1. Spirit Fanfics >
  2. HOPE: A esperança nesse mundo >
  3. Um traídor entre nós

História HOPE: A esperança nesse mundo - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Aviso: Alguns personagens dessa história não são de minha autoria, foram concebidos a mim a permisão de poder usufruir deles.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Desculpem a demora pra tar postando cap mas é que tinha mil coisas pra terminar de ver, mas bem... Espero que gostem.

Capítulo 4 - Um traídor entre nós


Local: Base da HOPE

Horário:12:00  

                                                               P.O.V Koga

 

Estava lendo toda aquela conversa de cabo a rabo, vendo cada detalhe que tinha sobre nós e nossos planos e descobertas, mas... Por que ele faria isso... Não... Não era posssivel que um espião da Garra tenha passo bem em baixo dos nossos focinhhos.

- Eu... Devo relatar tudo ao presidente logo! Não posso perder mais um segundo aqui! - Ja tinha me preparando pra correr o mais depressa possível mas ao mesmo tempo que eu me virava pra porta onde eu havia entrado... 

                                                            P.O.V Riku

- Estranho... Estamos quase chegando no ponto da missão e o nosso centro de comunicação não deu nenhum sinal até agora. Melhor ninguém se atrasar, vamos precisar deles logo logo. - Acabo deixando meus pensamentos escaparem em voz alta, logo um panda ao meu lado responde.

Panda: Calma, chefe, tenho certeza de que chegarão logo, mas por agora não podemos encher nossa cabeça com isso não é? Vamos focar no aqui e no agora!

- É... Ce ta certo, devemos prossseguir o mais rápido possível. - Dou um leve sorriso para ele porém ainda me mantinha meio preocupado

Não demorou muito para todos chegarmos à cidade de NY, com o caminhão que eu dirigia, estaciono perto daquele grande prédio da Collin´s Science, enquanto os outros estacionvam em lugarem meio movimentados pra não chamar atenção, ambos caminhões ainda desfarçados. Na rua haviam várias lojas e muita movimentação, prinicipalmente perto da Collin´s.

- Já é quase meio dia... Todos, se preparem! - Digo isso atráves de um rádio que conectava-se ao de todos os outros caminhões, ao mesmo tempo todos responderam sim e através do radio eram ouvidos alguns barulhos de armas sendo carregadas. - Certifiquem-se de não haver civís perto do local da missão.

Então, todos ficamos esperando o horário do meio dia, todos nós estavamos ansiosos sobre oque iria acontecer a seguir. Mas... Por quê Koga e sua equipe ainda não entraram em contato conosco? Oque poderia estar acontecendo lá na HOPE?

                                                    P.O.V Koga

???: Oh... Então parece que descobriu meu planos, Koga... 

Ele apontava uma pistola em direção ao meu coração, ele estava em frente à porta onde a mesma estava fechada.

Teth... Por quê?!  - Dizia num alto tom ao mesmo tempo que era de raiva e surpresa. Teth que acabara de descobrir ser um traidor, aproxima a arma de meu peito, ele estava cm um sorriso que ao mesmo tempo que era calmo era arrepiante, nunca tinha visto ele desse jeito.

Teth: Sshiiii... Não queremos chamar à atenção dos nossos colegas, né?

- De qualquer forma, eles estão vindo! Não vai se safar dessa, mas pera... Eles ja deveriam ter vindo, oque você fez?!

Teth: Digamos que dei um pequeno probleminha pra eles resolverem, eu disse que chamaria você então não devem nem suspeitar, agora, Koga... Você irá fazer exatamente oque eu mandar! Ou do contrário eu te mato. Mas acho que nesse momento deve estar pensando em falar: ''Mas se você me matar vão te pegar de qualquer forma'' . Não é? Saiba que eu ja tenho meu próprio plano de escape.

- E qual seria esse tal ''escape'' ? - Perguntava me questionando oque ele planejava.

Teth: Eu te ajudei a construir aquele tubo que leva pra aréa de transportes, lembra? Lá tem meu motorista me esperando, não esperavam que dois caras com fichas totalmente limpas e verdadeiras poderiam ser espiões, não é? HAHA!

- Tsk... - Aperto minha mão com forma e ando um pouco pra trás, pisando num botão camuflado em baixo da minha bancada. - Oque você quer? 

Teth: Irá continuar a operação normalmente, sem dizer aos outros e dando informações falas, entendeu?! 

- Eu... Entendi. - Agora ja estava com um rosto mais calmo.

Teth: Oque foi? Que cara é essa? Por quê tá tão calmo do nada?! Fala! - Ele se aproxima mais com a arma.

Não adianta ficar nervoso numa situação dessas, certo? - Passos eram ouvidos depois da porta. - Nossos colegas estão chegando...

Teth: Tem razão... Agora... Melhor me obedecer.

Ele começa a guardar à arma, mas, ao momento que ele termina de falar, quatro guardas entram arrombando a porta, ambos apontando as armas em direção a Teth.

Teth: Mas oq-

Interrompo sua fala dando um soco de direta com toda minha raiva e odio nele que na mesma hora cai no chão, dois guardas pegam ele.

- Como te odeio...

Teth: Seu... Maldito! Vai pagar!!

Guarda3: Sr.Suzuki, oque houve aqui? Recebemos o alerta.

- Teth, ele é um traidor... - A minha equipe chega na sala.

Mido: Koga! Oque ouve com o Teth? 

Mido perguntava se questionando sobre oque havia acontecido.

Ben: Teve um problemão la na sala de arquivos, o Teth disse que ia te chamar...

- Longa história! Agora tomem seus postos logo, e guardas, tem outro traidor na area de transportes, não tem mais ninguem lá, ne? Então vai ser fácil de acha-lo.

Guarda4: Está bem, Sr.Suzuki.

Guarda3: Iremos reportar isso para o presidente.

Todos os guardas saem levando Teth junto, todos assumem seus postos nos computadores e nos conectamos aos rádios de cada um.

- Pessoal! Estamos de volta! - Em meu pensamento - (Quanto tempo eu demorei pra decorar aquele botão?)

                                              P.O.V Foxy 

 

Ótimo... Eles chegaram a tempo, são doze em ponto. - Falo num tom de alívio, mas... Minha calma  logo passa quando ouço gritos fora do caminhão, não só eu mas todos a minha volta se preocupam, Riku fala ao rádio.

Riku: Pessoal! Tem uma cortina  de fumaça em toda a rua, Koga nos disse que fomos atraidos pra uma armadilha!

- (Uma armadilha? Mas como? Como isso poderia estar acontecendo e como Koga descobriu isso?) - Várias dúvidas surgiam a minha cabeça.

Riku: Não podemos ficar aqui por muito tempo! Pode ter membros da Garra aqui perto pra nos emboscar, vamos sair todos ao mesmo tempo, peguem as máscaras para ver através do gás.

Riku nos dava as instruções pelo rádio sobre oque fazer, todos botamos as máscaras e ficamos nas posições, decido ficar um pouco atrás para  acertar quem estivesse ali com meus tentaculos, havia alguns com escudos na linha de frente. 

Riku: Agora! 

Todos rapidamente saem do caminhão, com as máscaras vejo três pessoas mais a frente em em seus peitos o símbolo da Garra, ambos segurando Glock 9mm, todos atiram incessantemente mas graças aos escudos defendemos ás balas, crio um longo tentáculo que passa por cima dos escudos e agarra os três ao mesmo tempo como uma cobra se enrolando em sua presa, fico apertando os três com força, eles estavam sendo amarrados todos de uma só vez pelos braço, então fico apertando e apertando até sues ossos quebrarem, eles gritam de dor e os bato  no chão de cabeça, ambos os 3 desmaiam.

- Então a Garra preparou realmente uma armadilha pra nós... Mas, isso tá...

Riku: Fácil de mais! É isso isso é uma distração, por isso tá meio fácil, pessoal! Cuidem daqui, equipe 1, vem comigo!

Sigo o chamdo de Riku e o sigo para dentro do prédio, onde a porta estava arrombada, mas sem nos distrairmos muito com os corpos ao redor adentramos no prédio e a medida de que entramos ficamos efrentando membros da Garra.

Riku: Foxy!

- Entendido! - Faço mais dois tentáculos e avanço com as pontas deles direto no coração de cada um, uso os tentáculos ja cravados já neles pra jogalos em cima dos outros guardas da Garra, Riku faz uma lança de gelo e joga em todos de uma vez. - Vamos logo, Koga, qual a direção da sala principal? - Koga rapidente responde.

Koga: Sigam a escada á direita, tem menos guardas.

- Riku, pela direita! - Ao seguirmos os caminhos indicados por Koga, chegamos num corredor com apenas dois caminhos, lá havia apensa um cara, totalmente desarmado, um dos guardas toma a nossa frente.

Guarda1: É so um! Moleza! 

Logo ele atira no cara no fim do corredor que possuia cabelo curto e de cor verde e tendo olhos de cor amarela, mas antes que percebéssemos, o guarda que havia atirado naquele homem estranho totalmente sério e com o olhar fixo em nós, nosso guarda ja tinha caido no chão, com uma bala no peito.

- Oque? Quando que ele atirou? - Fixo meu olhar nele e jogo um dos meus tentáculos na direção dele, mas ele acaba voltando com sua direção voltada para o meu coração, mas o paro no meio do processo. - Oque ele tá fazendo?

Riku: Foxy... Vá por outro caminho, eu cuido desse cara, você precisa avançar! - Falo determinado.

- Mas você vai ficar sozinho.

Riku: Vai logo! Finalmente eu posso enfrentar um oponente a altura...

- Riku... Está bem, Koga mapeie outro caminho pra mim. - Koga me dá as instruções e as siigo, volto por onde vim e pego outro caminho. - Boa sorte...

                                                    P.O.V Riku

Agora, eu e ele estávamos em frente um para o outro naquele corredor, ambos sozinhos.

- Oque você está olhando? - Digo num tom de deboche.

???: Não olhando, imaginando uma forma de te matar...

Ele permanecia calmo.

- Você acha mesmo que pode me matar?! - Dizia novamente debochando de suas palavras.

???: Por quê não fazemos o teste? Riku Hanamura. 

O homen no fim do corredor da um sorriso.

Como você sabe meu nome? Fez meu dever de casa? - Dizia me questionando sobre como ele sabia meu nome completo.

???: Ah... Debochante, assim como ele me disse. 

Ele falava num tom como se quisesse me provocar.

Quem é ele? - Dizia num tom de dúvida, afinal muitos na HOPE sabiam sobre mim, seria o espião que teria contado?

???: Oh... Você não sabe ainda? HAHAHA! Isso é tão engraçado!

Suas gargalhadas me deixavam furioso.

???: Não se preocupe, ira reencotra-lo em breve.

- Será... - Vários pensamentos começam a tomar minha cabeça, com um rapido movimento ele saca uma pistola browning 9mm, rapidamente quando percebo seu saque rápido, por causa da minha distração mas era o suficiente pra eu conssguir criar um tipo de colete com meu gelo que me protege da bala, ainda assim o impacto machucou muito, estava ofegante.

???: Reações rápidas... Assim como as dele.

Num rapido movimento crio uma espada de gelo ainda mantendo o colete e avanço em suas direção, ele atira uma bala e ela passa do seu lado, estranho mas continuo confiante de minha defesa, iria dar um corte perfurante nele na barriga dele e eu ja estava bem próximo mas sinto um grande impacto junto a uma dor em minhas costas junto a uma forte dor me desconcentrando, ele chuta minha barriga e da outro tiro no meu peito de novo, num ato de desespero aumento aumento mais o gelo antes que ele atirasse ainda que fosse bem pouco, a dor é um pouco mais fraca mas ainda doi bastante por ser a queima roupa, vou bastamte pra trás mas dessa vez estava a uns 3 metros proximo dele, no chão de joelhos.

???: Vamos! Esse é todo o poder do chefe do primeiro batalhão da HOPE?! Ridículo!

- Droga... Vamos, Riku... Você não pode perder aqui! Pense... Prove por que você é o chefe do primeiro batalhão da HOPE! Oque ele faz... - Depois de tanto pensar... 

???: O que?! Desistiu? Pois bem... Irei acabar com isso logo, devira ter atirando na sua cara quando tive a chance!

Me levanto e faço varias lanças de gelo flutando no ar.

???: Tsk... São várias dessa vez... voc~e

Ele abaixa à arma e respira fundo

???: Vamos! Manda! Sabe que isso é inutíl! 

Ele dizia num tom muito confiante.

- Tudo... Nesse ataque! - Ele no mesmo instante em que movo meus braços junto as lanças ele usa seu poder, mas... Dessa vez, as lanças não foram pra trás, e sim para a frente o assuntando e o deixando muito confuso, e sem reação todas o acertam, o homen cai no chão, com varias lanças cravadas em seu corpo, me aproximo calmamente dele.

???: Como... Des... Descobriu...

Ele já mal tinha forças pra falar ou se mover.

- Não foi tão dificil quanto imaginei, percebi que você tava redirecionado às balas, mas... Ao ver a quantidade de lanças teve que se concentrar mais... Tanto que abaixou a arma, seu erro foi se confiar de mais e achar que eu irias joga-las em você.

???Você... As jogou... Para tras...

- E por causa que você usou rapido de mais seu poder as fez ir direto pra você, parece que eu venci, não é?

???: É... Parece que sim... Ah... Agora eu vejo a semelhança entre vocês...

- Me fale! Quem é ele de quem você fala! - Já não tinha mais vida em seus olhos, sua alma ja tinha partido de seu corpo. - Tsk... Droga... Tenho que avançar logo! Espero que Foxy esteja bem. - Caio no chão ao tentar dar um passo. - Droga... Aqueles tiros doeram de verdade, se não fosse o colete...

                                                       P.O.V Foxy

Jaestava num local bem alto no prédio, os sobreviventes que a equipe que eu estava avançando junto eles resgatavam e levavam pra fora, fazenedo aos poucos diminuirem o numero de pessoas que estavam comigo, subo uma escadaria e lá havia uma janela que dava de vista para oque acontecia la fora, a fumaça ja havia passo e soldados da Garra e HOPE lutavam entre si, alguns usando poderes e outros armas.

- Deve estar difícil lá em baixo... Fomos pegos de surpresa, estamos em desvantagem... Melhor garantirmos, Koga, ative os reforços.

Koga: Tão rapido? É cedo, acho.

Eu falava com Koga pelo radio.

Sim, não sabemos oque mais essa emboscada nos aguarda, vamos garantir que o terreno seja novia mais sso.

Koga: Vou tentar ser o mais rapido possível.

- Okay, obrigado. Vamos pessoal! - Continuo seguindo meu caminho, mas... Algo estava estranho, eu não ouvia mais os passos dos que me acompanhavam, nós estavamos andando em caminhos com várias bifurcações até chegar na sala do presidente Collin ou na ala tecnologica, decido para e olhar pra trás, e vejo... Um híbrido, de leopardo e cervo, os 4 que me acompanhavam, estavam esgados e cheios de feridas na parede, que estava toda rachada, era claro que eles estavam praticamente mortos, aquele híbrido que estava de frente para os corpos dos guardas, vira seu rosto para mim.

Cain: Oh... Aqui está, meu primeiro alvo...

- Alvo?  - Rapidamente ativo 4 tentáculos, a presensença desse cara, aquele olhar assasino... Quase me fazia dominar-me em insegurança. 

Cain: Heh... Isso vai ser divertido.

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                        


Notas Finais


descupa se o cap fico meio chato mas de alguma forma tinha que recompensar o tempo q passei sem postar cap ;-; Espero que estejam gostando da Fic e tbm espero ter entretido vcs nesse cap! Bem, é isso.
Como sempre qualquer erro avisar se ppuder, me ajuda muito e ajuda e escrever muito melhor pra vcs.
Boa noite e até a proxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...