1. Spirit Fanfics >
  2. Histórias Cruzadas >
  3. Novos casais - Parte II

História Histórias Cruzadas - Capítulo 26


Escrita por: e Ju_Granger_li


Notas do Autor


Oi pessoal, como estão? Espero que bem. Gente meus planos eram postar o Cap de outro casal, mas eu acabei de terminar de assistir Crise Nas Infinitas Terras e uma coisa aconteceu, uma coisa muito emocionante que eu achei que nunca ia acontecer. Bom eu não vou falar o que é, para não dar Spoiler, tudo o que eu posso dizer é que eu tô muito feliz. Então eu resolvi postar esse Cap sobre LanceAlGhul (Laurel E1 e Nyssa). Depois desse cap vamos ter mais um de casal e outro sobre o que alguns vão aprontar no dia seguinte ( já que na história é dia primeiro de abril) e depois voltamos a programação normal. Se alguém tiver sugestões de pegadinhas, por favor, me mandem mensagem pelo pv. Agora sem mais enrolação, vamos ao cap🖤❤

Capítulo 26 - Novos casais - Parte II


P.O.V NYSSA

Laurel não falou comigo pelo resto da noite, eu vou matar minha irmã. Não acredito que ela mandou eu beijar a Laurel. E por falar nela olha ela aí.

Nyssa: Eu vou te matar. -- falo quando ela está perto.

Bia: Por que? -- diz se fazendo de desentendida -- Eu não fiz nada demais. Eu só te dei um empurrãozinho.

Nyssa: Um empurrãozinho?! Desde que eu beijei ela, ela não fala comigo.

Bia: Vai ver que ela gosta de você e está nervosa.

Nyssa: Em que parte que eu te disse que ela é hetero que você não entendeu?

Bia: Escuta o que eu vou falar. Você acha que ela é hetero, ela pode ainda está "se descobrindo". E eu vou te falar a mesma coisa que eu falei pra Ruby. Vai falar com ela. 

Nyssa: Como eu disse, ela não quer falar comigo.

Bia: Ok então. -- ela dá as costas e vai em bora. Ela vai aprontar alguma coi... porquê ela está falando com a Sara.


P.O.V BEATRIZ 


A Nyssa e a Laurel estão precisando de um empurrão, e dos grandes, então quem melhor pra fazer isso do que as irmãs delas.

Bia: Sara?! -- digo me aproximando.

Sara: Oi? 

Bia: Podemos conversar?

Sara: Claro. -- nós afastamos um pouco das pessoas que estavam ao redor. -- Qual é o assunto?

Bia: Nossas irmãs.

Sara: Tô vendo que o plano de fazer elas se beijarem não deu certo. -- nós tínhamos combinado de fazer elas se beijarem ou admitirem que gostam uma da outra no verdade ou desafio. Isso aí, senhoras e senhores, meninos e meninas, Laurel Lance gosta da Nyssa.

Bia: Pois é, parece que a sua irmã está evitando a minha e a Nyssa não quer ir falar com ela.

Sara: Essas duas vão dar trabalho. 

Bia: Maaas eu tenho um plano e preciso da sua ajuda.

Sara: Elas podem acabar nós matando depois?

Bia: Com toda certeza. 

Sara: Bom, é por uma boa causa. -- diz me fazendo rir. -- Qual é o plano?


P.O.V LAUREL 


Bagunça. É assim que eu posso definir como está a minha cabeça. A Nyssa me beijou, eu deveria estar feliz, eu... gosto dela e isso me assusta. Sempre gostei de homens, mas quando conheci ela... Não sei explicar. É algo novo, uma sensação boa mas ao mesmo tempo assustadora. Como entrar em uma zona desconhecida. 

Sara: Lauri... -- vejo minha irmã se aproximando. -- podemos conversar?

Laurel: É claro, aconteceu alguma coisa? -- pergunto preocupada.

Sara: É melhor conversarmos em particular.

Laurel: O que tá acontecendo? -- pergunto assustada.

Sara: Não dá pra explicar agora. Vem. -- ela segura minha mão me arrastando para fora do salão. 

Nós andamos até meu quarto. O que tá acontecendo?

Laurel: Sara, o que tá acontecendo? Você tá me assustando!

Sara: Você com certeza vai me matar, mas a gente não fizer isso vocês vão continuar com essa infantilidade.

Laurel: Que? Do que você tá falando, como assim se a gente não fizer?

*****: Que merda é essa? -- arregalo os olhos ao escutar essa voz. Me viro e vejo Nyssa com a irmã.

Sara: Agora vocês duas se resolvam. -- ela diz e puxa Bia para fora do quarto.

Nyssa: Aonde vocês pensam que vão?

Bia: Você vai me matar depois, mas é por uma boa causa. -- vejo que ela está com sua varinha na mão. Ela e Sara saem do quarto e ela aponta a varinha para as portas. -- Colloportus. -- as portas se fecham rapidamente.

Nyssa vai em direção a elas e tenta abri-las.

Nyssa: Beatriz o que você fez? -- pergunta brava.

Bia: Bom, um empurrãozinho não deu certo, então...

Sara: Talvez isso funcione.

Bia: Nem adianta tentar arrombar a porta Nyssa. Ela não vai abrir tão cedo, a não ser que alguém lance o contra-feitiço, e você não sabe nem segurar a varinha direito. -- Informa.

Nyssa: Eu vou te matar.

Sara: A gente tá indo. -- diz e escuto passos.

Laurel: Sara Lance volta já aqui. -- mando, mas não tenho resposta. (NARRADORA On -- Coloquem a música Yours de Ella Henderson)

Agora eu tô presa, no meu quarto, com a Nyssa. Eu tô ferrada. Preciso sair daqui agora, não sei o que vai acontecer se eu continuar aqui. Sara eu vou te matar. 

Minha respiração está descontrolada e eu tento olhar pra qualquer lugar que não seja a morena. O silêncio é devastador. Meu peito sobe desce muito rápido, meu coração está acelerado, pode sair do peito a qualquer momento. Começo a andar de um lado para o outro sem parar, como se isso fosse abri a porta.

Nyssa: Para, -- fala e me segura pelos ombros -- vai acabar fazendo um buraco no chão. -- começo a rir de sua fala. 

Laurel: Só você pra me fazer rir numa situação dessas. -- digo sem pensar. Quando percebo sua face meio corada tomo noção de minhas palavras. -- Quero dizer, nossas irmãs nós prenderam e você tá fazendo piada sobre eu estar andando em círculos. -- digo tentando disfarça. Ela suspira e tira as mãos de meus ombros.

Nyssa: Precisamos conversar. -- Acho que meu coração parou. Será que ela sabe que eu gosto dela, que ela vai dizer que me vê apenas como uma amiga, só pode ser isso. Mas antes eu preciso falar com ela.

Laurel: Antes de você falar qualquer coisa eu preciso dizer uma coisa. -- respiro fundo -- Nyssa, eu... eu gosto de você. Acho que sempre gostei. E isso é um sentimento novo e assustador, mas é a melhor coisa que eu já senti. Sei que você me vê apenas como sua amiga, como a irmã mais velha da sua ex-namorada, como a pessoa que você treinou. Mas eu te vejo de outra forma, mais do que uma amiga, mais do que uma colega de equipe. Agora por favor se for dizer que eu estou sendo ridícula e passando vergonha, diz logo. -- Eu a encaro, ela apenas me encara de volta com a expressão surpresa. -- Nyssa, por favor, fala alguma coisa. -- ela não diz nada, como se estivesse pensando no que dizer. Do nada ela se aproxima ainda mais de mim.

Nyssa: Obrigada, -- que? -- eu não fazia a mínima idéia do que te falar. -- quando ia perguntar do que ela estava falando, ela cobre meus lábios com os seus.

Era beijo calmo e sem pressa. Sinto suas mãos em minha cintura, em quanto ela pede passagem com sua língua, eu, obviamente, concedi. Era uma sensação boa e estranha. Nem percebi quando minhas mãos estavam em sua nuca. Nós separamos por falta de ar. Abro os olhos e percebo que os dela ainda estão fechados, observo cada mínimo detalhe de seu rosto, ela era linda, não, ela era perfeita. Segundos depois ela abre os olhos, tira uma das mãos de minha cintura e leva até meu rosto.

Nyssa: Eu acho que gosto de você desde que comecei a te treinar. Mas só persebi isso quando você quase morreu enfrentado Damian Dark. A última vez em que fiquei tão devastada assim foi quando Sara morreu, -- lágrimas saiam de seus olhos em quanto ela falava e eu não estava muito diferente -- nunca pensei que fosse gostar se alguém quanto gostava dela, -- ela sorri -- mas aqui estou eu te falando isso. Só não imaginava que ia ser desse geito. -- rimos juntas. Ela coloca uma mecha de cabelo atrás da minha orelha e limpa minhas lágrimas com o polegar.

Laurel: Acho que nossas irmãs estavam certas. Precisávamos mesmo de um empurrão.

Nyssa: Só um empurrão?

Laurel: Não foi só um? -- pergunto confusa.

Nyssa: Você acha que aquele beijo de mais cedo foi o que?

Laurel: Faz sentido. -- digo, logo ela me puxa pra mais um beijo. Nós separamos e sorrimos uma para a outra. (NARRADORA On-- Tirem a música)

*****: Alohomora. -- escuto alguém dizendo algo que não entendo e as portas se abrem, revelando nossas irmãs do outro lado.

Sara: Conseguimos. -- as duas fazem um high five. -- Acho que podemos dizer que a operação cupido foi um sucesso.

Bia: Com certeza. -- Eu Nyssa não podemos deixar de rir da sena das duas. Até que eu olho pro chão perto delas...

Laurel: Não se mexam. Nenhuma das duas.

Bia: Por que?

Nyssa: Tem uma cobra muito grande do seu lado. 

Sara: Ela sabe. -- ela sabe?

Bia: Sei. -- ela se abaixa e faz carinho na cabeça da serpente -- Ela, no momento é nossa protetora, que vai evitar que vocês duas nós matem.

Nyssa: Você acha quÉ uma cobra vai me impedir de te matar?

Bia: Se eu pedi, ela te mata antes que você possa pedi ajuda. -- Ela olha para o réptil que a encara de de volta -- Shiara shate -- ela tava falando com a cobra?

Nyssa: Pensei que falasse língua de cobra. -- a encaro.

Bia: Ahnn, eu falo, acabei de falar.

Nyssa: Não falou não, acabou de dizer pra ela que está tudo bem. -- Bia está de boca aberta olhando para a irmã, e eu e Sara não estamos tão diferentes.

Laurel: Vvocê entendeu o que ela disse?

Nyssa: Você não?

Sara: Acho que mais alguém aqui fala língua de cobra.

Bia: A Shayla vai pirar, quando saber disso.

Nyssa: Pensei que já conseguisse chamar ela de mãe.

Bia: Um passo de cada vez. Agora você vai me dizer exatamente o que aconteceu. -- diz entrando no quarto e puxando Nyssa pra fora dele. Sendo seguidas pela serpente. 

Sara: Pode começar a falar. -- ela entra e me puxa pra sentar na cama. -- Pode começar.

Laurel: Foi assustador no início, eu achei que ela sabia dos meus sentimentos por ela e que ia me dar um baita fora. Quando eu terminei de falar ela me encarou muito chocada. O silêncio tava me matando, aí ela se aproximou e me agradeceu, ela disse que não tinha ideia do que me falar e depois...

Sara: Depois o que? -- pergunta ansiosa.

Laurel: Ela me beijou. -- Sara dá um pulo da cama e dá um grito, como uma adolescente.

Esse dia vai ser inesquecível.


Notas Finais


Nyssa é ofidioglota🤯🤯. Bom eu tenho que admitir, eu não ia fazer isso, maaaas eu achei a ideia legal e acabei fazendo. Bom acho que o próximo casal, o cap vai ser mais longo. Até logo, genteee🖤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...