História Hogwarts e amores - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Tags Drinny
Visualizações 8
Palavras 1.062
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais uma!

Capítulo 7 - Revelaçoes


Fanfic / Fanfiction Hogwarts e amores - Capítulo 7 - Revelaçoes

-aZbini fecha a porta por favor –Gina disse se aproximando dele, o menino fechou a porta furioso. Draco suspirou de alivio. Mas o moreno reclamou:
-VOCE SABIA DRACO! VOCE SABIA É MESMO ASSIM! –Zabini colocava as mãos na cabeça e andava sem parar. Draco ficou triste e olhou para ele.
-O que queria que e fizesse? Eu gosto dela, eu amo essa ruiva desde a porra do meu terceiro ano! –Gina não acreditou no que ouviu, ficou chocada. Draco gostava dela e nunca falou, nunca demostrou, mas sempre a amou.
 Zabini olhava irritado para o loiro, a qualquer momento iriam sair no soco.
-PUTA QUE PARIU DRACO! VOCE ACHA QUE EU TAMBÉM NÃO QUERIA ELA? PORRA DE FAMILIA WEASLEY QUE FEZ ESSA MENINA! –Ele se acalmou e se sentou, Draco continuava em pé olhando para ele.
-Não fala nada, por favor, sai da aqui e vai atrás da Pansy – Zabini não respondeu, simplesmente levantou e saiu, Gina estava sentada, encabulada na cama, as pessoas da sonserina gostavam dela.
 seus pensamentos fugiram ao ouvir a voz arrastada de Draco. Ele se sentou ao lado dela, meio envergonhado.
-Me desculpe, não queria que isso acontecesse... –Gina o beijo com tanta intensidade, Draco ficou sem reação em segundos, mas depois, foi passando a mão pelas laterais de sua calça de quadribol, a retirando cuidadosamente. Gina mordeu seu lábio inferior, puxando. Draco sorriu e disse:
-Oh, Weasleyzinha sabe como excitar um garoto, não é mesmo? –Gina ficou vermelha, Draco a achava tão atraente, tão perfeita, não tinha uma desvantagem na ruiva.
-Quer mesmo fazer isso? Esta no quinto ano, não imagino voce fazendo... –Gina o jogou na cama deitando bem no meio dele, Draco sentiu seu membro ficar para fora e ereto.
-Não brinca comigo Doninha –Ela tirou sua camisa e lambeu do seu pescoço até chegar perto de suas partes intimas. Draco se arrepiou, queria que ela fosse até o final, mas ela parou.
-O que foi? –Ele perguntou. Gina vestiu as roupas rapidamente.
-Tem gente vindo... –Ela deu um beijo nele e se levantou. –Como vou sair da aqui? Sem ser notada? –Draco correu até sua mala e tirou uma roupa do quadribol, Gina colocou, ficou extremamente largo, mas charmosa.
-Me encontra no lago... Amanhã, depois da aula de porção. –Ela segurou no rosto magro do garoto e saiu. Os cabelos ruivos roçando no rosto de Draco, aquele cheiro que tanto o atraia. Ele se jogou em sua cama e olhou para o teto sorrindo. “Ela vai ser minha”, mas a verdade era, que Gina já pertencia a ele a muito tempo, desde quando se esbarram, desde que no segundo ano da ruiva, eles sorriram um para o outro, desde que Draco foi bonzinho com uma Weasley.

*QUATROS ANOS ATRÁS*

Gina chorava em uma pedra. Reclamava pelo que Harry tinha feito, ele recusou a abrir seu cartão do dia dos namorados, preferiu ter a mochila rasgada, a ouvir o que ela tinha a falar.
 Ela só tinha 12 anos, mas já sabia amar alguém que não notara. Seus pensamentos iam e voltavam toda vez, até que viu uns cabelos loiros jogados no rosto e um menino um tanto alto. Draco Malfoy estava na frente dela, sorrindo.
-Por que está chorando? –Ele cruzou os braços e a observava, isso deixava Gina com borboletas no estomago, ela ficava irritada, mas ao mesmo tempo era confortável Draco está ali, olhando para ela, se isso era possível. Gina respondeu friamente, entre soluços:
-E voce se importa? –Depois que ouviu isso, Draco se encheu de fúria, mas se controlou, sorriu e se sentou a frente dela.
-O que você está fazendo? –Gina olhou para ele, Draco tinha uma cara de tonto. –Está sorrindo? Por que sorrir em quanto estou chorando? –Draco se levantou e limpou a grama de seu traje.
-Quem sabe, voce seja mais legal com quem tenta de ajudar –Draco saiu andando, Gina não entendeu, mesmo depois de tudo que ele fez, ainda queria ouvir ela? Que confusão.

*GINA AGORA*

Entrou no quarto dela, deu de cara com uma Hermione furiosa, “por que ela sempre estava lá?”, pensou. Hermione estava com uma cara de fúria tão grande, que dava medo.
-Mione? Errou algum calculo? –Gina perguntou, queria mudar de assunto, mas hemione era incrivelmente centrada em qualquer coisa que quisesse.
-Não muda de assunto Gina, eu sei. –Hermione cruzou os braços, Gina sorria.
-Sabe o que Mione? Que eu sei fazer magica? –Gina puxou a varinha e fez varias flores sair da ponta. Hermione ficou mais furiosa.
-Eu sei... que voce...-Ela falava devagar para não gritar- Esta com Draco Malfoy! –Fez um silencio horrive –Gina responde por favor! –Gina ficou triste e assentiu. Hermione relaxou um pouco.
-Voce acha que ele gosta de voce? –Hermione tinha uma expressão severa, mas amigável, se era possível.
-Ele disse que gosta de mim desde o terceiro ano... –Hermione se espantou.
-Serio? Por Merlin! –Hermione olhou para a porta e puxou Gina, as duas saíram e foram para o grande salão.
-Gina, voce não pode sentar perto de Rony, ele vai ficar uma fera! –Gina sorriu e foi até o lado do seu querido irmãozinho e se sentou, ele começou a falar varias coisas, mas ela não ouvia, se perdeu no sorriso do loiro. “MAS QUE DIABOS! PANSY NO LADO DELE?”, ela se levantou e deixou rony e o resto da mesa da grifinoria de boca aberta. Chegou na mesa da sonserina e se sentou do lado de Draco e Pansy. Draco sorriu e sussurrou em seu ouvido:
-Quer mesmo expor nossa relação? –Gina respondeu:
-Já estava exposta até no quadribol... –Gina olhava com raiva para Pansy, estava quase escarlate quando Draco sussurrou em seu ouvido novamente.
-Está com raiva? –Gina se arrepiou e fez que não com a cabeça. Uma mão longa e grosa pegou em seu ombro, virou-se para trás, e lá estava, Severo Snape com seu preto de sempre, e a ignorância, é claro.
-Ora, Ora, ora... –Ele suspirou e sorriu –Parece que alguém trocou de casa não é mesmo? –Gina suspirou antes de falar:
-Bem que eu gostaria! –Não era para ter falado isso, ou melhor, era exatamente o que falar, pois no final, deu certo.
-Detenção, Weasley! –Draco o cortou e disse:
-Eu também- Snape furioso falou:
-Como quiser... –Fez um sinal apontando para fora do grande salão, e lá foram os três, para as masmorras.


Notas Finais


Não sei se está ficando legal, mas vai


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...