História Hope - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 5
Palavras 501
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Postei mas cedo KKK desculpe se está meio curto anjinhos 😘😇

Capítulo 3 - Capítulo III


Fanfic / Fanfiction Hope - Capítulo 3 - Capítulo III

⌛Anteriormente⌛

É lá se vai minha tão sofrida máscara…

 

                         💕Júlio on 💕

Desde aquele dia onde ela me impediu de cometer aquela loucura,sou apaixonado por ela… mas… eu pensava que ela não iria me entender, julgava que ela nao passava pelo que eu passava… só que quando vi aqueles cortes… percebi que não era bem assim.

— uau oque aconteceu? Você tá bem?

Pude ver nos olhos dela que ela não estava nada bem e vi que logo rolariam lágrimas e lágrimas de seus olhos castanhos escuros…

Isadora — oque aconteceu? Tudo! Se eu tô bem? Não! Não tô nada bem!

Ela veio até mim e me abraçou começando assim a chorar…

— tudo bem… vai ficar tudo bem…

A essa altura já não tinha mais ninguém no pátio e o zelador nos olhava confuso, mas sem se atrever a nós interromper.

Isadora— eu só tão inútil! Como posso ajudar alguém se não consigo ajudar a mim mesma?

Eu sabia que precisávamos ir pra casa e o zelador já estava totalmente impaciente.

— temos que ir…

Ela se afastou e pude ver seu olhos já vermelhos e o desespero presente em seu olhar… e foi ali que prometi a mim mesmo e a Deus que cuidaria dela custe oque custasse, e nunca a abandonaria, nunca!

                           ⏳horas depois⏳

Isadora— obrigada…

— pelo que?

Eu sabia doque ela estava falando, mas não queria deixá-la desconfortável,pois, sabia que se começasse a falar afogaria ela em um rio de “porques”

Isadora— por me ajudar, me acolher, e principalmente não me julgar. 

Ela estava com um sorriso sereno,mas seus olhos com um olhar culpado, julgo que ela não costuma chorar em público…

— isso é bem triste…

Isadora— triste?

— sim, você se sente culpada por expressar sua tristeza

Isadora—  não é que eu me sinta culpada… só que é frustante mostrar minhas fraquezas…

— você tá se sentindo frustrada? Entao nunca esqueça esse sentimento porque essa é a prova de que você ainda não desistiu de si mesma.

Sinceramente não quero que ela saiba agora, mas peguei essa frase de um anime que vi. 

Isadora— nossa…

Pude ver em seus olhos que sua alma estava pensativa e seu coração despejando dúvidas,dúvidas essas que até ajudaria a esclarecer se seu celular não tivesse tocado no exato momento.

— seu celular tá tocando

 

Ela pegou o celular na mão e logo o atendeu ficou alguns minutos falando e logo percebi doque si tratava. 

Isadora— já tô indo. 

— a velha já ligo né kkkk

Isadora— ela não vive sem me perturba kk.

Levei ela até a porta e nos despedimos, fui direto pro banho fazer minhas igienes e fui dormir. 

— boa noite Isadora

Falei com a esperança tola de que ela me escutasse e assim cai no sono

       

                           💔Isadora on💔

Assim que cheguei em casa senti como se alguém falasse comigo e quase que no automático abri um sorriso. 

— quem diria eu ainda sei sorrir kkkk

 

Mas como minha felicidade nunca dura, assim que abri a porta de casa avistei minha mãe no sofá me esperando e ao lado dela minha avó é meu irmão. 

Mãe— Oi filha,temos que conversar. 

— claro mãe…



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...