História Hold me tight - Imagine Jimin - Capítulo 59


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Exo, Got7, Jhope, Jikook, Jimin, Jin, Jung Hoseok, Jungkook, Kim, Min Yoongi, Nam, Namjin, Namjoon, Park, Suga, Taehyung, Vhope, Vkook, Vmin, Yoongi
Visualizações 72
Palavras 706
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 59 - Fica aqui comigo?


Jimin


Desde o dia em que eu vi a Lin na casa dos meninos, eu penso nela diariamente. Arrisco a dizer que gosto um pouco dela, mas só isso. 

Eu vi um brilho nos olhos dela, um brilho que nem se compara com a luz do sol. Era radiante. Mesmo que eu seja um filha da mãe com ela. Mas eu só quero o seu corpo e nada mais. 

Não gosto de me relacionar com ninguém, por isso nunca entrei num relacionamento. 

Vivi vendo meus pais brigarem todos dias. Cansei de ouvir os gritos de minha mãe pedindo por ajuda, mas tudo em vão. 

Eu fui fruto de um relacionamento péssimo... Minha mãe tentou me abortar porque ela sabia que o maldito de seu marido iria querer me matar de um jeito ou de outro. Dentro ou fora de sua barriga. Infelizmente ou felizmente, a mãe dela a convenceu de não abortar e prometeu que cuidaria de mim.

Mas esse monstro desgraçado estava devendo pro dono da boca, um traficante temível. E então chegou o dia em que o boss foi prestar contas, mas ele não tinha um tostão. 

Ele teve que pagar com a sua própria vida. E como se não bastasse ter matado meu pai, ele matou a minha mãe. 

No dia em que tudo ocorreu, minha mãe tinha me deixado na casa da minha avó. Por sorte. 

Segundo a polícia, meu pai foi assassinado com 38 tiros e minha mãe... Foi assassinada por 50.

Eu ainda não entendo como ela pode ter recebido 50 tiros sendo que foi o filho de uma puta do meu pai que estava devendo a merda da droga pra esse chefe. 

Quando minha avó me contou sobre o que tinha acontecido com os meus pais, que até então eu acreditava ter morrido em um acidente de carro, eu jurei pela minha vida que eu mataria ele. Com todas as minhas foças. 

Mas ele foi morto pelo próprio filho por pura ambição. Com a mesma idade que eu tinha na época, ele assumiu o cargo do seu pai sendo o traficante chefe. Como o homem que matou minha mãe morreu, o meu ódio pesou sobre seu filho.

Cujo o nome é Yongguk. 

Tae- JIMIN! -da um tapa na minha nuca. 

Jimin- O que!?! 

Levo a minha mão esquerda à nuca e arrumo meu cabelo. 

Tae- Você vai queimar a comida, boçal. 

Jin- Se você queimar essa comida, vou fazer você engolir cada grão até sua barriga estourar! -diz apontando a colher de pau. 

Nam- Meu namorado é tão agressivo assim? -põe a mão na boca e finge uma expressão surpresa. 

Hobi- Não é atoa que era o líder da quadrilha. 

Lá vai o Jung estragar a conversa. 

?- Que quadrilha? 

Tudo ficou em silêncio depois do comentário inutil do hoseok ate ouvirmos uma voz feminina vindo da porta da cozinha. Viramos os nossos rosto tão rapido que pôde até fazer um vento. 

Hobi- Ops. -ditou baixo. 

Nam- Quadrilha? Que quadrilha? A gente falou panturrilha. 

Tae- Isso! Panturrilha era o nome do nosso grupo no fundamental. 

Jin- Nós eramos os Panturrilha the rebels. Estamos quase terminando o jantar flor.

Lin- Entendi. Jimin eu quero falar com você! 

Jimin- O que? 

Lin- Uma coisa. 

Tae- Que coisa? 

Lin- To falando com o Jimin. 

Tae- Grossa! Sai logo daqui e leva essa cobra com você, Jimin. 

Nam- coff coff Dr coff... -falou "tossindo". 

Rolo os olhos e caminho até Lin que pega em meu pulso e me leva até o lado de fora, onde fica a piscina. 

Jimin- O que foi? 

Lin- Eu tenho medo de escuro e eu quero acender a luz da área externa, mas eu to com medo de ir ate lá. Então chamei você pra acender. 

Jimin- O que você quer fazer aqui fora a ess hora da noite? -movo o braço pra ver as horas no relógio. 

Jimin- São 10:00 PM, Lin. 

Lin- Eu quero nadar um pouco. Tem algum problema? 

Jimin- De modo algum! Seu desejo é uma ordem. 

Vou até a área que ficava a churrasqueira e aperto os interruptores que acendem as luzes de fora. 

Jimin- De nada. 

Lin- E tem mais uma coisinha... 

Jimin- Ai santo Jin. O que foi? 

Lin- Fica aqui comigo? 


Notas Finais


Olá meu amores!!
Saudades.... Comentem! 💖💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...