1. Spirit Fanfics >
  2. Homem - Aranha >
  3. Piloto

História Homem - Aranha - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Me desculpe si ficou muito grande , um aviso , a maior parte dos personagens são do universo dos quadrinhos , UCM ( universo cinematográfico da Marvel) , desenhos , jogos , mas outra parte são personagens originais como o homem aranha e as pessoas próximas.

Tenham uma boa leitura.

Capítulo 1 - Piloto


Fanfic / Fanfiction Homem - Aranha - Capítulo 1 - Piloto

Sonhos! Ok, não sei como descrever cientificamente o que seria um sonho, mas tenho certeza que e uma charada, você só precisa ser esperto o suficiente pra sacar.

*Sonho*

*Doutor*: Essas aranhas são geneticamente criadas em laboratório , uma espécie híbrida , uma mistura de várias outras espécies de aranhas....

.....

*Doutor*: criadas através de radiação é misturas genéricas , uma picada dessas aranhas pode ser perigosa...

...

Como sonhos podem te afetar mentalmente , podem te deixar louco , ou até paranóico , mas apenas me deixou confuso.

*Terça feira - 07:36*

Acordei desesperado aquela manhã , soado e com falta de ar , um simples sonho me deixou apavorado , não a mim e sim ao meu corpo.

Me levantei da cama e fui ao banheiro , claro eu tinha aula não podia me atrasar , eu tomei um banho rápido , ainda de toalha , peguei minha escova e ao escovar os dentes de frente ao espelho , percebi que meu rosto estava menos oleoso e as espinhas tinham sumido , meu corpo estava maior e mais forte.

*Rick*(pesando): caramba isso é músculo?

Surpreso talvez , pensei que meus exercícios estavam funcionando.

Sai do banheiro para me vestir , peguei mi há mochila e desci para a cozinha.

Sim é só mais um dia normal com um ser normal como eu , esperava o que? Garras e presas , isso é outra história e outro cara , e talvez outro ano.

*Rick*: Descendo!! - Eu disse descendo as escadas quando pulei do corrimão direto ao chão.

*Zelina*: Am! Olha quem acordou de bom humor hj.

*Rick*: Não de bom humor apenas me sentindo bem.

*Zelina*: Ah mas isso é ótimo

Pera , essa é a Zelina , não ela não é minha tia , ela e minha cunhada , ela é namorada do meu irmão , e um policial muito boa.

*Zelina*:Vamos vou te levar pra escola.

*Rick*: Beleza , o Victor já foi?

*Zelina*: Sim , e ele disse pra você estar em casa antes das 22:00.

*Rick*: Tudo bem , mas eu vou encontra a Layla na cafeteria , ela vai sair da faculdade e vai direto pra lá.

*Zelina*:Ok mas tome cuidado.

Quando meus pais morreram a 10 anos atrás , meu irmão Victor passou a ser responsável por mim e pelo meu outro irmão , Neon , nome tosco né , ele foi pra uma escola militar não vai voltar tão cedo haha.

Fui até o carro e entrei , Zelina já estava lá sentada me esperando , ela ligou o carro e fomos em direção a Midtown.

*Zelina*: Diz ai é as namoradinhas.

*Rick*: Eu tenho 14 anos , não tenho namoradinhas.

*Zelina*: Tem o que então?

*Rick*: Nada , sou um nerd que si dedica ao máximo a escola.

*Zelina*: não atingiu a puberdade?

*Rick*: Ok o papo tá ficando muito estranho vamos parar por aqui.

*Zelina*: Olha eu te entendo já passei por isso

*Rick*: Blá blá blá blá blá .

*Zelina*: tá bom si não quer falar disso tudo bem.

*Rick*: Obrigado

...

*Zelina*: Mas si você precisar conversar sobre isso.... Quer dizer não tem problema...

*Rick*: Z kkk , eu tô bem eu não preciso conversar.

*Zelina*: Tá bom encerrei o assunto , não toco mais nele.

Ah puberdade , um fato sobre mim que ninguém sabe , nem eu mesmo e que minha puberdade não vai ser normal.

Chegamos na escola , eu saí do carro e fui em direção a porta do colégio , percebi que Zelina estava meio inquieta , e eu entendo que ela quer me ajudar mas , sem querer ofender eu não me sentiria a vontade falado disso com ela.

Na porta estava Lukas meu melhor amigo desde dos 3 anos , acredite si quiser por trás daquele cabelo liso olhos castanhos e 1,80 tinha um pateta.

*Rick*: Eai.

*Lukas*: Eai brankela.

*Rick*: Agente tem que conversar sobre esses apelidos que você me da.

*Lukas*: o que não gosta , que tal anjinho , e um nome bom..., Vem ca você cresceu.

*Rick*: eu acho que sim.

*Lukas*: Tá musculoso.

*Rick*: E a puberdade.

*Lukas*: Si precisa conversa eu tô aqui , quer dizer eu tenho um ano a mais de experiência si e que me entende.

*Rick*: Eu não queria ter entendido mas Ok.

Nós entramos pela porta e andamos pelos corredores de Midtown , aaaaa o delicioso ar de atletas idiotas fedidos.

*Lukas*: Como vai meu loiro cacheado dos olhos azuis favorito?

*Rick*: to ótimo meio estranho depois da excursão de ontem.

*Lukas*: Aquelas aranhas são estranhas , e o nome daquele doutor também como era?

*Rick*: doutor Connors.

*Lukas*: E más ele não importa agora , ai escuta essa , eu tenho um plano.

*Rick*: Sou todo ouvidos.

Nós começamos a caminhar pelos corredores.

*Lukas*: Vamos ser os reis das gatas do primeiro ano , elas vão si jogar aos nossos pés.

*Rick*: Mas isso não é um plano.

*Lukas*: E claro que é.

*Rick*: tá eu também tenho , porque que ao invés de você pensa em pegar as meninas do primeiro ano , você não pensa em passar pro primeiro ano antes.

*Lukas*: E seu plano é melhor.

*Rick*: Não é?!

Beleza até aí tudo bem começamos nosso dia normal , Mas e aí que a bomba começa.

*Rick*: Espera.

Parei no meio do corredor e Lukas parou junto.

*Lukas*: o que?

*Rick*: Esse cheiro.

*Lukas*: E são os atletas nojentos do primeiro ano.

*Rick*: Não não é isso , e um perfume , um perfume incrivelmente incrível.

*Lukas*: Defina incrível.

*Rick*: Apenas incrível

*Lukas*: Não tô sentindo nada.

E é um perfume muito bom , mas porque ele não senti o mesmo que eu , o cheiro vinha da entrada da escola.

O sinal toca!!!!!

*Lukas*: Vamos temos aula.

Fiquei parado pois ainda conseguia sentir o cheiro , era um cheiro maravilhoso , não sabia quem era , fazer o que? Fui pra sala.

Ao chegar na sala , eu me sentei no fundo pra aula de química , carteiras para fazer dupla e como Lukas estava sentado com Marcos o esquisitão eu fiquei sozinho , mas antes do professor começar a aula , o diretor chegou na sala e junto a ele uma garota , e junto a ela o cheiro maravilhoso que eu estava sentindo nos corredores.

*diretor*: Alunos essa é a nova aluna da classe , Mary Toomes.

Ah uma garota linda morena , da pele escura e lisa e brilhante , olhos castanhos escuros e a boca rosa.

*Flash*: Piss , Piss , ou loirinha , você tá babando.

Flash Thompson , me atormenta desde pequenos loiro enorme e do time de futebol , como eu queria acabar com ele.

*Diretor*: Am sente-se ali perto do senhor Malsa por favor.

E eu sei eu ainda não falei meu nome mas esperai que vocês verão.

Ela caminhou em minha direção e si apresentou.

*Mary*: Oie prazer Eu sou mary.

*Rick*: Oie Mary eu sou prazer... Quer dizer eu prazer eu soh Mary... Não eu sou... Ah beleza , Henrique , meu nome é Henrique , mas todo mundo me chama de Rick.

*Flash*: Leite azedo.

*Rick*: Ou como poder ver leite azedo.

*Mary*: Kkkk vai ser Rick mesmo.

*Midtown - 16:30*

Agente só devia fica tantas horas na escola , e cansativo.

*Lukas*: Vamos temos que encontra a Layla.

*Rick*: beleza vamo nessa.

Pra quem não sabe , eu tenho 14 anos o Lukas tem 15 , Layla tem 22 , e ela é um pouco mais velha , mas ela cuida de mim desde dos 5 anos ela foi minha babá , quando meus pais morreram ela tava lá já que eu não entendia muito a situação naquela época , chega de tristeza.

Fomos ate a cafeteria.

*Cafeteria - 17:05*

*Lukas*: caramba e tão longe , mas vale a pena o café daqui e ótimo.

*Rick*: E más já vou avisando eu não vou pagar dessa vez.

*Lukas*: Ta mão de vaca.

Mão de vaca , eu que paguei das últimas 4 vezes.

Layla estava sentada na mesa dos fundos

*Lukas*: Laylaaaa , oi - Lukas a abraçou.

*Layla*: Oi gente.

Cabelos ondulados óculos pele branca , ela era do meu tamanho , e estudava física na faculdade , ela é mais esperma do que você pensa.

*Layla*: Eu ja pedi o de sempre , um café com canela pro Lukas , um café extra forte pra mim , e um café com bastante chantilly.

*Lukas*: você nunca erra.

*Layla*: me conte as novidades.

*Lukas*: O Rick babou na novata da escola.

*Layla*: olhaaa.

*Rick*: Não foi nada disso.

*Lukas*: foi sim ele ficou o caminho inteiro dissendo que tava sentindo o cheiro dela de longe.

*Rick*: Eu não te conto mais nada.

*Layla*: kkkkkk desculpe , mas isso ja e obsessão.

*Rick*: E sério eu senti , foi estranho senti o cheiro do perfume dela de longe.

*Layla*: hmmm

*Lukas*: Hmmm

*Rick*: idiotas.

Eu não sou obcecado por ela , eu só senti o cheiro dela de longe , e pra isso tem um motivo um motivo que não vai demorar muito pra eu descobrir.

*Cafeteria - 19:46*

Conversamos tanto ue perdemos até a moção do tempo , eu tinha que ir pra casa.

*Rick*: E melhor eu ir , eu tenho que estar em casa antes das 22:00 , quanto antes melhor.

*Layla*: Eu tmb vou tenho que resolver um trabalho de faculdade.

*Lukas*: eu tambem vou porque e....eu vou.

Ambos fomos embora Lukas foi por outro lugar tinha que resolver umas coisas.

Beleza um muleke de 14 anos pelas ruas de nova York , o que podia dar errado?

4 homens saíram de um beco , eles estavam com touca e um deles estava com uma faca na mão.

Com certeza eu fiquei nervoso , comecei a andar mas rápido , e eles andando na mesma velocidade , eu entrei em um beco , e eu comecei a correr , corri o mais rápido que puder , eu tava bem rápido pra falar a verdade , mas isso não impediu eles de ficar na minha cola do beco eu fui pra outro , e corri mas entrei em um beco com grades , pensei que ali seria meu fim , mas aí eu continuei correndo , e meu corpo automaticamente pulou na parede e passou por cima da grade.

Ao cair no chão , eu parei e não consegui entender como fiz aquilo , mas espera , isso importa agora? Eu tenho que sobreviver , eu continuei correndo.

Eu virei a esquerda e tinha um beco sem fim com um muro enorme , eu sabia que em alguma hora eles iriam passar pela grade , beleza , mas meu corpo estava querendo me dizer algo , como si tivesse me dissendo o que fazer , eu olhei pra parede depois olhei pra ponta dos meus dedos , eu apenas escalei , sem aponho sem escada eu apenas me grudei na parede e subi , e subi , e subi , até o topo e ao olha pra baixo , eu fiquei maravilhado com o que estava fazendo , pensei que era um sonho , eu subi em cima do prédio e consegui fugir deles.

*Queens - 21:58*

Iii merda falta dois minutos tomara que o Victor não tenha chegado ainda.

Eu entrei pela porta e estava tudo escuro , hehe consegui , não tinha ninguém , devagar eu andei pela sala e fui pras escadas e pisei no primeiro degrau , e atrás de mim alguém acendeu a luz.

E agora ferrou.

*Victor*: posso saber onde você estava?

Eu pensei em contar pra ele juro , mas nem eu sabia si aquilo foi real.

*Rick*: E que agente perdeu noção de tempo.

*Victor*: eu liguei pra Layla ela disse que vocês foram embora a horas atrás.

*Rick*: E mesmo??

*Victor*: ta mexendo com drogas?

Pra falar a verdade tô começando a achar que sim.

*Rick*: Que não eu só... Eu vim andando.

*Victor*: Tá vou deixar passar dessa vez , tem sorte de ser o caçula , dizem que são os que mais si safam de encrenca.

*Rick*: jura?!

*Victor*:tá vai dormir amanhã tem aula.

*Rick*: tem razão vou pro meu quarto.

Subi pro meu quarto e fechei a porta , acha que eu fui dormir , não eu fui pesquisar.

Pesquisei várias coisas sobre aderência , claro que eu não encontrei nada a não ser , sobre animais , principalmente aranhas , tá chega de paranóia vou dormir , deitei em minha cama e fui descansar , acho que tudo isso foi coisa da minha cabeça.

*Quarta feira - 07:40*

Eu acordei e aaaa vocês sabem minha rotina de sempre.

Desci as escadas normalmente dessa vez.

*Victor*: Não si atrase hoje as ruas de nova York estão perigosas.

*Televisão*

*Jornalista*: homicídio ou suicídio , policiais dizem que é antiga briga de máfias.

...

*Zelina*: As mortes aumentaram esse mês.

*Rick*:o que acha que é?

*Zelina*: talvez um assassino de aluguel.

Assassino de aluguel um mercenário , com certeza não é coisa boa , fui até o carro e Zelina me levou pra escola , e como sempre Lukas me esperando na porta.

*Lukas*: Eai brankela.

*Rick*: eai

*Lukas*: O que foi? Parece paranóico?

*Rick*: tá tão na cara assim.

*Lukas*: E você tá acabado.

*Rick*: obrigado isso ajuda muito.

Fomos pra aula de educação física , tá talvez eu tivesse pirando mas a culpa não é minha , eu escalei uma parede como uma... Uma aranha , isso não é normal , fomos nós trocar no vestiário e depois fomos pra quadra.

*Professor*: tá todo mundo aqui? Ok vamos jogar queimada hj , separem os times.

Como sempre , nerds e atletas em times diferentes.

10 bolas no meio e vamos ver no que vai da.

*Professor*: Vai.

Todos correram pra pegar um bola , mas como eu sabia que não ia rola eu fiquei , atrás , vendo todos os nerds sendo queimados , e o Lukas que tomou uma bolada nos países baixos , a maioria foi eliminada e eu fiquei atrás , mas quando todos foram eliminados sobraram 6 atletas contra um nerd , já imagina a merda que vai da.

Eles começaram a arremessar sem do e sem piedade , antes deles atirarem , o mundo em volta de mim ficou como posso dizer em câmera lenta , eu senti o cheiro da Mary denovo , e consegui ouvir os passos dela no corredor , ela estava vindo pra quadra , ela abril a porta da quadra , e quando eu menos percebi , algo tocou no meu cérebro , e eu não vi a bola chegar , eu apenas olhei pros atletas e vi que me braço estava estendido e segurando a bola de queimado , eles arremessaram a bola e consegui pega-la com a mão.

*Rick*(sussurrando): como fiz isso.

Tá talvez eu não estivesse louco , acho que a puberdade veio diferente pra mim , Ok eu estava com a bola na mão , no sentido bom seus pilantras , e os atletas de queixo caído , o que eu fiz , eu joguei a bola com o dobro da força e acertei o estômago do flash.

*Rick*: Ah não , eu vou morrer.

Eles me olharam com olhar de morte , e ele jogou a bola , e eu dei um salto pra trás e peguei a bola com os dois pés , eu tava me achando , e fomos jogando e eu dei vários saltos , não sabia como estava fazendo aquilo so sabia que podia , que eu era capaz eu era rápido e flexível ágil , no fim só sobrou eu e o flash , lembra que eu disse que queria acabar com ele?e é agora.

Frente a frente com quem me atormentou a anos , ele correu até o centro e arremessou a bola com toda a força , e eu me esquivei da bola , então eu arremesso a bola com mais força ainda.

...

E lá estamos nos na enfermaria , e eu disse no começo que ia dar merda , eu sem querer quebrei o nariz dele , mas tava feliz não por ter quebrado o nariz e sim pelo que eu fiz , como fiz aquilo? Como isso começou.

Beleza , tá na hora de saber o que tá acontecendo , depois da aula eu fui direto pra um galpão abandonado , queria testar pra ver si o que tinha acontecido era real , uma parede de concreto lisa sem buracos , vamos ver si eu escalo , eu peguei impulso e pulei 10 metros acima do chão na parede , tá quer prova maior que essa Rick?.

Teste 2 - superforça

Tá e loucura soca uma parede de concreto sem quebrar todos os dedos mas eu preciso tentar , um pilar de concreto , vamos nessa , eu soquei com toda a força que pude.

CROKKK!!!

E eu não quebrei minha mão.

Tá velocidade eu tenho , pelo visto super reflexos , super força , super salto , aderência , reflexos naturais , e sou ágil , ok isso não é sonho.

*Rick*: Tenho superpoderes , eu não tô pirando , não tô pirando , eu tô pirando , pra quem eu conto? Pra ninguém ninguém ia acreditar em mim , pensa pensa pensa , ah a Layla , não ela não iria acreditar.

Acho que é mais seguro ora todos si eu manter segredo não sei o que é isso.

Eu fui pra casa já tava tarde e não queria me atrasar igual ontem , eu cheguei e abri a porta e a luz estava acessa Zelina e Víctor estavam inquietos.

*Rick*: Oi pessoal.

*Zelina*: Rick , Meu Deus onde você tava - ela me deu um abraço forte.

*Victor*: Você ta bem.

*Rick*: Isso e um tipo de brincadeira? Eu to encrencado?

*Victor*: você não sabe?

*Rick*: De que?

Eles olharam um pro outro com um olhar de decepção.

*Zelina*: Rick , e a Layla.

*Rick*: o que que tem ela.

....

*Victor*: Ela foi baleada , enquanto dirigia , e o carro capotou.

*Rick*: Como e???

*Zelina*: Ela está em estado crítico no hospital.

*Rick*: isso não , gente a pegadinha não colou.

Dava pra ver nos olhos deles que não era brincadeira , acho que eu queria que fosse.

Eu subi pro meu quero rápido e avisei para o Lukas , mas ele já sabia e estava no hospital ela deu entrada a 49 minutos.

*Rick*: Quem fez isso com você Layla.

Estou prestes a me meter aonde eu não devia.

Continua....


Notas Finais


Obrigado por ter lido , e desculpe pelos erros de ortografia , irei melhorar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...