olho para os lado e vejo ele me olhando com um olhar malicioso.

: O que você quer Gustavo ? 

Gustavo: Você.

: Mas você não vai me ter, nunca mais.

Gustavo: Claro que vou querida, eu te amo e você me ama, vamos ser muito felizes.

: Me deixa sair sei maluco. - digo tentando escapar. - Eu nunca vou te perdoar pelo o que você fez.

Gustavo: Nos preciso das suas desculpas meu amor, eu tendo você toda para mim é a melhor coisa.

: Deixa eu ir empresa, por favor.

Gustavo: Não, agora vamos se divertir um pouco. - ele diz sorrindo, mas não era um sorriso qualquer, era um sorriso malicioso e ele foi se aproximando de mim cada vez mais. - Você não vai se arrepender de nada, eu prometo ser bonzinhos com você.

Ele vai chegando mais perto e começa a passar as mãos em mim, sinto muito nojo disso, fico me contorcendo para conseguir sair, mas fico sem força, pois estou chorando muito. Ele começa a lamber meu pescoço e não para, continuo tentando sair, mas ele me prender.

: Para... Por... Favor. - digo chorando e ele continua lambendo meu pescoço, som algum saia da minha, perdi totalmente minhas forças, fico ali parada, sentindo tudo e não podendo fazer nada para parar.

Ele começa a falar várias coisas de mim do tipo " você é muito gostosa", " você é maravilhosa", você me pertence agora", " vou te fuder todinha hoje" e várias outras coisas.

Ele me tira da cadeira e me prender contra a parede, de repente ele para de me lamber e fica me olhando por uns segundos.

Gustavo: Você é tão perfeita... - ele passa a mão pelo meu rosto, viro meu rosto para o lado, mas o mesmo faz eu meu rosto voltar ao normal.

Ele se aproxima mais, se isso fosse possível e me beija, fico com vontade de vomitar, mas me seguro, ele me beija passando a mão em todo o meu corpo.

Ele tira minha blusa e fica olhando para meus peitos, ele volta a me beijar e vai descendo os beijos até parar em meus peitos.

Ele tira meu sutiã e começa a chupar um dos meus peitos massageando o outro, ele dirá meu short e a calça dele.

Por um momento pensei que ele fosse parar, pois ele se afastou, ele ficou olhando meu corpo completamente nu, ele morde o lábio inferior e vem me beijar.

Ele me pega no colo e me leva para um sofá, tento sair correndo, mas ele me pega por trás e bate na minha cara.

Gustavo: Se você tentar fugir novamente, eu vou te matar sua vagabunda. - ele diz apertando minha bochecha.

Ele me deita no sofá e fica em cima de mim me beijando toda, começo a chorar novamente, pois não queria que minha primeira vez fosse assim, acho que nenhuma mulher gostaria que fosse assim.

Ele sai de cima de mim e me olha, sinto a mão dele na minha intimidade, ele enfia um dedo e isso faz eu gritar de dor, acho que ele gostou pois enfiou outro, grito novamente, ele começa a fazer movimentos de vai e vem.

Fico gritando para ele parar, mas cada vez que falo isso ele aumenta a velocidade, ele finalmente tirar os dedos dele de mim.

Repito aliviada, mas sou surpreendida com o membro dele dentro de mim, a dor é bem pior, grito o mais alto possível, mas ele aumenta a velocidade, isso faz com que eu fique sem fôlego.

Ele sai de mim e essa foi minha chance de fugir, peguei um taco de beisebol e bati em sua cabeça, ele cai mas não desmaia, pego o taco e fico batendo nele.

Visto minha roupa e saio correndo, mas caio, pois não sinto minhas pernas, olho para trás e ele vem correndo em minha direção.

Corro mais rápido possível, eu estou chorando muito, tento respirar, não consigo, corro chorando em qualquer direção, acabo batendo em alguém.

Olho para cima e vejo Jimmy, abraço ele chorando muito, ele me abraça de volta e me coloca no carro.

Jimmy: Any, o que aconteceu ? Por que tá chorando? Se acalma, me fala o que aconteceu. - ele diz todo preocupado, tentando entender o que havia acontecido.

: O... Gustavo... Ele... Me achou... E... Me estrupou... - digo chorando mais ainda.

Jimmy: Eii, calma, você está segura agora, vamos para casa, lá ligamos para polícia e torcemos para que eles encontrem ele. - ele diz me abraçando, apenas assinto com a cabeça.

Jimmy me leva para casa, chegamos lá e todos estavam em casa, Jimmy vai na cozinha e pega um copo de água para mim. Me deito um pouco e acabo dormindo.

Jimmy

Depois de ajudar Any, falo para o resto do povo sobre o que aconteceu.

: Gente, não podemos mais deixar a Any sozinha, a partir de hoje sempre vai ter alguém com ela.

Stacy: Tadinha da minha Moany, ela não merecia isso, vamos avisar a polícia sobre o que aconteceu.

Emma: Gente eu vou avisar para a Sina o que aconteceu, fiquem de olho nela. Caso ela acorde de algo para ela comer.

Emma sai de casa e vai atrás de Sina para contar o que aconteceu.

Luke: Quando eu encontra esse cara... Nossa... Eu vou bater tanto nele, que ele vai se arrepender muito de ter feito isso com a minha irmãzinha.

Luke e Any ficaram muito amigos, tão amigos que se consideram irmãos, ele e Stacy são o que mais conhecem ela de todos da casa. Eles até que gostam da mesma coisa, das mesmas comidas e o Luke é meio brasileiro, então isso fez com que eles ficassem bem próximos.

: Eii cara, calma, ninguém vai bater em ninguém tá bom, a polícia vai saber o que fazer.

Jake: Stacy, vamos na delegacia da queixa do ocorrido. 

Stacy: Vamos. Jimmy e Luke, ficam de olho nela, e não saiam.

Jimmy e Luke: Entendido capita. - ele dizem e colocam a mão na testa, isso faz com que todos nós rimos.

Sina

Estou na aula de dança e vou ao banheiro, saio e vejo uma menina parecida com Emma, ela vem andando em minha direção e vejo que é realmente ela.

: Emma? O que você tá fazendo aqui ? 

Emma: É sobre a Any, o Gustavo achou ela, e... Estrupou ela. - ela diz a última parte mais baixo para ninguém escutar, mesmo não tendo ninguém, começo a chorar e a mesma me abraça.

: Como ? Onde ela tá? Como ela está? Eu preciso avisar os outros.

Emma: Calma Sininho, ela tá bem, ela está dormindo agora e avisa eles depois.

: Tá bom, agora tenho que voltar para aula de dança.

Emma: Vai lá, depois nos vemos.

Emma vai embora e saio correndo para sala de canto, abro a porta e todos me olham, chamo Noah para fora da sala.

Noah: Meu Deus Sina, por que você fez isso ? 

: Any, Gustavo achou ela e estrupou ela.

Noah: O que ? Eu vou matar aquele cara. Onde ela tá ? 

: Calma ela tá bem, duas semanas atrás eu levei ela para casa dos nossos amigos.

Noah: Ela estava lá esse tempo todo ? 

: Sim, e ela estava segura, mas parece que Gustavo nos seguiu e descobriu onde ela ta, mas os meninos estão de olho nela, então ela tá segura.

Noah: Eu vou lá agora.

: Não, ela tá dormindo, mas tarde a gente vai, mas antes temos que contar para nossos amigos.

Noah: Tá bom.

A aula acaba e chamo todos para meu quarto, todo chegam, mas falta Noah, esperamos ele, depois de uns 30 minutos ele chega.

Joalin: Então, o que estamos fazendo aqui ? 

: É sobre a Any.

Krystian: Aii menina do céu, fala logo, estou nervosa querida.

: Então, duas semanas atrás, quando o Gustavo veio atrás da Any, eu levei ela para casa de uns amigos meu e do Noah, ela está lá até hoje, mas infelizmente o Gustavo achou ela, e... - percebo uma lágrima cair. - e... Estrupou ela.

Joalin: O que ? - Joalin diz caindo de tanto chorar, vejo todo chocados e com água nos olhos.

: Jo, calma, ela tá bem agora, nossos amigos estão de olho nela. E vamos visitá-la agora.

Fomos para casa do Jake, chego lá primeiro e entro, já que tenho a chave, vejo Any assistindo tv, sento do lado dela e dou um abraço na mesma.

Any

Sina aparece do meu lado e me abraça, fico lá nos braços dela, e me deito em seu ombro.

Sina: Emma me falou o que aconteceu, você tá bem ? Aí meu deus que pergunta besta, Claro que você não tá bem.

: Não, tudo bem, eu até que estou bem, todos já sabem? - pergunto e ela assente com a cabeça.

Na hora todos os meus amigos entram pela porta, corro para abraçar Noah, ficamos um tempo assim, saio e vejo Joalin vermelha, vou abraça-la e não solto tal rápido.

Joalin: Any... Eu não sei o que falar, não sei o que estou sentindo, senti tanto sua falta, eu queria estar aqui para te proteger. - ela diz chorando.

: Any Jojo, eu tô bem, eu senti tanto sua falta amor. 

Abraço todos e explico tudo o que aconteceu, todos ficam chocados com o que falo.

Stacy aparece com os outros e me levanto para apresentar cada um, vejo Noah levantar e abraçar todos.

: Gente, esses são Stacy, Emma, Luke, Jake, Katie e Jimmy, e esses são Joalin, Bailey, Hina, Heyoon, Krystian, Shivani, Sofya, Josh, Lamar, Sabina e Diarra.

Stacy: Então você é a famosa Joalin ? - ela fala indo em direção a Joalin.

Joalin: Acho que sim.

Stacy: Any não parava de falar de você. - Joalin começa a rir e eu também.

Josh: Gente vamos comer, eu tô com fome.

Sofya: Vocês podem ir, eu vou embora, não tô afim de sair.

Josh: Sofya... - Josh diz e percebo um clima entre os dois.

Josh

: Sofya... Espera. - pego seu braço antes dela sair pela porta. - Me desculpa tá, não queria ferir seus sentimentos.

Sofya: Josh... Tá tudo bem, eu tô bem, só não estou afim. 

: Vai, por favor. 

Sofya: Não quero.

: Não vai nem se eu fizer isso. - chego perto dela e dou um beijo nela, me afasto e vejo que todos estão nos olhando chocados.

Sofya: Josh... Eu... Não sei o que falar.

: Só fala que vai com a gente comer e que depois vamos sair juntos.

Sofya: Ok! 

Noah

Fico chocado com o que Josh fez, sempre pensei que ele gostava de mim, mas vejo que me iludi, eu sempre gostei dele, mas não parecia recíproco, então conheci Any, e agora vejo que Josh realmente nunca gostou de mim do mesmo jeito que eu gostei dele...












Notas Finais


Esse ta grande gente...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...