História Hold Me Tight - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Beyond The Scene, Couple, Hoseok, Jhope, Kpop, Sope, Suga, Yoongi, Yoonseok
Visualizações 287
Palavras 952
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Fun Boys


If hope is with us
We won’t know time is passing
Let’s wash ourselves with sweat

 

 

Quando saio do banheiro, vejo Yoongi e o recepcionista conversando na porta do quarto. 

-Por favor, Jimnie... - ele insiste, posso jurar que vi um biquinho se formando em sua boca - Só hoje, prometo.

-Não sei não, Yoongi. Essa seria a terceira vez na semana e consigo sentir que estou na mira do chefe.

-Eu falo que te ameacei se nos pegarem.

-Você não vai desistir mesmo, né? - o menino de cabelo vermelho pergunta retoricamente, em sinal de desistência.

-Aaah, obrigado! - Yoongi agarra o coitado com um abraço apertado - Vou trazer um pedação enorme de bolo pra você quando voltar, pode esperar.

-Tá, tá... Mas andem logo que daqui a pouco começa meu horário de almoço e vão colocar um substituto lá na frente. 

-Pode deixar, já vamos descer. - Yoongi se despede com um sorriso, fecha a porta e se vira para mim.

-Ficou bonito com a minha roupa. - comenta, me analisando de cima a baixo.

Respondo ao elogio com poses alá photoshoot de kpop e ele continua:

-E o melhor de tudo: sem mais fedor!

-Haha, hilário... - tento me fingir de bravo mas acabo rindo junto com ele.

 

 

Já na porta do hospital, Yoongi acena para o recepcionista, que faz um sinal positivo e finge não nos ver saindo. 

- Para onde estamos indo? - tento não parecer uma criança animada na véspera de Natal. Tentativa falha.

- Calma, só mais uns 40 minutos de caminhada e já vamos chegar.

- Aigoo, é muito tempo... - murmuro baixinho.

- Para uma pessoa que queria dormir, você parece bem ansioso, Hoseok. - ele provoca, rindo.

- Cala a boca e anda rápido.

 

xxxx

 

Ele não estava brincando quando disse que a caminhada seria longa. Minhas pernas já estavam me matando quando finalmente chegamos. Não consigo evitar e abro um sorriso enorme quando vejo o lugar escolhido pelo pianista: um parque de diversões. 

- Parece que você gostou. - ele encurva o corpo para baixo, acredito que para analisar melhor meu rosto ainda abobalhado por estar novamente naquele lugar depois de tanto tempo.

- É o mesmo parque que frequentava com meu irmão quando éramos mais novos. - respondo sorrindo, incrédulo por não terem destruído aquele local anos atrás.

- Então, vamos? - ele indica a entrada com a mão, já segurando alguns wons para comprar os ingressos.

- Os pacientes podem ter dinheiro no hospital?

- Jimin é realmente um ótimo amigo...

 

xxxx

 

Estávamos na fila de uma montanha-russa: ele comendo calmamente um algodão-doce enquanto aguardava e eu, nervoso, pensando em qual seria a hora adequada de contar para ele. 

Fala logo, idiota! eu pensava, mas travava toda vez que ia abrir a boca.

A fila já estava quase no fim e eu ainda não tinha contado. 

Para de ser frouxo, Hoseok!

Tarde demais. Nossa vez havia chegado e ele, super animado para andar no brinquedo, puxou minha mão para dentro do carrinho com uma rapidez digna de prêmio.

- Espe-pera! Yoongi, preciso te falar uma coisa. - seguro em seu ombro, fazendo força para que virasse e olhasse para mim.

O funcionário do parque desce as barras de segurança do brinquedo. 

Droga.

-Sim? - ele se vira.

-E-eu tenho medo de de de - o carrinho começa a andar - AI MEU DEUS!

-Não acredito nisso, Hoseok! - o desgraçado está morrendo de rir do meu lado enquanto o brinquedo começa a subir lentamente, me torturando - Você tem medo de altura e só me avisa isso agora? 

-Ai meu Deus, ai meu Deus... Já está muito alto? Dá pra sentir as nuvens? Consegue ver o meu caixão lá em baixo? - pergunto com os olhos fechados e as mãos agarradas na barra de segurança. Não solto essa merda nem que me paguem.

-Fica calmo, - ele coloca a mão sobre a minha, como se fosse capaz de me segurar caso a barra quebrasse - essa monha-russa nem é tão al...

-AAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHH!!!!

 

 xxxx

 

-Eu não devia ter comido tanto no café... - murmurro enquanto lavo a boca na pia no banheiro.

-Eu é que não devia ter te emprestado minha camisa favorita. Agora o Warren G ta com a cara toda vomitada. - ele responde enquanto me entrega alguns pedaços de papel para secar a boca.

-Valeu. - pego os lenços e continuo - Vou entregar lavada, prometo.

-Acho bom mesmo.

 

xxxx

 

Passamos o resto do dia aproveitando todos os brinquedos-não-altos do parque.

-Quer jogar? - Yoongi puxa a manga da minha camisa, me fazendo parar de andar.

Desvio a atenção do meu picolé por um segundo para ver do que se trata e vejo uma barraquinha de tiro ao alvo. O objetivo do jogo era derrubar o máximo de latinhas com um limite de até cinco tiros. 

- Claro - respondo confiante, quebrando a cara logo em seguida. Ou jogo estava bem longe de ser fácil ou eu era muito ruim naquilo.

Tudo bem, admito que a segunda opção é a correta.

 Comprei três fichas, ou seja, tive a oportunidade de atirar 15 vezes e errei 12.

Yoongi, o exibido, comprou a mesma quantidade e acertou mais da metade. A atendente da barraquinha nos mostrou os prêmios que podíamos escolher e eu, com meu pagamento de três latinhas derrubadas, só poderia escolher entre um chaveiro e uma borracha. 

- A gente pode juntar os resultados? - Yoongi pergunta para a mulher enquanto aponta para minha cara triste, ainda decidindo a cor da borracha.

- Nunca fiz isso, mas acho que não teria nenhum problema.

Passei o resto do dia andando abraçado ao meu cavalinho de pelúcia gigante.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...