História Hope Mikaelson - o clichê da minha vida - Capítulo 38


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf, The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Allison Argent, Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elijah Mikaelson, Elizabeth "Liz" Forbes, Freya Mikaelson, Hope Mikaelson, Katherine Pierce, Klaus Mikaelson, Scott McCall, Stefan Salvatore, Stiles Stilinski
Tags Hope Mikaelson, Klaroline, Stiles Stilinski
Visualizações 55
Palavras 2.331
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem pelo capitulo pequeno. Boa leitura ❤

Capítulo 38 - Aniversário continuação


Continuação

~Pv autora~

- Hope querida eu já disse deixa eu acabar de lavar essa louça - Elle diz ao lado da ruiva na pia que sorri enquanto ensaboava um prato

- não se preocupe, já estou acabando - diz sorrindo agradecida pra castanha que novamente se encanta

- você é tão delicada, me lembra muito minha filha aria - diz em um suspiro

- sério ? Quantos anos ela tem ? - questiona a ruiva curiosa

- 16, faz no começo do ano, ela é um amor - diz e dessa vez a ruiva a encara, flagando um sorriso triste de sua parte

- porque você fala com tanta tristeza dela ? Aconteceu alguma coisa ?- pergunta se sentindo invasiva de mais, porém relaxa quando a castanha nega dando um lindo sorriso

- na verdade somos melhores amigas uma da outra, o problema é que ela mora na Suécia - anuncia fazendo os olhos da adolescente arregalarem

- Suécia ? Mas porque tão longe ?- questiona assustada e no mesmo momento os dois Stilinski entram pela porta da cozinha

- depois te conto - sussurra pra ruiva antes de voltar para os homens

- Hope eu já disse deixe Logo essa louça, preciso te levar pra casa - o moreno reclama atraindo a atenção da namorada que sorri travessa

- bom eu meio que liguei pra minha mãe e ela deixou eu dormir aqui, claro que se seu pai deixar - diz mordendo o lábio inferior enquanto exibia o ombro fazendo o moreno arrepiar, logo olhando ansioso para o pai

- bom...será um prazer - diz vendo um lindo sorriso se formar no rosto do jovem casal, logo desvia o olhar para sua parceira - já que ninguém precisa sair agora vou levar Elle pra casa, certo ?- a castanha se desperta

- ah claro, tchau meu anjo fica com Deus e boa noite - em um abraço apertado a mulher se despede da garota que ri começando a enxaguar a mini-pila de pratos - e você querido tudo já que te desejei - diz agora abraçando o moreno que sorri abertamente concordando

- tchau crianças, volto logo - anuncia o Stilinski assim que a parceira passa pela porta da cozinha

- tchau - o casal pronúncia vendo o homem ir atrás da mulher e logo escutam a porta abrindo e fechando, os deixando sozinhos.

O garoto estica o pescoço na direção da porta de entrada e sorri vendo que os adultos tinham mesmo ido embora. Assim que volta a namorada se permiti sorrir realizado, sabendo que tinha razão quando afirmou pra mesma que ela era o melhor presente que havia ganhado, então lembrando da resposta que recebeu se aproxima da ruiva que assusta sentindo o corpo ser enlaçado por trás.

- vai mesmo dormir aqui ?- pergunta em seu ouvido a fazendo sorrir relaxando os ombros

- sim, afinal..ainda não te dei seu presente - responde com suspense na voz e um sorriso travesso nos lábios

- estou ansioso - sussurra manhoso a fazendo rir - vai, deixe logo isso pra lá - a garota arrepia sentindo os lábios do amado contra a pele de seu pescoço

- eu vou, enquanto isso vai tomar banho, vou depois de você - diz tentando se controlar o que era quase impossível

- mas Hope..

- por favor Stiles - joga o rosto na direção do mesmo o olhando com súplica, o que é demais para ele

- okay, mas não demore - diz um pouco aborrecido porém não consegue evitar um sorriso, assim que a ruiva o toma um selinho carinhoso

- não vou - os dois sorriem e logo o moreno sai do local e só consegue pensar em qual seria sua surpresa...

- que demora - bufa o moreno encarando o teto

- eu escutei - a voz abafada da namorada soa por trás da porta do banheiro que se mantia trancado

- desculpa - diz alto o bastante para ela ouvir - mas é verdade - sussurra pra si mesmo e logo ergue o pescoço com pressa quando a porta é aberta

- eu escutei..de novo - a ruiva sorri sentindo as bochechas corarem com o olhar do moreno sobre si

- Hope..- tenta puxar oxigênio para os pulmões, porém parecia impossível na verdade era

- roubei do armário da minha mãe.. não sabia que hoje era seu aniversário, mas se acontecesse algo eu queria estar bonita - a ruiva evitava o encara-lo e até se permite fechar um pouco o roupão, o garoto logo se bom sentado na cama box

- você sempre está linda meu amor, de todas as maneiras - tenta visualizar as safiras claras que logo permitem ser encontradas com um brilho diferente nelas. E em um ato de coragem a ruiva deixa o roupão deslizar por seus braços até o chão, dando a perfeita visão do conjunto íntimo vermelho de renda que por coincidência hornava com seus fios.

Caminha em passos lentos e envergonhados até o moreno que prende a respiração a vendo se sentar sobre si, jogando os braços por cima de seus ombros vestidos por uma velha camiseta e se acomodando em seu colo por cima da bermuda de moletom, encara os lábios da ruiva que estava fixa a seus olhos

- feliz aniversário Stiles - sussurra antes de toma-lo para um beijo prazeroso e luxuoso.

Pela a primeira vez desde que começaram a namorar e relativamente ter mais contatos físicos do que antes, o moreno ignora a promessa de ir com calma e sem perceber já alisava as costas da ruiva com uma mão e puxa em provocação os fios da mesma que arfava contra o beijo, que é obrigado a se desfazer. A garota sorri com os lábios levemente avermelhados pela pressão do moreno que logo permite-se ser empurrado pela namorada, que se acomoda ainda mais no colo do mesmo que sente sua intimidade ficar ainda mais rígida e sente o corpo estremecer quando a ruiva geme apoiando as mãos em seus ombros.

- Hope a gente..- tenta falar porém sente a blusa sem passada pela a cabeça e braços, e pode ver a ruiva jogar o tecido pra longe

- você não me conta sobre seu aniversário e agora quer negar meu presente ?- ela ergue uma das sobrancelhas fazendo-o engolir seco - nada disso - um sorriso divertido se forma em seus lábios desesperando o moreno que sente as forças ir embora com mais um beijo, dessa vez carinhoso, da namorada.

A ruiva começa a afastar sua língua com cuidado e assim que consegue, continua a trilha de beijos pelo pescoço do moreno que arfa com o fato e a observa com os olhos entreabertos, a vendo descer cada vez mais. O moreno engole seco sentindo os dedos magros sobre o cós de sua calça e sente desespero a vendo abaixar a mesma, ainda tinha esperança que ela iria parar porém quando sente os beijos quase chegar lá pelo seu abdômen a puxa pela nuca, a mesma solta um gemido de dor pelo susto.

- me desculpe - diz atrapalhado voltando a se sentar logo esticando o braço em direção do criado mudo

- Stiles o que.. - a frase se cala vendo o garoto trazer em sua mão da gaveta uma camisinha, e sente o coração bater forte quando ele tira a última peça de roupa logo pondo a camisinha

- é sério Hope - ele volta pra ela com a respiração ofegante, ela sorri vendo que ele se aproximava despercebidamente - nunca mais faça isso, tarada - a ruiva gargalha quando ele a empurra fazendo se deitar ficando por cima da mesma, que morde o lábio inferior sentido-o se livrar de sua calcinha

- eu te amo Stilinski - sussurra tirar o sutiã deixando num canto na cama

- eu te amo ainda mais Forbes - sorri pra ruiva que corresponde jogando uma das pernas envolta da cintura do moreno, enquanto o moreno segura sua coxa e acariciava seu rosto.

A ruiva suspira e continha gritos sentindo o moreno se movimentar com lentidão e carinho, enquanto puxa os bicos de seus seios com os lábios entre dentes, deixando suas mãos apenas concentradas na cintura da namorada, a ajudando nos movimentos necessários para cada vez mais prazer, o que parecia funcionar.

- Stiles...eu quero ficar por cima - sussurra a ruiva entre suspiros e logo dá um gritinho quando sente a intimidade do moreno ficar ainda mais quente e o corpo do mesmo relaxar sobre si, ainda bem que havia posto proteção

- Hope, acho que isso não é uma boa ideia - diz ofegante apoiando um dos braços ao lado da ruiva que o encarava com desejo - você ainda é apertada - diz saindo de dentro da mesma que geme baixinho cravando as unhas mais uma vez nas costas do moreno que arfa, logo vendo as bochechas da namorada ficarem ainda mais vermelhas, já que a cor corada havia durado o processo inteiro

- por favor Stiles... - sente o ventre vibrar em queimação e em um beijo carinhoso e até como se passasse força, o moreno concorda logo se jogando na cama

- tem certeza disso ?- pergunta sentindo a intimidade melada e quente da ruiva em sua barriga, assim que a mesma senta ali

- talvez eu precise de ajuda.. mas tenho total certeza - sorri ansiosa para o namorado que concorda levando as mãos nos quadris firmes da ruiva, que deposita as mãos contra o peito do moreno

Assim que a ruiva senta sobre o membro do namorado que arfa, a garota solta um grito de prazer franzindo levemente as sobrancelhas. Em calvagadas lentas e cuidadosas guiadas pelo moreno que mesmo tomado pela luxúria se mantia sã, agora já estava mais fácil prós dois que sorriam um pro outro trocando beijos e carícias mais atrevidas.

- Stiles...- a ruiva arfa continuando com os movimentos deliciosos - eu te amo - o moreno joga o rosto pra cima contendo um gemido a sentindo deslizar com mais rapidez

- eu também te amo Hope... continue - a ruiva sorri e ainda mais entregue a situação, permite o namorado conhecer mais de sua personalidade maliciosa

.

.

- eu estou exausta - a ruiva suspira sentindo o moreno contornar seus seios com beijos quentes e molhados

- vamos fazer só mais uma vez e..

- não Stiles, estou ficando desconfiada de que quem está merecendo o título de tarado é você- diz assustada e logo riem, o moreno a rouba um selinho carinhoso

- está bem então senhorita bipolar, vamos dormir - a ruiva revira os olhos enquanto o moreno dia se deitando ao seu lado, puxando o lençol para cobrir seus corpos

- nada disso senhor Stilinski, você ainda tem uma explicação pra me dar - diz assim que ele apaga as luzes, deixando a penas a luz do luar que entrava pela janela iluminar o quarto

- Hope, sinto muito - diz fazendo a namorada o encarar com um sorriso carinhoso

- está tudo bem meu amor, só não entendo o porquê não me contou - o garoto suspira cansado

- nem eu sei, na verdade não tem nada a ver com você - a ruiva se aconchega em seu peito nu, carinhando o mesmo

- só conte se você quiser...está tudo bem - diz o sentindo tenso

- não, está tudo bem - e mais um suspiro é ouvido do garoto que aconchega o queixo no topo dos fios ruivos - quando era pequeno um dia antes do meu aniversário eu briguei com mamãe - começa atraindo o olhar da namorada que o observa encarar o nada - sabe foi por coisa boba, eu tinha pedido um brinquedo pro meu pai um mês antes e por causa do tratamento da minha mãe ele não pode comprar. Até aí, eu tinha compreendido realmente, mas não podia deixar de ficar triste e na época, como te contei, meu avô me odiava e torturou minha mente dizendo que eu era um ingrato e várias coisas, como eu que trouxe aquela doença pra minha mãe..

- Stiles - a ruiva interrompe atraindo seu olhar - não precisa continuar - as safiras claras demonstravam tristeza em nome do namorado que sorri frouxo negando

- quando meu pai chegou no meio em uma dessas frases idiotas, ele discutiu feio com meu avô que até fez minha mãe sair da cama, e vela ali tentando impedir uma provável luta entre os dois, mesmo não tento força nem para ficar em pé direito, acabou com meu coração. Eu comecei a gritar e chorar, disse que eu odiava a todos e principalmente a ela, que ela não me amava o bastante para se curar...eu fui um completo idiota - algumas lágrimas escorrem pelo seu rosto, porém são rapidamente a limpas pela ruiva que sentia o coração se partir em pedaços - depois disso me tranquei no quarto e só sai no dia seguinte, no exato dia de sua morte - o último detalhe faz a ruiva arregalar os olhos

- Stiles...

- o que eu te disse uma vez foi verdade, já não conseguia encarar o rosto de minha mão a tempo, porém por birra naquele dia eu nem a abracei pela manhã como eu fazia e nem contribui seu bom dia, então quando ela começou a...

- chega Stiles por favor - a voz da ruiva sai fala atraindo atenção do moreno que franze levemente as sombrancelhas vendo a ruiva chorar - eu sempre vou te amar meu amor, lembre-se disso, você não precisa ficar se culpando pra vida inteira, sua mãe não ficaria feliz com isso - as lágrimas desciam com pressa, mostrando a agonia que a garota sentia, fazendo o namorado sorrir abertamente

- eu sei disso e a por isso que estou te contando, de alguma forma você sempre está me libertando, honrando ao seu nome, eu te amarei pra sempre Hope - e em um abraço apertado o moreno permite a namorada chorar contra seu peito, enquanto sentia como se estivesse sendo perdoado por sua mãe, em algum lugar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...