História Hope - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Amor, Drama, Novela, Romance
Visualizações 93
Palavras 2.242
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E quando a gente pensa que vai.
Não vai.
hahaaha
mais pra frente vocês vão entender por que ela recusou tanto o Justin, não fiquem com raiva dele por favor ela tem os seus motivos.
Espero que entendam.
Boa leitura.

Capítulo 19 - One life


Fanfic / Fanfiction Hope - Capítulo 19 - One life

Não te quero só hoje.

Te quero pra sempre. 

 

Agatha. 

- Quero te dar uma coisa - Justin mexeu em seu bolso tirando de lá uma corrente, ele veio na minha direção, ele estendeu a corrente com um coração no meio e me olhou sorrindo. 

- Justin - Falei surpresa e ele sorriu mais ainda. 

- Posso colocar? - assenti com a cabeça e ele se aproxima de mim, tirando meus cabelos do pescoço, e colocando a corrente em meu pescoço eu coloco a mão por cima do coração e sorrio. 

- Obrigada, é linda - Sorrio fraco - Mas porque esse presente agora? - Falo assim que me viro e ele sorri fraco eu vejo um dos seguranças entrando com uma cadeira e colocando no meio do palco eu arqueio uma sobrancelha mais continuo séria. 

- Não sei se tu pegou a época da minha fama em que... eu cantava pra fãs - ele fala e eu não me lembro de ter visto isso, - Eu preciso que você sente aqui, está bem? - ele puxa meu braço me levando até a cadeira. 

- Justin o que vai fazer? - questiono e ele apenas sorri eu sento na cadeira, ele saiu da minha vista por um tempo, eu suspirei, de repente uma luz iluminou o lugar inteiro deixando ele mais maravilhoso ainda, eu fechei os olhos fortemente e abri de novo, uma melodia começou tocar alto invadindo o espaço inteiro do local. 

- So girl - (então garota) -  Justin sussurrou e eu senti ele atrás de mim suas mãos deslizaram ao longo do meu braço e eu me arrepiei com seu toque. - You Just be honest with me ( apenas seja honesta comigo), I know we can make this work ( eu sei que podemos fazer isso dar certo), I love you ( eu te amo). 

Ele deu a volta em mim, então pude perceber que ele estava com um microfone ao longo da sua nuca até chegar na sua boca, ele se aproximou de mim e assegurou minhas duas mãos, dando um beijo em cada uma delas, eu sorri. 

- I know that you afraid babe ( eu sei que você está com medo baby), But you dont´t need be saved baby ( Você não precisa de alguém que te salve babe), You Just need someone that understands ( você só precisa de alguém que te entenda), And I Think i need the same babe (eu acho que também preciso). 

Ele parou de sussurra essas palavras então ele começou a cantar, e a cada palavra cada coisa que ele falava eu derramava mais lágrimas ( Pra quem quiser saber qual é a música é One life do Justin), ele cantava com tanta doçura e olhava tão sinceramente em meus olhos que eu tive vontade de beija-lo ali mesmo, Justin era o primeiro garoto por quem eu me apaixonei perdidamente, ele se aproximou de mim encostando nossas testas uma na outra, e fechou os olhos fortemente respirando fundo. 

- Only Wanna live it with you - ele sussurrou essas palavras, e eu sorri, Justin roçou nossos lábios um no outro, e juntou nossos lábios, num beijo apaixonante num beijo que fez meu corpo inteiro formigar e meu coração bater fortemente quase como se fosse uma bomba prestes a explodir, ele se separou do beijo de repente me deixando surpresa, ele me olhou sério. 

- Não olha, eu preciso falar antes que eu não tenha mais coragem, eu to apaixonado por ti, e escuta isso do fundo do seu coração por que eu não vou repetir, sim eu te quero, e eu sei que eu tenho sido um completo babaca, mas eu quero que tu seja, minha namorada, é claro que se tu aceitar - ele me olha e morde o lábio em nervosismo - Olha eu não trouxe aliança, mas nos podemos amarrar isso por enquanto - ele mexe no bolso da sua calça e tira de lá um pedaço de linha dourada - Eu juro que vou comprar e fazer as coisas certas dessa vez..

- Justin - eu sussurro e faço carinho em seu rosto sorrindo fraco - eu olhei pra linha nas suas mãos eu senti meu coração apertar e lágrimas brotarem em meus olhos, eu não entendi por que era tão difícil pra mim, eu o queria tanto mas ao mesmo tempo eu tinha medo de me machucar demais. - Eu - abaixei a cabeça e deixei algumas lágrimas caírem. 

- Ei, não precisa ficar com medo amor - Justin levantou meu queixo com sua mão e sorriu, limpando algumas lágrimas - Eu vou deixar você pensar está bem? - ele disse e eu assenti com a cabeça, ele colocou uma das mexas do meu cabelo pra trás da orelha e sorriu - Vai ficar tudo bem - ele beijou minha testa, e logo em seguida saiu do palco. 

Minha cabeça rodava, Justin se declarou pra mim, ele disse que estava apaixonado, e uma garota só deseja isso não é? então por que eu me senti dessa maneira? quero dizer era o que eu queria pra ficar com ele não era? eu me sinto mal e com o coração trancado, não é que eu não queria Justin e não esteja apaixonada por ele da mesma maneira, eu apenas, não sei se estou preparada pra entrar em qualquer relacionamento agora, nem mesmo pra me envolver com alguém e eu falo na questão de ficar também. 

~~

Me levaram até o camarim de Justin, onde tinham muitas pessoas pela as quais eu fui apresentada, não lembrava muito dos rostos delas nem quase dos nomes, era muita gente pra minha cabeça. andamos pelo Backstage inteiro e Justin me apresentou a "outra família dele", quando finalmente voltamos Justin tinha uma entrevista pra fazer eu resolvi por mim, ficar sentada, estava cansada. 

A canina loira, resolveu ficar comigo, ela estava o tempo todo naquele celular sem fazer nada. 

- Então - ela resolveu quebrar o gelo - Como é a relação entre você e Justin?.

- O que? - Questiono confusa - somos melhores amigos. 

- Não é o que pareceu querida - ela sorriu fraco - Ah mas também não é da minha conta, Justin se relaciona todos os dias com alguém, mas sempre acaba voltando pra Carly. 

- Você conhece a Carly? - questiono e ela me encara. 

- Claro, digamos que Justin falou bastante dela pra mim - ela disse e sorri pensando em algo - Ele disse que a amava, e que nenhuma garota era igual, mesmo assim ele não consegue largar o lado galinha. 

- Isso é mentira - Rolo os olhos - Justin já terminou com ela. 

- Você quer que eu te conte quantas vezes eles já terminaram? - ela pergunta irônica - Justin ficou até comigo, mas sempre volta pra ela, é como se ele tivesse ligado o tempo todo com ela. 

- Justin não gosta mais dela - engulo seco tentando me convencer da minha própria frase.

- Ontem mesmo ele mandou uma mensagem pra ela, dizendo estar louco por ela - ela me olha - Mas o bom é que ele não me negou se não...

- Já chega - eu praticamente grito e ela me olha de olhos arregalados - Eu não quero saber sobre isso.

- Ah o que foi querida? - ela me olha com pena - Você gosta dele - ela sorriu sínica - sinto muito, Justin nunca vai gostar de você de verdade, ele pode até querer algo porque você é linda, mas amar, ele só ama uma, e essa é a Carly. - Meus olhos se encherem de lágrimas e eu a encarei. 

- O que você quer em? porque fica me enchendo o saco?. 

- Eu só quero abrir seus olhos, no dia em que Justin conseguir o que quer com você, ele vai te largar e quando isso acontecer, eu vou estar aplaudindo de pé, pra dizer que eu te avise, é Carly quem ele ama - ela diz isso e eu ia responder mais Justin entrou na mesma hora, eu limpei uma lágrima que caia rapidamente.

- E ai pronta pra ver meu primeiro Show? - Justin questiona animado e eu levanto sorrindo fraco - Aconteceu alguma coisa? - eu nego na hora sem falar nada - Sweet..

- Justin você tem que fazer um Show - eu disse o interrompendo e ele se aproximou mais eu me afastei - Você tem que ir. 

- Por que tu tá assim? - ele questiona e eu suspiro. 

- Não é nada, vai logo fazer o que você tem que fazer - bufo irritada e me sento no sofá, mexendo no celular e o ignorando completamente, o ouço bufar e sair do camarim irritado. 

No fim, acabei não assistindo aquele primeiro Show, reclamei pra um dos seguranças de Justin que estava passando mal, e eles me levaram pro hotel novamente, eu passei aquele noite assistindo algumas séries na Netflix do meu celular, e conversando com minha melhor amiga, eu tranquei o meu quarto pra não ter perigo de Justin invadir, ele tinha me mandado algumas mensagens perguntando onde eu estava, e por que fui embora, mais eu ignorei todas, inclusive uma ligação. 

E pelo jeito ele não tinha voltado pra casa aquela noite, o que só ajudou a confirmar as palavras daquela vaca, eu acabei adormecendo depois de comer duas barras de chocolates inteira, na manhã seguinte a gente ia fica mais um dia aqui. Eu fiz minha higiene e desci pro café a equipe estava toda reunida na mesa, inclusive Justin, que inclusive me olhou assim que sentei do seu lado ( o único lugar disponível). 

- Bom dia - ele disse com um sorriso. 

- Oi - Falei sem expressão, e me servi café e um pedaço de bolo. 

- Nós vamos dar uma passeada pela cidade, visitar as coisas - ele comentou comigo.

- Legal - comi um pedaço do bolo e continuei sem o olhar. 

- Tu vai ir junto?. 

- Não sei - falei seca. 

- Tá qual é o problema? - ele questiona irritado e eu rolo os olhos - Tá puta por que? pode falar que eu não gosto de enrolação. - ele fala e todo mundo da mesa olha pra gente e eu suspiro calma pra não ter que acertar um soco na sua cara. 

- Justin eu quero comer - eu falo - Você pode por favor parar de fazer escândalo na frente das pessoas?. 

- Então fala por que porra tu tá desse jeito? - ele questiona ainda irritado. 

- Não é da sua conta Justin, pessoas não podem acordar num mal dia?.

- Tu não tá só de mal humor - ele fala - Tá puta por causa de alguma coisa e isso desde de ontem, e tu pode por favor ir falando..

- Ah vai se ferrar Justin - Grito brava e levanto da mesa agressivamente, eu sinto que Justin também levanta, vindo atrás de mim, eu rolo os olhos quando ele entra no elevador comigo - Por que você veio atrás de mim cara?, não pode me deixar em paz?. 

- O que que te deu? - ele fala bravo - O que aconteceu pra tu estar me tratando desse jeito?. 

- O que deu? - questiono irônica  - Você é um mentiroso Justin, só isso - Falo e saio do elevador indo pro meu quarto com ele atrás de mim. 

- Mentiroso? 

- Deixa eu ver seu celular - falo o ignorando. 

- Por que tu quer meu celular? 

- Deixa eu ver Justin - insisto e ele nega. 

- Pra que?. 

- Então vai embora daqui - Eu falo simples e cruzo os braços. 

- O que tu quer? saber se eu to com outra? - ele fala irônica - Porra cara tu acredita em tudo o que os outros te dizem?

- Por que você não fica com a Carly? - questiono - Não é ela que você gosta?. 

- Não, não é - ele grita e se aproxima de mim - E tu sabe que não é - ele me puxa pelo braço, me juntando com ele, e passando as mãos nas minhas costas até chegar na minha cintura, me puxando pra mais perto - Ela não é tu - Justin junta nossos lábios, e eu fecho os olhos fortemente, ele adentra com sua língua na minha boca e eu gemo em desaprovação, eu coloco as mãos no seu cabelo e o puxo pra mais perto de mim, eu me separo do beijo e deslizo minha mão até chegar em seu rosto. 

- Mas eu.. eu não sinto a mesma coisa - falo num sussurro e o vejo me olhar confuso. 

- Tu não sente a mesma coisa que eu? - ele questiona e eu concordo me soltando dele e me virando de costas

- Eu pensei que eu poderia estar apaixonada por você, mas eu não estou - meus olhos se enchem de lágrimas era tão ruim falar o que na verdade não estava no coração. 

- Não acredito em ti. 

- É verdade Justin, eu não estou apaixonada por você - deixo uma lágrima cair, e suspiro fundo. 

- Bom - sua voz saiu baixa - Eu vou ter que aprender a lidar com isso. 

Foi a última coisa que eu ouvi, antes de ele bater a porta do quarto, eu era tão burra... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...