História Honey - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Oiie!!

Não aguentei e vim fazer o novo capítulo da nossa Fic cheirosa que vai sair quentinho quentinho do forno.

OBS: eu decidi que em cada 3 ou 4 capítulos, as cores e a estética das capas vão mudar, antes estava em tons pasteis e agora tá meio grunge, preto e tal. A capa desse capítulo fiz uma coisa bem basiquinha.
.
.
.
.
.
Boa leitura💖
.
.
Encontro vcs lá embaixo♡

Capítulo 4 - Capítulo 4:


Fanfic / Fanfiction Honey - Capítulo 4 - Capítulo 4:

Só de pensar no que eu propus pra chanyeol, me deu uma puta vontade de enterrar minha cabeça na terra.

 

Sério.

 

 

Que vergonha.

 

Mas pensando pro outro lado, eu não posso simplesmente ficar calado não é mesmo? Queria saber mais sobre o Park, estava sedenta. 

 

Só não disse pelo o que...

 

 

Tá, deixando de falar ousadia, realmente, queria pelo menos fazer uma amizade legal com um ser humano nesse colégio. Ou vou ter que recorer para o amigo imaginário.

 

Deixando esses pensamentos de repulsa contra minha atitude, fomos diretamente para o refeitório, não era muito grande. Depois fomos para fila pegar nossos lanches, e sério, lá era um assalto, menina a coxinha era minúscula e era quase 4 reais!

 

Depois que pegamos nossos lanches, fomos conhecer o pátio da escola, eu e chanyeol fomos sem saber o que nos esperávamos.

 

 

Belas árvores de cerejeira e pés de pêssego. As árvores de cerejeira eram constituídas pelo um tom de rosa, dando contraste e mais visibilidade na cabeleira rosa pastel de chanyeol.

 

Não pude de admirar as duas coisas, a paisagem e a perfeição em forma de gente ao meu lado, ele era tão... atraente, e a luz refletia na sua pele, uma coisa realmente magnífica.

 

 

-Beakhyun?- ele chamou meu nome com uma voz aveludada e rouca, não sei se com o tempo iria me acostumar de me arrepiar todas as vezes que ele chamava meu nome.

 

 

Parando pra pensar, pensando dessa forma, ser a que eu estou afim de chanyeol?

 

Não.

 

 

Claro, ele é bonito pra caralho, mas eu não sentia nada por ele, ainda...

 

QUE?!

 

 

mas é aquela coisa né bebê, eu não quero, mas se me chamar pra fechar, só vamo.

 

-Beak você está legal?- ele falou chamando minha atenção e se aproximando de mim.

 

 

-err claro, é só que, isso é tão... lindo- falei apreciando toda aquela ornamentação natural.

 

 

-verdade, é muito bonito, mas, meio qie voce ta olhando faz 6 minutos.-

 

 

-desculpa é que eu gosto muito da estética do pêssego, das flores de cerejeira... é besteira minha- gente quando eu quero ser dramático, eu sou mesmo meu bem, tá achando que sou atriz meia boca? Garota sou quase uma poetisa.

 

 

Rede Globo amada, se a senhora estiver lendo isso...

 

Kkkaquelas, voltando.

 

 

-N-não, não é besteira, o jeito que você fala é tão...- ele fala é pareceu que estava prestes a falar alguma coisa errada, então suas bochechas automaticamente ficaram vermelhas.

 

 

-beak, err vamos sentar e comer, sim?- propôs.

 

 

-claro!-

 

 

- Nossa garoto! Você nem come pouco né? Pra onde Tudo isso vai em? E ainda tem esse corpinho...- ele fala com sarcasmo, dando um pequeno aperto na minha barriga.

 

-Para que assim você me deixa mimado!- pensei pra mim mesmo e não disse, claro.

 

 

-ai para chanyeol!- pedi manhoso, e sem ser atendido pelo mesmo.

 

 

-juro que se falar assim de novo, eu faço pior, bem pior...- ele fala num tom sério, chegando a ser engraçado, e depois da gargalhadas comigo.

 

 

-Entam... será que a gente tem mais coisas em comum além de estilo e gostar de skate?- ele diz me batendo o dedo na minha testa de leve.

 

 

-Não sei... mas a gente pode descobrir...-falo me aproximando do mesmo e fazendo um grande contato visual, fazendo o mesmo engolir em seco.

 

 

-ae? Entam diz, o que você gosta de ouvir?-

 

 

-se lá, errr, grunge, indie, alternative, música vintage, essas coisas-

 

 

-Entam digamos que você tem o gosto musical meio parecido com o meu-

 

-Sera mesmo?- digo chegando mais perto como se quisesse ter respostas.

 

 

-o que diz de lana del rey?- pergunto antes do mesmo responder a pergunta passada.

 

 

-não tem hora pra escutar essa mulher, uma rainha-

 

 

-parece que somos até um pouco parecidos...-admito.

 

 

-Eu estava me perguntando como é sua relação com seus pais...- pergunto e vejo o mesmo ficar paralisado, como se não tivesse se preparado para a pergunta.

 

 

-se quiser não responder eu ent...-

 

Não tudo bem, eu não tenho uma relação muito boa, mas eu sempre penso que passa situação mais pesada com os pais, os meus não tem muita confiança em mim, mas pelo Menos me respeitam.-

 

-e como é com os seus?- ele pergunta antes mesmo de respomder a sua resposta.

 

 

-minha mãe é minha amiga, me ajuda em tudo, meu pai mora em outro país, eu não vejo ele desde que tenho 10 anos. Eu meio que tenho medo dele me ver assim, não sei seu posicionamento com nada, ideologia...-

 

 

-você é gay?- ele me pergunta, me deixando sem ar, não estava preparado para aquilo.

 

-err... sou, não me incomodo muito em dizer-

 

 

-E você é?- pergunto, estava louco pra arrancar um sim naquela boca.

 

 

-Não , nao sou gay- ele me diz, com seriedade.

 

 

Gente.

 

 

Para.o.Brasil.

 

 

NAO??! COMO ASSIM NÃO?? E A BISSEXUAL VIBE? UMA GAY NUNCA ERRA GENTE! EU SINTO O CHEIRO DAS MINHAS IRMÃS DO VALE!!

 

-eu Sou bi- ele me diz com um sorriso torto nos lábios, logo me contagiando e me fazendo sorrir.

 

 

Aí meu dels.

 

As minhas preces foram ouvidas!

 

O sinal tocou quando já era hora de ir a aula de matematica, como não tinha aula de matematica com chanyeol, me levanto para me despedir.

 

-err, eu já vou, eu acho, tenho aula de matemat....-

 

 

-Eu estava pensando, seria bem legal da gente andar de skate juntos-

 

Que?

 

-que?- penso mais uma vez, só que em voz alta.

 

 

-Andar de skate juntos- ele repete como se eu não tivesse entendido.

 

 

- que dia?- pergunto.

 

 

-hoje- me responde com um sorriso amarelo no rosto.

 

 

- aí eu não sei não chanyyee...- eu disse aquela frase como um palavram, realmente não era pra dizer aquele nome.

 

 

Ou era?

 

 

 

-hunn gostei do apelido, pode me chamar assim sempre, vindo de você vou adorar...-

 

Quando sinto minhas bochechas vermelhas, logo paro com aquele clima.... estranho. 

 

 

-E-err Entam, a gente se encontra na fre te do colégio a tarde?-

 

 

-claro beak- fala me dando uma pequena piscadela que mais parecia um tiro-

 

 

Quer dizer que eu l, beakhyun tinha um passeio de skate marcado com chanyeol?

 

 

Eu até que tô gostando da idéia. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Bom espero que tenham gostado do capítulo, saibam que vai folar MT coisa nesse rolê close certo de beak e yeol.



Até a próxima!!💖💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...