História Histórias macabras - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 11
Palavras 463
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Orange, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 25 - Hans, o Maníaco.


Hans era uma pessoa um tanto quanto peculiar. Adorava crianças e havia dedicado toda sua vida ao circo. Junto a sua esposa Clarice, fizeram muito sucesso por todo o mundo, porém Clarice acaba falecendo. Morrera durante seu parto.

A partir daí, ele virou outra pessoa, totalmente irreconhecível. Adquiriu um fascínio: matar crianças. Acreditava que, como sua esposa morrera durante o parto, a culpa seria do feto. Adquiriu também a teoria de que crianças eram seres diabólicos e que desperdiçara grande parte de sua vida alegrando esses seres.

Hans começou a trabalhar em festas infantis, vestindo-se de palhaço; porém, agora seu objetivo não era fazê-las felizes, e sim eliminá-las. Optava por festas com crianças de dois a seis anos de idade, pois eram fáceis de manipular. Sua primeira vítima fora uma menina chamada Anna. Era seu aniversário. Após o palhaço se apresentar no palco, ficou observando a garotinha. Quando ela foi até o banheiro, o maníaco a seguiu.

Drogou-lhe e a fez desmaiar. Logo após, colocou-a em seu saco preto e foi embora. Até então, ninguém notara o desaparecimento da criança; já em sua casa, o homem a matou e esquartejou seu corpo. A polícia nunca desconfiou.

Sua segunda vítima fora a mais fácil. Sua prima havia ido até sua casa lhe fazer uma visita e levou consigo seu filho Kell. Frank adorou, pois foi a sua melhor chance. Ele prepara a janta naquela noite e coloca Boa Noite Cinderela na comida dos convidados. Eles desmaiam. Rapidamente, Hans os prende em seu esconderijo; em sua casa, havia uma entrada secreta que levava diretamente ao subsolo. Quando acordaram, ele os torturou e logo após os eliminou. Já não bastava matar, Hans ainda colecionava os corpos de suas vítimas, deixando-as presas em ganchos de ferro de açougue.

Nem mesmo seus parentes escapavam. Sua terceira vítima fora o filho do vizinho. O menino estava jogando bola em seu quintal quando Hans chega até ele e lhe oferece uma bala. O garoto come e logo após desmaia. Era muito fácil para ele manipular crianças. A quarta vítima havia sido uma garotinha chamada Lins; Hans a sequestrou enquanto saía da escola, mas foi aí onde ele cometeu o maior erro de sua vida.

No colégio, havia câmeras que facilmente capturaram suas ações. Claro que, quando chegaram à conclusão de que era mesmo Hans, ele já havia matado mais de oito crianças.

A polícia armou um plano para pegá-lo. Usaram uma criança como isca e garantiram que ela parecesse vulnerável. Deixaram-na andando sozinha à noite, perto de sua casa. A criança aparentava estar perdida. O homem a leva para dentro de sua casa, mas logo a força policial a invade e prende o acusado. Hans pega cento e vinte anos de prisão; ou seja, iria ficar preso até a sua morte, pois tinha cinquenta quando fora preso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...