História Höllenleben - Countryhumans AU - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 39
Palavras 1.117
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, LGBT, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Dois caps num só dia? Kkkkkkkkseidenada

Capítulo 3 - Problems Pt.1


P.O.V'S Alemanha


Mas que asco, odeio a atitude horrível que USA tem, me dá um nojo saber que ele trata México assim... Vou verificar os outros pacientes.

- Peguem suas fichas, caso alguém queira trocar de paciente. - Falo indo para a mesa de Suíça, ele que organiza as coisas aqui, pego minha prancheta. - Vejo aqui que o primeiro é o Brasil, e os seus.

- Polônia - Diz Chile, eu troquei com ele então foi desnecessário. 

- Jamaica - Fin fala pegando sua prancheta.

- Olhem as outras fichas, a gente vai cuidar de três hoje. - Vejo os meus pacientes, Brasil, Estônia e Venezuela - Os meus são Brasil, Estônia e Venezuela, creio que só vou ter dificuldade com o Brasil para transferi-lo para o quarto andar.

- Tá, - Chile olha para as outras duas fichas - bem, eu tô com o Polônia, Bélgica e Hungria...

- Jamaica, Rússia e Israel - Ótimo, vou trocar com Fin.

- Quer ficar com o Estônia? Nós podemos trocar. - Pergunto para Fin, ele é um cara bem calmo e sério, mas se preocupa muito com Estônia, acho que eles tiveram uma relação no passado.

- Ah, claro. - Fin pega a ficha de Rússia e me dá, faço o mesmo com a ficha de Estônia.

- Bem, já são 00:10, é melhor nós irmos. - Fala Chile.

- É, realmente, vamos para os elevadores... Ah, não podemos nos esquecer dos Walk talk, para segurança...

- Eu não peguei o meu, vou pegar, já volto. - Diz Chile indo até a sala de espera ao lado, a mesma sala que fica nossas coisas. Ele volta com o Walk talk na mão. - Pronto.

- Ok, vê se isso funciona - Digo para Chile, ele liga o aparelho e acena com a cabeça. - Ótimo.

Falo e nós fomos para os dois únicos elevadores, Fin foi sozinho em um, eu e Chile no outro. Não gosto muito de puxar papo, mas sei que Chile gosta de falar, então não custa tentar, além disso acabamos de entrar no elevador.

- Acha que vai ser fácil transferir o Brasil pro quarto andar? - Chile me pergunta.

- Ahn, não.

- Imaginei... - Chile aperta o botão do quarto andar e eu o terceiro.

- Não irrite o Polônia, ok?

- Achei que vocês não se gostassem

- Não mesmo, só estou te aconselhando, ele pode tentar fazer qualquer coisa. - Sempre é melhor deixar os pacientes calmos, da última vez acabei irritando o Israel e me dei mal, tenho marcas disso até hoje.

- Igual Brasil, já que o coitado tem que estar sempre numa camisa de força.

- Eu sei. 

O elevador para no terceiro andar, saio e vou direto para a última sala, entro e tranco a porta, sei que não tem como ele fugir, ele está numa maca, mas é melhor previnir.

- Ora, ora, ora, se não é o alemãozinho, o que veio fazer aqui seu merdinha?

- Vim te transferir para o quarto andar, está mais irritado que antes Brasil... O que houve?

- Nada do seu interesse, além disso eu não estou me sentindo nem um pouco culpado, ele mereceu. - Provavelmente falando do Argentina.

- E o que ele fez? 

- Ele tentou colocar aquela seringa de novo em mim! CASO VOCÊ TENTE EU TE JURO QUE IREI ACABAR COM VOCÊ NUM PISCAR DE OLHOS! 

- Calma, te prometo, não vou te fazer nada, ok? - Falo me aproximando calmamente.

- Eu não confio em vocês, seus filhos de uma putinha mal paga

- Agh, sério... Ande, quem é que está falando agora? Sei que tem bipolaridade, é o lado maníaco certo?

- Acha que eu sou maníaco? haHAHAHA - Brasil ri alto, uma risada que parece que saiu de um filme de terror, onde vilão fala todo o seu plano e depois ri, o mesmo clichê.

- Olha, eu não vou fazer como o Argentina, vai ser mais calmo, posso assim dizer... - Certo, vou fazer um Boa Noite Cinderella. - Você vai dormir, e vai acordar no quarto andar, ok?

- Não, não, não, NÃO! EU NÃO VOU PRA LUGAR NENHUM! ME OBRIGUEM SE QUISEREM, MAS NÃO VOU! - Ele resmunga, mas não tem o que fazer.

- Ok, vamos ver então...

Destranco a porta e saio, a trancando de novo. Entro no elevador e vou no térreo, lá é onde tem essas coisas, foi bobeira minha não ter trago logo, não quero ter que escutar gritaria do Brasil, então é melhor fazer-lo dormir.

Vou caminhando pelo corredor até a sala, entro e acendo a luz, tenho que admitir que aqui é bem asustador mas é meu trabalho. Procuro em uma das gavetas, nada, olho em um dos armários e encontro um frasco pequeno, é esse. Pego um lenço não tão grande e saio da sala, volto pro elevador e aperto no botao do terceiro andar.

Caminho diretamente até a o quarto de Brasil, entro e... Brasil não está na ma-


P.O.V'S Chile


- Anda, não precisa de ser tão difícil para se conversar... - Digo olhando para Polônia.

- Prefiro ficar imaginando o Alemanha sendo morto por mim e eu comendo seus órgãos.

- Que? - Tá, sei que o Polônia tem esse tipo de imaginação mas pq meus órgãos?

Ah cara, eu queria tá lidando com o Brasil em vez do Polônia, se tivesse como eu sei lá...

- Espera... Tá escutando?

- Escutando o que? - Medo do que ele vai dizer.

- De seus gritos no meio da noite enquanto eu te esfaqueio várias e várias vezes, não é legal?

- Não, não é, Polônia eu preciso que você fale sobre algumas coisas, não sobre a sua imaginação estranha.

- Quer me dar ordens? É isso? Acha que eu sou feito como esses alienados?! Acha que estou aqui por que segui ordens?! - Ele diz num tom grosso, acho que o acabei de irritar... 

- Polônia, não se estresse eu não quero que nada ruim acontece com você e comigo...

Escuto interferências no Walk talk, merda! Pode ser o Alemanha, pego rapidamente o aparelho e aumento o som

- Parece que um de vocês está tendo problemas não? - Diz Polônia zombando de mim.

- Fique quieto, eu ti saindo e já volto. - Saio rapidamente do quarto e tranco a porta.

Escuto alguém tentando falar algo, mas não consigo identificar... Está tendo muito barulhos no terceiro andar, vou verificar, tenho medo de que possa ser algo muito ruim.

Vou direto para o elevador e aperto no botão do terceiro andar, chegando lá vejo Brasil forçando o pé na garganta de Alemanha deitado.

- Vejo que chamou seus amiguinhos... Ou melhor, suas putinhas! Posso assim dizer... 


Notas Finais


O que será que vai acontecer? :0


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...