História Hospitalar - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Horror, Hospicio, Mutilação
Visualizações 5
Palavras 438
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Mistério, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Obrigadu PELO apoio^^

Agora com taaanta demora trago o 4* cap.

Bjks.

Capítulo 4 - Finalmente fora?


Fanfic / Fanfiction Hospitalar - Capítulo 4 - Finalmente fora?

Naquela noite não dormi nada bem...

Oque aquela mulher havia dito me assombrava profundamente.. eu queria fugir sim, mas ela parecia desconfiavel.

Eu estava lá surfando em pensamentos quando ouço uma batidinha na parede e logo depois um:

Pisiu.. é a Louca(risos) mas tá.. aceita ou não?

Ela falava tão baixo que tive que encostar a orelha na parede para ouvir. 

Tá.. mas você tem que estar com o plano pronto né?
Lc- dãã... oque você acha, eu tenho um plano. 

Louca me contou o plano até o amanhecer, e eu ficava cada vez mais encantada, quando uma enfermeira do demonio veio me buscar:

Hora do almoço lixo- e me pegou pelo braço fortemente.

Ela me levava até a cantina, e eu ia ao lado de Louca, que por sinal estava muito feliz.

Sentamos uma ao lado da outra, e por baixo da mesa me passou um canivete e me mostro uma lanterna e um cacetete

-Lembra que toda vez que me buscavam eu agia? Então, porque acha que eu continuo se eles me batem? - ela é tão esperta...

Guardei as coisas dentro da calça, e finalmente tive prazer em comer.... ia ser hoje a noite.

Quando terminou o almoço me levaram de volta para o quarto, e de lá já começei a cortar a grade de cima da cama, uma espécie de janela. 

Lc- terminei.
-eu tambem.

Ri baixinho, imagine, fugir de um lugar, ainda mais de um Hospício!? Que adrenalina!

Como o esperado eu nem a Louca saímos, nós esperamos o anoitecer. Logo a Louca saiu, e eu tambem.

Eu e ela demos uns pulinhos baixos dr alegria, mas logo foi embora, porque um guarda grande parecido com um hipopotamo, chegou bosejando para ver oque tinha, por sorte uma enfermeira o chamou e ficaram lá aos beijos. Ri um pouco, mas logo Louca tampou minha boca. 

Corremos agachadas até outra moita assustadora. A entrada tinha muitas delas. Conseguia ver o portão grande e assustador mais a frente e também um guarda dentro de uma cabine ao lado. Avisei Louca apontando para o homem, mas ela pelo visto já sabia. Ela me contou de manha enquanto falava o plano que varias vezes ficava observando pela aquela janelinha o movimento e disse também que o homem ali dentro saia por volta das nove horas para ir dormir um pouco e ir chamar o que iria substituilo.

Mas, enquanto ele fosse chamar nimguem ia ficar lá, porque, pela louca, hoje era dia de amor para o outro guarda '-'.

Assim melhor pra gente.

Quando chegou nove horas acordei louca que por sinal estava dormindo e fomos até a cabine.

Louca fez umas coisas loucas nuns botoens e uma portinha atras de nós se abriu.

Nossa. Estavamos fora.

Nós fugimos!!




Notas Finais


Arft arft, espero que gostem!

Run Marie, Run!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...