1. Spirit Fanfics >
  2. Host Family (Taekook) >
  3. Capítulo 08

História Host Family (Taekook) - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Iae gente como tão hein? Espero que bem
Bom, eu trouxe mais um capítulo da fanfic e espero que vocês gostem :3
Ah galera, só para deixar claro, agora eu não vou mais especificar na escrita em que língua os personagens estão falando então vou deixar claro que quando algum coreano estiver falando com um americano, ele estará falando em inglês
Quando for coreano falando com coreano estará falando a língua deles mesmo kkk bem é só isso

Boa leitura <3

Capítulo 9 - Capítulo 08


A garçonete então, logo retorna à mesa cujo Jungkook estava sentado. Levando consigo uma bandeja com o pedido do Jeon, que, por sua vez, ficou feliz, já que estava bastante faminto.

                A jovem põe a bandeja sobre a mesa cuidadosamente. Jungkook pôde reparar o belo sorriso que ela tinha e era bastante simpática. Ela sai de perto do Jeon para ir atender outros clientes, enquanto Jungkook pega seu notebook e começa a digitar algumas coisas enquanto comia.

                Jungkook estava bastante prestativo naquilo que estava fazendo, já que se tratava de assuntos da faculdade. Por mais que – alguns minutos atrás – sua mente estava em transe devido a cena que tinha visto lá no pátio da universidade, Jungkook jamais colocaria isso acima de seu sonho de se tornar um médico profissional. Com isso, bastou apenas ligar seu notebook, começar a reler as coisas que digitara durante a aula, fazer algumas pesquisas, dentre outros, para esquecer o assunto. Pelo menos, por enquanto.

                Jungkook estava preste a morder mais um pedaço de pão de mel, quando sente alguém esbarrar em suas costas. O indivíduo no caso, havia esbarrado no encosto da cadeira ocupada por Jeon, o que aumentou a dor na hora do impacto. Isso fez Jungkook vira-se para ver de quem se tratava.

                – Sorry, I... – Espera, você é coreano? – Um rapaz ditou. Tinha uma estatura média, cabelos ruivos, óculos escuros erguidos no alto da cabeça, roupas estilosas, e surpreendentemente traços asiáticos.

                – Sim...? Mas, como sabe? – Pergunta Jungkook.

                – Aqui é profissa, sacou? – Dita o rapaz, cheio de si, dando uma piscadinha, mordendo os lábios enquanto dava leves batidas em seu próprio peito. – Mas eai... – Ditou o cara enquanto sentava na cadeira a frente de Jungkook, na mesma mesa. Ignorando o fato de serem estranhos. – O que faz por aqui? Veio estudar? – Perguntou.

                – Sim, e você? – Perguntou Jungkook em seguida tomando um gole de seu cappuccino.

                – Ah, eu vim visitar um amigo meu, mas também vou estudar por aqui. – Sorriu.

                Jungkook não deixou de notar os cativantes olhos que aquele ruivo possuía. Seu sorriso não ficava para trás, era lindo tanto quanto o olhar. O Jeon poderia caracterizar aquilo como...Sensual. Jungkook por sua vez, retorna a digitar algumas coisas, mas sem deixar de ficar atento a qualquer pergunta que o ruivo pudesse fazer.

                – E o seu nome, qual é? – Pergunta o próprio Jungkook.

                – Nossa, eu me sentei aqui perto de você sem ao menos perguntar o seu nome. – Riu. – Mas respondendo sua pergunta: meu nome é Jung Hoseok. – Continuou.

                Jungkook tira o olhar da tela de seu notebook. Inclina sua cabeça para o lado, olhando fixamente para o ruivo.

                – Jung...Hoseok? – Deu duas piscadas.

                – Sim oras, Jung Hoseok. – Esclareceu. – E o seu?

                – É-É Jeon Jungkook. – Respondeu olhando timidamente para o ruivo.

                – Olha só...Que coincidência! Você é o carinha que estava falando com o Tae naquele dia? – Pareceu animado ao perguntar isso.

                – Sim... – Desviou o olhar com a mãe na nuca. 

                – O Tae me disse ontem que você está morando na casa dele, nossa, mas não imaginava que você era tão bonito! – O Jung dita numa tranquilidade constrangedora, pelo menos, para Jungkook era.

                O Jeon ouvindo aquele elogio começa a sentir suas bochechas queimarem. Desvia o olhar, envergonhado com aquele comentário de Hoseok. O Jung obviamente percebeu, afinal, Jungkook parecia um pimentão; e, já que sua personalidade era do tipo: “vou me aproveitar dessa situação”, o Jung fez o seguinte:

                – Nossa Kook, você está vermelho, está com febre? – Pergunta se levantando e passando delicadamente sua mão pelo rosto do Jeon, que, por sua vez corava mais ainda. – Você está um pouco quente Jungkook, não acha melhor ir a um médico? – Pergunta em seguida.

                Seus rostos estavam próximos. O suficiente para sentirem a respiração um do outro.

                – N-Não eu...Eu estou bem, não precisa se preo – A fala de Jungkook é cortada pelo sininho da lanchonete, indicando que algum cliente estava entrando ali.

                – Hoseok!?

                – Ah, oi Tae, olha só quem está comigo. – Dita o Jung apontando com o queixo para Jungkook. – Oh, como vai Lavínia? Nem vi você aí. – Sorri para jovem de mão dada com Taehyung.

                – Vou bem Hobi e...Quem é esse aí? – Pergunta se referindo a Jungkook.

                – Ninguém importante. – Taehyung responde de forma ignorante. Fazendo um bico de deboche.

                – Que isso amor? Isso é jeito de se falar? – A morena o repreende. Se aproxima do Jeon devagar e sorridente. – Como é seu nome, meu anjo? – Pergunta e Jungkook engole seco vendo que lá atrás Taehyung o encarava profundamente e com um pouco de raiva.

                – M-Meu nome é...é...

                – Jungkook. O nome dele é Jungkook. – Hoseok respondeu pelo Jeon.

                – Oh, minha nossa! Que nome lindo! – Sorriu novamente. Lavínia olha seu relógio dourado e assusta-se. – Oh My God! Err...Infelizmente não terei tempo de me apresentar direito Jungkook, mas espero te ver novamente algum dia. – Ela sorri para o Jeon. – Amor vou para o salão, nos vemos mais tarde? – Perguntou olhando para o Kim.

                – Claro. – Respondeu. Lavínia aproxima-se de Taehyung e lhe dá um beijo rápido.

                Jungkook no momento do beijo, desviou seu olhar, não sabendo o porquê de estar tão incomodado ao ver o casal trocando um selinho. Hoseok pôde notar claramente o incômodo de Jeon, achou estranho, já que em sua cabeça era quase improvável de Jungkook estar apaixonado por Taehyung, afinal, não fazia nem dois dias que eles se conheceram frente a Bridgeport. Sem contar que Taehyung era insuportável.

                Assim que Lavínia saiu da lanchonete, Taehyung encarou Jungkook por alguns instantes. Esquecendo-se de que sequer estava sentado, e sim em pé no mesmo lugar em que estava desde que chegou no recinto.

                – Você veio mais cedo. – Ditou Taehyung caminhando até a mesa em que estavam o Jung e o Jeon, sentando-se numa das cadeiras.

                – Sim, na verdade eu pretendia te fazer uma surpresa, mas... – Deu de ombros. – Não deu certo. – Sorriu.

                – Entendi. – Ditou Taehyung.

                Hoseok e Taehyung começaram a conversar de coisas que Jungkook (que por sinal estava sendo ignorado na conversa) não entendia, e com isso apenas observava os dois amigos conversando. Chegou um tempo em que Jeon ignorou os dois e continuou a digitar o que queria antes de Hoseok aparecer.

                – Vamos logo para a casa, a Yana deve está surtando por estarmos atrasados. – Disse Taehyung. – Você também. – Olhou para Jungkook.

                – Eu o quê?

                – Vai com a gente oras, se o meu pai souber que te deixei ir para casa sozinho ele me mata. – Ditou o Kim e Hoseok riu baixinho.

                Taehyung pega a chave do carro em seu bolso. Enquanto isso Jungkook fecha seu notebook e o guarda em sua bolsa. Sua conta já estava paga então só se preocupou em guardar seus materiais todos na bolsa.

                Os três caminham até o carro preto que pertencia a Taehyung. Hoseok e o Kim se sentam nos bancos da frente e Jungkook no meio do banco de trás.

                O percurso inteiro até a mansão dos Kim, foi todo em silêncio. Taehyung se concentrava em olhar para frente, Hoseok acertava sua franja enquanto olhava para um espelhinho que havia ali no carro. Jungkook apenas observava ambos.

                – E então Jungkook... – O Jung quebra o silêncio. – Está gostando dos Estados Unidos? – Pergunta.

                – Sim. – Jeon responde. – Não fui em muitos lugares, mas talvez eu marque de sair com meu melhor amigo. – Continuou.

                – Nossa Taehyung! Nem levou o garoto pra passear? Nossa que bom anfitrião você é hein! – Ironizou o Jung dando um leve tapa no braço de Taehyung.

                – Por acaso tenho cara de guia turístico? Ele que se vire!

                – Seu idiota. – Ditou Hoseok.

                – Tá, parem de discutir. Ele tem razão Hoseok, ele não tem cara de guia turístico... – Parou por uns instantes. – Tem cara de blogueira.

                Hoseok põe a mão na boca com para reprimir a risada. Suas bochechas incharam pelo ar guardado. Estava literalmente lutando para não rir da brincadeira de Jungkook.

                – Como é que é?

                – E ainda daquelas gringas que fazem vídeo ficando setenta de duas horas sem maquiagem, como se fosse grande coisa. – Jungkook continuou e dessa vez o Jung não pôde segurar a risada.

                – Ah não cara. – Riu novamente. – Jungkook, você é o melhor mano. – Continuou rindo.

                Taehyung bufa pelo fato de ter sido alvo de risada, ainda vindas de Hoseok, e, para piorar, por culpa de Jungkook. O Kim viu que já havia chegado na mansão, com isso estacionou o carro na garagem.


Notas Finais


E foi esse o capítulo gente, espero que tenham gostado <3
Até o próximo galera, beijo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...