História History of Friends - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescente, Gravity Falls, História, Miraculous, Mistério
Visualizações 3
Palavras 2.578
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Jardy não me mate por favor(por favor, por favor, pfv,pfv,pfv,pfv)
Bem está ai mais um capítulo, nesse vai ter surpresas, uma festa e beijo... NÃO ME MATAAAAAAA

B-BOA LEITURA S2

Capítulo 6 - Falta Alguém?


Narrador

Adryan acorda meio confuso em sua cama, então ele se pergunta “Foi só um sonho...” Ele se levanta e olha o celular e vê que é 6 horas da manhã, então vai para o banheiro e toma um banho quente e revigorante, depois ele veste uma calça jeans meio azulada, o uniforme da escola, uma jaqueta marrom e calça o tênis. Quando ele chega na escola senta na grama, coloca seu fone e fica escutando músicas. Um tempo se passa e o Santiago chega:

>Santi< Oi Adryan!

Ele não ver e nem escuta então o Santiago chega perto de seus ouvidos e grita:

>Santi<ADRYYYYYYYYAN!

>Adryan<Ah! Meu deus quer me matar do coração?

>Santi<Não, mas poderia né!

Santiago sentou do lado dele e ficou conversando até que o Juan e a Jardy chegam ao mesmo tempo:

>Jardy<Eae gente tudo bom?

>Santi<Tudo!

>Adryan<Tudo bom.

>Juan<Vamos pra sala, o sinal está quase batendo.

>Santi<Vamos!

Todos se levantam e vão em direção a sala. Quando chegam lá sentam quase no fim da última fileira, sem entender o Adryan pergunta:

>Adryan<Espera... a gente sentava lá na frente.

>Santi<Como assim Adryan? Nós sempre sentamos aqui pro fundo.

>Adryan<Hum...Ok.

Eles c ficaram conversando por um tempo até que o Adryan estranhou novamente:

>Adryan< Será que O Jp, Luiz G. e Luiz Fernando não vão vim?

>Jardy<Quem são esses?

>Adryan<Como assim “Quem são esses?”, eles são nossos amigos.

>Santi<Adryan, essas pessoas não existem, deve ser mais um daqueles seus sonhos.

>Adryan<Sonhos?

>Santi<Sim, É tipo daquela vez em que você disse que fomos para uma floresta e que achamos uma casa na árvore.

>Adryan<Eh...deve ter sido um sonho.

A professora chegou e começou a aula.

Durante a aula a professora passou um trabalho em equipe sobre mitos e lendas que envolvam os semideuses antigos. Adryan, Santi, Jardy e Juan formaram uma equipe, eles combinaram de ir na casa Adryan a tarde para fazer esse trabalho. As aulas se passam e finalmente chega a hora de sair, todos se despedem e vão para seus lares.

2:00p.m.

Santiago ON

Eu chego em minha cansado, tomo um banho relaxante na banheira, enquanto estou lá eu fico pensando nos nomes que o Adryan falou, eles me recordam alguma coisa... Termino meu banho e vou para meu quarto, visto um short fino azul e fico deitado na minha cama mexendo no celular. Quando dá 3 horas eu visto um short jeans uma camisa preta com uma estampa de caveira uma jaqueta pois parecia que iria chover muito, pego minha mochila . Peço para meu pai me levar na casa do Adryan (até porque eu não vou ficar me matando de pedalar), depois de pouco tempo chegamos lá eu desço do carro e meu pai vai embora. A casa do Adryan era de dois andares com um belo jardim na frente, vou na porta dele e clico na Campânia um tempinho depois ouço alguns passos e a porta se abre. Era a mãe dele uma mulher um pouco mais alta que eu, que vestia um longo vestido amarelo, provavelmente pois estava grávida, eu a cumprimento e ela diz pra mim subir para o segundo andar que o Adryan já estava lá com a Jardy. Eu subo e lá em cima havia um corredor com quatro portas, em uma delas tinha o nome de Lana, no Outro o Adryan e o resto provavelmente eram o quarto dos pais do Adryan e o banheiro. Eu entrei e de cara estava lá o Adryan e a Jardy dividindo um fone, eu com uma expressão de surpreso digo:

>Santi<Oi pombinhos!

No momento que eu falei eles se levantaram na hora e com cara de envergonhados e de zangados disseram:

>Jardy-Adryan<Vou te Matar Santiiii!!!

>Santi<Desulpaaaa! * Falei fugindo deles *

Enquanto eles corriam atrás de mim a porta abre e entra o Juan, quando ele ver a cena nós paramos na posição de presa e predador e olhamos para ele, com uma expressão de “Tô no hospício” falou:

>Juan<Mas o que é isso que tô vendo aqui na minha tela(aquele meme)

Nós paramos e começamos a rir loucamente. Depois de boas gargalhadas a Jardy disse pra começarmos, e então foi feito. Começamos a discutir sobre qual lenda ia ser, havia muitas para fazer, mas a professora havia dito que não podia ser as mais famosas, então pesamos até que eu lembrei de uma lenda que era sobre semideuses:

>Santi< Galera já sei! Vamos fazer sobre os Homéricos.

>Juan<Quem são esses?

>Santi<São filhos da Deusa Theia e humanos, logo sendo semideuses, eles têm a capacidade de fazer sonhos virarem realidades, também tem o poder contra as sombras do Filho de Ades, o Breu.

>Adryan<Mas na lenda as sombras são brancas por que?

>Jardy<Por que ele matou Theia...

Todos olharam pra Jardy com caras de surpresos:

>Santi<Como você sabe isso Jardy?

>Jardy< Não sei... só veio na minha mente.

>Juan<Ok então, vamos começar.

Começamos a fazer o trabalho, eu fiquei com a montagem da folha, a Jardy foi pesquisar mais, o Adryan estava escrevendo o que a gente ia apresentar e o Juan... bem não tava fazendo nada.

Depois de um bom tempo finalmente terminamos, bem na hora em que começou a chover muito:

>Jardy<Espero que termine logo a chuva, tá escurecendo.

>Santi<Pois eu espero é que fique mais forte, ai FINALMENTE vamos poder fazer uma festa do pijama.

>Jardy<Espero que termine!

>Santi<Espero que continue!

>Jardy<ESPERO QUE TERMINE!

>Santi<ESPERO QUE CONTINUE!

>Santi-Jardy<AHHHHHHHHH!

Depois dessa briga de crianças crescidas (ksks) todos descemos e fomos para a cozinha, a mãe do Adryan tinha feito um bolo de chocolate delicioso só faltava colocar a calda e decorar. A Jardy correu e foi ajudar a mãe do Adryan já que ela estava grávida, eu o Juan e o Adryan nos dirigimos a sala, sentamos no sofá ficamos jogando, depois de um tempo ah Jardy chamou para irmos comer, fomos para a cozinha e sentamos nas cadeiras que estavam perto do balcão, a mãe do Adryan trouce os pratos com as fatias de bolo. Começamos a comer e ele estava maravilhoso, sério! Estava muito bom, então em um momento repentino eu falei:

>Santi<O Luiz F. vai amar esse bolo!

Então os meus amigos olharam pra mim, o Adryan perguntou:

>Adryan<Quem é Luiz F.?

>Santi<Eh... não sei... falei sem querer.

>Jardy<Fumando maconha em uma idade dessa Santi? *risos*

Eu sorrir e voltamos para a sala e sentamos no sofá. A chuva ainda não havia parado e a Jardy já estava começando a ficar agoniada:

>Jardy<Santi, você que vive se preocupando trousse uma capa de chuva?

>Santi<Sim, mas você não vai sair em uma tempestade dessa não, você parece alérgica a água.

>Jardy<Cala boca Santi e me dá logo essa capa!

>Santi<Ok.

Eu peguei a capa que trazia na minha mochila e entreguei a ela. Ela pegou suas coisas e ia saindo, o Juan e o Adryan ficaram preocupados com ela e disseram pra mim que eu não podia dar a capa de chuva pra Jardy, estava uma tempestade lá fora, eu disse para eles relaxarem, e então a Jardy abriu a porta e saiu, um minuto depois a porta abriu bruscamente e a Jardy entrou:

>Jardy<CARALHO DE GRI- Athin!

>Santi<Meu deus que fofinha a loli espirrando, parece um gatinho.

>Jardy<Aff...

Ela me devolveu a capa e pegou o celular para ligar pra mãe dela.

>Jardy< Oi mãe! A senhora pode vim me buscar?

Celular>Mãe< Não dá filha, tá chovendo muito!

>Jardy<Vem de carro então.

Celular>Mãe<Lembra que ele tá quebrado?

>Jardy<Ah, é verdade...

Celular>Mãe<Será que a mãe do Adryan deixa você dormir aí?

>Jardy<Não sei.

Celular>Mãe<Passa o telefone pra ela.

>Jardy<Ok.

A Jardy vai até a cozinha aonde a mãe do Adryan está lavando as louças e entrega o celular pra ela:

>Mãe do Adryan<Alô?

Celular>Mãe<Oi, Adriana a Jardielly pode dormir ai na sua casa?

>Adriana<Mas é claro!

Celular>Mãe<Obrigada, tchau!

Então a Jardy volto pra sala e eu perguntei pra ela:

>Santi<E então? Vai ter festa do pijama?

>Jardy<Eh, fazer o que né.

Nós então voltamos para o quarto do Adryan e ficamos lá nos divertindo e conversando, um tempo depois a mãe do Adryan chega e traz uns lençóis e travesseiros, a mãe do Adryan sai do quarto e a Jardy fala:

>Jardy<Eu não vou dormir aqui não!

>Jardy<Adryan, você tem uma irmã, certo?

>Adryan<Sim, mas boa sorte para ela deixar você dormir no quarto dela.

>Jardy<Eu dou meu jeitinho.

A Jardy sai e fecha a porta, pouco tempo depois ouvimos uma gritaria e a Jardy volta:

>Jardy<Sua irmã é um pouco... agitada.

>Santi<Adolescentes jovens.

>Jardy<Merda, parece que vou ter que dormir aqui.

Nós ficamos conversando e nos divertindo até que o Juan, o Adryan e eu dormimos.

Santiago OFF

00:00a.m.

Jardielly ON

Eu acordo durante a noite ou madrugada, sei lá. Olho para o chão e o Juan tá jogado dormindo, o Santi tá na cama e o Adryan... Na verdade ele não tava em nenhum lugar do quarto, eu então ouço uns barulhos vindo da sala resolvo descer para ver o que é. Quando eu chego na sala o Adryan está deitado no sofá jogando no seu videogame, eu vou até ele e sento no sofá:

>Jardy<Que jogo é esse?

>Adryan<Odisseia...

>Jardy<Hum... que gráficos bonitos.

>Adryan<Sim...

>Jardy<Por que esta jogando essa hora?

>Adryan<Por que VOCÊ está acordada essa hora?

>Jardy<Sede.

>Adryan<Então vai beber água.

>Jardy<Ok...Quer alguma coisa?

>Adryan<Traz uma... vodca.

>Jardy<Você be-

>Adryan<Sim. Algumas vezes.

Eu então vou a cozinha e abro a geladeira, pego a garrafa de vodca e dois copos. Volto para a sala e coloco a bebida no meu copo e no do Adryan, ele pega a bebida e com uma expressão de confuso me pergunta:

>Adryan<Você bebe?

>Jardy<Não, resolvi experimentar.

Então em um gole tomo toda bebida do copo (O que não era muito), com isso sinto um ardor enorme, mas gostoso. Quando olho pro Adryan ele está morrendo de rir:

>Jardy<Que foi?

>Adryan<Sua careta que foi muito engraçada*risos*

>Jardy<Dá um desconto, é minha primeira vez.

>Adryan<Ok. *risos* Quer jogar?

>Jardy<Sim! Mas eu não sou tão boa.

>Adryan<Não importa, é um jogo mais de descobertas.

Eu peguei o outro controle e um fone então começamos a jogar, era um jogo bem legal nós éramos duas bolinhas brilhantes, no jogo havia vários puzzles que tínhamos que fazer para liberar o próximo nível. Cada minuto bebíamos um gole de vodca, eu me sentia cada vez mais alterada, mas livre... Os níveis eram cada vez mais lindo ao contrário dos puzzles que iam ficando mais horríveis para resolver, uma hora chegou uma fase onde tinha várias coisas malucas e divertidas e em um impulso sem querer eu falo:

>Jardy<O João Pedro iria amar esse jogo!

>Adryan<Quem é João Pedro?

>Jardy<Eh... não faço a mínima ideia...

Depois disso nós continuamos jogando até que chegamos na fase final, para resolver esse puzzle tinha que ter um capturador de movimentos e por a caso o Adryan tinha um desses, eu terminei de beber o resto de vodca que tinha na garrafa e levantei para completar a fase. Tínhamos que dançar para abrir um portão de pedra, as bolinhas de luz tomaram a forma de mim e do Adryan, ele apontou a mão para mim e disse “me concede essa dança” eu peguei a mão dele e disse “Claro.”. A música começou a tocar e consequentemente começamos a dançar, íamos de um lado pro outro, não sabia dançar muito bem, então uma vez o outra eu pisava no pé do Adryan. Nós estávamos dançando loucamente provavelmente por causa da vodca, a música estava chegando fim, no último passo o Adryan me girou segurando a minha mão no alto e eu me joguei, mas ele segurou minha cintura me impedindo de cair. A música acabou e o portão se abriu, revelando uma vista majestosa de um sol nascendo em uma área plana cheia de flores. Então eu me levantei e ia sentar no sofá, mas em um movimento repentino o Adryan pegou minha cintura fazendo-nos ficar grudados frente a frente, eu espantada perguntei:

>Jardy<Mas o que é is-

Fui interrompida com um beijo do Adryan, eu fiquei totalmente surpresa e...  COM UMA PUTA RAIVA DELE! Eu o empurrei para longe de mim, e disse:

>Jardy<NÃO FODE ADRYAN!

>Adryan<D-desculpa... e-eh eu tava fora de mim.

>Jardy<Ahh! Merda!... Olha eu sei que você gosta de mim e tal, mas eu não sinto a mesma coisa, entende.

>Adryan<Olha Desculpa! Eu tava alterado, eu não devia ter bebido tanta vodca.

>Jardy<Tá bom... a gente estamos bêbados e não foi nada demais então isso morre aqui ok?

>Adryan<Tá! Claro, Com certeza!

Eu sentei no sofá, peguei o meu celular que estava no meu bolso, peguei o fone que eu estava jogando e fiquei escutando música...

Jardielly OFF

06:00a.m

Narrador

Quando a manhã chega a chuva havia parado e podia-se ouvir os belos cantos dos pássaros, Juan e Santiago acordam jogam uma água no rosto para despertar e descem para sala. E no sofá avistam Adryan e Jardielly deitados, um em cada canto do sofá, a Jardielly estava com fones, o Santiago então (Para atentar) foi na Jardielly e tirou os fones dela, chegou bem perto de seus ouvidos e gritou:

>Santi<CANETA AZUL, AZUL CANETA!

A Jardielly acordou em um pulo e viu o Santiago, com uma cara de quem vai matar alguém ela começou a correr atrás do Santiago. O juan então segurou os dois e disse para a Jardielly ir arrumar suas coisas pois o pai dele estaria ali em poucos minutos, ela subiu para o quarto do Adryan, depois de um tempo o pai do Juan chegou, e o Juan gritou o nome da Jardielly, então ela desceu rapidamente e passou pelo Juan e o Santiago, ela abriu a porta e foi em direção ao carro, o Juan e o Santiago se olharam sem entender nada e correram para o carro. O pai do Juan deixou a Jardielly e o Santiago em suas casas e foi para sua também.Depois de tudo que aconteceu todos resolveram passar o fim de semana em casa.

Muito tempo passou, eles apresentaram seu trabalho e fizeram várias coisas, a relação do Adryan e a Jardielly ficou meio estranha, mas depois se concertou, o Adryan e o Santiago se tornaram melhores amigos assim como o Juan e a Jardielly, assim se passou um 1 ano.

Até em um dia, Santiago percebeu alguma coisa estranha, enquanto ele estava indo para escola ele resolveu ir por um caminho diferente, nesse caminho ele passou por uma casa muito grande ela era familiar, ele ficou observando até que um estalo veio em sua mente ele falou:

>Santi<Lembrei

Então o mundo começou a desmoronar e ficar cheio de neblina branca, então do nada o Adryan apareceu do lado do Santiago falando lembrei e a Jardielly apareceu do outro lado falando a mesma coisa, o Juan apareceu atrás dele falando também. Todos se olharam confusos, mas foram interrompidos pela enorme sombra branca que ergueu sua mão e a jogou em direção a eles, mas antes de chegar o Adryan entrou na frente de todos e falou:


Să fie lumină

 

E então ele desmaia e o monstro simplesmente se desintegra, o mundo desabou e eles voltaram para a sala da caverna onde estavam, mas a caverna também estava desabando. Santiago e Juan pegaram o Adryan e começaram a correr, voltaram para onde haviam entrado e pularam na água. Nadaram até a superfície onde seus amigos nadaram até eles e ajudaram a sair da água...


Notas Finais


Então... esse foi o capitulo, espero que tenham gostado e que eu não morra

tchauzinhooo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...