História Hogwarts 1992 lendo A Pedra Filosofal - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Visualizações 110
Palavras 1.407
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey galera, primeiro quero que me desculpem por não ter postado nenhum capítulo ainda, estava viajando e não levei o notebook.
Bom, essa história é uma que eu estava querendo fazer à algum tempo, já tinha alguns rascunhos dela, mas não postei nada, então, espero que leiam e gostem. Primeiro a garota na capa junto com o Harry, não é namorada dele, é irmã, não de sangue, de crianção, lendo entenderão melhor.
Bom é só isso,
boa leitura e beijos.

Capítulo 1 - Prólogo


Mais um ano letivo se iniciava no maravilhoso castelo de Hogwarts, alguns dos alunos ainda riam do berrador que Ron Weasley havia recebido aquela manhã, enquanto o mesmo estava completamente envergonhado e irritado, porem a atenção de todos os alunos e professores presentes foram tiradas de Ron, para Alvo Dumbledore, que havia acabado de entrar no salão, extremamente animado, e com varias pessoas atrás de si.

Todos olhavam um pouco confusos para aquela cena, principalmente os professores, que reconheceram todos os rostos ali presentes, já atrás do Diretor de Hogwarts estavam, Narcisa e Lucius Malfoy, Molly e Arthur Weasley, Ninfadora Tonks, Alastor Moody, Cornélio Fudge e Remus Lupin.

-Bom dia caros alunos e professores, acho que estão querendo saber o motivo de termos convidados nessa bela manhã, não é mesmo?- falou Dumbledore com seus olhos brilhando de animação.- Bom antes disso, peço para que os convidados se acomodem, Os Malfoy, podem se sentar junto ao seu filho na mesa da Sonserina. Os Weasley na Grifinória, assim como o Sr. Lupin, a Srta. Tonks na Lufa-Lufa, Cornélio e Alastor pode se sentar junto aos professores.

Os convidados foram se sentar nas mesas que Dumbledore havia pedido, o casal Weasley se sentaram perto de seus filhos, Hermione, Harry e Thalia, Remus se sentou perto dos Weasley e olhava com curiosidade para Harry e Thalia. O casal Malfoy sentou-se perto de seu filho, porem, Narcisa olhava diretamente para Thalia na mesa da Grifinória, seus olhos tinham um brilho indecifrável. Ninfadora sentou perto de Cedrico Diggory na mesa da Lufa-Lufa. E Alastor e Cornélio sentaram-se perto de Snape e Minerva.

-Bom, já que estão todos devidamente acomodados, deixem-me explicar o motivo dessas pessoas estarem aqui, bom, ontem, eu recebi uma visita inusitada na minha sala, um viajante do futuro, podem achar que é bobeira e maluquice da minha parte, mas, tenho formas de afirmar tudo, e acreditem, se eu não tivesse visto ele, eu não acreditaria que nada disso é verdade. Bom, pode entrar- falou Dumbledore, sendo observado por olhares incrédulos.

Todos(menos Dumbledore) arregalaram os olhos, assim que viram a pessoa que entrou no salão principal. Era um homem alto, de cabelos negros e espetados para todos os lados, mas o que deixava ainda mais charmoso, seus olhos eram verdes esmeralda, ele usava um óculos de aro redondo, usava uma calça jeans preta, uma blusa social branca, um tênis azul escuro e em seus braços segurava um livro, aquele homem era a versão mais velha de Harry Potter.

-Olá- falou olhando divertido para todas as faces incrédulas que lhe observavam.

-Voc...você, você sou eu?- perguntou o pequeno Harry Potter na mesa da Grifinória.

-Isso ai- falou com um sorriso divertido nos lábios.

-Bom Sr.Potter, acho que seja melhor explicar para todos o motivo de estar nesse tempo- falou Dumbledore e foi sentar-se na mesa dos professores, se divertido com o olhar incrédulo que eles lhe mandavam.

-Bom, eu e meus amigos resolvemos mudar o futuro, sabemos que é arriscado, que coisas graves já aconteceram com bruxos que mexeram no tempo, porem o nosso futuro não é tão bom assim, as pessoas que amámos morreram, metade das pessoas presentes aqui morreram na segunda guerra bruxa- falou e todos arfaram, enquanto alguns tinha os olhos marejados.

-Como assim segunda guerra bruxa?- perguntou Thalia olhando atentamente para a versão mais velha do irmão, e Harry(futuro) sorriu para a garotinha.

-Não posso contar muito, por que vocês precisam saber por si próprios, mas, para resumir, haverá uma segunda guerra bruxa, não posso dizer quando, só digo que muitas pessoas vão morrer, mas eu e meus amigos achamos uma forma de evitar a morte dessas pessoas- falou em um tom calmo.

-Que forma?- perguntou Hermione curiosa e Harry sorriu.

-Vocês irão ler livros, nele conta o passado, presente e futuro, é sobre minhas aventuras e da minha irmã- Harry(futuro) olhou para ele e Thalia que estavam na mesa da Grifinória.- Toda as verdades e segredos que esconderam da nossa vida serão revelados- Harry(futuro) olhou diretamente para Dumbledore e o mesmo ficou com uma expressão seria.- E antes de mais nada, quero avisar que mesmo que vocês queiram falar algo, para uma pessoa que não esteja aqui presente nesse castelo, não irão conseguir, fizemos vários feitiços, mas o principal foi o fidelius charm. E também quero ir logo avisando que outras pessoas desse tempo irão vir participar da leitura, não puderam vir agora, pois estão ocupadas, e também em cada capítulo, alguém do futuro irá aparecer. E outra, todos os convidados irão ficar aqui até o final da leitura, ou seja vai demora um tempo, os convidados e as pessoas que irão vir do futuro vão ficar hospedados na sala precisa, já tem tudo que irão precisar lá, não se preocupem. Alguma pergunta?

Harry(futuro) olhou para os alunos, convidados e professores, e viu que somente uma pessoa levantou a mão, Cedrico Diggory.

-Diga Cedrico?- perguntou olhando para o garoto de quinze anos.

-Quem são essas outras pessoas que vão vir?- perguntou calmamente.

-Infelizmente eu não posso dizer o nome de todas elas, somente algumas, como Carlinhos e Gui Weasley, não posso falar mais nenhum além deles dois- falou rapidamente e Cedrico assentiu.- Bom antes de começar a leitura eu preciso falar com duas pessoas.

Harry(futuro) foi em direção a mesa da Grifinória, primeiro parou na frente de Ron, e sorriu levemente para seu amigo.

-Hey Rony, está com o Perebas ai?- perguntou em um tom calmo.

-Estou, por que?- perguntou lançando um olhar desconfiado para Harry.

-Pode me dar ele, por favor?- pediu gentilmente.

-Para que você quer Perebas?- perguntou confuso.

-Não posso falar, só digo que é importante, o Perebas é importante, então pode me dar ele, por favor- pediu.

Ron assentiu e entregou o rato para a versão mais velha do melhor amigo, Harry(futuro) transformou uma colher que estava na sua frente em uma gaiola e colocou Perebas dentro da mesma.

-Por que o colocou ai?- perguntou Ron confuso e Harry(futuro) sorriu misterioso, e olhou para Remus que olhava para o rato com os olhos arregalados.

-Reconheceu ele?- perguntou Harry(futuro) para Remus.

-Não pode ser ele, ele está morto- afirmou olhando para a versão mais velha do seu sobrinho de consideração.

-Acredite, ele esta bem vivo, e por culpa dele Almofadinhas está em Azkaban- sussurrou para que somente ele escuta-se.- Fique de olho nele, a gaiola é encantada, não irá abrir, só abre por mim.

Harry(futuro) entregou a gaiola para Remus e foi em direção a Gina, e sentou-se ao lado da mesma, a deixando completamente corada.

-Olá Gina- falou com um sorriso gentil nos lábios.

-Oi- sussurrou a garota corada.

-Gina, me diga uma coisa, você está com o diário de Tom com você?- perguntou em um tom calmo.

-Sim, como você sabe dele?- perguntou a garota pálida.

-Não é importante no momento, Gina, você pode por favor me dar o diário- pediu o moreno e a garota balançou a cabeça negativamente, fazendo ele suspirar, sabia que falar com ela seria a parte difícil.- Gina, esse diário, ele não é um objeto bom, ele trás energias negativas, Tom está manipulando você, você precisa me escutar, o diário, ele é um objeto cheio de magia negra, e eu preciso destrui-lo.

-Mas Tom é meu amigo- falou a garota em um tom choroso e Harry(futuro) sorriu e colocou uma mecha do cabelo dela atrás da orelha, a deixando corada.

-Você não precisa de amigos que não aparecem para você, você tem todos eles- apontou para os Weasley, sua versão mais nova, sua irmã e Hermione.- Eles são seus amigos, além dos outros que você vai fazer, confie em mim, você irá ser mais feliz sem esse diário.

A garota o olhou por alguns instantes, porem suspirou e tirou o diário da sua mochila e entregou para ele.

-Obrigado. Bom agora que eu já resolvi tudo, podemos começar a leitura, quem quer ler o primeiro capítulo?- perguntou o moreno e Thalia levantou a mão, fazendo os dois Harry's revirarem os olhos.- Por que eu não me surpreendo com isso.

Harry(futuro) entregou o livro para Thalia, e assim que ele fez isso a garota deu um soco no braço dele, fazendo ele fazer uma careta de dor.

-Não importa em que época seja, você nunca perde essa força sobrenatural- falou o moreno massageando o braço, fazendo Thalia sorrir.

-Deixa de ser molenga- retrucou a morena e os dois Harry's reviraram os olhos.- Capítulo 01- O Menino que sobreviveu.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, comentem, gosto de saber a opinião de vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...