História Horizontes - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 5
Palavras 1.135
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - 001


Fanfic / Fanfiction Horizontes - Capítulo 1 - 001



La estava  eu sentada sobre uma muretinha que havia entre a praia e a estrada enquanto olhava para o horizonte  onde o sol de ponhava e visao do sol beijando o mar era realmente linda uma das melhores que ja tive em minha vida, uma vida somente com um sentido dar a luz ao meu bebê pois é  estou grávida e 9 meses, estava sentada sobre essa muretinha esperando uma pessoa que sabia que nunca viria ao meu encontro uma pessoa que me desprezou quando soube que iria ser pai me chamou dos piores nomes que já ouvi em minha vida toda ele nem mesmo se importou com  filho foi como se eu não passasse de um brinquedo que foi quebrado,depois como se não bastasse ele me despreza ele ainda me humilhou e tratou de me difamar para toda a cidade, assim que ele soltou a bomba ele se casou e saiu do país e desde então me sento aqui todos os  dias às vezes fico o esperando e nas outras fico pensando o'que vai ser do meu pobre bebê já que minha gravidez e de alto risco ja disse ao médico se precisar escolher quem salvar e para salvar meu pequeno (a), 


Depois de ficar sentada ali um bom tem me levanto e começo a andar em direção a minha casa mais assim que entrei em casa senti minhas pernas molherem e nessa hora comecei a tremer me desesperei pois sabia que meu bebê nasceria andei até meu carro onde já deixava  as malas que levaria para o hospital, não ponhei roupas minhas porque sabia que não sairia daquele hospital com vida, o durante o caminho quase bati o carro algumas vezes mais consegui chegar ao meu destino peguei as bolsas do bebê e entrei no grande e luxuoso hospital que os avós paternos fizeram questão de pagar mais só por obrigação  pois eles tbm não acreditavam que o meu filho (a) era neto deles, depois de acertar as papeladas um enfermeiro me levou para a sala de parto em uma cadeira de rodas enquanto uma enfermeira guardou minhas coisas, as dores já haviam começado em quando terminei de me trocar, me deitei na cama com cuidado e segui todas as instituições do médico e depois de ficar assim a noite inteira e boa parte da madrugada finalmente  ouvi aquele chorinho gostoso mais aquela sensação durou por pouco tempo ja que pouco a pouco senti o choro ficar longe ate que não pudesse mais o ouvir 


Mika of


Suga on

Havia acabado de pisar em seul pois minha irmã  estava em trabalho de parto o pai do bebê a abandonou e por vingança  descontei minha raiva em uma garota que estudava em minha escola mais isso não vem ao caso assim que saí do aeroporto entrei no carro que me esperava  fui direto para o hospital e mandei o motorista levar minhas malas para minha casa me informei na recepção e segui para o guardo de minha irmã, assim que entrei a vi tento seu filho ali no quarto mesmo o'que me deixou muito  brava o parto dele tinha se atrasado quase um mês para mim isso era estranho mas os médicos falaram que era normal,


Suga= por minha irmã  nao esta tento o filho dela na sala de parto -- pergunto  com raiva 



Lia= por …. Que haaa…. Sala esta o ocupada  -- minha irmã fala com dificuldades 


Então apenas me acalmei e ajudei minha irmã  seguimos todas as introduções da médica e depois de pouco tempo minha sobrinha nasceu ela era linda e fofa, a enfermeira  a limpou depois entregou para minha irmã enquanto a médica terminar de dar os poucos pontos que ela precisou levar, assim que terminou a equipe saiu do quarto mais levou a bebê para dar banho e vesti la apenas ficou uma enfermeira  no quarto ela pediu para que eu saise dali para poder ajudar minha irmã a tomar um banho e arrumar mais algumas coisas então apenas obedeci e fui ate o berçário para ver a pequeno mais um pouco, 


Assim que cheguei naquela enorme janela comecei a procurar pela pequena que estaria usando a pulseira com  o nome de minha irmã , quando finalmente a acho meus olhos marejam por ao lado dela estavam dois bebês um casal para ser mais exato  com o nome da garota que usei para me vingar, eles eram lindos grandes e gordinhos com preça chamei a enfermeira e pedi para que pudesse ver os 3 bebês 


Suga== sera que poso entrar e ver esses bebes falo apontando para os 3 bebes 


Enfermeira = oque o senhor é  deles -- perginta me olhando estranho 


SUGA = aquela  é minha sobrinha, e aqueles meus filhos-- digo todo bobo 


Enfermeira = você  é o pai deles ?-- fala me olhando com …..pena 


Suga= sim por que eles tem algum  problema?-- pergunto preocupado 


Enfermeira = não eles são muito saudável-- fala e logo me deixa entrar 



Assim que entrei peguei cada um no colo e depositei um beijo em suas testas, agora vendo os bebês me  sinto culpado por ter usado mika e desconfiar que eles eram meus filhos eles eram uma mini cópia de nos dois, na pulseira de identificação  vi o número do quarto onde a menor estaria, então fiquei ali mais um tempinho depois fui para o quarto de minha irmã com minha sobrinha nos braços 


SUGA = olha quem veio ficar com a mamãe-- falo alegre  entrando no quarto mais a menor me olha triste 


Lia= Yoon  descobri uma coisa, sobre a mika 


SUGA = eu sei acabei de ver meus filhos no berçário


 A menor me olha espantada e com um olhar estranho no rosto 


Lia = como eles são-- pergunta  animada lia sempre disse que isso era errado 


SUGA = eles são uma mini  cópia minha e dela 


 De Repente lia lia fica séria e solta  uma bomba em min 


Lia= Yoon, ...você vai ficar com os bebês?


SUGA = posso ser tudo mas não sou um monstro para os tirarem da mãe


Lia= Yoon  é que se você  nao ficar com eles eu ficarei -- fala firme 


Suga= por que você quer tirar eles da mika ?-- falo bravo 


Lia= a gravidez  dela era de alto risco e quando os médicos perguntaram quem deveriam salvar ela disse para salvar eles -- fala chorando 


Assim que ouvi isso meu coração  parou por um momento agora fazia sentido o olhar da enfermeira  sem pensar corri até a sala de parto mesmo ao lado de fora podia ouvi aquele barulho da máquina que media seus batimentos  cardíacos onde era fazia um barulho que indicava o pior, minhas pernas falharam e cair ajoelhado ao chão enquanto chorava como louco se não fosse por mim ela não teria  engravidado e não estaria ali dentro morrendo 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...