1. Spirit Fanfics >
  2. Hogwarts- Slytherin >
  3. A carta do Salvatore

História Hogwarts- Slytherin - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - A carta do Salvatore


       🐍───────💚Bia Merlin💚───────🐍



18:30 PM 



Ayano sumiu o dia todo, ninguém tinha visto a garota.


Tô começando a ficar muito preocupada, até o diretor sabe o que tá acontecendo,!


Alya e eu fomos atrás do diretor.


Alvo: por favor senhoritas, a amiga de vocês não está bem e acredito que tudo o que ela precise seja apenas um dia de descanso.


Bia: iríamos saber como ajudar se o senhor nos dissesse algo! 


Alvo: eu pediria para que ela me dissesse e não o diretor -ele vai para trás de sua mesa e coça seu queixo, de perto dá pra ver a barba dele crescer.


Alya: não é justo! 


Alvo: não é justo vocês me pedirem explicações sendo eu quem sou. 


Bia: só estamos preocupadas com nossa amiga! 


Alvo: fico feliz em saber, mas creio que ela queira um tempo para ficar sozinha. Podem sair -ele aponta para a porta.


Alya: ok... -ela diz a contragosto.


Bia: obrigada por sua atenção, diretor -sorrio e saio puxando Alya para fora da sala dele.


Alya: que saco! O que tá acontecendo?


Bia: relaxa que ela vai contar o que aconteceu pra gente. 


Alya: espero que você esteja certa...


Assim que entramos na comunal, damos de cara com uma Salvatore completamente bêbada, seu jeito era fora do normal.


Enquanto bebe mais uma garrafa de conhaque ela observa a lenha arder em brasa na lareira.


Alya: Ay? -ela sequer nos olha.


Bia: o que aconteceu Ay? Por que sumiu o dia todo?


Ayano: nada demais... -ela ri sem humor.


Alya: Ayano, fala o que aconteceu!


Ayano: resolvi sumir um pouco e pensar sobre algumas coisas...


Bia: que coisas? 


Alya: Ayano, pelo amor de Merlin, conta o que aconteceu! Por que sumiu o dia todo? 


Ela tira de seu bolso uma carta e jogo para mim.


Alya se aproxima e nós duas lemos juntas.


"Querida Ayano,

Está tudo bem por ai? Como anda suas aulas? 

Eu não te escrevi só para isso se é o que está pensando, fique sabendo que eu não pude fazer nada, quando o ministério decide algo é difícil fazer com que eles mudem de idéia.

Vou deixar de rodeios e contar logo o que anda acontecendo, seu irmão está mais agressivo, os outros presos que estão na mesma ala que ele diversas vezes já foram feridos por Ían. Alguns dizem que ele enlouqueceu, coisa que eu não dúvido muito já que o único bruxo a sair são de Azkaban foi Sirius Black, avô de uma das suas amigas.

Ele está completamente fora de si. Então o ministério decidiu que amanhã, ás 17:00 horas, Ían vai receber o beijo dos dementadores na frente de pelo menos dez membros do conselho, e na minha presença também.

Eu sei que isso seria muito forte para você, já que mesmo Ían tendo feito o que ele fez, ainda continua sendo seu irmão, e por esse motivo resolvi avisar você hoje para não te dar tempo de vir até aqui. Eu sei que fiz mal em ter contado apenas agora, mas entenda que é para o seu bem.


Espero que fique bem.


Com carinho, seu avô Damon Salvatore.


Terça-feira 12:30"


É hoje... 



Ayano: meu irmão está morto á uma hora e meia... -ela ri e joga a garrafa na lareira.


Alya: eu sinto muito... 


Bia: foi melhor assim Ay...


Ayano: então porque dói tanto? -ela nos olha sorrindo, mas seus olhos ameaçam chorar.- eu sei, ele foi um tremendo imbecil, matou as pessoas que eu mais amava, mas porque dói?


Alya: as vezes os sentimentos são coisas que nós não entendemos...


Bia: pensa pelo lado bom, aquele que te fez mal está morto agora!


Ayano: aquele que está morto agora para todos os defeitos era meu irmão... Um idiota, que só prejudicou os Salvatore... -ela baixa a cabeça- mas não deixa de ser meu irmão...


Alya a abraça e eu faço o mesmo.


Bia: calma...


Alya: você precisa de um banho e de um bom descanso, sem beber mais garotinha...


Bia: aliás, onde você arrumou tantas bebidas? - contando com a garrafa que ela jogou na lareira são 30 garrafas.


Ayano: eu tenho meus meios... -levamos ela para nosso dormitório.


Depois de tomar banho, Ayano deita em sua cama e fica encarando o teto.Pedi para Emily ir para o salão principal pegar alguma coisa para a Salvatore comer, ela trouxe metade de um bolo de chocolate e um copo grande com milkshake de morango.


Ayano: eu não tô com fome...


Alya: ou você come ou você come -ela sorri.


Ayano: que droga! 


Bia: para de marra Salvatore!


Depois de insistirmos bastante, Ayano finalmente resolve comer.



        🐍───────💚Alya Black💚───────🐍



Nunca vi a Salvatore desse jeito na minha vida, ela sempre bebe, mas não desse jeito.


Depois de comer ela se aconchega na cama e seu gato deita do lado dela.


Minutos depois ela dorme.


Bia: hoje foi tenso...


Alya: e como, acho que eu preferia não saber o motivo dela ter ficado estranha...


Bia: pois eu preferia saber, ela precisa de nós! 


Alya: você está certa...


Bia: vamos aproveitar e dormir, se ela acordar e resolver sair, a Artemis vai nos avisar -assim que houve seu nome, a felina mia em resposta, como se entendesse o seu dever.


Deito em minha cama e observo a lula gigante passar vagarosamente perto da janela.


É estranho saber que a linhagem de sua família termina com você, saber que se seu Parente morrer, você vai ser o último da família a estar vivo...


Pensando nisso acabo dormindo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...