1. Spirit Fanfics >
  2. Hospício chara X frisk >
  3. Te amo

História Hospício chara X frisk - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Te amo


Fanfic / Fanfiction Hospício chara X frisk - Capítulo 5 - Te amo

Frisk

Fiquei apavorada e muito assustada com o que ele.

- Aquilo era um d-demônio Chara? - disse assustada. 

- Sim! - disse começando a chorar. 

- Chara por favor? Não chore... - disse Abraçando. 

- Frisk... Estou com medo e muito assustado! - disse tremendo. 

- não fique com Medo! Estarei ao seu lado - disse confortando. 

- o-obrigado Frisk... - disse. 

- de nada! Agora me diz, porque aquela coisa veio Aqui? - disse perguntando. 

- quer mesmo saber Frisk? - disse perguntando. 

- Sim! Eu preciso saber Chara! - disse. 

- tudo bem! Tudo começou a muito, muito, muito tempo, eu era uma criança, nunca fiz nada para as pessoas, mas as pessoas tinham medo de mim, e sempre fiquei muito triste com isso, só porque os meus olhos são vermelhos e toda vez que uma pessoa me via saiam correndo gritando "Chara o demônio voltou! corram!", e isso sempre me deixou muito triste até que uma noite eu estava sozinho no meu quarto comecei a escutar vozes no meu quarto e eu disse "quem está Aí!? Aparece logo?!", e quando vi aquele coisa que parecia comigo, e ele disse que ia dar todo o poder para mim, e naquela noite fiquei muito poderoso por causa dele, e acabei saindo da minha casa naquela noite, e andei pelas as ruas eu queria me vinga daquele pessoas que ficavam me machucando, e eu fiquei andado pelas ruas por muito tempo até que acabei encontrando eles, e quando eles me viram chegaram perto de mim, e ele falaram "o que você está fazendo aqui Chara? Aqui não é um lugar para um demônio como você!" Até que uns deles tentou me atacar eu me desviei tão rápido que ele né viram, fiquei me desviando dos ataques de todos eles, vieram pra cima de mim, os meus reflexo estavam tão bom que me movia tão rápido, e  ele não sabiam porque estava me desviando tão rápido dele, até que pequei uma faca e matei eles, comecei a ficar muito assustado a minha camisa está com muito sangue sair correndo dali e voltei pra casa, estava com muito medo até que aquele demônio tinha voltado e eu disse que não queria mais aquele poder, e ele disse que não tinha mais como tira de dentro de mim, e também ele disse que tínhamos fundido as nossas almas, comecei a enlouquecer fiquei com medo todos as noites, e saia de casa para matar pessoas até que um dia a minha mãe Toriel entrou no meu quarto e me viu jogado no chão com os braços cortados e ela tinha ficado muito assustada, e ela chamou o meu pai Asgore, eles ficaram muito assustado, então eles me mandaram para cá! - disse chorando.

Pelo o que entendi, ele tinha fundido a sua alma com esse demônio. 

- Oh! Chara... - disse abraçando ele é tanto um beijo em sua testa - não se preocupe! Estarei ao seu lado sempre. 

- obrigado Frisk! 

Queria conta pra ele o que sentia por ele, mas acho que não é o momento certo. 

- Ei Frisk! 

- Undyne! Você já chamou a polícia? - perguntei. 

- ninguém atendeu! - disse. 

- tudo bem... - disse. 

- e você cara? Tá bem? - perguntou. 

- Sim! - disse. 

- hum... que bom! Vou da uma olhada nos corredores! Tá Frisk? - disse. 

- tudo bem - disse sorrindo. 

- e você vai ficar aí com Ele? - perguntando. 

- Sim! - disse. 

- tá Bom! Mais não vão se Beijar, Né? - disse meio rindo. 

- UNDYNE!!! - Disse vermelha - vai logo fazer o que você tem que fazer - disse. 

- HAHAHA! Tá eu já tô indo! - disse saindo rindo. 

- Chara? Acho melhor você voltar a dormir! - disse. 

- não quero! - disse se recusado. 

- mas você precisa! - disse. 

- se eu dormir aquela coisa vai voltar! - disse com medo.

- não se preocupe Chara! Vou ficar aqui com você! - disse. 

- mesmo? - perguntou. 

- Sim! - disse. 

- obrigado Frisk! - disse agradecendo. 

- de nada. Não quero deixar você aqui sozinho Chara! Me importo com você! E me preocupo com você! - disse. 

- sério? - disse perguntando. 

- Sim! - disse. 

- pelo menos tem um pessoal que se preocupar comigo nesse mundo! - disse sorrindo. 

- Oh Chara! Assim você me deixa com vergonha! - disse com vergonha. 

Chara teu um sorriso e dormiu, coloque a sua cabeça enzima da minha cocha da minha perna, estava encostada na parede e acabei dormindo. 

QUEBRA DE TEMPO. . .

Estava dormindo quando sinto que alguém me acordado, era a Undyne que estava com um copo de café nas mãos. 

- bom dia Frisk! - disse Undyne. 

- bom dia Undyne! - disse meia sonolenta. 

- dormiu bem aí com Ele? - perguntando. 

- UNDYNE!!! - disse vermelha - Olhar! Eu não queria deixar ele sozinho! - disse. 

- hum sei! Mais Você quer um café? Eu trouxe esse pra você! - disse. 

- obrigada Undyne! - disse.

- quer saber de uma coisa Frisk? - disse. 

- o que? - disse. 

- eu acho que você deveria ir para casa! - disse. 

- porque? - perguntei. 

- porque você está exausta e Cansada! - disse. 

- acho que você tem razão! Eu fiquei a noite inteira aqui no hospício, mas quem vai cuidar do Chara? - perguntei. 

- acho que ninguém vai querer cuidado Dele! - disse. 

- quer saber... eu não vou pra casa hoje! - disse. 

- mais Frisk? Você está muito cansada! - disse.

- não importa se estou Cansada! Eu vou ficar hoje Aqui! - disse. 

- tá Bom! Você que sabe.

Undyne saio quarto do Chara, fiquei observando ele dormindo, ele parecia um anjo dormindo, fiquei fazendo cafune na sua cabeça dele.

- F-Frisk? É você? - disse acordado. 

- Sim! Só eu Chara! - disse. 

- você ficou mesmo aqui comigo a noite inteira? - perguntou. 

- Sim! E também acabei dormindo aqui com você! Foi se querer Tá! - disse. 

- tudo bem Frisk! Eu gosto quando você cuidar de mim, me sinto seguro perto de você! - disse. 

- Oh Chara... - disse vermelha. 

- Frisk... - disse. 

- sim Chara? - disse olhada para ele.

- eu queria dizer uma coisa pra você, mas não sei por onde começar! - disse. 

- pode dizer Chara! - disse. 

- bem.. Como posso dizer isso... É...

- é? - disse?

- é que eu... Aí! Eu não consigo dizer isso pra você! - disse. 

- vamos Chara! Sei que você consegue! - disse. 

- é que eu gosto de v-você! - disse. 

- o que!? - disse vermelha. 

- se v-você não gosto de mim, Entendo! A final quem amaria um maluco com Eu! - disse. 

- eu não sabia que você gostava de mim! - disse um pouco vermelha. 

- bom... Se você não gosta de mim, vou entender! - disse meio triste. 

- espera Chara! Eu também gosto de você! - disse. 

- s-sério? Você não está brincando Comigo, esta? - disse perguntando. 

- não! Estou falando sério! 

Nós ficamos de frente um para o outro, e nos aproximamos um do outro e nos beijamos, fui um beijo calmo e também muito suave e também muito bom, nos separamos do beijo por falta de ar estava muito vermelha.

- Frisk... eu te amo! - disse. 

- eu também te amo! - disse. 

Abracei o Chara que estava com um sorriso no seu rosto. 

- eu prometo que ninguém nunca vai nos separar Chara. 

- eu também promete que ninguém é né mesmo esse demônio vai nos separar Frisk! 


Notas Finais


Deixe nos comentários se você quiser a continuação!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...