História Historias Curtas de Horror - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 10
Palavras 310
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Policial, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais um curta bem curtinho mas espero que gostem <3 ^^

Capítulo 2 - Tudo por amor


Eu não aguento mais ver essa merda tudo de novo, mas eu não posso desistir, da ultima vez eu quase consegui, vamos recapitular tudo de novo, eu acordei, liguei o celular e olhei a hora e o dia, eram 10:30 do dia 08/07/2000, me levantei da cama rápido, comi alguma coisa, chequei o celular e fui assistir TV, depois de um tempo, chequei de novo o celular e nada de mensagem, estranho, normalmente eu recebo alguma mensagem dela, mas ate agora, nada, igual a dos outros dias, eu sai de casa e peguei meu carro, e, ao invés de eu pegar o caminho que eu pego todos os dias, eu peguei um caminho diferente ate a casa dela, pra ver se alguma coisa havia mudado, cheguei finalmente na casa dela, não bati na porta como de costume, ela me deu a chave da casa dela, então eu podia entrar a qualquer hora, eu entrei e como sempre, estava vazio, eu peguei uma faca de cortar carne e sai correndo pra floresta e eu a vi ela estava perdida e desesperada, lagrimas de terror caiam sobre sua pele suave, eu gritei seu nome e ela olhou pra mim, eu corri ate ela quase caindo e a abracei, e, atrás dela eu pude ver, a criatura que a matava todos os dias, eu tentei correr, mas era tarde, a criatura veio correndo com aquelas pernas grandes, finas e afiada e espetou a gente como palitinhos de churrasco, eu podia ver o meu sangue escuro se misturando com o sangue claro dela e caindo sobre as folhas secas no chão, eu olhei pra ela e a beijei chorando, pois aquilo finalmente havia acabado, eu não consegui salvar ela, mas pelo menos irei junto com ela. Tudo isso por amor.

 

Eu abri meus olhos e chequei o celular e eram 10:30 do dia 08/07/2000.


Notas Finais


Bem bostinha mas ta legalzinha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...