História Homophobic (Camren) - Capítulo 36


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Visualizações 281
Palavras 1.650
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Alii meu G-juiz Sangria wine !!!!!

Boa leitura

Capítulo 36 - Show me what is right


Normani gemeu mais uma vez quando Dinah investiu com o quadril contra o seu. Elas ainda estavam vestidas e a loira não havia falado mais nada. Normani tentava recuperar os pensamentos, mas era difícil resistir a Dinah.

Ela a amava.

Normani sentiu Jane se afastar com um sorriso e se livrar de suas roupas, ficando apenas de calcinha e sutiã. Esse era o momento para ela tomar coragem e expulsar Dinah de seu apartamento, mas ela não o fez.

Dinah levou sua mão até o cós da calça da empresária e começou a desabotoar e puxá-la para baixo. Normani não conseguia se controlar e apenas gemia baixo. Kordei deu um gemido mais alto quando ficou livre da sua calcinha. Ela estava totalmente molhada.

"D-Dinah..." Normani tentou e ganhou a atenção de Jane, "Eu não sei se isso é o que eu quero!" a garota falou sem saber de onde retirou essa coragem, apesar de seu corpo dizer que ela estava mais que pronta.

Dinah não respondeu nada, apenas puxou Normani pela mão e a fez se sentar no sofá. A loira ficou de joelhos na frente da empresária. Normani abriu a boca para falar alguma coisa, mas um gemido deu lugar às palavras.

Dinah tinha começado a chupar a intimidade de Normani.

"Ooohh!" Normani gemeu sentindo a boca quente de Dinah em sua intimidade. A garota tentou juntar o pouco de rastro de sanidade que havia na sua mente e finalmente conseguiu juntar um pensamento.

Dinah nunca fazia isso.

Normani pensou estar louca, mas ela sabia que Dinah não estava nem um pouco bêbada e muito menos sendo obrigada a lhe chupar. Ela tentou não ter esperanças, mas não conseguiu. Ela queria saber o porquê. O porquê de Dinah estar fazendo essas coisas e ainda ter consciência disso.

"D-Dinah..." Normani chamou apertando fortemente o estofado do sofá, "Voc-v-você precisa parar antes de... uuhh... de..." ela tentou, mas estava cada vez mais difícil segurar. Ela imaginou que Dinah se afastaria, mas ela fez totalmente o contrário, a loira começou a chupar com mais força. Normani não aguentou.

"POR-PORRAA!" Normani falou liberando seu gozo na boca de Dinah. A empresária estremeceu e recuou para trás, encostando suas costas no sofá e respirando fundo. Dinah ficou ao seu lado limpando a boca e gemendo baixo. Normani se virou e viu um sorriso no rosto da loira.

Dinah queria fazer tudo aquilo.

Ela não estava entendo mais nada. Apesar de todo esse momento com Dinah, Normani não havia esquecido o que a garota fez. Ela não queria ser comprada por sexo e voltar para a antiga vida que tinha com Dinah. Ela não iria continuar nisso sozinha pelas duas. Dinah teria que mudar ou ela não continuaria com isso!

2 semanas depois

Lauren estava arrumando sua sala de música. Ela havia mandado reformar seu antigo estúdio e no momento aquela sala era o mais perto que ela poderia usar para trabalhar. Ela tinha um novo álbum para lançar e tinha que começar quase do zero, graças a Dinah.

Você: depois que Normani chegar aqui e nós terminarmos tudo, eu vou te visitar, ok?

Camz crush: tudo bem ;)

Você: você não se cansa de flertar comigo não é? Acha que não sei o que essa carinha significa?

Camz crush: tudo bem!* foi o corretor, não ia mandar a carinha :)

Você: engraçadinha

(...)

Camz crush: vou dormir que o remédio que VOCÊ me obriga a tomar faz isso

Você: você reclama demais

Você: quando eu chegar aí te acordo com um beijo, princesa

Você: antes que você acredite, só estou brincando!

Camz crush: eu sei que você vai fazer isso...

Camz crush: menos a parte da princesa

Você: tchau Camila

Camz crush: tchau Lolo ;)

Camz crush: mandei de propósito!!!

Lauren sorriu para o telefone. Ela estava bem próxima de Camila. Lauren sempre arrumava algum momento para visitar a garota, elas ficavam conversando e Lauren até mesmo mostrava algumas de suas músicas para Camila. Claro que isso só quando não estavam se beijando. Lauren fazia muito isso com Camila e ela particularmente gostava mais do que qualquer coisa mais sexual que já teve com qualquer homem.

Camila era melhor que eles até em suas pequenas coisas.

A hispânica se sentia mal por sentir isso. Ela não arrumou uma palavra para definir seu sentimento por Camila e a garota latina também não lhe cobrava nada. Lauren só gostava de como tudo estava indo, ela não tinha parado para pensar se isso é aquilo que muita gente fala... o tal do amor.

"Eu trouxe tudo!" Normani falou entrando no apartamento e tirando Lauren de seus pensamentos.

"Oh!" Lauren se virou para a empresária, "Faz quase duas semanas que você sumiu... só falo com você por mensagem!" a hispânica revirou os olhos.

"Desculpe" Normani sorriu e começou a puxar uma pasta da caixa que carregava, "Eu achei algumas cópias de músicas... não vamos começar exatamente do ze-"

"O QUE É ISSO?!" Lauren gritou encarando a mão de Normani,

"O quê?!" Normani se assustou e começou a olhar para a pasta.

"Isso na sua mão!" Lauren puxou a mão da garota e encarou, "Isso é... um anel de noivado?!"

"Er... não!" Normani puxou a mão e riu, "Isso é só... um... sabe... um anel de compromisso" ela falou tão baixo que Lauren jurou ouvir errado.

"ISSO É AQUELE..." a hispânica controlou a voz, "Isso é tipo aquele anel de namoro sério?!" Lauren ficou boquiaberta.

"É" Normani ficou envergonhada, "O quê... eu não posso ter algo sério com alguém?" a empresária voltou a tirar coisas da caixa.

"'É só que..." Lauren voltou para realidade, "É estranho! Você nunca me mostrou um garoto... então achei que você fugia de algo sério" a hispânica riu, "Mas quem é o garoto que conseguiu fazer você entrar em algo sério?" ela riu.

"Bem..." Normani pensou, "Só alguém, você não acreditaria se eu falasse."

"Ah! Então é alguém que eu conheço" Lauren sorriu, "Ele é moreno?"

"Não" Normani mordeu o lábio, "Acho que você não vai acertar..."

"Loiro?" a hispânica continuou.

"Desiste, ok?" Normani riu.

"Eu quero conhecê-lo!" Lauren sorriu, "Me apresente seu namorado!" a hispânica falou lendo algumas coisas da pasta, "Vamos começar com essa!" ela puxou uma música, "Eu quero deixá-la pronta!"

"Qual?" Normani pensou em fugir do assunto.

"Alive" a hispânica sorriu, "Eu quero mostrar para uma... uma pessoa quando estiver pronta."

"Pessoa" Normani riu, "Você quer esconder que essa pessoa é Camila Cabello?" a garota sorriu, "Você conseguia disfarçar melhor que isso" ela brincou.

"Não que seja da sua conta, mas é para a Camila mesmo... eu fiz essa música para dar força para ela" Lauren sorriu.

"Hm..." Normani sorriu, "Acho que alguém está se apaixonando pela... como você chamava? Ah! Sapatão...." Ela riu, "O mundo gira né?"

Lauren se assustou com aquelas palavras e deixou a caixa com as coisas cair no chão. Normani riu e a hispânica ficou corada. Era isso? Ela já estava apaixonada por Camila? Isso acontecia assim? Tão de repente? Sem nada mágico acontecer ou depois de anos? Era assim que pessoas apaixonadas se sentiam?

"Vo-você..." Lauren gaguejou, "Você está fugindo do assunto do seu garoto Mani" a hispânica argumentou.

"E você sobre o assunto da sua garota" Normani riu nervosa e viu Lauren ficar mais nervosa que antes.

"Er... então vamos mudar de assunto" Lauren sorriu e seguiu para a sala de música.

"Sim" Normani suspirou aliviada e encarou sorrindo o anel em seu dedo.

Lauren não queria falar sobre Camila. Ela estava querendo fugir disso. Ela estava tentando fugir da sua realidade. Quando estava com Camila não existia passado ou seus antigos discursos. Ela era uma nova pessoa. Mas nem tudo foi ficar entre quatro paredes e quando o mundo de Lauren batia em sua porta, ela se lembrava de quem era.

Ela era assim por culpa dele.

Eu vou curar você. Lauren nunca conseguiu esquecer isso. Ela só tinha 13 anos. Ela não pensou que isso a marcaria por tanto tempo. Era uma época confusa para Lauren e ela queria entender o que estava acontecendo com si mesma. A garota de 13 anos não tinha mais interesse em meninos. Ela então foi tirar suas dúvidas. Ela não deveria ter entrado naquela sala.

Lauren se lembrou de como falou para seu pai que se sentia estranha e não gostava tanto assim de garotos. Ela não deveria ter feito isso. Seu pai falou que iria curá-la.

Eu vou curar você!

Lauren queria poder esquecer, mas não podia. Seu pai bateu nela durante toda a noite, ela não se lembrava como começou, mas lembra que em algum momento desmaiou. Seu pai não parou.

Lauren não entendia como passou por aquela noite, mas nada melhorou depois. Seu pai não achou isso o suficiente e a obrigou a assistir por horas, vídeos de pessoas espancando homossexuais ou até mesmo discurso de pessoas falando como ser gay e lésbica era errado. Era uma tortura. Ela nem sabia o que o termo gay ou lésbica significavam. Ela só tinha 13 anos.

Lauren tentou parar de pensar nisso, mas ela não conseguiu. Ela se lembrou de como nada parecia estar bem. Ela assistia todos os dias alguma coisa contra os homossexuais e isso fez com que ela aprendesse o que era certo e errado. Ela entendeu que precisava se sentir bem com um garoto. Ela começou a acreditar que gostava dos garotos novamente. Ela estava curada.

Lauren pensou que isso não aconteceria novamente, mas quando Camila entrou na sua vida... Ela sentiu. Ela não queria mais nenhum garoto e todos os momentos que se lembrava de estar com eles, eram vazios. Nunca houve nada que superasse o que Camila estava fazendo na sua vida.

Mas Lauren não sabia se estava pronta. Ela queria estar, mas ela ainda se lembrava de toda a dor e tudo que aprendeu. Ela apenas queria que Camila a ensinasse.

Lhe mostrasse o que estava certo.


Notas Finais


Até.....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...