1. Spirit Fanfics >
  2. Hospício chara X frisk >
  3. Um acompanhamento e um banho

História Hospício chara X frisk - Capítulo 10


Escrita por:


Capítulo 10 - Um acompanhamento e um banho


Frisk

 - O QUE?! - disse olhado para ele. 

- isso mesmo que você ouviu!

 - mais se virem você, vão te pegar! - disse falando Preocupada com ele.

 - eu tou um jeito - disse olhado para mim.

- como você vai fazer isso? - disse perguntado para ele.

 - tem uma roupa minha aqui que cobre o meu rosto, e é difícil de ver o meu rosto. 

- disse pegando a malar dele. 

- deixa eu ver chara? - disse indo até ele.

Eu me sentei au lado dele cama.

 - você tem certeza que usar isso vai cumprir o seu rosto? - disse perguntado para ele. 

- claro você quer que eu ponha pra você Ver? - disse olhado para mim. 

- tudo bem, ponha pra eu ver. 

Chara tinha se levado da cama e começo a colocar aquela jaqueta preta, que ficou chamado muito a minha atenção, é claro quando ele começou a por a jaqueta ele estava sem camisa, e quando ele colocou a jaqueta ficou a parecendo o seu abdômen também.

- então como estou? - disse perguntado para mim. 

- v-você está muito l-lindo - disse muito vermelha.

 - frisk você está bem? Você está muito vermelha, você está com febre? - disse perguntado para mim.

 - n-não eu tô bem - disse pra olhado para o lado.

- eu vou pó a minha roupa rapidinho, e a gente já vi tá.

 - tá bom. 

Chara tinha tirado a jaqueta, e pegou uma camisa que era verde com duas listras amarela e visti, depois ele pegou uma calça jeans preta que era bem bonita que chamava muito a minha atenção e ele vestiu, e depois ele colocou a jaqueta dele. Eu tô realmente sem palavras, ele ficou um verdadeiro sonho, ele estava muito bonito.

- como estou frisk? - disse perguntado para mim.

 - tô sem palavras pra descrever - disse vermelha para ele.

 - então eu tô ridículo? - disse perguntado.

 - n-não você está muito bonito. 

- e-eu tô muito bonito?

 - S-sim

- então tá. 

- é melhor a gente ir chara.

 - verdade vamos.

Eu e chara fomos até a portar e o chara abriu, então eu sair daquela casa o chara também, eu tô alguns passos para frente e vejo as estrelas no céu, eu quase nunca consegui vê as estrelas de noite, por quase da poluição na cidade

- ei frisk você está bem? - disse dragado a porta. 

- tô é que na cidade quase não tá pra ver as estrelas na cidade.

- se você morasse no campo ia da sempre pra ver as estrelas.

 - quem dera morresse no campo.

 - é melhor a gente ir frisk. 

- verdade vamos.

Eu e chara começamos a andar, estava um pouco frio, mas continuamos andado até a minha casa. Quando estávamos andado, a gente começou a conversar.

 - chara você ainda vai continuar fugido da polícia?

 - vou sim frisk. 

- você não acha melhor se entrega? 

- não! Eu não quero voltar pra que ler hospício de novo! 

- mais uma hora vão ter Pega! 

- pode até ser, mas eu acabo saindo rapidinho.

- chara você não deve brincar com essas coisas! Eu tô de avisado!

 -tá bom não se preocupe frisk.

 - está bem, eu tô confiando em você!

 -tá bom frisk.

Nós continuamos andado até desse a quela montanha, quando de sermos tudo aquele morro, eu vi várias viaturas de polícias, eu olhei para o chara e vi que ele estava com um pouco de medo, mas eu segurei a mão de e eu disse para:

 - calma chara, vai ficar tudo bem, só continuar andado.

 - tá bom, vamos logo. 

Nós fomos até uma cansada e continuamos andado, eu que o chara estava um pouco tremendo, porque tinha várias viaturas de polícias passado do nosso lá, eu tava torcendo pra chegar logo em casa. 

QUEBRA DE TEMPO

Nós finalmente chegamos na minha casa, eu pego as minhas chaves e abro a porta e dou espaço para o chara entrar também e mesmo diz:

 - sua casa é um pouco pequena. 

- é eu sei - disse fechado a porta. 

- eu acho melhor eu ficar aqui com você hoje frisk.

 - tudo bem, mais de manhã quando eu acorda você vai embora Ok. 

- Ok em

- sim frisk?

 - eu preciso ir tomar banho tá.

 - eu também posso. 

- tá bom, depois mim.

- Vomos tomar banho juntos.

 - q-que - eu fiquei muito vermelha

 - n-não chara.

- frisk assim vai ser mais rápido. 

- está bem então. 

Eu deixei as minhas coisas no sofá e o chara deixou a sua jaqueta lá. Nos fomos até o banheiro, eu comecei atirar a minha roupa, eu estava de costa para o chara e também estava de costa pra mim, ele também estava tirado a sua roupa também, eu comecei a ficar muito vermelha ele ia tirar a sua cueca.

 - ei frisk você tá legal?

 - tô mais não olhe para mim, eu estou sem roupa. 

-relaxar frisk, eu já vi tudo o que você tinha para esconder, e é provável que você viu metade do que eu tenho para esconder.

-.........- eu ainda estava vermelha e com muita vergonha.

 - quer saber, entra você no chuveiro e depois eu tá. 

- está bem.

 Entro primeiro no chuveiro e depois o chara entrou, estava com muito mais muito vergonha mesmo,nunca tinha tomado banho com ninguém antes, Sentidir duas mãos me secura por trás de mim.

- c-chara o q-que está f-fazendo? 

- eu disse naquela hora atrás que íamos fazer aquilo frisk.

 - mais não dava para esperar a gente tomar banho primeiro?

 - você sabe que eu consigo espera frisk.

 Chara tinha me virado de frente para ele, e começo a me beijar, foi um beijo calmo, enquanto a água do chuveiro caia sobre nós, aquele era o melhor momento que eu já tive na minha vida.

Chara tinha me encostado na parede do banheiro, então ele me perguntou e me levantado pra nós continuamos nos beijado, nos separamos os nos lábios por falta de ar.

 Eu senti algo tocar na minha intimidade e percebi que era a intimidade do chara, aquilo doía, quando sentir o chara enfiar a sua intimidade e mim, eu comecei a gemer muito. 

- c-chara I-isso d-doi... 

- é mesmo? Isso dói?

 Chara começou a ir mais rápido, e eu não parei de gemer.

 - c-chara vai de vaga.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...