História Horse (Camren G!P) - Capítulo 27


Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, Lauren Jauregui
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila Cabello, Camren, Cowgirl, Lauren G!p, Lauren Jauregui, Norminah, Yuri
Visualizações 217
Palavras 1.084
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


EAI SEUS HORSES

Voltamos rápido aqui, porque eu estava realmente inspirada, graças ao meu filho, simmm eu sou mãe e ele vai aparecer na fic neste capítulo, em uma parte com a Lóren

Mano, já perceberam que a Camila faz propaganda justamente para o Loreal Elseve — Se escreve assim? Foda-se.

Ignorem erros, please

Nessa vida, só 5H é perfeito... A gente não é, é nada

Curtam a foto da VACABELLO

Capítulo 27 - Capítulo Vinte e Cinco: Sem Saída


Fanfic / Fanfiction Horse (Camren G!P) - Capítulo 27 - Capítulo Vinte e Cinco: Sem Saída

K.C.C

— Lauren, não acredito! — briguei com a cowgirl deitada na cama. — Cueca jogada no chão do banheiro? Já conversamos sobre isso, mocinha.

Faziam exatos três meses desde o dia em que minha namorada fundiu o motor do meu possante 2010. E esse tempo todo, a texana aprontou mais.

Eram toalhas na cama, botas espalhadas pelo quarto. Não conhecia essa falta de educação de Lauren. Se eu soubesse, com certeza não teria aceitado essa ideia de casal. Entretanto, sabia exatamente algo que irritaria a alva tanto quanto suas cuecas sujas me estressavam.

— Talvez o Mendes não deixe roupas espalhadas por aí.

A de cabelos negros saltou na cama, e rapidamente pegou meu pulso. Abri a boca, surpresa — okay, nem tanto. Lauren sempre fazia isso ao me ouvir pronunciar o nome de Shawn.

— Nunca mais fale sobre esse cara — rosnou brava.

— Calma, amor. Não tenho medo da suas ameaças. — provoquei.

Atrás de Lauren, Nicholas acordou choramingando. O pequeno com apenas seis meses já exibia cabelos escuros e olhos na tonalidade verde. E uma garganta forte demais para chorar.

— Tá vendo, madame? Acordou a criança... Também, falando esse nome feio ai, quem não acorda com o susto? Eu teria pesadelo.

— Cala a boca, Laur — ria da dramaturgia feita pela minha caipira. — Ele acordou na hora do papa. Esse garotinho é esfomeado, igual uma pessoa que eu conheço.

Em passos apresados, peguei o pequeno do berço. Os braços fortes da Jauregui me apertaram. O nariz gélido de Lauren tocou minha pele quente, causando-me um arrepio. Porém, eu não cederia.

— Larga, Lauren. Vou dar comida para o Nick. Arrume o banheiro, colocando as roupas no cesto. Ouviu? — ordenei, desviando do abraço.

— Droga, Camz! Vou checar o celeiro. O Ventania tá chamando, olha lá. — Apontou com o indicador para cima, segurando o meu ombro com a outra mão.

— Não há ninguém...

— Tchau, amor. Te amo — interrompeu-me, beijando minha bochecha e saindo apressadamente.

Balancei a cabeça em negação. Como eu consegui uma mulher louca?

Ventania se recuperara de uma pneumonia, após tratamentos veterinários. O puro sangue realmente era forte.

Abaixei o olhar, vendo Nicholas gargalhar. Ele é o xerox de Lauren.

— Sua mama é doida, não é? — Apertei o nariz do meu filho. — Inventando essas desculpas esfarrapadas para não arrumar a bagunça.

Em resposta, o garoto se esperniou no meu colo, sapeca.

Segui até a cozinha. Coloquei o menor na cadeira especial, vestindo o babador. Abri a geladeira, apanhando o potinho da comida. Preparei o alimento da pequena prole. Sentei na cadeira, apoiando na mesa. Com a colher de plástico, pegui uma quantidade da papinha.

— Olha o aviãozinho, Nick. Cadê o aeroporto pra ele pousar? — Levei o utensilho azul até a boca do neném, mas, ele não a abriu. — Qualé, filho? Mayday, mayday! Comandante Cabello precisa pousar o avião.

Normani tem sorte. O Rick não dá um pingo de trabalho para comer. Já o Nick, não abre a boca, porém, quando abre...Ele devora a minha mão caso eu não seja agiu.

O pequeno Hamilton-Hansen é o novo integrante desta família. Depois de tanto drama, Dinah resolveu ficar com ele, e a justiça apoiou, afinal, quem resiti aquela carinha fofa com olhos castanhos? Ele precisava de um lar.

— A boquinha, filho. Abre pra mamãe — adociquei a voz. — Vai, filhote!

Ele abocanhou a papinha. Sorri com a cena. Agora ele comeria rápido.

— Isso, Nick. O garotão da mamãe vai ficar fortão.

Meu celular tocou em cima da mesa. Atendi a chamada da minha mãe.

—¡Hola, mama!

¡ Hola, mija! ¿Como estas?

— ¡Bien! ¿Y usted?

Nicholas começou a bater as mãos no balcão de sua cadeirinha.

— ¿Es una crianza? — perguntou.

Eu não havia contado sobre o Nick. Engoli seco.

— Sí. Es el hijo de una amiga — respondi. Tapei o celular com as mãos. — Nick, estou no telefone! — ralhei com ele.

Bueno. ¡Tengo una noticia. Su papa, Sofia y yo, vamos a el Texas! ¿No es magnífico?

— ¿Si, mama? — Estaba ferrada. — ¿Quando?

En una semana.

Deixei o celular cair. Infarto em três, dois, um.

— ¡Kaki! ¿Camila? — gritava minha mãe.

— ¿Si, mama? — Pegui o eletrônico. — Estoy muy animada con tu vinda. Adiós, Lauren me llama. Besos.

Fazia mais de um ano que não via meus pais e a Sofi. O que eles pensariam com tudo isso?

Eu estava em um beco sem saída. Ferrada com todas as letras possíveis para essa palavra.

L.M.J

— Hey, Ventania! — O cavalo empacou na beira do riacho. — Vamos voltar, está ficando tarde.

Não menti para Camila, ao dizer que eu iria checar o celeiro. Chegando lá, avisaram-me que a cerca do pasto mais ao norte havia quebrado. Montei no meu cavalo, indo arrumar o estrago. Pelo que parecia, dois bois brigaram feio, e um deles foi empurrado na cerca. O arrame bambiou, e dez cabeças de gado fugiram.

Ajeitei tudo, preparando-me para voltar. Entretanto, Ventania não sai passa o pequeno córrego que existe no caminho mais curto até em casa.

— Droga. Ventania, não faz isso!

Puxo as rédias para trás, e ele empina. Ótimo! Terei que dar um enorme contorno no riacho. Isso levará meia hora a mais. O Sol já está se pondo.

— Vamos, Ventania.

Abaixo o chapéu, enrolo as rédias nas mãos e dou meia volta. Grito um comando e ele acerela. Mais a frente, um rebanho de carneiros, corre desesperadamente. Ao lado, descubro o motivo. Dentes afiados, uivo medonho. Coiotes.

Um filhote ficava atrás no rebanho, mancando. Provavelmente ele se perdeu da mãe, e se machucou, tornando-se alvo fácil para o animais ferozes. Saco o 32 do bolso. É importante andar armado por essas bandas. Roubo de gado. Disparo para o alto, afugentando ambos os grupos de bichos.

Paro Ventania perto do pequeno de pelagem branca e preta. Ele berra, e eu o pego no colo. Sua perna esquerda traseira sangrava.

— Olá, pequenino. Cadê sua mãe? Hein? Tá perdido?

Apoio o carneiro no ombro, puxando Ventania pelo cabresto. Embora fosse perigoso seguir assim, eu não poderia deixar o pequeno cabrito sozinho à noite, machucado. Os malditos coiotes ainda espreitavam.

— Acho que vou te chamar de Shaun. Que tal? Shaun Carneiro. — Ele berrou em resposta. — Gostou? Camila vai adorar você.

E mais uma vez ele berrou. Afinal, a vida é bem melhor com Shaun, o carneiro.


Notas Finais


HAHAAHAHAHAHAHA SINUZITE VAI É Ó

SHAUN CARNEIRO — ESSE NOME LEMBRA UMA PEOPLE, MAS É POR CAUSA DO DESENHO E NÃO DA CABRA MENTA


Lauren sempre andando com o 32 no bolso...


Foi isso, falou, valeu e até a próxima vez

E assistam The Stripper









Galera, estamos no Insta agora...

Segui lá

Gabsestrabagay


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...